Setps solicita aumento de tarifa de ônibus

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps) encaminhou ofício para a prefeitura solicitando reajuste de 22,5% da tarifa de ônibus. Com isso, as passagens passariam de R$ 2 para R$ 2,45. O secretário municipal de Transportes e Infra-Estrutura, Almir Melo Jr, considerou fora da realidade a reivindicação, mas declarou que analisará as planilhas das empresas de ônibus para definir o índice de reajuste, que será anunciado nos próximos dias. A última majoração das tarifas foi autorizada em 19 de janeiro de 2007. Na ocasião, houve aplicação do índice de 17,65% (o preço subiu de R$ 1,70 para R$ 2). Se este percentual for concedido, as passagens custarão R$ 2,35. De acordo com o secretário, a questão deve ser conduzida como política pública e não apenas de forma pontual. Por isso, está se buscando o barateamento da tarifa de todas as maneiras, como a redução do excesso de gratuidades e a negociação para a diminuição do ICMS incidente sobre o óleo diesel com a Secretaria da Fazenda estadual. Reação do usuários – Ao tomar conhecimento do ofício encaminhado pela prefeitura, A TARDE percorreu pontos de ônibus da capital para saber a opinião dos usuários. A vendedora de planos de saúde Silvana Araújo, 29 anos, considera um absurdo o provável aumento. “É muito ruim ter que pagar mais por um transporte sem qualidade, que está sempre lotado. Pego ônibus quatro vezes por dia e é sempre a mesma coisa. Um serviço péssimo”, reclama. Para o office-boy Jailson Barreto, 34 anos pela precariedade do transporte de massa oferecido em Salvador, seria um desrespeito aumentar a passagem. “Pego uns seis coletivos por dia. O que a gente vê são carros muito ruins mesmo trafegando por aí. Os coletivos andam lotados e o serviço não melhoria. Ainda por cima essa obra do metrô, que já tem vários anos e não sai”, disse. Outra passageira que vê com muita contrariedade o possível aumento da tarifa de ônibus é a secretária Solange Souza, 27 anos. “Moro em São Thomé de Paripe e trabalho perto do Iguatemi. Depois ainda vou para a faculdade. Tenho que tomar cinco ônibus por dia. O pior é que os coletivos estão sempre lotados. É muito difícil a vida de quem anda de transporte em Salvador. Não tem conforto nenhum. É uma situação que a gente tem de conviver, porque nada muda”, queixa-se a secretária.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!