technology

tv tribuna

recent posts

tv
tv

Brasileiro está mais pessimista, mostra CNT/Sensus

BRASÍLIA (Reuters) - A crise financeira global não só fez cair a popularidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva como também derrubou o otimismo do brasileiro nos últimos dois meses, mostrou nesta segunda-feira pesquisa do Instituto Sensus encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT).
O índice que mede o ânimo da população em relação a temas sócio-econômicos ficou em 41,18 pontos . Antes da crise, essa marca orbitava acima dos 50 pontos.
Apesar do pessimismo no início deste ano, a expectativa para os próximos meses ainda está na faixa dos 65,90 por cento.
O desemprego é um dos principais fatores para o cenário negativo capturado pela sondagem. Subiu de 38,5 por cento para 54,5 por cento o número de entrevistados que acha que o emprego piorou nos últimos seis meses. Também subiu de 23,2 por cento para 32,6 por cento a parcela que sentiu uma diminuição de sua renda mensal.
Um universo de 44,8 por cento tem medo de perder o emprego se a crise financeira se agravar.
Mesmo sofrendo baixas, a avaliação positiva do governo ainda continua em patamares elevados, retomando o período pré-crise. ,E apesar dos efeitos da retração na economia, aumentou a capacidade do presidente de transferir votos a um candidato apoiado por ele.
Para 62,4 por cento dos entrevistados, o governo é ótimo ou bom, frente aos 72,5 por cento de janeiro. Mas, ao mesmo tempo, a parcela das pessoas que poderia votar num candidato apoiado por Lula passou de 44,5 por cento para 50,1 por cento.
"Embora decresçam o desempenho pessoal do presidente e avaliação positiva do governo, a população já começa a tomar partido (para a eleição de 2010)," disse a jornalistas Ricardo Guedes, responsável pela pesquisa.
O desempenho pessoal do presidente foi aprovado por 76,2 por cento dos entrevistados este mês, frente aos 84 por cento na sondagem anterior.
SERRA X DILMA
Com relação à intenção de voto para a sucessão presidencial em 2010, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), consolidou a liderança na consulta estimulada, com 45,7 por cento no principal cenário, ante 42,8 por cento, seguido pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), com 16,3 por cento, ante 13,5 por cento.
"Há uma estabilidade do Serra e um acréscimo da Dilma que vai se colocando paulatinamente (do ano passado para cá)", disse Guedes.
Num eventual segundo turno, Serra venceria a eleição com 53,5 por cento, contra 21,3 por cento de Dilma.
A sondagem já aponta uma polarização entre os dois nomes e indica que o desempenho da pré-candidata do governo também ficará atrelado aos rumos da crise.
"Tudo vai depender em que ponto a crise vai chegar", disse Guedes.
A pesquisa CNT/Sensus foi realizada entre os dias 23 a 27 deste mês com 2.000 entrevistados em 136 municípios. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

MANOBRAS ERRADAS DO SAAE DEIXA RUAS DE IBICARAÍ SEM CAIR AGUA A 3 DIAS


Novo pacote mostra os limites da ação do governo na área fiscal

Os novos cortes de impostos anunciados ontem marcam uma nova fase no combate à crise: acabou o benefício sem sacrifício, informa reportagem de Juliana Rocha e Leandra Peres na Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal). Pela primeira vez desde a piora no cenário internacional, em outubro, as desonerações serão compensadas diretamente por aumentos de impostos.
Segundo estimativa da Receita Federal obtida pela Folha, o governo perderá, sem a conta de ontem, R$ 10,4 bilhões em 2009 para pagar as medidas anticíclicas e de estímulo a setores atingidos pela crise.
A maior parte dos benefícios foi concentrada em pessoas físicas. A criação das alíquotas de 7,5% e 22,5% do IR da pessoa física custará R$ 5,6 bilhões, e a redução no imposto cobrado sobre empréstimos, outros R$ 2,5 bilhões, informa a reportagem.
Nesta segunda, o governo anunciou a prorrogação do IPI reduzido para o setor automotivo por três meses e a ampliou a desoneração a materiais de construção. Como contrapartida, entretanto, aumentou as alíquotas do IPI e do PIS/Cofins sobre os cigarros.
Ainda de acordo com a reportagem, com a arrecadação caindo 10% no bimestre em relação a 2008, o anúncio de ontem trouxe o recado de que não há espaço para abrir mão de receitas sem reduzir ainda mais o rigor fiscal do governo para pagar os juros da dívida pública.

Não tem como não rir

GATO LUTANDO ROUBANDO GALINHA

PROJETO DA FM COMERCIAL DE IBICARAI ESTA QUASE FINALIZADO! DEVERÁ ENTRAR NO AR EM JUNHO


AGRICULTORES RECEBEM DA CEPLAC MUDAS DE DENDÊ

Cerca de 400 famílias de municípios das regiões do baixo-sul e recôncavo baiano serão atendidas com o primeiro lote de 70 mil de um total de 250 mil mudas de dendê da variedade Tenera produzidas pela Ceplac. De elevada produção, as mudas selecionadas de dendê são da Embrapa e da Ceplac que mantém viveiros no Centro de Pesquisas do Cacau (Cepec) e estação Lemos Maia, município de Una. A entrega será nesta quarta-feira (1), às 9 horas, na sede Emarc de Valença. A intenção do Ministério da Agricultura e da Ceplac é contribuir para organizar a base produtiva com o envolvimento, inclusive, de empresas voltadas para produção de biocombustíveis como forma de atuar no campo da comercialização. O projeto prevê beneficiar mais de 1,2 mil famílias. As regiões do baixo-sul e recôncavo concentram as principais áreas produtoras de dendê no estado, de forma natural.

BAHIA REGISTRA 430 CASOS DE DENGUE POR DIA

Apesar de a dengue constar como causa da morte nos atestados de óbito, ela ainda não está nos registros da Secretaria de Saúde da Bahia. O último boletim epidemiológico divulgado ontem (30) em Salvador informava que dos 65 óbitos notificados no estado 29 foram confirmados até a terceira semana de março. É uma média de duas mortes a cada cinco dias. Itabuna é o município que tem o maior número de mortes confirmadas, com oito de 13 notificações, incluindo as meninas Cecile e Amanda. Porto Seguro vem em seguida com cinco mortes notificadas todas confirmadas. Jequié (11 notificações, 3 confirmações) e Salvador (7 notificados e 3 confirmados).

EX-PREFEITO PEDRÃO FARÁ PARTE DO NOVO GOVERNO EM ITAPÉ

O prefeito eleito de Itapé, Jackson Resende (PP), declarou logo após o resultado da eleição que o ex-prefeito, Pedrão (PMDB), fará parte da sua administração..Pedrão foi reeleito em 2008, porém, por conta de problemas com a justiça ficou impossibilitado de assumir. Consequentemente houve uma nova eleição no último domingo (29), na qual Jackson Resende foi o vencedor.

GERALDO SIMÕES DESTACA PROGRAMA HABITACIONAL E CRITICA DEM E PSDB


A construção de um milhão de casas populares, anunciada pelo Governo Federal, foi saudada pelo deputado federal Geraldo Simões (PT/BA), como um exemplo de preocupação do presidente Lula com as famílias mais humildes do Brasil. O deputado, que foi prefeito de Itabuna em duas gestões, disse conhecer a necessidade das pessoas carentes por habitações decentes. O programa priorizará famílias com renda de até três salários mínimos..
De acordo com Simões, a sociedade brasileira está apoiando o programa, com os ecologistas apresentando idéias para usar energia solar; os sindicatos de trabalhadores conversando com o Presidente no sentido de que não pode haver contratação precária e de que os contratados para a construção dessas casas precisam ter carteira assinada..
“Acho que eles dormem e acordam só falando e pensando nessa candidatura. E a campanha nem começou. Ainda não foi aprovado o nome da Ministra como candidata do Partido dos Trabalhadores”, afirmou o deputado petista. Aliás, os tucanos passaram oito anos governando o Brasil e não se construiu uma casa para os pobres; o DEM governa há mais tempo, se tivesse cumprido suas obrigações o déficit não seria de oito milhões de habitações em nosso País”, ressaltou.

Para Taffarel, Júlio César é o melhor goleiro do mundo

O goleiro tetracampeão mundial pela seleção brasileira na Copa de 1994, Cláudio Taffarel, disse que Júlio César é atualmente o melhor goleiro do mundo. Em participação no programa "Bem, Amigos!" desta segunda-feira, no SporTV, que foi apresentado no Estádio Beira-Rio, em comemoração ao centenário do Internacional, o ex-jogador elogiou o atual arqueiro do Brasil e disse que sente saudades dos tempos em que vestia a camisa 1 canarinho.

Polícia do Pará prende 12 do MST por porte ilegal de armas

Doze trabalhadores rurais ligados ao MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) foram presos no último final de semana na zona rural de Eldorado do Carajás (PA), depois de terem sido flagrados carregando armas sem documentação, segundo a CPT (Comissão Pastoral da Terra).
José Batista, integrante da CPT e advogado do MST, afirmou que os homens estavam acampados na fazenda Maria Bonita, da Agropecuária Santa Bárbara Xinguara, controlada pelo grupo Opportunity, do banqueiro Daniel Dantas.
A propriedade foi invadida em julho do ano passado. Desde então, sem-terra entraram em ao menos outras três fazendas da empresa no sul do Pará. Há mandados de reintegração de posse deferidos a favor do grupo, mas eles ainda não foram cumpridos pelo governo do Estado, o que gerou um atrito entre o Judiciário e a governadora Ana Júlia Carepa (PT).
Batista disse que as prisões aconteceram ontem, quando o grupo foi parado por policiais na PA-150.
Ele confirmou que todos portavam armas, como cartucheiras (espingardas supostamente usadas para caçar), "por fora" (espingardas artesanais) e um revólver calibre 38, e que não tinham porte de nenhuma delas. Eram uma precaução, caso houvesse confronto, disse.
A assessoria da Secretaria Estadual da Segurança Pública deu uma versão diferente para as prisões. Disse que aconteceram no sábado, e que eles foram presos sob a suspeita de praticarem assaltos na rodovia.
Ao serem descobertos, no início da tarde, estavam "entrincheirados" à beira da PA-150, portanto armas de "grosso calibre" e "encapuzados", segundo a secretaria.
Para a secretaria, eles eram criminosos que se esconderam no acampamento da Maria Bonita para despistar a polícia. Batista refutou essa versão, e disse que ela é uma "invenção" e que tem intenção "política".
Indiciados por porte ilegal de armas, os homens continuavam presos em Marabá (PA) até a conclusão desta reportagem. A Santa Bárbara não se pronunciou sobre o episódio.
Hoje, os integrantes do MST deixaram a sede da fazenda, após negociação com a Justiça, e mantém invadida apenas uma área próxima à rodovia.

CBF rompe contrato com a FBA e vira 'dona' da Série B do Brasileiro


A CBF é a nova responsável pela administração da Série B do Campeonato Brasileiro. A entidade anunciou na noite desta segunda-feira que rompeu o contrato que mantinha com a Futebol Brasil Associados (FBA), que vinha gerindo a competição desde 2002. Os motivos para o fim da parceria ainda não foram divulgados oficialmente.

