tv tribuna

Depois do fenômeno “Metralhadora”, Banda Vingadora lança “Me Deixa Louca”; vem ver o clipe!

itaaaa! Depois de muito TRA TRA TRA no Carnaval, a Banda Vingadora está de volta com uma nova aposta! “Me Deixa Louca” é o nome da faixa, que acaba de ganhar seu videoclipe e a gente claro, já quis mostrar pra vocês, em primeira mão! Com direção de Bruno Fioravanti, o bapho se passa em um parque de diversões, onde a maior diversão é o vendedor de balões!
A Tays Reis que não é boba nem nada, logo já se engraça pro lado do magya, que mostra pra ela o gás da sua bexiga kkkkkkkkk eu se fosse ela teria feito o padre dos balões e levado esse boy pra bem longe, um homem desse tem que ficar de olho! Hahahaha O clipe ainda tem espaço pra coreo e música traz o tradicional violino da banda… Confira:

Informante reafirma que Dilma cometeu crime de responsabilidade

Júlio Marcelo de Oliveira é ouvido na condição de informante
O procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), Júlio Marcelo de Oliveira, autor do parecer que rejeitou as contas do governo de Dilma Rousseff em 2014, reiterou que houve crime de responsabilidade também em 2015. Para Oliveira, que,neste momento, responde as primeiras perguntas de senadores no julgamento do processo de impeachment de Dilma. Ele disse que a presidenta afastada não poderia ter editado os decretos sem a autorização do Congresso Nacional.“Os decretos foram emitidos sem a observância deste mandamento constitucional. O Executivo editou decretos considerados como incompatíveis com a obtenção da meta [fiscal]”, afirmou.O procurador acrescentou que o TCU não emitiu qualquer orientação mudando esta regra, nem mesmo quando o Congresso estiver para apreciar propostas que alterem a meta fiscal do ano corrente. “Não há nenhuma decisão do TCU anterior ao julgamento das contas de 2014, ocorrido em 2015, dizendo que tais créditos poderiam ser abertos, desta forma, abonando a conduta do Executivo”, disse, completando que também não há exceção nem em casos de arrecadação extra.Perguntado sobre os atrasos dos repasses aos bancos públicos responsáveis pelo pagamento de benefícios de políticas públicas, como os empréstimos do Plano Safra – chamados pela acusação de pedaladas fiscais, Oliveira disse que “constituem operações de crédito”.O procurador afirmou que houve intenção de maquiar as contas e que “o beneficiário dos pagamentos devido pelo Tesouro ao banco, na verdade, é o tomador de crédito”, ou seja, o próprio agricultor. “Ele [o governo] está obrigando o Banco do Brasil a subsidiar o agricultor. E quando o Tesouro está fazendo o pagamento está fazendo para favorecer o agricultor, em nome dele”, afirmou.
Agência Brasil

Copérnico: prefeito de Candeias é denunciado pelo MPF


O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o prefeito de Candeias, Francisco Silva Conceição, o secretário de Saúde do município, Manoel Eduardo Farias Andrade, o empresário Nicolau Júnior e mais seis pessoas por falsidade ideológica, dispensa indevida de licitação e fraude licitatória – artigos 299 do CP, 89 e 90 da Lei 8.666. O prefeito e o secretário de saúde do município de Candeias promoveram a terceirização integral do serviço de saúde em três unidades médico-hospitalares do município por meio de diversos instrumentos jurídicos: contratação emergencial; pagamento por reconhecimento de dívidas; pregão presencial e concorrência pública. Segundo as investigações, Nicolau Júnior chefiava uma organização criminosa que utilizava diversas empresas para operar em vários nichos econômicos, atuando por meio de “laranjas”. Umas das empresas envolvidas no desvio é o Instituto Médico e Cardiológico da Bahia (IMCBA) que era utilizada para aliciar prefeitos e servidores públicos para obtenção de contratos de gestão de hospitais, prontos socorros e unidades de pronto atendimento de prefeituras da Bahia, pagos com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) e que proporcionava o enriquecimento ilícito. As investigações revelaram que, na ocasião das contratações, o IMCBA sequer possuía a natureza jurídica de Organização Social – não cumprindo os requisitos formais estabelecidos na Lei nº 9.637/98 –, tratando-se de uma verdadeira empresa utilizada para a prática de crimes. Em Candeias, o prefeito e o secretário contrataram por dispensa de licitação a IMCBA para gerir, na modalidade gestão plena, o Hospital Municipal José Mário dos Santos, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Posto de Saúde Luiz Viana Filho. Segundo o MPF, esse tipo de sociedade facilita a obtenção de vultosos contratos de gestão com entes públicos municipais, cujo formato impossibilitava qualquer controle, diante da falta de discriminação dos itens contratados e da ausência de uma adequada prestação de contas.

PCdoB pode romper com o PT após conclusão de impeachment



O PT decidiu apoiar um candidato do PSDB no Maranhão – estado governado por Flávio Dino (PCdoB)
De acordo com a coluna Radar Online, da revista Veja, o PCdoB pode romper com o PT após a conclusão do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. A relação das siglas foi comprometida depois que o PT decidiu apoiar um candidato do PSDB no Maranhão – estado governado por Flávio Dino (PCdoB), até então um dos maiores defensores de Dilma. O pedido inusitado teria sido feito pela própria presidente, em uma tentativa de obter votos contra o seu impeachment. Depois da decisão, Dino teria deixado a defesa da petista de lado e começado a trabalhar em uma possível integração com o governo do até então o presidente interino Michel Temer (PMDB) – que eles ainda chamam de “golpista”.

Lewandowski diz que sessão deve seguir até de madrugada



O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, disse que a sessão do julgamento do impeachment desta quinta-feira, 25, deve se estender até de madrugada. “Vamos até de madrugada, se for necessário”, disse à reportagem depois de chegar do intervalo.A sessão foi retomada pouco depois das 19h. Ainda faltam nove senadores fazerem perguntas para Júlio Marcelo Oliveira, que é procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU). Apesar de ele ter sido declarado suspeito, e não poder depor como testemunha, os senadores continuaram interrogando-o como informante.A ideia é dar início ainda nesta quinta-feira à oitiva da segunda e última testemunha de acusação, o auditor federal de Controle Externo do TCU, Antonio Carlos Costa D’Ávila Carvalho Junior. As testemunhas indicadas pela defesa da presidente afastada Dilma Rousseff serão ouvidas a partir de sexta.Lewandowski não quis estimar quando acontecerá a votação final do processo, e afirmou que o ritmo do julgamento iria “depender da autocontenção dos senadores”.
Estadão Conteúdo

Vingadora disputa prêmio Multishow de melhor clipe

A banda Vingadora está entre os indicados ao Prêmio Multishow 2016 com o clipe Paredão Metralhadora.