Série B deste ano, que tem o Vasco como um dos participantes, será gerida pela CBF
C. ALBERTO SÓ CONTRA CENTRAL-PE
LUSA REVIVE MEDO DA ARBITRAGEM
'PARANÁ PODE CHEGAR AO TÍTULO'
BAHIA: ANIVERSÁRIO DA TAÇA BRASILInformado pela reportagem do UOL Esporte sobre a decisão, o presidente da FBA, José Neves Filho, mostrou surpresa com o ocorrido. Além de negar ter sido informado oficialmente, o dirigente mostrou indignação com o fato."Eu não sei a razão e não vi nenhum motivo [para a ruptura], pois a FBA vinha em uma crescente. Estou aguardando algum comunicado para tomar uma providência, pois temos contrato com a CBF até 2010", afirmou Neves Filho, que ainda usou os outros acordos comerciais que possui como argumento contra o fim da parceria com a entidade que comanda o futebol brasileiro."Temos contratos com a Nova Schin, com a Penalty, e muitos outros para as placas [de publicidade estática]. Ai que está o grande nó. Estou esperando algum comunicado para entender o porquê desta decisão unilateral".Segundo comunicado emitido pela CBF, por meio do seu site oficial, a ruptura com a FBA aconteceu após uma reunião nesta segunda-feira entre dirigentes dos 20 clubes participantes da Série B deste ano, além do presidente da entidade, Ricardo Teixeira, do diretor técnico Virgílio Elísio e ainda do diretor da Globo Esportes, Marcelo Campos Pinto.Ainda de acordo com a mesma nota, a reunião serviu para que a CBF fosse instituída como a única gestora da Série B, além de os clubes e a Globo assinarem a cessão dos direitos de transmissão do torneio."Tenho muito o que falar sobre isso, mas muito mesmo. Vai dar repercussão. Mas só posso falar quando for comunicado. Ninguém me disse nada e, por enquanto, sou o gestor comercial da Série B. Isso só vai mudar hoje [segunda-feira] se alguém me der essa notícia antes de eu dormir", completou o presidente da FBA.Procurados pela reportagem do UOL Esporte, tanto o assessor de imprensa da CBF, Rodrigo Paiva, quanto o diretor técnico Virgílio Elísio não atenderam às ligações.

Deputados federais doaram R$ 2,68 milhões a candidatos

Deputados federais tiraram R$ 2,68 milhões de seus próprios bolsos para doar a candidatos a vereador e a prefeito durante as eleições de 2008. O valor equivale a 162 salários dos parlamentares.
Se a Câmara fosse uma empresa e as doações dos deputados fossem somadas, ela estaria entre as maiores doadoras da campanha eleitoral. A OAS, companhia que mais injetou recursos em campanhas, deu a candidatos R$ 11,5 milhões. O Itaú cedeu R$ 3 milhões.
As doações foram feitas por meio de transferências eletrônicas, cheques e depósitos de parcelas que vão de R$ 3,23 a R$ 55 mil.
A maior parte do dinheiro foi para desconhecidos candidatos do interior, mas também há beneficiados como o prefeito reeleito de Curitiba, Beto Richa (PSDB), e o atual corregedor da Câmara e candidato derrotado em Salvador, ACM Neto (DEM). Luiz Carlos Hauly (PSDB), também deputado e candidato derrotado ontem no terceiro turno em Londrina (PR), recebeu R$ 35 mil.
Uma situação comum foi a doação para parentes de congressistas que tentavam iniciar a carreira na política.
Olavo Calheiros (PMDB-AL), irmão do senador Renan Calheiros (PMDB), doou R$ 25 mil a Renan Calheiros Filho (PMDB), que foi eleito prefeito no município de Murici (AL).
Ao todo, 222 deputados que não foram candidatos fizeram doações. Até o presidente da Casa, Michel Temer (PMDB-SP), contribuiu --fez transferências que somaram R$ 13,4 mil para seis candidatos do interior de São Paulo.
À Folha deputados federais disseram que a intenção das doações era retribuir a ajuda recebida por correligionários nas eleições de 2006.
Para David Fleischer, professor da UnB (Universidade de Brasília) e doutor em ciência política, o objetivo dos políticos é formar uma rede de cabos eleitorais de olho em 2010. "Tem um interesse do próprio deputado. Tanto que a Câmara entra em recesso [no período eleitoral] porque eles vão a campo para fazer campanha em favor de seus candidatos a vereador e a prefeito. E as Assembleias Legislativas também", afirma o professor. "Uma mão lava a outra."
Lei Eleitoral
Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a doação por congressistas é permitida desde que não ultrapasse 10% do valor dos rendimentos anuais do doador.
O total de transferências dos deputados pode ser superior, já que os políticos que são empresários também têm o direito de doar por meio de suas empresas. O levantamento não levou em conta os parlamentares que foram candidatos em 2008 e que poderiam doar dinheiro para suas próprias campanhas.
Quem mais desembolsou dinheiro para campanhas de candidatos a prefeito e a vereador no ano passado foi Alfredo Kaefer, do PSDB do Paraná, que repassou mais de R$ 323 mil.
Outro lado
O deputado federal Alfredo Kaefer (PSDB-PR), maior doador na Câmara, diz que a ajuda que recebeu de colegas de partido no interior do Paraná na campanha de 2006 o colocou "em uma condição de ter que retribuir" nas eleições de 2008.
"Essas pessoas me ajudaram em 2006, mas vamos estar juntos em 2010", diz Kaefer, que doou R$ 323 mil. "Achei que tinha que participar. Para participar, em muitos lugares, tem que ajudar financeiramente."
Argumento semelhante deu Odilio Balbinotti (PMDB-PR). Segundo sua assessoria, ele diz que apoia, por meio de doação, "o parceiro" que o apoiou na campanha anterior. Balbinotti, que doou R$ 44,2 mil, diz ter contribuído apenas com material gráfico.
Kaefer afirma que o destaque dado na mídia às doações de campanha faz com que "muita gente" tenha receio de doar.
O segundo maior doador na Câmara, Paulo Lima (PMDB-SP), não quis comentar as transferências.

Aprovação ao governo Lula cai dez pontos desde janeiro, diz CNT/Sensus

A avaliação positiva do governo Lula caiu de 72,5% para 62,4% desde janeiro desta ano, de acordo com pesquisa divulgada hoje (30) pela CNT/Sensus. Já as avaliações regular e negativa aumentaram percentualmente, de 21,7% para 29,1% e de 5% para 7,6%, respectivamente. Este é o pior resultado alcançado pelo governo petista desde setembro do ano passado.
Dilma sobe em pesquisas para 2010, diz CNT/Sensus
Na pesquisa espontânea, ela atingiu 3,6% da preferência, num empate técnico com o governador mineiro e tucano Aécio Neves, que possui 2,9%.
Leia mais
UOL Notícias - PolíticaA avaliação pessoal do presidente Lula também caiu de 84% em janeiro para 76,2% em março. A marca de janeiro foi a melhor avaliação histórica da pesquisa. O número de entrevistados que avaliam negativamente o presidente também subiu de 12,2% para 19,9%. Outros 4% não responderam à pergunta.O desemprego, que aumentou nos últimos meses, refletiu nos resultados da pesquisa. Para 54,5% dos entrevistados, piorou a situação do emprego no Brasil nos últimos seis meses.Apesar de não ter sido discriminada na pesquisa entregue aos jornalistas, Ricardo Guedes, diretor da CNT/Sensus, comentou que a queda na aprovação do presidente Lula se deu entre as pessoas jovens e da região Sudeste.Na última pesquisa, referente a janeiro deste ano, o governo Lula havia alcançado a maior avaliação positiva já registrada pela CNT/Sensus, desde que a série foi implementada. Segundo o levantamento, o governo petista recebeu avaliação positiva de 72,5% dos entrevistados, contra 5% de avaliação negativa. Entre os entrevistados, 21,7% avaliaram o governo Lula como regular.Mesmo com a queda, a aprovação a Lula é muito superior à maior marca atingida por Fernando Henrique Cardoso, com 32%, em dezembro de 1998, ano em que a pesquisa da CNT/Sensus começou a ser divulgada.Apesar da queda na avaliação positiva do presidente, aumentou a quantidade de eleitores que votariam exclusivamente no candidato apoiado por Lula. O índice subiu de 15,6% para 21,5%. Somado esse índice ao dos eleitores que poderiam votar no candidato apoiado por lula (28,6%), o total de entrevistados que votaria no candidato do presidente chega a 50,1%.Crise financeiraDe acordo com a pesquisa, 40,1% dos entrevistados acreditam que o Brasil está lidando adequadamente com a crise financeira. O número de pessoas que acham que o Brasil vai sair fortalecido da crise aumentou de 35% em dezembro de 2008 para 46,3% na pesquisa desta semana. Já o número dos que que acham que o país sairá enfraquecido da crise se manteve estável em 23%.A pesquisa CNT/Sensus foi realizada entre os dias 23 e 27 de março, em 136 municípios de 24 Estados. Foram ouvidas 2.000 pessoas, e a margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou menos.Queda confirmada A pesquisa confirma tendência de queda na aprovação do governo com a crise econômica, apontada na semana retrasada por levantamentos do Datafolha e do CNI/Ibope. As duas pesquisas apontaram a queda da aprovação pela primeira vez em quase dois anos.De acordo com o Datafolha, a taxa de aprovação do governo Lula caiu de 70%, em novembro do ano passado, para 65%. Até então, a aprovação seguia uma trajetória ascendente: 48% em março de 2007, 50% em novembro daquele ano, 55% em março de 2008, 64% em setembro daquele ano, até chegar a 70% em novembro de 2008, patamar que nenhum outro presidente brasileiro havia alcançado desde a redemocratização do país.A queda apontada pelo CNI/Ibope foi ligeiramente maior, de 73% que avaliaram o governo como ótimo ou bom em dezembro de 2008 contra 64% que tiveram essa avaliação em março deste ano. A popularidade do presidente Lula também caiu de 84% em dezembro para 78% neste último levantamento.2010A ministra Dilma Rousseff, possível candidata do PT à presidência, melhorou sua posição em todas as simulações das eleições de 2010. Na pesquisa espontânea, ela atingiu 3,6%, num empate técnico com o governador mineiro Aécio Neves, que possui 2,9%. Na espontânea, Lula lidera com 16,2%. O presidente, porém, não poderá ser novamente candidato.Nas pesquisas estimuladas, em que são dados os nomes dos candidatos ao entrevistado, o governador paulista José Serra (PSDB) lidera todos os quadros em que aparece de maneira isolada. Já Aécio Neves empata com Dilma Rousseff em um possível confronto com ela no primeiro turno e perde para ela na simulação do segundo.

CIRO VAI PARA O TUDO O U NADA


Ciro Gomes já decidiu: se Aécio Neves for o candidato do PSDB à Presidência, terá seu apoio. A princípio, seu plano é trabalhar para ser o candidato a vice-presidente da chapa - e para isso precisa convencer Eduardo Campos, o "dono" do PSB e aliado de primeiríssima hora do PT, a aderir à empreitada.
.
Mas, a alguns interlocutores, já avisou: estará na campanha de Aécio ainda que seu partido decida apoiar a candidatura da ministra Dilma Rousseff. Está tudo certo, a não ser por um detalhe: o favorito dos tucanos hoje é seu desafeto José Serra.