Vingadora disputa prêmio Multishow de melhor clipe

A produção audiovisual, que ultrapassou 170 milhões de visualizações no Youtube e foi eleita a música do Carnaval, está disputando o prêmio com Bang, de Anita, Porque eu sinto falta, de Lexa, e Essa é a hora, de Mc Marcelly.
A votação dessa primeira fase será finalizada na próxima sexta-feira (26) e conta com a votação popular que está sendo realizada por meio de hashtags no Twitter. – Estou muito feliz em ser uma das indicadas deste prêmio do Multishow. Estamos contado com o apoio dos fãs e do Brasil inteiro que curtiu bastante a nossa proposta – comemora Tays Reis, vocalista do grupo.
O clipe possui diversas referências ao filme Mad Max: Estrada da fúria, que tem a personagem Imperatriz Furiosa. As imagens mostram um campo de batalha. A cantora, ao lado de outras “companheiras”, duela com um violonista e seus músicos. (Pimenta)

Mundo: Mulher diz ter sido estuprada por um Pokémon

De acordo com uma mulher russa, que não teve seu nome identificado, algo inédito aconteceu. Segundo declaração publicada pelo jornal inglês Daily Mail, ela foi estuprada por um Pokémon.

Mundo: Mulher diz ter sido estuprada por um Pokémon
 A vítima aparentemente não conseguiu identificar o monstrinho, mas no momento em que isso ocorreu, ela estava jogando Pokémon Go de forma inocente antes de dormir.
Segundo ela, o monstrinho era “gigante” e apareceu enquanto ela estava dormindo. Assim que a mulher, que é casada, acordou, percebeu que o bicho estava sobre ela, a violentando.
A russa ainda afirmou que o Pokémon desapareceu assim que ela pulou da cama para identificá-lo, mas que o app mostrou a presença dele na área. O amigo dela Ivan Makarov afirmou que ela poder enxergar Pokémon mesmo sem o app, e até o cachorro dela late quando ela joga.

Porchat estreia na liderança

Fabio Porchat estreou em alta na Record. Segundo dados prévios da Kantar/Ibope, o "Programa do Porchat" marcou 8,8 pontos no horário, ante 6,7 pontos da Globo, e 4,9 pontos do SBT. Para quem conhece a audiência da faixa da meia-noite, horário da talk show, é fácil dizer que a plateia de estreia do humorista foi muito alta. Cada ponto equivale a 69 mil domicílios na Grande SP. Apesar da timidez de Sasha, entrevistada de estreia, a filha de Xuxa virou sensação nas redes sociais quando surgiu no programa e levou a atração para o trending topics do Twitter. Porchat ainda tirou onda da concorrência, brincou com a saída de Pedro Bial do "BBB" e disse que Danilo Gentili perdeu a tranquilidade que tantas estreias como a dele, de Julia Rabelo no GNT e a de Adnet na Globo. Tudo isso sem apelar. Porchat sabe ser divertido e ácido sem ser agressivo. Tem repertório vasto. Isso é talento raro entre os que nasceram na comédia Stand-up. (Keila Jimenez)

Mulher é feita refém em Eunápolis e tem o carro roubado

Assaltantes armados roubaram um carro no bairro Alto da Boa Vista, em Eunápolis, e fizeram a dona do veículo refém por cerca de meia hora na manhã desta quarta (24). Segundo informações levantadas pela Polícia Civil, a mulher estacionou o carro garagem da sua casa, na Rua Boa Vista, quando foi surpreendida pela dupla. Conforme a informação, um dos assaltantes assumiu a direção o veículo e o outro ficou no banco de trás com a vítima. Durante a fuga, o bandido chegou a bater o veículo em um carro que estava estacionado na rua. Ainda de acordo com a polícia, os bandidos seguiram pela BR-367 e abandonaram a mulher pouco depois do distrito de Vera Cruz. A dupla fugiu com o automóvel em direção ao município de Porto Seguro. A vítima conseguiu carona para retornar para Eunápolis. Segundo a informação, os bandidos ainda roubaram um cartão de crédito com a senha da vítima, dois celulares e objetos que estavam no interior do veículo, como roupas e materiais escolares. O carro é um Chevrolet Vectra, cor preta, placa JSQ 9200. A Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos disponibiliza um WhatsApp para denúncias: (73) 98215 – 0072. A identidade do informante será mantida em sigilo.  (Radar64)

Isaquias será recebido nesta sexta feira (26) em Ubaitaba

O medalhista Olímpico Isaquias Queiroz chega nesta sexta-feira (26), em Ubaitaba e irá desfilar em carro do corpo de bombeiros pelas principais ruas e avenidas da cidade. O voo que traz o atleta deve pousar as 15:40 no Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus. A Prefeitura Municipal em parceria com a ACC – Associação Cacaueira de Canoagem estão preparando uma mega recepção para atleta na entrada da cidade às 17hs. O canoísta de 22 anos foi o atleta brasileiro a ganhar mais medalhas na Olimpíada do Rio. Foram três no total, sendo duas de prata e uma de bronze. Foram também os primeiros pódios do país na história nesta modalidade. (Ubaitaba Urgente)

Eleições 2016: Campanha para prefeito continua morna em Salvador; confira agenda


Eleições 2016: Campanha para prefeito continua morna em Salvador; confira agenda
Foto: Bahia Notícias
A campanha pelo comando da prefeitura de Salvador chega ao 11º dia ainda morna, com poucos compromissos de destaque na agenda desta quinta-feira (25). O candidato à reeleição ACM Neto (DEM) cancelou as atividades de campanha após as chuvas se intensificarem na capital baiana - pela manhã, cumpre agenda com secretários na sede da Codesal. A deputada federal Alice Portugal (PCdoB) faz, pela manhã, panfletagem na Feira de São Joaquim e grava programa eleitoral. Durante a tarde, a comunista participa da roda de conversa “Lésbicas nos Espaços de Poder”, além de uma caminhada em São Caetano. À noite, vai ao lançamento de uma candidatura a vereador. Na lista de compromissos previstos para a manhã desta quinta, o deputado estadual Pastor Sargento Isidório (PDT) grava entrevista para uma rádio e, depois, realiza atividade pastoral na Fundação Dr. Jesus. À tarde, grava apenas programa eleitoral. Pela noite, reúne-se com coordenadores de campanha. O candidato Cláudio Silva (PP) grava, pela manhã, programa eleitoral e reúne-se com líderes comunitários de Itapuã. À tarde, encontra-se com lideranças religiosas de Cosme de Farias e concede entrevista a um site. Pela noite, vai ao encontro de eleitores em Piatã. A vice-prefeita e candidata Célia Sacramento (PPL) concede, pela manhã, entrevista a um site. À tarde, dá entrevista a outro site. Durante a noite, encontra-se com lideranças e com uma candidata a vereadora. O candidato Rogério Tadeu Da Luz (PRTB) concede, pela manhã, entrevista a uma rádio e TV locais. À tarde, encontra-se no Salvador Shopping com vereadores do partido e apoiadores de campanha. Já Fábio Nogueira (PSOL) faz pela manhã panfletagem na estação de trem da Calçada. Pela tarde, concede entrevista a um veículo de comunicação. Durante a noite, grava programa eleitoral.

Maraú: Chuva alaga ruas e aulas são suspensas

Maraú: Chuva alaga ruas e aulas são suspensas
Foto: Dudu do Face / Arquivo Pessoal


A cidade de Maraú, no Baixo Sul, registrou fortes chuvas nesta quarta-feira (24). A precipitação deixou bairros da cidade alagados. Em Barra Grande, um dos centros turísticos da região, sofreu com as chuvas. Segundo dados do Instituto Nacional de Metereologia (Inmet), choveu 185,4 mm na região. Conforme o G1, a secretária de Administração de Maraú, Anaíldes Conceição Sacramento, disse que apesar da forte chuva, não há registro de desabamentos, deslizamentos, nem de feridos ou desaparecidos. A água chegou a invadir lojas, casas e escolas da cidade. Por conta do alagamento, as aulas foram suspensas nesta quarta-feira nas escolas de Maraú e na escola municipal que funciona em Barra Grande. Caso as chuvas continuem, a aulas podem ser suspensas nesta quinta-feira (25) também. No interior do estado, a chuva também foi registrada: Valença (72 mm), Ilhéus (28 mm), Itabuna (4 mm), Porto Seguro (10 mm), Cruz das Almas (5,5 mm), Amargosa (8,5 mm).