Jaques Wagner, governador da Bahia


Alguns gostam só de fazer bravatas. Nós trabalhamos" afirmou o governador da Bahia, Jaques Wagner, em entrevista veiculada pela rádio Morena FM na quinta-feira, feita por telefone. Wagner estava nos EUA para um encontro. O governador falou sobre a viagem, o encontro com Bill gates (Microsoft), o novo plano habitacional, o projeto da ponte Salvador - Itaparica e o novo aeroporto de Ilhéus. Confira a entrevista, feita com Marcel Leal. A Região - Governador, o senhor teve uma semana agitada, com muitos eventos, uma pesquisa muito boa para sua reeleição, não? O resultado da pesquisa Datafolha deixou o presidente Lula extremamente satisfeito e a mim também. Isso nos estimula a trabalhar mais, vendo o reconhecimento do povo baiano ao trabalho que a gente vem implementando nesses dois anos e três meses de governo. O povo da Bahia pode estar certo que toda a minha energia está voltada para fazer mais e melhor para devolver aos baianos o carinho com que tem me tratado. AR - O senhor teve vários eventos no Brasil e mais este nos Estados Unidos. Como viu a pesquisa e qual foi o objetivo da viagem? Eu acabei tendo que vir aqui correndo. Cheguei às oito horas da manhã e estou de volta para a Bahia hoje à noite. Vim cumprir um compromisso de reciprocidade. Fiz uma palestra sobre o atual momento de enfrentamento da crise na Bahia e no Brasil no Fórum de Líderes Governamentais das três Américas, tive um diálogo com o fundador da Microsoft, o Bill Gates, falando das oportunidades de negócios e dos nossos interesses em programas sustentáveis da Microsoft. Ao mesmo tempo, vim agradecer a Microsoft Mundial, que resolveu levar para Salvador, em novembro, a reunião mundial sobre inovação na área de educação. Essa premiação será feita aí na nossa capital. É mais um evento internacional que mostra a capacidade da Bahia de fazer eventos. E que coloca Salvador e a Bahia no circuito internacional. Creio que foi extremamente positivo. AR - O presidente Lula escolheu a Bahia para anunciar o Plano Habitacional e o estado é o terceiro mais beneficiado, mas a carência é maior, não? Olha, óbvio que a nossa carência é maior que essa. É claro que depois de dois dias entre nós, segunda e terça, o presidente Lula lança o programa de um milhão de casas e eu fiz questão de estar presente (em Brasília, no dia seguinte) exatamente por isso. Nós somos o terceiro estado com o maior número de unidades previstas, 80.744 unidades, que virão nos ajudar a diminuir o déficit habitacional baiano. Quero lembrar que esse é o programa Minha Casa, Minha Vida. AR - Este é o programa estadual de habitação. Como ele está? Juntamente com a Caixa, nós já entregamos mais de 10 mil casas nos dois primeiros anos e temos mais 40 mil em construção ou contratados que vão se somar a estas do Minha Casa, Minha Vida. Como disse o presidente, é para ficar permanente este programa. A Bahia ficou na terceira posição recebendo unidades habitacionais. Essa construção de um milhão de casas gera 1,3 milhão de empregos, movimenta a economia brasileira e, portanto, é uma clara política de enfrentamento da crise mundial. É claro que é motivo de orgulha para mim que o presidente esteve aí na segunda lançando o Territórios da Cidadania, esteve na terça na Mostra Nacional de Desenvolvimento Regional e, na quarta, a gente recebe esse presente do presidente Lula, em Brasília. AR - Uma das surpresas foi o anúncio, pelo senhor, de uma ponte ligando Salvador a Itaparica. A oposição está dizendo que é projeto eleitoreiro, que é balela... O povo da Bahia já conhece o meu estilo de governar e fazer política. Eu não sou de bater bumbo nem enganar a população. Esse sonho, assim como a ferrovia Leste-Oeste, que alguns continuam céticos - alguns porque não têm vontade de ver a Bahia crescer, outros porque se mantém na postura de fazer oposição a qualquer preço, mesmo que esse preço seja o de prejudicar o futuro do nosso estado. Vasco Neto sonhou com a ferrovia Oeste-Leste. Agora ela começa a sair do papel. Da mesma forma, essa ponte já foi o sonho de alguns. Então, desde agosto do ano passado que eu já dialogava com o presidente. Existiam dois projetos já desenvolvidos, sem estar acabados, e eu disse ao presidente que iria entregá-los. E o presidente me disse para entregá-lo publicamente. AR - Qual sua resposta para os que não acreditam no projeto da ponte? Os céticos acham tudo impossível. Se fossem os céticos, não teríamos Luz Para Todos, Água Para Todos, um milhão de casas. Então, esses são aqueles que sempre preferem pensar pequeno e não gostam de trabalhar nem realizar nada. Quero dizer que é óbvio que é uma obra grande, difícil, que depende da iniciativa privada, dos governos estadual, municipal e do governo federal, mas ela não é um sonho irrealizável. Como eu gosto de dizer, um sonho sonhado junto, eu sonhando, a classe empresarial baiana, do turismo, os que querem ver o desenvolvimento da Ilha de Itaparica, de Salvador, e com o presidente Lula, pode virar realidade. Eu vou trabalhar. Alguns gostam só de conversar fiado e fazer bravatas. Digo para esses, que são céticos, que nós estamos trabalhando. Com a estrada Camamu-Itacaré, nós estamos aproximando o sul do estado da nossa capital. Evidentemente, com a Via Expressa, com a estrada Camamu-Itararé e a ponte Itaparica-Salvador nós estamos encurtando o caminho da região com a nossa capital e isso significa desenvolvimento. A ponte é uma obra para três, quatro anos ou mais. Quem não pensa grande não tem o direito de governar um estado como a Bahia. Eu penso grande e com os pés no chão. As pessoa se acostumaram a pensar pequeno. A nossa última grande obra urbana foi a avenida Paralela, há 30 anos. Já estive na Infraero para falar do novo aeroporto de Ilhéus e da nova pista do aeroporto de Salvador. As pessoas que planejam tem uma visão de futuro e é quem vai garantir o futuro dos nossos filhos e dos nossos netos. Não vou vender ilusão, mas vamos trabalhar para que se transforme em realidade algo que será uma marca para a Bahia. AR - Já que o senhor tocou no assunto, soube que trouxe novidades sobre o novo aeroporto de Ilhéus. Quais são? Eu conversei com o presidente da Infraero e ele se comprometeu a me entregar, até abril, o plano diretor. Eu disse a ele que, para nós, essa é uma questão fundamental. Nós estamos fazendo a estrada Camamu-Itacaré, estamos trabalhando a ferrovia (Oeste-Leste), estamos trabalhando o novo porto, uma ZPE (Zona de Processamento e Exportação) e, portanto, estamos precisando do novo aeroporto e ele se comprometeu comigo a acelerar. A depender do projeto, inclusive, nós ganharíamos seis meses de adiantamento para a sua execução. Achei a conversa muito boa. O brigadeiro tem noção da importância de Ilhéus para o sul do estado e para toda a Bahia. Ele sabe de toda essa confusão com o atual aeroporto e está comprometido em acelerar esse processo.

39 finalizações

Deu o Equador ao gol de Julio Cesar, segundo levantamento da ESPN Brasil (12 no gol e 27 para fora). Digam o que quiserem, mas o Brasil ser alvo de 39 finalizações, contra qualquer adversário, em qualquer estádio, em qualquer altitude é o fim do mundo.Para fechar a questão, incluo o título perfeito da Folha de S. Paulo desta segunda:
"Brasil joga como pequeno e empata."

JACSON RESENDE É O NOVO PREFEITO DE ITAPÉ

O município baiano de Itapé elegeu Jackson Luiz Lima Rezende (PP) prefeito com 57% dos votos neste domingo (29). O segundo colocado, Fernandes Mattos (PV), ficou com 42% dos votos.Em Itapé, a eleição de outubro de 2008 foi anulada porque o candidato reeleito para a prefeitura, Pedro Jackson Brandão (PMDB), teve o registro de candidatura indeferido por problemas referentes à prestação de contas. O município tem 8.720 eleitores e fica a cerca de 450 quilômetros de Salvador, capital do estado.Hoje, cinco municípios realizaram eleições suplementares. Além de Itapé, voltaram às urnas Londrina, no Paraná e três municípios paulistas: Guarani D´Oeste, Igaraçu do Tietê e Lupércio

acesse este blog! muito bem feito

http://www.tribunadanoticia.blogspot.com/

Juri absolve acusado de matar policial civil

O Tribunal do Júri de Itabuna absolveu nesta sexta-feira à tarde, Moisés Pinto Gusmão, de 29 anos da acusação de assassinar, com cinco tiros, o policial civil Petrônio Dorval Melo Ferreira.
Por quatro votos a três, os jurados aceitaram o argumento da defesa de que não havia provas materiais para incriminar o acusado. O Ministério Público Estadual deve recorrer da decisão.
O crime ocorreu no dia 23 de dezembro de 2005, em um ponto de ônibus no Centro Comercial de Itabuna. Moisés Gusmão foi denunciado por homicídio qualificado e preso no ano passado, após ser flagrado assaltando um ônibus em Ilhéus.
O julgamento foi presidido pelo juiz substituto da Vara do Júri e Execuções Penais, Marcos Bandeira, e teve como representante do Ministério Público o promotor Alexandre Lamas.

Brasil vê lado positivo em empate suado e exalta melhor defesa

atuação do Brasil no empate por 1 a 1 com o Equador foi tão fraca que a equipe deixou Quito, no último domingo, vendo como positiva a igualdade sofrida aos 44min do segundo tempo. Mas o grupo de Dunga não valorizou apenas o ponto somado fora de casa. Para eles, o saldo positivo da partida foi o desempenho da defesa.

Alvo do 'massacre', Júlio César suportou à pressão, mas lamentou gol sofrido no final
AS MELHORES FOTOS DO EMPATE
RETROSPECTO E QUEDA PRESSIONAM
FALTA DE RITMO 'APAGA' RONALDINHO
SUFOCO DENTRO E FORA DE CAMPOMesmo tendo sido vazado pelos equatorianos, o Brasil tem o setor defensivo mais eficiente das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010, com cinco gols tomados. A média é de 0,45 por jogo.E no último domingo, a zaga pentacampeã teve um teste de fogo. Superior no jogo, o Equador pressionou o Brasil durante quase os 90 minutos. A defesa dificilmente teve paz. Marcelo e Daniel Alves (substituto de Maicon) pouco apoiaram. Tanto que os anfitriões conseguiram 39 finalizações, entre certas e erradas.Apesar do "massacre", a seleção de Dunga suportou bem a pressão. Só sucumbiu aos 44min da etapa final. "O resultado valeu pelo trabalho de todo mundo. Já sabíamos da dificuldade que é jogar aqui, mas o resultado foi importante. Nossa equipe sofreu muita pressão. Eles estavam jogando muito ofensivamente e conseguimos resistir bem", avaliou Lúcio.Se o Brasil resistiu bem, boa parte dos méritos são de Júlio César, destaque brasileiro no jogo. Segundo o Datafolha, ele fez dez defesas e quatro intervenções, o dobro do trabalho que teve Cevallos no gol equatoriano (quatro defesas e três intervenções)."Mas digo com toda certeza que preferia ter jogado mal, tomado três gols e o Brasil vencido por 4 a 3. De qualquer forma, fico feliz pela minha atuação. Só foi um pecado ter tomado o gol no finalzinho", lamentou Júlio César.O setor defensivo também ganhou elogios do técnico Dunga. Satisfeito com o empate em Quito, ele valorizou o setor. "É muito difícil jogar na altitude, os últimos resultados aqui mostram isso [duas derrotas por 1 a 0 diante do Equador). Mostramos que temos uma defesa sólida", completou