Floresta Azul ganha mais uma médica do Programa Mais Médicos


 
Texto e fotos: Ascom Floresta Azul

A cidade de Floresta Azul mais uma vez foi escolhida como município prioritário para receber outro médico participante do Programa Mais Médicos, do Governo Federal. Na manhã da última segunda-feira, (22), a médica Samara Pinto Vasconcelos, selecionada no 12° ciclo do Programa Mais Médicos, foi recepcionada pela secretária Municipal de Saúde Domilene Costa, a Coordenadora da Atenção Básica Fernanda Luísa e toda a equipe da Unidade de Saúde da Família Marcelina Bispo, onde a médica ficará lotada.

Dra. Samara é natural de Camacã e reside atualmente em Itabuna. Possui experiência em Saúde da Família, tendo trabalhado no município de Arataca, além de fazer parte do corpo clínico no Hospital Santo Antonio, em Camacã.

A médica atenderá na Unidade de Saúde da Família (USF) Marcelina Bispo, de segunda a quinta-feira, das 08:00 às 16:00.

Léo Pinheiro se cala diante de Moro

O executivo Léo Pinheiro, da OAS
O executivo Léo Pinheiro, da OAS, ficou em silêncio durante seu interrogatório na Operação Lava Jato. Frente a frente com o juiz federal Sérgio Moro, o empreiteiro disse que ‘por orientação dos advogados’ não responderia a nenhuma pergunta. O empreiteiro da OAS foi chamado para depor como réu em ação penal na Justiça Federal do Paraná em que também é réu o ex-senador Gim Argello. Léo Pinheiro, condenado a 16 anos de reclusão por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa na Lava Jato, teve a negociação de sua delação premiada suspensa pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A interrupção foi provocada pela divulgação de informações sobre o ministro Dias, Toffoli, do Supremo Tribunal Federal. O ministro teria sido citado por Leó Pinheiro, o que é negado pelo procurador-geral.
Estadão

Procuradores saem em defesa da Lava Jato e de Janot

Um dia após o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e a força-tarefa da Lava Jato serem alvos de duras críticas do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), o Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG), a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), a Associação Nacional do Ministério Público Militar (ANMPM) e a Associação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (AMPDFT) afirmaram apoiar os “excepcionais esforços e trabalho” da Procuradoria-Geral da República e da Lava Jato no combate à corrupção.Com mais de 18 mil membros, as associações signatárias da nota publicada nesta quarta-feira, 24, representam todo o Ministério Público e defendem os trabalhos dos integrantes da força-tarefa da operação que, segundo a nota, vem levando com sucesso ao Poder Judiciário o maior esquema de corrupção já descoberto no País.”A atuação do Ministério Público na Lava Jato tem sido técnica, completa, e, acima de tudo, republicana, avançando sempre em busca da elucidação dos fatos, sem escolher e sem evitar o envolvimento de quem quer que seja. O Brasil, com a força desse trabalho, um exemplo do que faz o Ministério Público de todo País, acredita mais e mais em vencer a impunidade”, aponta o texto divulgado pelas associações.No texto, as entidades sustentam que as investigações contrariam interesses poderosos e quebram “paradigmas negativos” o que resulta em “injustiças” levantadas contra os investigadores.
Estadão Conteúdo

Prefeito chama governador para briga em evento de campanha

Prefeito ACM Neto fala durante evento para multiplicadores
Durante apresentação de seu plano de governo para um eventual segundo mandato, esta noite, no Hotel Fiesta, o prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que o governador Rui Costa (PT) ‘deveria trabalhar mais do que ficar se preocupando comigo’. “Não adianta o governador querer se esconder atrás de seus candidatos, pois eu vou e quero debater é com ele. Não adianta. Eu estou pronto para mostrar que nos anos de governo de PT eles não construíram uma escola sequer. Eu estou pronto para mostrar que o Partido dos Trabalhadores é o mais corrupto do Brasil”, provocou o democrata, que antes de apresentar seu plano, fez um balanço de seu governo para multiplicadores e correligionários.

Caatiba: Prefeito e vice são afastados por fraudes em verbas da educação

Caatiba: Prefeito e vice são afastados por fraudes em verbas da educação
Foto: Reprodução / Blog do Anderson
O prefeito de Caatiba, no sudoeste, Júnior Mendes, e a vice, Maria Tânia Ribeiro, que concorre à prefeitura em outubro, foram afastados dos cargos. Os dois foram afastados dentro da operação Mato Serrado, que investiga fraudes em licitações e desvios de verbas destinadas à educação.  O secretário de administração do Município, Thiago Luz, também foi retirado do cargo. A Justiça Federal, que acatou acusação do Ministério Público Federal (MPF), também determinou o bloqueio dos bens dos três e de outros 11 envolvidos até o valor de R$1.154.000,00. A operação Mato Cerrado, deflagrada em conjunto com a Polícia Federal, Receita Federal e Controladoria-Geral da União em julho deste ano, aponta fraude na contratação de cooperativas constituídas irregularmente, viabilizando a transferência ilegal de pagamento de servidores públicos. A análise do sigilo dos dados bancários e telemáticos pela Assessoria de Pesquisa e Análise do MPF/BA demonstrou que os investigados superfaturavam as notas fiscais, incluíam parentes na folha de pagamento e apropriavam-se de verba pública. Os políticos ficam afastados pelo prazo de 180 dias. Ficam também desconstituídas as empresas Capital Cred Intermediações e Luzes Patrimonial Ltda. Ainda segundo a apuração, o esquema contava com mais 11 envolvidos, dentre eles a esposa do prefeito, Kelle Geyse Santana Santos Mendes – ex-secretária da Saúde do município, empresas e outros servidores públicos.

Presidente do PSDB-GO é preso em operação da PF que investiga desvio de R$ 4,5 mi

Presidente do PSDB-GO é preso em operação da PF que investiga desvio de R$ 4,5 mi
Foto: Reprodução/ Facebook

O presidente do PSDB de Goiás, Afreni Gonçalves Leites, foi preso temporariamente pela Polícia Federal nesta quarta-feira (24), em decorrência da Operação Decantação (leia aqui). O partido é apontado como um dos beneficiários do desvio de R$ 4,5 milhões de recursos federais por meio de contratos fraudulentos da empresa de Saneamento de Goiás. De acordo com a Folha, o partido teria recebido os recursos por meio de doações legais e via caixa dois, para pagamento de propinas e dívidas de campanhas políticas dos tucanos. Foram cumpridos outros 14 mandados de prisão preventiva e temporária, 21 de condução coercitiva e 67 de busca e apreensão em Goiânia, Aparecida de Goiânia, Formosa e Itumbiara, em Goiás; em São Paulo (SP) e em Florianópolis (SC).

Mulher é sequestrada e depois morta a tiro

Uma mulher foi morta e um homem ficou ferido na noite desta segunda-feira, 22 de agosto, em Montanha, no Norte do Espírito Santo. Segundo informações, o casal teria vitima de um sequestro, o carro onde as vítimas estavam teria sido levado a uma área afastada da cidade, próxima da divisa de Nanuque, em Minas Gerais, onde ocorreu o crime. Os dois foram baleados. Marília Carvalho do Carmo de 29 anos, levou um tiro na nuca e morreu na hora, já o homem conhecido como Alemão, foi socorrido e levado para um hospital em Nanuque, onde foi atendido e depois encaminhado para o hospital de Montanha. Nas redes sociais, amigos mostram tristeza e indignação com o crime. "Triste demais! Não consigo acreditar! Que Deus conforte o coração de toda a família", diz uma das publicações. "Ela era uma pessoa muito querida, super de bem com a vida! Que Deus o tenha em seus braços. Amém" comenta outro internauta. (Sul Bahia News)

Justiça eleitoral retifica valor do patrimônio de Mangabeira

A justiça eleitoral retificou o valor declarado do candidato a prefeito de Itabuna. O valor atual está em R$ R$ 3.569.263,06. Na semana passada o TSE divulgou que o valor seria superior a R$ 356 milhões. A divulgação anterior causou uma grande repercussão na cidade, mas estava evidente que seria um erro na declaração ou na digitação do valor. O candidato mais rico de Itabuna é o ex-prefeito Fernando Gomes (DEM), que declarou patrimônio de R$ 14.182.484,62. (Políticos do Sul da Bahia)

Ouro no judô, Rafaela será jurada da ‘Dança dos Famosos’

Rafaela Silva, medalha de ouro no judô na Olimpíada, será jurada da “Dança dos Famosos” do “Domingão do Faustão” (Globo), neste domingo (28). A judoca terá a companhia da atriz Juliana Pares. Brenno Leone, Felipe Simas, Leona Cavalli, Letícia Lima, Lisandra Souto, Nego do Borel, Marcelinho, Rainer Cadete, Sidney Magal, Solange Couto, Sophia Abrahão e Valesca estão na disputa. (Lígia Mesquita)

‘A Lava Jato está incomodando tanto e a quem e por quê?’, questiona Janot

Rodrigo Janot
O procurador-geral da República Rodrigo Janot fez uma indagação enigmática durante reunião do Conselho Nacional do Ministério Público nesta terça-feira, 23. “A Lava Jato, hoje, está incomodando tanto e a quem e por quê?”. Janot fez essa colocação ao final de um longo pronunciamento ao colegiado em reação aos ataques desfechados à Procuradoria pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. Gilmar Mendes atribuiu à Procuradoria o vazamento de detalhes da suposta delação do empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, que teria citado o ministro do STF, Dias Toffoli. Janot afirma que jamais chegou ao Ministério Público Federal, em meio às negociações com a OAS que já se arrastam há seis meses, qualquer citação a Toffoli. O procurador disse que é ‘um estelionato delacional, um factoide, uma invencionice’. Ao rebater as acusações de Gilmar Mandes, o procurador foi enfático. “O Ministério Público não tem bandeira”. Segundo ele, os procuradores realizam investigações com isenção. “O que me chamou a atenção nesse episódio desses dois ou três dias é que o Brasil vive um jogo Fla-Flu, um jogo de dois lados, e nesse jogo o Ministério Público tem apanhado de ambos. Portanto, estamos desagradando a ambos os lados. Na minha visão é um sinal positivo. Caminhamos bem porque não estamos agradando a lado algum. Não temos bandeira, não temos ideologia, não temos parte, não temos lado. Temos o lado da investigação dos fatos”. Leia mais no Estadão.
Estadão

Gastos obrigatórios da União vão subir R$ 90 bi em 2017


A proposta da Lei Orçamentária Anual (Ploa) da União de 2017 será enviada ao Congresso Nacional com uma elevação de R$ 90 bilhões nas despesas obrigatórias do governo em relação ao estimado para este ano. Para compensar parte desse aumento, as despesas discricionárias, aquelas que o governo pode cortar livremente, terão uma queda de R$ 10 bilhões.Em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, informou que a área econômica está trabalhando agora para fechar os cortes no grupo de despesas discricionárias. ”Estamos correndo atrás do prejuízo”, afirmou o ministro. Segundo ele, as despesas discricionárias projetadas para 2016 são de cerca de R$ 252 bilhões. É sobre esse valor, explicou, que se dará a redução desses gastos em 2017.A área econômica analisa também os gastos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Não haverá antecipação do envio do projeto ao Congresso. O governo vai enviar o texto no dia 31 deste mês, prazo final permitido pela legislação. Esse é o mesmo dia previsto para a conclusão do julgamento do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.O governo está trabalhando para fechar a proposta de Orçamento sem a necessidade de medidas de aumento de tributos, o que Oliveira considera viável com o incremento das receitas por conta dos efeitos da elevação de 1,2% para 1,6% da previsão de alta do Produto Interno Bruto (PIB) para 2017 na arrecadação e do resultado de concessões nas áreas de petróleo, energia elétrica e aeroportos.O ministro do Planejamento informou que a proposta de Orçamento prevê uma alta das despesas globais ligeiramente inferior à inflação prevista para este ano.
Estadão Conteúdo

ASSIS CARVALHO É CONDENADO PELA JUSTIÇA A PERDA DE DIREITOS POLÍTICOS

 
                                          16/04 - O deputado Assis Carvalho (PT/PI) discursa durante sessão de discussão do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no plenário da Câmara, em Brasília (Foto: Nilson Bastian/Câmara dos Deputados)

O deputado federal do Piauí Assis Carvalho (PT) foi condenado a suspensão dos direitos políticos por cinco anos e a pagamento de multa de R$ 250 mil. A Justiça federal considerou que o parlamentar, quando era secretário de saúde do estado, cometeu crime de improbidade administrativa ao dispensar licitação por falsa emergência e ainda favorecer empresas. A sentença foi dada no dia 17 de agosto.

O advogado Joaquim Almeida, que defende Assis Carvalho, afirmou que vai recorrer da decisão e que considera a sentença injusta e equivocada. Para a defesa, a medida tomada pelo deputado, enquanto desempenhava a função de secretário de saúde, foi para proteger os cofres públicos de contrato que vinha lesando o estado.