Famosos e fãs ficam "amigos" no Twitter

A popular rede social de internet Twitter redefiniu para envios de mensagens curtíssimas a relação entre os famosos e seus fãs, em um fórum aberto do qual participam, entre outros, Demi Moore, Lance Armstrong e Yoko Ono.O Twitter conseguiu passar ao largo das barreiras de segurança que protegem a vida privada de artistas e políticos da pressão da curiosidade dos fãs e seguidores, ao estabelecer uma via de comunicação pouco intrusiva.Agora apenas um texto de, no máximo, 140 caracteres separa o dia-a-dia das mitificadas estrelas dos olhares do resto da população mundial."Operação/anestesia/jet lag (mudança brusca de fuso horário) = dói como um inferno", dizia esta semana o ciclista Lance Armstrong em seu canal do Twitter, após ser operado da fratura que sofreu na clavícula ao cair esta semana enquanto competia na Espanha.O heptacampeão da Tour de France afirmava que passar tempo com os filhos ajudava-o na recuperação.Enquanto isso, a atriz Demi Moore, de 46 anos, estrela de "Ghost", entre outros filmes, recomendava a um de seus quase 300 mil seguidores no Twitter que comprasse flores a quem ama.Um ativo membro do Twitter é o atual marido dela, o ator Ashton Kutcher, de "Efeito borboleta", 15 anos mais jovem e que contava nesta semana a sua legião de "amigos" virtuais que supera 500 mil como se deliciava com uma salada em Nice, no sul da França.Kutcher, além do texto, costuma completar seus comentários com fotos, algumas das quais mostrando ele e Demi Moore, "roubando" o papel dos paparazzi e sem vender nenhuma exclusiva.Nesta semana mesmo, ele postou uma foto da mulher abaixada de biquíni, em Turks & Caicos, no Caribe.A mesma rede social "roubou" a namorado do cantor e guitarrista John Mayer.Isso porque se tornou um vício para ele e o motivo de seu rompimento com a atriz Jennifer Aniston, do seriado "Friends", que segundo a imprensa americana acabou com o namoro por estar cansada de ele passar tempo demais entretido com suas mensagens.O Twitter, criado em 2006 pela empresa californiana Obvious, já é um fenômeno social especialmente nos Estados Unidos e, como ocorreu anos atrás com o Facebook, seu uso se espalha planeta afora.Para se ter uma ideia, em fevereiro o Twitter superou os 7 milhões de usuários, após crescer quase 1.400% em 2008.A lista de celebridades que aderiram a ele inclui as cantoras Britney Spears e Mariah Carey, os atores Ewan McGregor e Robin Williams, o jogador de basquete Shaquille O'Neal e a artista plástica e a viúva de John Lennon, Yoko Ono, de acordo com o site celebritytweet.com Através do Twitter, seus usuários podem falar com seus ídolos -pelo menos tentar-, mesmo não tendo a garantia de que o astro esteja do outro lado para responder, papel que muitas vezes passam a assessores.E, como é comum em redes sociais, há casos de identidades falsas.Outro declarado redator de "twitts" -como se chamam suas mensagens- é o ator Greg Grunberg, da série "Heroes", que emprega esta ferramenta para checar a opinião dos telespectadores do programa após cada capítulo.Os políticos e os estrategistas dos partidos Democrata e Republicano também entraram no Twitter com a intenção de aumentar sua capacidade de influência.O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, tem uma conta nesta rede, assim como seu colega democrata e ex-vice-presidente Al Gore, atualmente mais conhecido pela luta contra a mudança climática.Da mesma forma, também postam no Twitter os governadores republica

Senado Federal só faz enrolar

E o Senado, hein?! Depois de ser flagrado com 181 diretores, o comando da Casa, com o velho udenista José Sarney (PMDB-AP) à frente, fez escarcéu e garantiu que iria exitinguir 100 daqueles cargos, demitindo todos os que não eram funcionários efetivos. Anunciou a extinção de 50 diretorias, todas ocupadas por funcionários, que não perderam quase nada em seus salários, e prometeu extinguir outras 50. Esta segunda fornada não saiu das intenções.
Depois, numa reviravolta, foi dito que, na verdade, o senado tinha apenas 38 diretorias efetivas, e o restante era de cargos que funcionavam como diretorias, numa tentativa de distorcer números. Finalmente, fez-se silêncio e dizem que vão aguardar o resultado dos estudos de reformulação admnistrativa que será proposta pela Fundação Getúlio Vargas.
É a velha sabedoria reinante em Brasília dando as caras. Na capital federal, se diz que sempre surge um boato às segundas, que vira notícia e escândalo nas terças e quartas, que tem "providências e punições" anunciadas na quinta e que é esquecido na sexta. No final de semana, aguarda-se o surgimento de um novo boato, na segunda, que fará sepultar de vez o escândalo da semana anterior.
Com base nesta cultura é que a cúpula do Senado tenta dar tempo para o assunto cair no esquecimento e os apadrinhados não serem mais incomodados e possam continuar curtindo suas sossegadas mordomias na terra da fantasia que é Brasília.

As provocações do técnico equatoriano Sixto Vizuete, que passou a semana dizendo que a seleção tinha "medo de altitude" e que considera a partida cont


Os eleitores de Itapé, no sul da Bahia, voltam as urnas neste domingo, 29, para eleger o prefeito da cidade. A votação acontece depois do pleito do ano passado ser anulado por conta da impugnação de Pedro Brandão, conhecido como Pedrão, por problemas na prestação de contas da campanha.
A cidade, que tem 11.125 mil habitantes e 8.720 eleitores, amanheceu movimentada, principalmente na Praça da Feira, onde estão os comitês dos candidatos Jackson Rezende (PP-PMDB) e Humberto Matos (PV-PT) e na rua Bernardo de Andrade e Avenida Ibicaraí, onde os prefeituráveis votam.
Cerca de cem pessoas foram presas no início da votação, às 8h, fazendo boca-de-urna. Algumas já foram liberadas, mas a maioria só deixará a delegacia após o pleito. A situação foi regularizada após essas prisões e a reportagem de A TARDE não presenciou irregularidades.
O município conta com a segurança da Polícia Federal, além da militar e civil. O apoio foi solicitado pelo juiz Antônio Laranjeiras, da 27º zona eleitoral, em Itabuna.
A eleição está marcada para ser finalizada às 17h, quando as urnas serão lacradas e encaminhadas para Itabuna, onde os votos serão contados. O juiz acredita que o resultado seja divulgado às 18h.
Além de Itapé, há votação em outros quatro municípios brasileiros.

Jogadores brasileiros devolvem provocações do técnico equatoriano

As provocações do técnico equatoriano Sixto Vizuete, que passou a semana dizendo que a seleção tinha "medo de altitude" e que considera a partida contra o Paraguai mais difícil do que a do Brasil, foram devolvidas pelos jogadores brasileiros. Os dois países se enfrentam neste domingo, às 18h (horário de Brasília), em Quito, pela 11ª rodada das eliminatórias da Copa do Mundo de 2010. O volante Anderson, do Manchester United, foi o primeiro a ironizar. E lembrou que existe uma grande diferença entre o futebol brasileiro e o paraguaio. - Nós temos cinco estrelas na camisa e o Paraguai até onde sei não tem nenhuma. Mas o Brasil está preparado para isso (as provocações). Futebol é dentro de campo - disse Anderson. O lateral-esquerdo Marcelo, que estreia neste domingo nas eliminatórias, considera que as palavras de Sixto Vizuete servem como um incentivo para a seleção brasileira. Na última vez que foi provocado desta forma, o Brasil venceu o Chile por 3 a 0, em Santiago. - Quem tem boca fala o que quer. Somos os maiores campeões do mundo. A gente ganha mais esse incentivo, temos muitos motivos para jogar tudo que sabemos dentro de campo contra eles. Isso não afeta a seleção. O zagueiro Luisão, que vai substituir Juan na zaga, prefere não entrar muito na polêmica. - Essas coisas são normais no futebol, mas você não pode tanta atenção. Não podemos dar muito ouvidos. A gente faz o nosso trabalho, temos confiança no nosso potencial. É isso que importa - disse.

Estudo revela que tráfico lucra R$ 130 milhões por ano

Rio - Traficantes de drogas no Rio lucram em torno de R$ 130 milhões por ano. É o que estima estudo da Secretaria de Fazenda do Estado do Rio que tentou dimensionar o mercado de entorpecentes na capital fluminense, cujo cotidiano tem sido marcado pelas disputas de bocas de fumo por grupos rivais. A cifra é significativa, mas mostra que o tráfico é menos rentável do que se pensa.
Em "A Economia do Tráfico na Cidade do Rio de Janeiro: Uma Tentativa de Calcular o Valor do Negócio", de dezembro do ano passado, os técnicos da Subsecretaria de Estudos Econômicos Sérgio Ferreira e Luciana Velloso estimam que as quadrilhas faturam entre R$ 316 milhões e R$ 633 milhões por ano no comércio de maconha, cocaína e crack, mas lucram pouco com um mercado decadente e o investimento em armas imposto pela repressão.
Cruzando dados policiais, sociais e econômicos de diversas fontes, eles estimaram um alto custo operacional com a logística de fornecimento e autoproteção e as perdas com apreensões policiais. Só a reposição de armas e a compra de produtos custam entre R$ 121 milhões e R$ 218 milhões por ano. Há ainda mão de obra e outros gastos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

CASA DO PAI DO BEBE MORTO É INCENDIADA

Revoltados com a violência com que o bebê de um ano e nove meses foi morto em Ilhéus, dezenas de pessoas incendiaram a casa dos pais da vítima, esta semana. A revolta dos moradores do bairro do Malhado começou depois que foi divulgada a informação de que os pais do bebê, Nailton Silva Bonfim e Fernanda Ramos de Andrade, poderiam estar usando drogas com o suspeito do crime. O pai do menino chegou a quase ser linchado. O menino D.A.B. foi agredido com broca de furadeira, atingida no ouvido e na cabeça, morrendo de traumatismo craniano na quarta-feira. O principal suspeito é o mecânico é Diego Santos Silva, 26 anos. Ele foi preso em flagrante e é suspeito de ter abusado sexualmente da criança. Diego Silva nega as acusações mas a polícia afirma ter provas. (A Região, on-line).

exame identifica que 20% dos alunos do TOPA tem problemas de visão

Mais de 20% dos alunos inscritos no Programa Todos pela Alfabetização (TOPA) em Ibicaraí, no sul da Bahia, apresentam algum problema de visão que interfere no aprendizado e na sua qualidade de vida. O programa estadual, executado em parceria com organizações não-governamentais e a prefeitura de Ibicaraí, atende a 1.108 jovens e adultos neste semestre. 232 deles, pelo menos, apresentaram dificuldades para enxergar e estão sendo submetidos a exames oftalmológicos num hospital especializado em Itabuna, o Day-Horc.
.
Estes exames estão sendo feitos entre quinta e sábado (dias 26 e 28) e também na próxima semana (dias 31 de março e 2 e 4 de abril). 33 deles passaram por check-up oftalmológico ontem (26). Nesta sexta, a partir das 14h, serão mais 33 alfabetizandos. Amanhã, sábado, às 7h, serão mais 60 alunos. A grande maioria deles nunca entrou numa sala de aula nem fez exames oftalmológicos, como dona Maria José de Jesus, 54 anos.
.
A médica oftalmologista Carla Cordeiro identificou que dona Maria apresenta dificuldades para enxergar de perto e, por isso, vai usar óculos pela primeira vez na vida. “A dificuldade para enxergar é um problema comum nessa idade”, diz a médica. A dona de casa também será submetida a exames de detecção de catarata e glaucoma. Caso seja necessário cirurgia, o procedimento será coberto pelo TOPA. A necessidade de óculos foi identificada nos exames de refração, acuidade visual e mapeamento de retina.
Maria José faz exame, acompanhada da voluntária Angela Santana..
Combate ao analfabetismo.
O Topa começou a ser executado em 2007 e trata-se do maior programa de alfabetização do Brasil, considerado referência pelo Ministério da Educação (MEC). O estado possuía cerca de 1 milhão de analfabetos até o início de 2007, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Ibge). Esses números caíram após a implantação do programa. Quase 350 mil alunos já foram alfabetizados.
.

Obama dará mais ajuda a GM e Chrysler, diz jornal

O governo Barack Obama concederá mais ajuda financeira a General Motors e Chrysler em troca de novas concessões, noticiou hoje em seu site o jornal americano "The New York Times".
As duas montadoras receberam US$ 17,4 bilhões em ajuda pública desde dezembro de 2008 e já solicitaram outros US$ 21,6 bilhões extras para manter suas operações.
A GM e a Chrysler têm até 31 de março para apresentar ao Departamento do Tesouro seus planos de reestruturação, explicando como vão se tornar rentáveis e, assim, pagar os empréstimos.
O jornal nova-iorquino também afirma que, embora o governo Obama pareça decidido a ampliar a ajuda financeira, o grupo encarregado de supervisionar a reestruturação do setor também disse que a opção da quebra é factível.
Segunda-feira, Obama deve anunciar o plano de resgate para o setor automotivo americano.
Dispensas
Nesta quinta (26), a GM informou que cerca de 7.500 funcionários (ou 12% dos empregados da empresa nos Estados Unidos) aceitaram deixar a empresa de forma voluntária --por aposentadoria antecipada e programa de demissão voluntária.
A rival Chrysler também informou ontem que vai estender o prazo para que profissionais da produção de veículos deixem voluntariamente a empresa.
Os funcionários da montadora que aderirem ao plano de demissão voluntária receberão US$ 75 mil em dinheiro e um bônus de US$ 25 mil para comprar um carro. Os que decidirem sair por aposentadoria antecipada receberão US$ 50 mil e um bônus de US$ 25 mil para a compra de um carro.