NO PAPARAZZO, ANAMARA FALA SOBRE SEXO: 'IMPORTANTE ATÉ PARA A SAÚDE'






Anamara conquistou o público do “BBB 10” e teve direito a bis ao participar pela segunda vez do reality show, no “BBB 13”. A personalidade forte e o carisma da baiana fizeram a fórmula de sucesso se repetir no Paparazzo e, após posar duas vezes para o site, a ex-policial militar está de volta, provando que ainda tem muito para mostrar. Aos 32 anos, Maroca fotografou no hostel Contemporâneo, na Zona Sul do Rio, e chamou atenção pelo corpaço sequinho e com celulite zero. As novas curvas são resultado de uma dieta rígida – coisa que a ex-BBB nunca havia tentado – e malhação acompanhada de um personal trainer. “Nas primeiras semanas não comia nada de carboidrato, agora já posso comer alguns tipos antes e depois dos treinos. Mas mesmo assim estou evitando”, contou

Neto poderá ganhar no primeiro turno


Neto poderá ganhar no primeiro turno
Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias
As emissoras afiliadas da Rede Globo lançaram no início da noite desta segunda-feira (23) pesquisas, as primeiras, sobre as eleições municipais de norte a sul. Chamou atenção o desempenho de ACM Neto (DEM), em Salvador, ao disparar com 68% contra menos de 8% dos demais candidatos. Dois deles não pontuaram, entre os quais a vice-prefeita, Célia Sacramento (PPL). O curioso é que Célia anda em litígio com o prefeito e andou a dizer na mídia que ele tinha superfaturado obras, citando as revitalizações da Barra e do Rio Vermelho, levando Neto a responder que irá processá-la. Mais curioso ainda é que ela só se manifestou sobre este assunto há poucos dias, quando o prefeito decidiu sobre quem seria o seu vice e a deixou de fora. Necessitava contemplar o PMDB, levando-o a escolher Bruno Reis, que fora um dos seus secretários na administração. Não se trata, como se vê, de uma guerra para se levar em consideração. Se assim o fosse Célia deveria fazer a sua denúncia enquanto estava ao lado de Neto, e não após perder a condição de continuar no posto para uma reeleição em dobradinha. Já em relação aos demais candidatos à prefeitura, imaginava-se que a candidata do PCdoB, Alice Portugal, tivesse melhor desempenho na pesquisa, assim como o Sargento Isidório, do PDT. A primeira citada, Alice, estabeleceu um quase confronto com a senadora Lídice da Mata, do PSB, ex-prefeita de Salvador. Lídice preferiu ficar de fora porque os dois partidos são aliados. Já Isidório foi o primeiro candidato que se lançou à prefeitura da cidade e dele esperava-se mais. É possível que durante a campanha eleitoral ele consiga passar à frente. O grande fato das pesquisas comandadas pelas emissoras afiliadas da Rede Globo é que, embora ainda não se possa determinar, existe a possibilidade de ACM Neto ganhar em primeiro turno. A campanha será curta. Teremos à frente apenas 40 dias até o seu final.

Bom Jesus da Lapa: Prefeito é punido por gastos irrazoáveis em situação de emergência

Bom Jesus da Lapa: Prefeito é punido por gastos irrazoáveis em situação de emergência
Foto: Reprodução / Barreiras Notícias

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) determinou nesta terça-feira (22) a formulação de uma representação ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro Pereira. De acordo com a Corte, o político realizou gastos “irrazoáveis” com os festejos de São Pedro e aniversário de emancipação da cidade em 2013.

‘Punição tem que ser rápida, exemplar’, prega secretário-geral do TSE para abuso de autoridade


Reunião do Conselho Jurídicos, da Fiesp, que discutiu alterações na lei sobre abuso de autoridade
O secretário-geral da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luciano Felício Fuck, defendeu que a Lei do Abuso de Autoridade, em tramitação no Congresso com apoio expresso do senador Renan Calheiros (PMDB/AL), crie tipos penais específicos. “Não apenas para policiais, mas para todos que exerçam a autoridade estatal, como magistrados, promotores, procuradores e até parlamentares”, ele recomenda. Fuck participou da reunião do Conselho Superior de Assuntos Jurídicos e Legislativos da Fiesp (Conjur), nesta segunda-feira, 22, em que se debateu o projeto de lei sobre crimes de autoridade. A reunião foi conduzida pelo ministro Sydney Sanches, presidente do Conjur. As informações foram divulgadas pela Agência Indusnet/Fiesp. O secretário-geral do TSE trouxe à mesa o II Pacto Republicano, em 2009, em que se destacou a necessidade de atualização de instrumentos para tornar o Judiciário mais célere e efetivo. Os subscritores do documento foram quatro: ministro Gilmar Mendes, então presidente do Supremo Tribunal Federal, Lula, então presidente da República, Renan Calheiros, na presidência do Senado, e Michel Temer, na Câmara. Eles assinaram o pacto, que previa aprovação de leis sobre composição do Conselho Nacional de Justiça e sobre os precatórios. Leia mais no Estadão.
Estadão Conteúdo

Janot diz que MPF desconhece citação a Toffoli em delação e nega vazamento

O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, chefe do Ministério Público Federal, negou hoje (23) que os procuradores do órgão tenham recebido delação citando o ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli. “Reafirmo que não houve nas negociações ou pretensas negociações de colaboração com essa empreiteira nenhuma referência, nenhum anexo, nenhum fato enviado ao Ministério Público que envolvesse essa alta autoridade judiciária”, disse Janot durante sessão do Conselho Nacional do Ministério Público.“Posso afirmar peremptoriamente que esse fato não foi trazido ao conhecimento do Ministério Público. Esse pretenso anexo jamais ingressou em qualquer dependência do Ministério Público, portanto, de vazamento não se trata. Ou se trata de um fato que o jornal ou meio de comunicação houve por bem publicar ou se trata de um fato que alguém vendeu como verdadeiro”, acrescentou o procurador-geral.Matéria da revista Veja do último fim de semana diz que o ministro Dias Toffoli teria sido citado pelo ex-presidente da empreiteira OAS, Léo Pinheiro, durante negociação com o MPF para delação premiada relacionada a Operação Lava Jato. “Esse meio de comunicação disse ter havido um anexo, que é o nome que se dá às informações escritas dos colaboradores ao Ministério Público, envolvendo um alto magistrado da República e as especulações vêm de que houve vazamento sobre essas informações”, disse Janot.
Agência Brasil

Simone Tebet: ‘A gestão Dilma levou à tempestade perfeita e ao impeachment’



Foto por: Waldemir Barreto /Agência Senado
Brasília (DF) - Partidária do impeachment, a senadora Simone Tebet (MS) avalia que Dilma Rousseff poderia ter produzido um desfecho diferente para o seu mandato. “Se ela tivesse renunciado lá atrás, levaria a uma comoção da sociedade, pedindo que o vice renunciasse também, para que houvesse nova eleição. Essa seria uma saída que talvez atendesse melhor aos anseios das ruas.” Ao prolongar a própria agonia, a presidente petista deixou os congressistas sem alternativa, disse a senadora em entrevista ao blog. “A gestão da Dilma levou o país à tempestade perfeita e, em consequência, ao impeachment.”
O PMDB foi sócio do governo do PT, recordou o repórter à senadora. A Lava Jato exibe a cumplicidade das duas legendas. Sendo peemedebista, não sente incômodo? Simone Tebet respondeu assim: “Não. Até porque, se houver a comprovação de qualquer coisa contra o Temer no futuro, ele também pode passar pelo mesmo processo”. Vai abaixo a entrevista da senadora:
Josias de Souza — Durante todo o processo, Dilma e seus partidários matelaram a tese de que o impeachment, tal como foi conduzido, é um golpe. Como a senhora espera ser tratada pela história? 
Simone Tebet: Não tenho medo do que os livros de história vão contar. Até porque essa história vai ser escrita por todos nós: os professores nas salas de aula, os jornalistas nos meios de comunicação, os historiadores nos livros. Vai ser escrita também pelos milhões de desempregados e por aqueles que se sentem lesados pela corrupção desenfreada que se estabeleceu no Brasil. Eu me insurjo contra a expressão golpe de Estado, não necessariamente contra a palavra golpe. Golpe qualquer um pode dizer, porque é um discurso político. Golpe de Estado é um termo jurídico, significa uma ruptura inconstitucional. Isso não houve. O impeachment está na Constituição. Preservados os pressupostos jurídicos preliminares, a decisão é política. Tanto que não cabe recurso ao Supremo. Os livros vão deixar tudo muito claro.
Josias de Souza — Está convencida de que o uso de recursos de bancos públicos para bancar despesas do Tesouro —as chamadas pedaladas fiscais— e a liberação de créditos suplementares sem autorização do Congresso justificam o impeachment? 
Simone Tebet: Não havendo golpe de Estado, o julgamento depende do posicionamento ideológico e pessoal de cada um. A questão é enxergar se havia ou não a gravidade dos fatos a ponto de levar o impeachment adiante. Entendo que não basta analisar os fatos isoladamente. Para acontecer o impeachment, numa democracia moderna, é preciso que haja uma tempestade perfeita. A gestão da Dilma levou o país à tempestade perfeita e, em consequência, ao impeachment. Está caracterizado o crime de responsabilidade. Muitos dizem que parece pouco. Eu poderia até absolvê-la, desde que não estivesse num país que vive a sua maior crise política, econômica e social por uma série de questões relacionadas à gestão dessa presidente. Então, os fatos mencionados no processo existiram. Analiso esses fatos. Mas não tenho como me basear apenas neles. Tenho que analisar todo o contexto para decidir se absolvo ou não. É um julgamento político.
Josias de Souza — O que a senhora está dizendo é que pesa no julgamento o chamado conjunto da obra? 
Simone Tebet: Exatamente. Se você tivesse crime de responsabilidade com uma economia forte, com apoio popular e do Congresso, sem uma gestão fiscal e econômica errática, você poderia até absolver a presidente, mesmo diante do cometimento desses crimes de responsabilidade de que ela é acusada agora. Esse é um julgamento político.
Josias de Souza — Nas manifestações de rua havia o ‘fora Dilma’, mas não se viu o ‘fica Temer’. O PMDB, foi sócio do governo do PT. A Lava Jato deixa claro que o PMDB foi também cúmplice. Sendo a senhora do PMDB, isso não lhe causa incômodo? 
Simone Tebet: Não. Até porque, se houver a comprovação de qualquer coisa contra o Temer no futuro, ele também pode passar pelo mesmo processo. Assim é a democracia. Eu não tenho outra saída legal. A única saída legal é a que estamos adotando. A carta da presidente Dilma chegou com quase dois anos de atraso. Se ela tivesse renunciado lá atrás, levaria a uma comoção da sociedade, pedindo que o vice renunciasse também, para que houvesse nova eleição. Essa seria uma saída que talvez atendesse melhor aos anseios das ruas. Não aconteceu. A presidente levou o problema até o último minuto do segundo tempo. Falar agora em plebiscito, que é inconstitucional, nos faz ficar sem saída. Não tenho nenhum incômodo com essa situação. Todos os partidos estão sujeitos a ter bons e maus políticos. Não é só o PT ou o PMDB. Tem outras siglas que estão sendo investigadas. Uma vez comprovado, todos têm que ser julgados pelos seus crimes. Mesmo o presidente —o atual e os futuros.
Josias de Souza — No Brasil pós-redemocratização, tivemos quatro presidentes eleitos: Fernando Collor, Fernando Henrique, Lula e Dilma. Dois foram abalroados pelo impechment. A taxa de mortalidade é de 50%. Isso é sinal de vitalidade ou de precariedade da nossa democracia? 
Simone Tebet: Isoladamente, isso é neutro. O que acho mais grave é que não temos condições de eleger um presidente da República com estabilidade para governar se não mudarmos pelo menos um item da nossa legislação eleitoral: a cláusula de barreira. Ninguém vai governar numa democracia forte e consolidada como a nossa com quase 40 partidos constituídos. Com essa profusão de partidos, você entra no presidencialismo de coalizão. Um presidente, por mais que tenha votação extraordinária, ainda que saia das urnas com 80% dos votos, ele não vai fazer maioria no Legislativo. Para obter a maioria, ele começa a fazer concessões de ministérios, cargos. Aí você já começa um governo Frankstein, sem coesão. O presidente não tem liberdade para escolher nem aqueles que serão os seus gerentes. Muitos falam de reforma política. Acho que se avançássemos só nisso, a clausula de barreira, capaz de reduzir o número de partidos, teríamos um presidencialismo mais forte, menos sujeito a intempéries.
Josias de Souza — Acha que o PMDB se beneficará politicamente do processo de impachment? 
Simone Tebet: Não creio. O presidente Temer terá de implantar um conjunto de reformas que não são populares, mas necessárias. Creio que ele conseguirá fazer isso, porque não tem a intenção de ser candidato a presidente da República. Vai querer sair como o Itamar Franco saiu. E o Itamar só foi reconhecido bem depois. Também no caso do presidente Temer, só a médio prazo virá o reconhecimento de que o remédio foi amargo, mas o esforço era necessário. Se tudo der certo, começaremos a colher os frutos daqui a quatro ou seis anos. Portanto, é uma vontagem termos um vice-presidente que não tem a intenção de ser presidente da República novamente. Ele pode fazer mais livremente o dever de casa.
Josias de Souza — O que imagina que ocorrerá no país com a efetivação de Michel Temer?
Simone Tebet: Hoje, o sucesso do país depende muito mais do Congresso do que do governo Temer. O Temer já colocou suas cartas na mesa. Já sabemos o que podemos esperar, o que pensa a equipe econômica. Cabe ao Congresso, sem deixar de fazer os embates necessários, deliberar sobre aquilo que é relevante para tirar o país rapidamente dessa crise. É preciso ter bom senso.
Josias de Souza — Haverá bom senso depois do julgamento final do impechment? 
Simone Tebet: A preocupação com o day after é crucial. O dia seguinte é o grande ponto de interrogação. O sucesso das medidas econômicas a serem implantadas pelo governo Temer dependem muito mais de nós, do Congresso, do que da equipe econômica. Essa equipe é, indiscutivelmente, o dream team brasileiro. É um time de ouro. Ninguém discute a competência, a capacidade e a racionalidade dessa equipe. A questão é saber se o Congresso Nacional, na sua diversidade, vai deixar de lado as querelas partidárias e pessoais para se concentrar no essencial. É preciso saber se cada um vai dar sua parcela de contribuição ou se o Congresso vai continuar sendo fisiológico, partidarizado e voltado para interesses regionais, às vezes até pessoais. É preciso decidir se vamos colocar os interesses da sociedade em primeiro plano.
Josias de Souza — Não acha que a fisiologia e os interesses pessoais já prevaleceram no Congresso? 
Simone Tebet: Sim. Mas a minha questão é se vai continuar assim. O governo Temer é frágil hoje por ser um governo de fato, mas não de direito. O impeachment não se encerrou. Consequentemente, ele é um presidente interino.
Josias de Souza — Não lhe parece que as relações fisiológicas entre Legislativo e Executivo tendem a permanecer inalteradas? 
Simone Tebet: Sem a reforma política, essa relação persiste. A pergunta que faço é se nesse momento de crise, diante de projetos importantes para serem votados, se esses projetos serão tratados de forma diferente pelo Congresso. Falo de projetos como o teto que impõe limite para os gastos públicos e a reforma da Previdência. Sem prejuízo da ampla discurssão que os temas devem merecer, esses projetos precisam ser tratados pelo Congresso de outra forma. As eleições de outubro serão decisivas. O recado das urnas vai apontar o novo posicionamento do Congresso. Creio que as urnas vão ser decisivas.
Josias de Souza — Acha que medidas como o teto dos gastos e a reforma da Previdência serão aprovadas? 
Simone Tebet: Acredito que sim. A reforma previdenciária será mais polêmica. E tem que ser. Mexe com o futuro de todos nós. Tem que ter um amplo debate. Mas terá que ser aprovada. Qualquer que fosse o governo, Dilma ou Temer, teríamos que avançar nessa questão. O segredo está na forma como vamos explicar esse assunto para a sociedade. Temos que alcançar o equilíbrio, sem exigir demais de quem já está com expectativa de direito, mas cada um pensando nas futuras gerações, que são os nossos filhos. Precisamos privilegiar as regras gerais, não as exceções. Essa reforma previdenciária é tão urgente quanto a reforma política.
Entrevista publicada no Blog do Josias de Souza – em 23 de agosto de 2016