LIBERTADORES E ESTADUAIS QUE SEGUEM

Os Estaduais entram na reta final pelo Brasil e o Vida que Segue acompanha (à medida do possível). Mas vamos começar com a Libertadores:¢ Se o Grêmio quer mesmo o título da Libertadores tem que, de forma urgente, parar de perder gols. Na hora que for para valer, vence quem aproveitar a única chance que tiver. Contra o Aurora, foram cinco oportunidades claras jogadas fora nos primeiros 16 minutos.¢ Contra o Aurora, o Grêmio fez um grande primeiro tempo. Com os alas Ruy e Fábio Santos chegando bem ao ataque, Souza e Tcheco aproveitando o vazio à frente da zaga e Jonas e Alex Mineiro se mexendo muito. Jonas fez 1 a 0 assim.¢ No segundo tempo, o time apagou, tomou um gol bobo, num vacilo do centro da zaga, e arriscou perder o jogo para um time ridículo. No fim, venceu com um frango sofrido pelo goleiro do Aurora. Como diria o narrador João Guilherme, do SporTV, que desagradável!¢ Na Vila Belmiro, gostei muito da reação do time do Santos. Equipe em formação às vezes tem dificuldade após uma derrota (principalmente em um clássico). Mas o Santos atuou bem do primeiro ao último minuto e venceu até facilmente o Santo André por 3 a 0.¢ Wagner Mancini escalou o Peixe certinho, sem aquele 4-3-3 capenga do clássico. Gostei muito da aproximação dos laterais e, principalmente, de Paulo Henrique (muito bem) e Madson ao ataque. Kleber Pereira e Neymar não ficaram sozinhos em momento algum.¢ Desafio do Vida que Segue: quanto tempo vai demorar até algum empolgadinho ou maldoso dizer que Paulo Henrique e Neymar são os novos Diego e Robinho?¢ Não vi o jogo, mas, com todo respeito ao Mirassol (que até já elogiei por aqui), a Portuguesa deu muito mole ao empatar por 2 a 2 no Canindé. Agora, a Lusa não pode perder o confronto direto na Vila Belmiro, pois senão pode ficar fora da semifinal.¢ Também não vi o empate do Corinthians (estava ligado no jogo do Grêmio) com a Ponte Preta (2 a 2). Mas ficou claro para mim que não foi pênalti em Ronaldo no primeiro gol do Corinthians. Se aquele lance fosse com o Souza, o árbitro não marcaria nunca...¢ E o segundo gol do Fenômeno mostra que realmente ele está muitos níveis acima da qualidade do futebol brasileiro. Ah, ele jogou os 90 minutos. O cara voltou mesmo!¢ Não vi o jogo do São Paulo. O esquema vocês já sabem: mandem um comentário curto e bem opinativo na caixinha que eu publico.¢ Vi pouco da partida do Flamengo. Mas basta meia jogar de meia para o time funcionar. Erick Flores fez sua “estreia” (agora sem acento) e foi bem, acionando Josiel, que fez três. Até que enfim, um jogo convincente do Flamengo (4 a 2 sobre o Madureira).¢ O Vasco pareceu sentir a ausência de Carlos Alberto na saída de bola e suou para vencer o Mesquita (2 a 1). Aliás, o Mesquita tem um time certinho... Briga para não cair no Carioca, mas é o melhor dos pequenos que eu vi.¢ Não vi o jogo do Botafogo. Vocês já sabem: rumo à caixinha!¢ O regulamento do Campeonato Mineiro é esdrúxulo (oito de 12 se classificam). Mas pelo menos houve emoção na rodada final. O Atlético virou o jogo contra o Ituiutaba de forma incrível, com gols aos 44 e 46 do segundo tempo e terminou em primeiro lugar. O Cruzeiro esmagou o Democrata por 7 a 0, com três de Kleber, e terminou em segundo.¢ Assim, Atlético e Cruzeiro só se cruzam em uma final. Os confrontos ficaram assim: Atlético x Uberaba; Cruzeiro x Tupi; Ituiutaba x Democrata e Rio Branco x América.¢ O tradicional Vila Nova escapou do rebaixamento no sufoco. Abriu 2 a 0, mas tomou o empate do Social, que acabou degolado. Se o Social virasse, que caía era o time de Nova Lima.¢ No Baiano, o Vitória perdeu para o Flu de Feira em casa e pode ser ultrapassado pelo Bahia novamente (38 x 36 pontos). O Tricolor empatou com o Atlético, fora de casa, e tem um jogo a menos.¢ O Sport salvou sua invencibilidade na temporada ao sair atrás do Ypiranga e empatar só no segundo tempo com Paulo Baier, de pênalti. Ouvi o jogo pela Rádio Jornal e ouvi vaias na Ilha do Retiro no fim do jogo.¢ O Santa Cruz goleou o Cabense por 4 a 1, com dois do interminável Marcelo Ramos e agora pressiona o Leão. O Sport tem 16 pontos e o Santa tem 13. O Náutico, que joga nesta quinta, com o Sete de Setembro, tem 12.

QUEM LEVA O TÍTULO DA F-1?

Ultrapassagem. Essa deve ser a tônica do Mundial de Fórmula 1 deste ano, que começa na madrugada desta sexta-feira, com os treinos livres do Grande Prêmio da Austrália. Demorou muito, mas finalmente os homens que dirigem a F-1 se convenceram de que com toda a carga aerodinâmica que os carros tinham era fisicamente impossível ultrapassar.São três mudanças princiais: a volta do pneu slick, que dá mais aderência e aumenta a chance de se passar na curva, a diminuição dos aerofólios traseiros, que dá mais velocidade nas retas e, por consequência, vai obrigar o carro da frente a frear mais cedo, dando chance de quem vem atrás ultrapassar, e o Kers, que é um sistema que armazena a energia gerada pelos freios e dá ao piloto a chance de usar isso como um “turbo”, aumentando a potência do motor.Nos treinos, a grande surpresa foi a Brawn, de Button e Barrichello, que roubou a cena em várias sessões. Já deu para ver que o carro tem um bom projeto. Só não pode é o Rubinho “Este é o Meu Ano” Barrichello dizer que “vai com a faca nos dentes e esta será a sua melhor temporada na categoria”. No mais, a Ferrari parece sair um pouco à frente de McLaren e Renault. E dizem por aí, que a BMW vai pintar muito bem nas pistas de alta, pois é a equipe quem mais desenvolveu o sistema do Kers.Diante disso tudo, vou fazer mais um DataVitorSergio, simples assim: quem vai ser o campeão da temporada? Diga na caixinha de comentários quem vai levar o título da temporada! Trago a resposta e o meu palpite na segunda-feira.

IBICARAI TERÁ AGENCIA DO INSS


Ibicaraí será um dos primeiros municípios baianos a contar com agência do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) no interior da Bahia em 2009. A prefeitura já cumpriu todas as exigências do governo federal para participar do primeiro lote do Plano de Expansão e Reforma de Agências da Previdência Social, lançado este ano pelo ministro José Pimentel..A agência funcionará numa área de 904,88 metros quadrados, ao lado do Fórum Alves Macedo e da OAB-Ibicaraí, na rua Castro Alves, centro. O terreno foi doado pelo município ao Ministério da Previdência, após aprovação da Câmara de Vereadores. Engenheiros do INSS já estiveram em Ibicaraí, no dia 14, para fazer a análise do terreno..Segundo o secretário de Obras e Infraestrutura, Janildo Marques, a prefeitura agora conclui os estudos de sondagem de solo e demarcação da área. A agilidade do município permitirá que Ibicaraí participe do primeiro lote da licitação para construção de agências, programado para abril.De acordo com Janildo Marques, a previsão é de que as obras comecem em junho e a inauguração aconteça em outubro..Audiência com ministro..O município cumpriu todas as etapas para se habilitar a participar do Plano de Expansão em um período recorde. Em 10 de fevereiro, o prefeito Lenildo Santana participou de uma audiência com o ministro da Previdência Social, José Pimentel, quando o município foi confirmado no projeto de expansão..A audiência foi intermediada pelo deputado federal Geraldo Simões (PT-BA), e também contou com a participação de mais de uma dezena de gestores do sul e sudoeste da Bahia. “Cumprimos a nossa parte e agilizamos documentação, terreno e estudos em um curto espaço de tempo”, relembra Lenildo.

A SOLUÇÃO DO SERVIÇO DE AGUA E A ESTADUALIZAÇÃO, O SAAE A MUITO TEMPO DEIXA A DESEJAR!!!


Faltam 130 professores em 11 colégios estaduais


Um déficit de 130 professores em 11 colégios estaduais, na região de Cajazeiras e adjacências, compromete o aprendizado de quase 19 mil estudantes da educação básica ao ensino médio. Algumas unidades estão diminuindo os horários diários de aula: de cinco para três aulas.
O fato já foi apresentado pelo Fórum dos Dirigentes Escolares das Cajazeiras (composta pelos 11 colégios que passam pela dificuldade), por meio de carta, à Secretaria de Educação do Estado (SEC). No documento, os gestores exigem solução imediata dos problemas que as unidades vêm enfrentando desde o início do ano letivo, em 2 de março. Os dados refletem um problema que atinge outras escolas da capital e do interior do Estado.
Com cerca de 2.700 estudantes, o Colégio Estadual Leonor Calmon, em Cajazeiras, é o que tem o maior saldo negativo no quadro de professores da região. Ao todo, faltam 18 profissionais. “A escola não está funcionando direito, os estudantes estão fora da sala de aula, atrapalhando os demais que estão em atividade. Muitos estão pedindo transferência, diminuindo nosso público. E nós estamos de mãos atadas”, afirma o vice-diretor, Luiz Henrique Peixoto.
Edna Santana, diretora do Colégio Estadual Professor Nelson Barros, em Cajazeiras X, não sabe mais o que fazer para sanar o problema. Na escola que dirige, faltam 12 docentes de disciplinas como português e matemática. Desde o começo das aulas, ela tem solicitado à SEC reposição de professores, mas o pedido ainda não foi atendido. “Para os pais e alunos ficarem cientes, sempre coloco no mural da escola minhas providências e as respostas da secretaria, quando eles mandam”, relata a gestora, que assinou, assim como outros quatro diretores, no dia 6, documento pedindo reunião com o secretário Adeum Sauer, o que não ocorreu até o momento. Causas – Dentre os motivos apontadas pelos gestores para o déficit, está a localização das unidades da periferia, tida por muitos como violenta. “Há vários docentes excedentes no centro da cidade porque o número de alunos lá diminuiu e ninguém quer vir para a periferia, que fica prejudicada. Para resolver isso, é preciso que esses professores sejam convencidos a fazer a transferência”, diz a vice-diretora do Colégio Estadual Edvaldo Brandão Correia, Rosane Ferreira. O superintendente de recursos humanos da SEC, José Carlos Sodré, confirma a dificuldade de remanejamento de professores, em especial para as áreas do subúrbio ferroviário e Cajazeiras. “Os gestores estão apreensivos porque tiveram excesso de matrículas no subúrbio este ano. Isto provoca um desequilíbrio no sistema”, pontua o dirigente. Segundo ele, a principal causa do déficit de docentes no sistema público estadual é fruto do afastamento temporário por motivo de doença, cursos de especialização ou por licença-prêmio, que o Estado é obrigado a dar a cerca de mil professores por ano. Ele adianta que, tão logo seja liberado o orçamento pela Coordenação de Projetos Educacionais (Cope), novos professores serão contratados. No entanto, Sodré não soube estipular um prazo para resolver o problema da falta de professores. “Os concursos são realizados por áreas. Na região central da cidade, há professores que estão fora de sala de aula. Estamos tentando convencê-los a se transferirem para os locais sem professores, mas isso não pode ser feito arbitrariamente, porque, inclusive, prejudica a qualidade do trabalho e, consequentemente, do ensino”, assinala Sodré. Enquanto isso não acontece, estudantes como Anderson e Jeferson dos Santos, que cursam a 6ª e 7ª séries, respectivamente, no Colégio Estadual Ana Bernardes, em Cajazeiras, são liberados mais cedo da aula. “Esta questão é grave, porque a gente paga os impostos e os filhos ficam prejudicados. Os pais e a escola têm de reclamar com a SEC”, salienta Raimundo dos Santos, pai dos dois garotos. No Colégio Estadual Luís José de Oliveira, em Cajazeiras, onde há sete docentes a menos, os gestores tentam amenizar a situação. “Não podemos liberá-los sempre, então levamos algum material para que eles façam atividades. Mas não é a mesma coisa. Eles precisam de um acompanhamento regular”, diz a vice-diretora Claudinéia Silva. Contratos – Este ano, a SEC cancelou os contratos de Prestação de Serviço Temporário (PST). Os gestores alegam que esta medida foi outro ponto decisivo para o déficit. Claudemir Nogueira, secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Bahia (APLB-Sindicato), diz que a SEC foi alertada de que isto afetaria o ensino com a falta de docentes.