ITABUNA: SHOPPING JEQUITIBÁ GANHARÁ LOJA DA RENNER, CINEMA SERÁ ANUNCIADO EM BREVE

neto

Nesta segunda-feira ficou definido que a loja Renner vai instalar uma filial no Shopping Jequitibá, em Itabuna. A loja será inaugurada em abril do próximo ano.

A Renner é uma das maiores varejista de moda no Brasil e conta com mais de 200 lojas no país, além do e-commerce (www.lojasrenner.com.br).

O diretor do Grupo Chaves, Manoel Chaves Neto, comentou que a chegada da loja mostra o potencial do Shopping Jequitibá:

“ A chegada da filial da loja Renner demonstra o potencial do Shopping Jequitibá e da economia de Itabuna e do sul do estado. Em breve estaremos anunciando a chegada de uma empresa que vai explorar o cinema”, declarou Neto.

http://www.politicosdosuldabahia.com.br/ 

Opositores de Cunha tentam antecipar votação de cassação

Foto: Agência Brasil
O deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ)
Opositores do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) apresentaram nessa segunda-feira, 22, requerimento para tentar antecipar a votação em plenário do pedido de cassação do mandato do peemedebista, marcada para 12 de setembro. O requerimento foi protocolado pelo líder da Rede, Alessandro Molon (RJ), e tem apoio de mais seis partidos: PT, PCdoB, PDT, PSB, PPS e PSOL. No pedido, eles defendem que a votação seja realizada nesta terça, 23. O objetivo do requerimento é constranger o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e líderes de outros partidos, tachando-os como “protetores” de Cunha, por não apoiarem o pedido de antecipação. Isso porque os opositores do deputado afastado sabem que a chance de o requerimento ser analisado é pequena, uma vez que a decisão de pautá-lo é de Maia, que já afirmou ser contra adiantar a votação da cassação. Leia mais no Estadão.
Estadão

‘O cemitério está cheio desses heróis’, diz Gilmar Mendes sobre procuradores da Lava Jato



O ministro Gilmar Mendes (STF)
O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, disse nesta terça-feira, 23, que ‘é preciso colocar freios’ na atuação dos procuradores da República. Ele não citou nomes, mas se referiu diretamente a procuradores da Operação Lava Jato. Gilmar Mendes se revela indignado com o que classifica de vazamento de informações sobre a delação do empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS. O executivo, segundo a revista Veja, revelou detalhes de uma obra na residência do ministro do STF Dias Toffoli, ex-advogado do PT e amigo de Gilmar Mendes. A obra teria sido realizada pela OAS, alvo da Lava Jato por cartel e corrupção na Petrobrás. Para Gilmar, o vazamento seria um ‘acerto de contas’ de procuradores porque Toffoli os teria contrariado ao mandar soltar o ex-ministro Paulo Bernardo (Planejamento) e ‘fatiado’ a investigação sobre a senadora Gleisi Hoffman (PT/PR) na Lava Jato. “O fatiamento por ele (Toffoli) decretado e esse habeas corpus no caso do Paulo Bernardo (ex-ministro preso em julho na Operação Custo Brasil, mas solto por ordem de Toffoli), isso animou os procuradores a colocar artigo no jornal e coisas do tipo”, diz Gilmar. Leia mais no Estadão.
Estadão

CORPO DE BEBÊ É ACHADO DENTRO DE PANELA DE PRESSÃO

CORPO DE BEBÊ É ACHADO DENTRO DE PANELA DE PRESSÃO
O corpo do bebê Natan Vitor Cerqueira foi encontrado na noite desta última segunda-feira, 22, dentro da casa da família em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia. De acordo com o site Radar 64, o corpo do bebê de três meses foi achado dentro de uma panela de pressão. A mãe havia alegado a criança tinha sido sequestrada.
A criança foi achada pela patroa de Renata Cerqueira, 20 anos, que é babá. A mulher tinha ida na casa da funcionária para prestar apoio ao saber do desaparecimento do filho dela. Ao chegar no local, o imóvel estava vazio, mas a mulher estranhou um mau cheiro que vinha de dentro da casa. Ao procurar, ela achou o corpo dentro da panela e acionou a polícia.
A mãe de Natan não estava em casa no momento. Ela tinha ido participar de um protesto contra o desaparecimento do filho. Renata tinha alegado que a criança tinha sido sequestrada enquanto dormia em um carrinho na sala. Ela tinha dito que lavava roupa no quintal e não tinha percebido que a ação do suposto sequestrador.
A mulher prestou queixa na polícia. Após o corpo de Natan ser encontrado, a mãe da criança foi levada para prestar depoimento e confessou que sabia que o filho tinha morrido. De acordo com ela, o menino morreu afogada na banheira. Renata alegou que a morte do filho foi um acidente.

Itabuna: Emasa confirma: Abraão Ribeiro é presidente

 
  A Prefeitura de Itabuna divulgou uma nota, no início da noite desta segunda-feira, dia 22, informando que, em assembleia geral, realizada à tarde, o Conselho de Administração da Emasa aprovou os nomes dos novos membros da diretoria-executiva da empresa: Abraão Ribeiro (presidente), Reginaldo Souza Santos (Expansão): Aldair Campos de Oliveira (Financeiro) e Aurélio Solla Perez Filho (Administrativa).
 
  A nomeação de Abraão Ribeiro havia sido antecipada pelo BLOG DO BENÉ. O nome dele foi aprovado pelo prefeito Vane no final da última sexta-feira, dia 19. Os funcionários da Emasa indicaram o engenheiro civil Alfredo Melo para assumir a presidência. Ex-presidente da Emasa, Melo é funcionário de carreira da empresa. Vane, no entanto, vetou o nome dele e escolheu Abraão. O Conselho de Administração da Emasa é presidido pelo secretário de Desenvolvimento Urbano, Marco Monteiro.
 
  A nota da Prefeitura não faz referência à crise vivida pela empresa nem aos casos de corrupção apurados pelo Ministério Público. Limita-se a afirmar que “os dirigentes serão responsáveis por tocar o dia adia da Emasa neste período passada a fase mais aguda da crise hídrica decorrente da seca que se abateu sobre o sul da Bahia desde dezembro do ano passado. Como consequência Itabuna sofreu a mais grave seca dos mananciais dos rios Almada e Cachoeira que abastecem a população, que foi obrigada a consumir água com altos teores de cloretos (salinidade)”.

Secretaria de Educação de Floresta Azul realiza socialização das ações do l Semestre 2016


 



Texto e fotos: Ascom Floresta Azul
O departamento pedagógico da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Desporto, Lazer e Juventude (SMECDLJ) de Floresta Azul,apresentou aos profissionais da Educação as ações escolares referentes ao l semestre de 2016, com momento de reflexão e levantamento de estratégias para o fortalecimento da prática pedagógica e o sucesso escolar.
O evento aconteceu nos dias 18 e 19 (quinta e sexta-feira), no auditório do Centro Educacional de Floresta Azul (CEFA), com carga horária de 12 horas e contou com a participação de aproximadamente 120 professores, coordenadores e diretores escolares.
O encontro teve como objetivos estimular o desenvolvimento de uma gestão democrática e eficaz nas escolas, tendo como foco o compromisso com o ensino, com a aprendizagem e com o resultado das avaliações externas; promover o acolhimento e integração entre os educadores e demais servidores da Secretaria de Educação, socializando as ações realizadas por cada escola municipal, a fim de acompanhar o fazer pedagógico redimensionado conforme diretrizes da SMECDLJ e proporcionar às equipes gestoras das escolas uma reflexão acerca do processo pedagógico que vivencia, com vistas à atualização e construção de uma prática pedagógica interdisciplinar e redefinir prioridades e metas.

Gestão de Haddad é alvo no primeiro debate em SP

Fernando Haddad (PT) foi o principal alvo do primeiro debate da corrida eleitoral pela Prefeitura de São Paulo
Candidato à reeleição, o prefeito Fernando Haddad (PT) foi o principal alvo do primeiro debate da corrida eleitoral pela Prefeitura de São Paulo, promovido pela TV Bandeirantes na noite desta segunda-feira, 22. Bandeiras da gestão do petista, como a redução de velocidade nas vias da cidade, a criação de unidades de saúde para atendimento de especialidades e o programa De Braços Abertos, voltado para usuários de crack, foram criticadas durante o encontro. Os ataques mais contundentes partiram do candidato tucano, João Doria, que procurou associar escândalos de corrupção ao prefeito e a Marta Suplicy (PMDB), que deixou o PT no ano passado. A estratégia de Doria – que adotou um vestuário menos formal em relação aos adversários, sem gravata – ficou evidente logo em sua primeira fala, quando citou o ex-marqueteiro do PT, João Santana, “que está preso”. A menção mais direta à Operação Lava Jato, no entanto, foi feita por Major Olímpio (SD). “O senhor não justificou de onde veio o dinheiro da sua campanha”, afirmou o candidato ao questionar Haddad. Santana, responsável pela propaganda da campanha que elegeu o petista em 2012, admitiu ter recebido via caixa 2 da campanha de Dilma Rousseff em 2010. “Eu sou um professor universitário, minha mulher é professora universitária e moro na mesma casa de sempre. Aqui se combateu a corrupção como em nenhum momento na história da cidade”, respondeu o petista. “Em todas as instituições têm maus elementos. O PMDB da Marta tem vários acusados de corrupção. O PSDB do Doria tem acusado de corrupção. E o seu partido nem vou comentar.” A participação de Major Olímpio no debate chamou a atenção de adversários, que sugeriram uma “dobradinha” com o candidato tucano. “Ele preservou o Doria”, disse o presidente municipal do PT, Paulo Fiorilo.
Estadão

“Se nada for feito, podemos chegar a situação do Rio”, diz Maia

Foto: Divulgação
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), afirmou nesta terça-feira, 23, que está ‘com muita esperança que após o impedimento [da presidente Dilma Rousseff], a Câmara e o governo possam esclarecer para a sociedade, para os deputados, qual o tamanho da gravidade da crise que vive o Brasil’. “Eu fico preocupado, porque ficam querendo dizer que nas reformas apresentadas, teremos perdas. O grande desafio do governo é mostrar como a situação vai ficar, muitos dados que usam são antigos”, disse em entrevista à Rádio Metrópole. “Antigamente, a situação era outra, há uma inflação estrutural, os investimentos acabaram. Qual a projeção para o déficit público? Um déficit crescente, vai impactar em desemprego, é um cenário ruim se nada for feito. Os deputados precisam dizer que não estão tirando direitos, estão garantindo direitos. Se nada for feito, podemos chegar a situação do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul”, acrescentou Maia.

Temer fará pronunciamento logo após a votação do impeachment

Foto: Arquivo/Agência Brasil
O presidente interino Michel Temer (PMDB) já tem o esboço do primeiro discurso como dirigente efetivo, na expectativa pela votação do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Segundo a coluna Radar Online, da revista Veja, o peemedebista fará o pronunciamento logo após a votação no Senado, prevista para terminar no dia 30. Antes, a previsão era que ele falasse somente no dia 7 de setembro. A versão parcial do discurso teria ficado na casa dos cinco minutos.

Riachão do Jacuípe: Juíza proíbe carreatas e limita uso de carros de som

Riachão do Jacuípe: Juíza proíbe carreatas e limita uso de carros de som
Foto: Reprodução / Calila Notícias


Carretas estão proibidas e o uso de carros de som estão limitados na campanha eleitoral em Riachão do Jacuípe, na região da Bacia do Jacuípe. A decisão de determinar as condições partiu da juíza Janaína Medeiros Lopes, em reunião com representantes das coligações que disputam as eleições deste ano. Dessa forma, ficam proibidas as carreatas políticas, ou movimentações concentradas com motos. A juíza também não vai permitir comícios de coligações diferentes em bairros próximos na mesma data. Segundo o Calila Notícias, a juíza reduziu os dias de uso de carro de som na sede da cidade, apenas aos finais de semana e feriados. No interior do município, não haverá restrição dos veículos. A magistrada também proibiu fogos em eventos, permitindo apenas durante comícios e caminhadas. 

Cinco pessoas ficam feridas em acidente na Ilhéus-Itacaré

Um acidente ocorrido na madrugada do último sábado (20), deixou cinco pessoas feridas, no KM 3 da rodovia Itacaré/Ilhéus BA-001, num local conhecido como Ladeira do Bacurau. Por conta da gravidade, duas das vítimas foram socorridas pelo Samu 192 ao hospital Regional de Ilhéus, onde realizaram exames e foram medicadas. Apesar da violência do acidente, as cinco vítimas não correm risco de morte. Segundo informações de uma das vítimas, o motorista passou direto na curva, invadiu o acostamento, colidiu com o barranco e capotou. O impacto da colisão foi tão forte que o veículo ficou praticamente destruído. “Nós nascemos de novo, muito obrigado senhor por mais uma oportunidade”, declarou a vítima, que segue internada com alguns ferimentos e dores em um dos braços. (Fábio Roberto)

Acidente com vítima fatal no extremo sul da Bahia

Um homem de 27 anos morreu após o caminhão que ele dirigia bater na lateral de uma carreta na BR-101, no município de Itamaraju, extremo sul da Bahia, na noite da sexta-feira (19). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o caminhoneiro passava por uma curva da rodovia, quando perdeu o controle do veículo, invadiu a contramão e bateu na carreta. Com a colisão, os veículos caíram em um barranco. Conforme a PRF, o homem morreu logo após a batida. O motorista da carreta não sofreu ferimentos. Ainda segundo a polícia, o corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Itamaraju. (Radar64)