SARRAFO NA MADRUGADA


A operação “Vassoura-de-bruxa”, desencadeada pela Polícia Federal em algumas prefeituras do sul da Bahia até agora não produziu nenhum efeito. A sociedade não sabe se os prazos foram dilatados se as oitivas já terminaram. É segredo demais para a população.
A morte em Ilhéus do empresário e ex-deputado de Sérgio Naya e a remoção ilegal do seu cadáver em que ficou? O vereador-médico Aldemir Almeida podia fazer o que fez? Foi instalado algum inquérito pela remoção do cadáver? Aonde foi feito o embalsamento desautorizado? Numa banca de peixe? Numa mortuária? Em algum hospital? O povo quer saber.

Laudo preliminar aponta que jovem morta por ex-jogador levou 14 facadas

Um laudo preliminar aponta que Ana Cláudia Silva e melo, de 18 anos, foi morta com 14 facadas. O principal suspeito do crime, ocorrido no domingo (22), é o ex-marido da jovem, Janken Ferraz. Ele foi preso na Bahia na quarta-feira (25), e trazido para São Paulo na quinta-feira (26). Durante a madrugada desta sexta-feira (27), o suspeito prestou depoimento e reafirmou que esfaqueou a ex-mulher para se defender.

Veja o site do Bom Dia São Paulo Ferraz prestou depoimento durante cinco horas. Ele está preso no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e deve ser levado ainda nesta sexta para a penitenciária de Tremembé, a 147 km de São Paulo. Após o depoimento, em entrevista aos jornalistas, Ferraz afirmou que o celular de Ana Cláudia tocou enquanto os dois estavam brigando, dentro do apartamento dela. Ele tentou tirar o aparelho da ex-mulher, que reagiu, começou a brigar e pegou uma faca. Foi então que ele tirou a faca das mãos dela e a esfaqueou – segundo ele, para se defender.Após a morte da mulher, o suspeito fugiu com o filho dos dois, de 1 ano e 8 meses. Nesta quinta, a Justiça determinou que o menino ficasse com a avó paterna, na Bahia. A decisão é provisória porque o processo ainda está em andamento.
Prisão
O ex-jogador de futebol foi preso na estrada que liga as cidades de Nanuque, em Minas Gerais, e Nova Viçosa, na Bahia. Ferraz estava escondido em Belo Horizonte e se entregou depois de uma negociação entre a polícia e a mãe dele.

No meio da tarde, ele foi levado para o complexo policial de Teixeira de Freitas, no extremo sul baiano. Lá, disse que a morte da ex-companheira, Ana Cláudia Melo e Silva, de 18 anos, foi um acidente. “Não era para ter acontecido. Era a mãe do meu filho. Foi um acidente que aconteceu, não tem nada a ver”, declarou.

Janken Ferraz era procurado desde domingo (22), última vez em que foi visto em São Paulo. As câmeras de segurança do prédio onde moravam a ex-mulher e o filho dele registraram a chegada do casal e da criança pouco antes das 20 horas.

Trinta e nove minutos depois, Janken saiu com o filho, usando uma camisa diferente daquela com que entrou no edifício. Um vizinho, que ouviu uma discussão entre o casal, chamou o porteiro, que entrou no apartamento e encontrou Ana Cláudia morta.

Dezembro para Ronaldo: mês para pensar se para ou continua jogando futebol

Ronaldo está bastante feliz no Corinthians, afinal se recuperou de outra grave lesão no joelho, dessa vez no esquerdo, voltou a jogar depois de um ano e um mês, já participou de cinco jogos e balançou as redes quatro vezes. A identificação com o Timão é tanta que ele já falou em ficar mais tempo no clube. O craque só acha cedo para tratar disso agora, porque ainda não sabe se continuará depois de 2009. - De certo a gente só tem que vai morrer. O meu objetivo é concluir esse contrato, fazer um balanço no final da temporada e decidir se vou jogar mais um ano ou encerrar. Mas ainda tem muito tempo. Eu quero curtir esse momento, estou fazendo gols... A hora de parar está chegando e vou ter de tomar uma decisão – falou Ronaldo. O contrato firmado pelo atacante com o Corinthians no final da temporada passada tem validade até dezembro deste ano. Porém, a diretoria do Timão quer contar com o craque em 2010, ano que marca o centenário do clube do Parque São Jorge. A ideia do Fenômeno é a mesma, mas ele prefere manter a cautela.

saiba mais
Ronaldo é contra jogo em função dele, mas assume responsabilidade
Ronaldo sobre Deda: ‘Ele tira a bola, coloca a canela e a culpa é minha?’
Mano Menezes acena com possibilidade de poupar Ronaldo contra o Guarani
Perto de chegar a 100% da sua condição física, o Fenômeno deve atuar em pelo menos 70% das partidas do Timão na temporada. O planejamento foi feito pela comissão técnica junto com o departamento médico do clube. A intenção é evitar desgastes e poder contar sempre com o craque em alto nível. - Fiz dois jogos seguidos agora (contra Santos e Ponte Preta) e hoje estou bem cansado. Todo o processo a gente tem feito de maneira muito cautelosa. Temos de continuar assim, porque a ideia é visar os jogos mais importantes – comentou o camisa 9, que deve ser poupado do duelo de sábado, com o Guarani. Levando em consideração esse planejamento, Ronaldo tem a meta pessoal de alcançar pelo menos 30 gols na temporada. A média, por enquanto, é de 0,8 por partida. Se continuar assim, ele atingirá seu objetivo.

Para reforçar sua história, Vitória-BA planeja até mudar de nome

O Esporte Clube Vitória pretende mudar de nome nos próximos anos. Para se posicionar como um dos times de futebol mais tradicionais do país, a equipe baiana estuda seguir o exemplo de outras agremiações do exterior, principalmente da Alemanha, e embutir a inscrição "1899" em sua nomenclatura oficial, em referência ao ano de fundação do clube.

Vitória lançou o seu "quarto" uniforme para comemorar os 110 anos da sua fundação

Modelo foi escolhido pelos torcedores e faz parte da ação que deve rebatizar o time
ROMENIL, A. CATIMBA OU PETKOVIC?
VITÓRIA DEMITE MAURO FERNANDES
EX-MANDATÁRIO DO GOIÁS ASSUME
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO VITÓRIAPelo projeto da diretoria rubro-negra, a mudança de nome passará inicialmente por um período de testes, principalmente junto à torcida. Para isso, a ideia será lançada oficialmente no dia 13 de maio, data em que o Vitória comemora 110 anos de sua criação."A partir do Campeonato Brasileiro nós vamos começar o trabalho, que irá durar toda a temporada, para ver a repercussão de o clube se chamar Vitória 1899. Na verdade, a data já está no nosso escudo, então o que queremos é puxá-la, também, para o nome", explicou Ricardo Azevedo, diretor de marketing do Vitória, lembrando que uma mudança definitiva só poderá acontecer após votação e, posteriormente, aprovação dos conselheiros.Para reforçar ainda mais essa campanha, o clube, que já registrou o domínio "vitoria1899.com.br", também irá incorporar o ano da sua fundação ao nome do estádio. Dessa forma, o Barradão passará a se chamar "Arena 1899". Essa mudança deve acontecer a partir da segunda rodada do Campeonato Brasileiro, quando a equipe baiana jogará em casa contra o Sport."Aproveitamos para mudar o nome do nosso estádio para marcar tudo isso. No fundo, o projeto para a arena é transformá-la para receber um contrato de naming right, e esse nome facilitaria a migração", afirmou Azevedo, em referência ao contrato de patrocínio que permite a uma empresa "batizar" um estádio, nos mesmos moldes do acordo que aconteceu no passado entre o Atlético-PR e a Kyocera.Todo esse projeto, que está amparado no resgate da história do clube, será coroado com uma grande construção. Concomitantemente ao lançamento da campanha, o Vitória irá colocar a pedra fundamental para a criação de um novo memorial, que deverá ser inaugurado apenas em 2010."Nós fomos buscar uma consultoria com o mesmo curador do Museu do Futebol [localizado no estádio do Pacaembu, em São Paulo], e teremos um projeto bem ambicioso. A construção deve consumir cerca de R$ 10 milhões, e pretendemos levantar essa verba via Lei de Incentivo ao Esporte", completou o diretor de marketing do Vitória.

Polícia Federal prende empresária Eliana Tranchesi, dona da Daslu


empresária Eliana Tranchesi, sócia da butique Daslu, foi presa no início da manhã desta quinta-feira pela Polícia Federal em cumprimento de sentença judicial condenatória da 2ª Vara da Justiça Federal, em Guarulhos (Grande SP). Ela é acusada pelos crimes de descaminho ou contrabando.
O IML (Instituto Médico Legal) confirmou que ela fez exame de corpo de delito na manhã desta quinta-feira, mas não informou outros detalhes. Depois disso, ela foi conduzida a um presídio feminino na zona norte da capital paulista.
Fernando Donasci/Folha Imagem
A empresária Eliana Tranchesi, da Daslu, durante entrevista na loja em SP em 2005
A crise da loja mais luxuosa do país começou em julho de 2005 com uma megaoperação (chamada Narciso) da Polícia Federal e da Receita Federal, que resultou na detenção, por 12 horas, de Eliana Tranchesi e na apreensão de documentos. À época, Antonio Carlos Piva de Albuquerque, irmão de Eliana, ficou preso por cinco dias, sendo liberado e preso novamente em 2006.
A maior butique de luxo do país é acusada de importação irregular. A empresa teria construído um esquema para subfaturar importações com o objetivo de sonegar impostos.
No esquema, a Daslu seria a responsável pela negociação, compra, escolha e pagamento de mercadorias no exterior e, após tais atos, entravam em cena as importadoras ("tradings"), que eram responsáveis pela falsificação de documentos e faturas destinados a permitir o subfaturamento do valor das mercadorias.
Em dezembro de 2005, na esteira da investigação, a Receita apreendeu R$ 1,7 milhão em bolsas das marcas Chanel e Gucci importadas pela Columbia. Etiquetas da trading estariam sobrepostas às da Daslu no contêiner que foi fiscalizado pela Receita. Ao ocultar o nome da Daslu, a loja deixaria de ser contribuinte de IPI (Impostos sobre Produtos Industrializados) de 10% sobre o valor da venda do produto ao consumidor. Só esta suposta sonegação alcança ao menos R$ 330 mil.
Durante o processo, a defesa de Eliana e Piva de Albuquerque jogou a responsabilidade pelo esquema para as importadoras, alegando que os irmãos nada sabiam.
Autoridades americanas, porém, obtiveram das empresas Marc Jacobs, Donna Karan e Ralph Lauren as faturas originais de venda de mercadorias à Daslu, atestando inúmeras negociações realizadas por tais grifes diretamente com a butique brasileira, além dos preços reais praticados.

SERVIÇO DE AGUA DE IBICARAI (SAAE) CONTINUA DEIXANDO VARIAS RUAS SEM AGUA


FGV: confiança do consumidor é a menor desde 2005

A confiança do consumidor brasileiro voltou a cair em março e registrou o menor nível desde o início da pesquisa, segundo dados divulgados hoje pela Fundação Getúlio Vargas. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) registrou queda de 0,7% este mês em relação a fevereiro, na série com ajuste sazonal, após dados revisados do ICC do mês passado. Com o resultado, o desempenho do indicador, que é calculado com base em uma escala de pontuação entre zero e 200 pontos (sendo que, quanto mais próximo de 200, maior o nível de confiança do consumidor), caiu de 94,9 pontos em fevereiro para 94,2 pontos em março. Esse nível de pontuação, segundo a FGV, estabelece "um novo recorde negativo da série iniciada em setembro de 2005, considerando-se dados com ajuste sazonal".O resultado mostra que neste mês as avaliações sobre a situação presente continuaram piorando, enquanto as previsões relativas ao futuro próximo, em média, permaneceram estáveis. A avaliação sobre situação atual, de acordo com a FGV, é a pior dos últimos três anos. O ICC é dividido em dois indicadores: o Índice de Situação Atual (ISA), que apresentou queda de 1,1% em março, após cair 1,5% em fevereiro; e o Índice de Expectativas (IE), que apurou variação zero este mês após cair 1,2% no mês anterior. Os dados de fevereiro desses dois índices também foram atualizados pela FGV, e apresentaram, respectivamente, taxas negativas de 0,8% e de 1,7% no mês passado.O índice é composto por cinco quesitos da "Sondagem das Expectativas do Consumidor", apurada desde outubro de 2002 (com periodicidade trimestral, até julho de 2004, quando passou a ser mensal). O levantamento abrange amostra de mais de 2 mil domicílios, em seis capitais, com entrevistas entre os dias 2 e 20 de março. PessimismoSegundo a FGV, a piora na avaliação do consumidor sobre o ambiente econômico atual ajudou a derrubar a taxa do ICC em março. Segundo a entidade, entre os quesitos relacionados à situação atual, o indicador da situação econômica local manteve a trajetória descendente iniciada em outubro do ano passado. Entre fevereiro e março, o porcentual dos entrevistados que avaliam a situação econômica atual como boa reduziu-se de 8,4% para 7,4% do total, na passagem de fevereiro para março, enquanto a parcela dos que a julgam ruim elevou-se de 51,2% para 52,5%, no mesmo período.Ainda de acordo com a FGV, nas respostas relacionadas ao futuro, ocorreu uma diminuição do pessimismo em relação à situação econômica local e da família nos próximos seis meses. Entretanto, houve continuidade no resultado negativo do indicador de compras de bens duráveis. O porcentual de consumidores pesquisados que planejam gastar mais com duráveis nos seis meses seguintes caiu 7,2% para 6,7%; já a parcela dos que pretendem gastar menos aumentou de 39,2% para 40,1%, no período.

PREFEITO DE IBICARIA SAI NA FRENTE

Após a Bahia ser contemplada com o plano nacional de habitação “Minha Casa, Minha Vida”, lançado pelo presidente Lula, em Brasília, com previsão de construir 80.774 novas habitações no estado, o prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana, já anunciou estudos para o município. para viabilizar o projeto o prefeito determinou que as secretarias Administração e Finanças) e Obras e Infraestrutura para que acelerem estudos sobre área para a construção de casas e redução de impostos municipais – Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e Imposto Sobre Serviços (ISS). São ações necessárias para os municípios possam participar do programa. Já os prefeitos de Itabuna (Nilton Azevedo) e Ilhéus (Newton Lima) ao que parece não estão preocupados em reduzir com o déficit habitacional nos seus municípios e injetar ânimo no setor de construção civil com a abertura de novas oportunidades de empregos na região. O plano nacional de habitacional vai beneficiar mais as famílias com renda de zero a três salários mínimos: estas contarão com aporte de 16 bilhões de reais da União para a construção de 400 mil casas e pagarão pela moradia prestações que o governo federal tem chamado de “simbólicas”: pelo menos 50 reais por mês ao longo de 10 anos. Já as famílias com renda de três a seis salários mínimos contarão com aporte de 10 bilhões de reais para subsídios e poderão financiar a parte não coberta por subsídios com o fundo garantidor, criado para este fim e redução do seguro.

Mano Menezes acena com possibilidade de poupar Ronaldo contra o Guarani

Ronaldo deve ser poupado do jogo deste sábado do Corinthians, contra o Guarani, às 21h10m, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Depois de atuar os 90 minutos (mais acréscimos) no empate por 2 a 2 com a Ponte Preta, jogo em que balançou as redes duas vezes, o Fenômeno terá uma conversa com o treinador para decidir isso. - Eu vou conversar com ele e com as pessoas que estão envolvidas nesse processo todo. Estamos tendo o cuidado de dar os passos de forma segura. Contra a Ponte Preta ele teve uma exigência maior e nosso próximo jogo já é no sábado, num curto espaço de tempo – comentou o comandante da equipe alvinegra. O discurso de Mano Menezes praticamente confirma que Ronaldo não estará em campo no sábado, em Campinas. Principalmente quando o treinador fala em querer contar com o craque no jogo de terça-feira, diante do Ituano, no Pacaembu. - Quero muito que ele esteja em condições de jogar na terça-feira, contra o Ituano. Vamos ver como ele está se sentindo – acrescentou o treinador corintiano.

saiba mais
Mano Menezes critica defesa por impedir 'noite perfeita' da equipe no Pacaembu
Mano Menezes perde Dentinho para próxima rodada, e Douglas é dúvida
Cristian leva terceiro cartão amarelo e não enfrenta o Guarani no sábado
Ronaldo dá show, mas zaga vacila, e Timão só empata com a Ponte Preta
Até o momento, o Fenômeno fez cinco partidas pelo Corinthians. Estreou contra o Itumbiara, pela Copa do Brasil, depois encarou o arquirrival Palmeiras, o São Caetano, o Santos e por último a Ponte Preta. Nesse último jogo, realizado na quarta-feira, o craque conseguiu pela primeira vez ficar até o apito final. O desempenho de Ronaldo nessas partidas foi ótimo. À exceção do jogo contra o Itumbiara, no qual sentiu bastante a falta de ritmo (estava havia um ano e um mês sem jogar), nos outros duelos o camisa 9 foi bem. Anotou gol contra o Verdão, o Azulão e a Macaca (2) e teve boa movimentação diante do Peixe. Nesse período, a principal estrela do Corinthians ficou fora apenas do empate por 0 a 0 com o Santo André, jogo seguinte à vitória por 2 a 1 sobre o São Caetano.

Desemprego atinge maior taxa desde abril do ano passado, mas fica abaixo do previsto

A taxa de desemprego no país subiu de 8,2% em janeiro para 8,5% em fevereiro, maior percentual desde abril do ano passado. Ainda assim, ficou abaixo dos 8,7% registrados em fevereiro do ano passado (veja gráfico ao final do texto).Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e abrangem seis regiões metropolitanas (São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Belo Horizonte e Porto Alegre).

Guerra do tráfico mata dois traficantes

A guerra entre traficantes causou mais duas mortes em Itabuna e Ilhéus. Nesta segunda-feira, por volta das 22 horas, no bairro Santo Antônio, em Itabuna, foi assassinado Josevaldo Santos Borges, o "Jô Pistola", de 26 anos.
Jô Pistola chegou a cumprir pena no Presídio de Ilhéus por tráfico de drogas. Ele foi assassinado por homem que estava em uma moto de placa não anotada. Além do tráfico, Jô era acusado de ordenar a execução de inimigos.
Em Ilhéus, foi morto o filho do traficante Paulo Santos da Silva, o "Paulo Pezão". Jefferson Santos foi assassinado por volta das 5 horas desta terça, no bairro do Malhado. A polícia ainda não tem pistas dos autores do crime.
Jefferson foi morto pouco mais de um mês depois dos bandidos executarem o pai dele que, segundo a polícia, era líder do tráfico de drogas em Ilhéus. Pezão foi assassinado por três homens no dia 19 de fevereiro.

Saúde divulga dados e diz que há melhora

Dados da Secretaria Municipal de Saúde confirmam que Itabuna já registra 11 mortes neste ano por dengue hemorrágica. Desde o início do ano foram 4.214 casos de dengue clássica e do tipo mais grave.
São 52 casos de dengue hemorrágica. No sul da Bahia, além de Itabuna, há seis mortes provocadas por dengue em Floresta Azul, Buerarema, Itororó e Ibicaraí. Em todo o estado são 28 mortes causadas pela doença.
São 26.597 notificações na Bahia, sendo que Jequié é responsável pelo maior número de casos de dengue. São 7.378 notificações. Os municípios de Ilhéus e Ipiaú registram juntos cerca de mil casos de dengue clássica.
Para o secretário de Saúde de Itabuna, o médico Antônio Vieira, a pior fase da doença já passou. Ele diz que nos últimos dias não foi registrada nenhuma morte, "o que mostra que o avanço da doença está sob controle".
Segundo Vieira, muitos pacientes internados nos hospitais Manoel Novaes, de Base e Calixto Midlej estão saindo do quadro crítico. No final de semana sairá o índice oficial de infestação de larvas do mosquito transmissor da dengue.
No final do ano passado o índice era de 16,5%, o maior em todo o país. Por causa do descaso no combate à dengue, o Ministério Público Estadual está investigando as responsabilidades de ex-gestores e atuais gestores de Itabuna.

Mega-Sena sorteia R$ 1,8 milhão nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira, 25, a Mega-Sena vai sortear o prêmio de R$ 1,8 milhão, segundo informações da Caixa Econômica Federal. As apostas do concurso de número 1.059 podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) desta quarta-feira, nas casas lotéricas. A aposta mínima, de seis números, custa R$ 1,75. Neste sábado, 21, o prêmio de 3,6 milhões da Mega-Sena saiu para um apostador da capital baiana que, sozinho, acertou as seis dezenas do sorteio 1058. Outros 50 apostadores fizeram a quina e vão receber R$ 22.593,98 cada um. O maior prêmio pago pela Mega-Sena foi em 1999, quando um apostador, também de Salvador, ganhou R$ 64,9 milhões. Com dinheiro, o vencedor do sorteio dessa quarta-feira pode comprar 82 carros populares

Operadora contrata hacker que causou prejuízo de US$ 20 milhões

Um hacker com 19 anos, que cumpriu pena por invadir mais de 1 milhão de computadores em todo o mundo e causar prejuízo de milhões de dólares, foi contratado por uma operadora de telecomunicações neozelandesa. Owen Thor Walker foi colocado em liberdade em meados do ano passado, quando tinha 18 anos, depois de admitir ter criado e enviado vírus e acessado a dados pessoais. Segundo o FBI, essas ações provocaram prejuízos de US$ 20 milhões.

Ele agia em parceria com uma rede internacional que teria invadido cerca de 1,3 milhões de computadores, principalmente para roubar dados bancários. O especialista em informática foi contratado pela TesltraClear, filial do grupo australiano de telecomunicações Telstra. "Ele dá conselhos sobre a maneira de reduzir os riscos e do que motiva os cibercriminosos", explicou Chris Mirams, diretor da TelstraClear. Na companhia, ele já realizou palestras e também participou de uma campanha de marketing. Seu salário não foi divulgado.
Akill
Walker, que usava na internet o pseudônimo "Akill", começou a cometer os delitos quando ainda estava no colégio. O jovem criou um vírus único encriptado indetectável pelos programas de antivírus, segundo a polícia. Esse código permitia acesso aos nomes de usuário e às senhas dos internautas, assim como aos números de cartões de crédito.

saiba mais
Criador da web diz ter caído em golpe ao fazer compra virtual
Autoridades acusam hacker romeno de invadir Defesa dos EUA
Hackers usam golpe da passagem aérea para invadir computadores
Tribunal britânico facilita extradição de hacker que invadiu Pentágono
A investigação começou depois que um ataque contra 50 mil computadores bloqueou o servidor da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, em 2006. Walker morava com os pais quando cometeu os delitos, mas estes acreditavam que o filho se dedicava a criar programas de maneira legal.

Depois de admitir culpa, Walker foi liberado pela Justiça da Nova Zelândia – para isso, ele teve de pagar uma multa referente ao que teria ganho da rede internacional com seu conhecimento em informática. Sua ficha não ficou suja.

Mãe
Shell Moxham-Whyte, a mãe do hacker, saiu em defesa de seu filho em entrevista ao jornal “New Zealand Herald”, no final de 2007. Ela disse que o jovem sofria de síndrome de Asperger, uma forma de autismo que torna difícil a interação social dos pacientes, que se destacam por conta de sua inteligência em determinadas áreas.
“Meu filho é um garoto muito inteligente, que adora computadores desde muito novo”, afirmou Shell ao jornal. Entrevistada na casa da família, em Whitianga, ela disse ainda “não fazer ideia” de que seu filho estava envolvido com crimes cibernéticos.

Desemprego tem crescimento recorde, mas taxa é a menor desde 98

O desemprego em seis das principais regiões metropolitanas do país --Belo Horizonte, Distrito Federal, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo-- ficou em 13,9% em fevereiro, contra 13,1% em janeiro, segundo pesquisa da Fundação Seade e do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulgada nesta quarta-feira.
Apesar de esperado, o crescimento foi o mais intenso para o período de toda a série, iniciada em 1998. Em relação à taxa de desemprego, porém, trata-se da mais baixa para um mês de fevereiro. No ano passado, no mesmo período, a taxa era de 14,5%.
No mês passado, o contingente de desempregados nas seis regiões foi estimado em 2,756 milhões de pessoas, 136 mil a mais do que no mês anterior.
Em fevereiro, o nível de ocupação diminuiu 1,3%, pelo segundo mês seguido, o que também era esperado de janeiro para fevereiro, segundo o Dieese/Seade. O total de ocupados nas seis regiões investigadas foi estimado em 17,107 milhões de pessoas, e a PEA (População Economicamente Ativa), em 19,863 milhões.
O crescimento da taxa de desemprego ocorreu em quase todas as regiões, com exceção de Salvador, onde ficou estável em 19,4%. No Distrito Federal a taxa passou de 15,7% em janeiro para 16,3% em fevereiro; em Belo Horizonte foi de 8,8% para 9,4%; em Porto Alegre, de 10% para 10,4%; em Recife, de 18,3% para 19,1%; e em São Paulo, de 12,5% para 13,5%.
Segundo os principais setores de atividade, houve queda em todos os pesquisados. O nível ocupacional recuou nos serviços (eliminação de 88 mil ocupações), na indústria (77 mil), na construção civil (27 mil), comércio (27 mil) e em outros setores (10 mil).
Em janeiro, no conjunto das regiões pesquisadas, o rendimento médio real dos ocupados ficou estável (leve alta de 0,2%) e passou a valer R$ 1.193, enquanto o dos assalariados permaneceu em R$ 1.255.
São Paulo
Na cidade de São Paulo, em fevereiro, o contingente de desempregados foi estimado em 1,397 milhão de pessoas, 92 mil a mais do que em janeiro. O nível de ocupação (8,953 milhões) em fevereiro recuou 2% em relação ao mês anterior (9,132 milhões).
Apesar do crescimento da taxa de desemprego para 13,5%, trata-se do menor patamar para um mês de fevereiro desde 1996.
Por setor, o emprego na indústria retraiu 4,1% (terceiro mês seguido de queda), em serviços caiu 0,9%, no comércio recuou 0,7% e em outros serviços (construção civil e doméstico principalmente), teve queda de 5,4%.
O rendimento médio real dos ocupados aumentou 0,8% em janeiro ante dezembro e passou para R$ 1.229, e o dos assalariados, subiu 0,4%, para R$ 1.271.

VIVA A HISTÓRIA DO FUTEBOL BRASILEIRO!

Seis dos maiores clubes do futebol brasileiro, Bahia, Botafogo, Cruzeiro, Fluminense, Palmeiras e Santos, apresentam nesta terça-feira um dossiê que pede à CBF que reconheça as competições pré-Campeonato Brasileiro como oficiais. É uma medida corretíssima, que já deveria ter sido tomada há muito tempo.Charles Miller trouxe a primeira bola para o Brasil em 1894. E, a rigor, a história do futebol brasileiro é contada só a partir de 1971, quando o Atlético Mineiro ganhou o primeiro Brasileirão. E o que aconteceu até aquele momento? Não vale?Claro que vale. Por isso, acho justo considerarmos as competições que indicaram os representantes brasileiros para a Libertadores da América como campeões brasileiros. Assim, entrariam na lista de campeões o Bahia (1959), o Palmeiras (1960), o Santos (de 61 a 65) e o Cruzeiro (1966). Todos esses venceram a Taça Brasil. E também o Palmeiras (1967), Santos (1968), Palmeiras (1969) e o Fluminense (1970), que ganharam a Taça Roberto Gomes Pedrosa, o Robertão, também conhecida como Taça de Prata.Também foram disputadas duas edições da Taça Brasil em 1967 e 1968, que foram conquistas por Palmeiras e Botafogo, respectivamente. Só que nesses anos, o torneio que indicou os representantes brasileiros na Libertadores foram o Robertão, acho que esses dois clubes deveriam ser considerados os primeiros campeões da Copa da Brasil, já que as duas competições tem (agora sem acento) o mesmo formato.Assim, na visão deste blogueiros, o Santos seria octacampeão brasileiro, o Palmeiras seria hepta e Bahia, Cruzeiro e Fluminense teriam dois títulos brasileiros. Seguindo esse critério, o Palmeiras teria dois títulos da Copa da Brasil e o Botafogo um. E você o que acha? É justo considerarmos esses títulos? Diga na caixinha.

CASOS DE DENGUE PREOCUPAM MORADORES DE IBICARAI


DESEMPREGO AUMENTA EM IBICARAI


Twitter é mais usado por adultos, diz estudo

Nielsen diz que 42% dos visitantes do site possuem entre 35 e 49 anos.
Por Rodrigo Martin de Macedo
A firma de análise de mercado Nielsen divulgou uma pesquisa a respeito do uso do Twitter, que mostra a importância do serviço entre o setor corporativo.
Segundo o site VNUNet , o site está sendo utilizado primariamente como uma ferramenta de negócios, e 62% das visitas ao portal são feitas de escritórios, enquanto apenas 35% são conduzidas em ambientes domésticos.
Os dados ainda mostram que, ao contrário do que poderia se imaginar, o serviço é mais utilizado por adultos que adolescentes: 42% dos usuários possuem entre 35 e 49 anos, e 20% tem entre 25 e 34 anos, noticiou o site da Nielsen .
O crescimento do site em um ano foi de 1.382%, de 475 mil visitantes únicos em fevereiro de 2008 para sete milhões no mesmo período em 2009. O Twitter foi a rede social de maior crescimento anual, seguida pelo Zimbio (240%), Facebook (228%), Multiply (192%) e Wikia (172%).
A mobilidade do serviço, que pode ser acessado e atualizado por celulares, é essencial para seu sucesso. Em janeiro de 2009, 735 mil visitantes únicos acessaram o Twitter pelo celular

O que você está fazendo para se proteger da dengue?

A Bahia já contabiliza 26 mortes confirmadas por dengue hemorrágica. Somente em Salvador, já são três mortos em decorrência da doença. Autoridades e infectologistas afirmam que não manter água empoçada e não deixar sujeira acumulada é fundamental. Só que muita gente não faz a sua parte, comprometendo os vizinhos, e ainda impede a entrada nas suas residências dos agentes de endemias. E você, o que está fazendo para se proteger da dengue? Participe com seu comentário. Ele poderá ser publicado no jornal A Tarde e no A Tarde On Line.

Wagner lidera na preferência do eleitorado e Geddel está em 4º

A pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda, 23, sobre a sucessão estadual revela a liderança do governador Jaques Wagner (PT) em todos os cenários levantados, com uma dianteira que varia de 17 a 20 pontos percentuais para o segundo colocado. Mostrou também uma incipiência da possível candidatura do ministro peemedebista Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), que empata com o radialista Raimundo Varela (PRB) entre 7% e 8%.Nas quatro simulações estimuladas, Wagner varia dentro da margem de erro (3%) entre 36% e 38% de intenções de votos. O segundo colocado, em todos os casos, é o ex-governador Paulo Souto (DEM). César Borges (PR) aparece em terceiro. Geddel permanece no quarto. Foram ouvidas 991 pessoas de 36 cidades baianas entre 16 e 19 de março. Dois cenários são mais favoráveis a Wagner: ele tem 20 pontos de vantagem sobre Paulo Souto e ACM Neto (ambos do DEM), quando Geddel é excluído da lista. Com o ministro na briga, em outras duas simulações Wagner passa a ter dianteira de 17 e 19 pontos percentuais sobre Souto e Neto, respectivamente.Na pesquisa espontânea, quando nenhum nome é apresentado, Wagner é o mais lembrado, com 24%. Souto marca 4%, Neto 3%, Geddel 2% e César Borges 1%. Não souberam dizer 53%. A espontânea mede o voto mais consolidado.Publicidade – Para o cientista político Jorge Almeida, o levantamento demonstra uma posição confortável de Wagner. A intensificação da publicidade do governo em 2009 é apontada por Almeida como um dos principais motivos da folga. “Noto o aumento da propaganda como radiouvinte, telespectador e leitor. O resultado da pesquisa demonstra que a propaganda está funcionando”.Almeida acredita que o fato de Geddel nunca ter participado de uma eleição majoritária foi o motivo do baixo rendimento do ministro. “Ao contrário de ACM Neto que, mesmo tendo saído da eleição de Salvador, continua sendo o Neto e carrega uma marca forte”. O especialista completa que um levantamento como este, 18 meses antes da disputa, serve para ajudar quem está na frente nas costuras políticas.Wagner emitiu uma nota oficial em que demonstra serenidade diante do resultado. Apesar da dianteira, o resultado é cerca de 15 pontos percentuais abaixo dos 52% de eleitores que fizeram o petista governador. “A pesquisa mostra que a população está entendendo o novo momento por que passa a Bahia, demonstrando também que acredita e aprova o projeto que ela mesma escolheu”. O governador completa dizendo que a disputa começa no início do ano que vem e que agora é momento de trabalho.Motivado – Geddel demonstrou animação, principalmente pelo fato de o diretor do Datafolha, Mauro Paulino, considerar ser ele “desconhecido da população”, com possibilidade de crescer na campanha. “Estou extremamente alegre e motivado. Principalmente por nunca ter disputado uma eleição majoritária e ter pontuado entre 7% e 8%”. Ele faz coro ao até agora aliado Wagner. “Não sou aventureiro para discutir eleição agora”.Varela foi o que mais comemorou a pesquisa. “Me deixou honrado, ainda mais por ter o mesmo índice do todo poderoso ministro Geddel, um cara midiático, com 200 prefeituras na mão, enquanto eu tenho apenas o embrionário PRB”.Paulo Souto manifestou o desejo de ver a oposição reunida em 2010. “A busca por uma união dos que estão na oposição é fundamental para que possamos obter um bom resultado”, disse em nota, enquanto ACM Neto rejeita ser candidato ao governo.