technology

tv tribuna

recent posts

tv
tv

Kaká realiza exames médicos e é elogiado no Real Madrid


Kaká já realizou nesta terça-feira os exames médicos em seu novo clube. No Hospital Sanitas Moraleja, o craque foi submetido a um exame físico e radiológicos, bem como um estudo biomecânico específico. De acordo com o departamento médico do Real Madrid, o craque brasileiro é um exemplo de jogador com excelente estado clínico e suas condições são perfeitas para praticar futebol no mais alto nível. A apresentação do meio-campo como jogador do Real Madrid será às 20h30m (15h30m horário de Brasília). É esperado também um grande número de torcedores nas arquibancadas do Santiago Bernabéu. Uma das expectativas na apresentação é o número que ele usará, que segue em segredo

Ronaldo jogará final contra o Inter com 80% de sua condição física ideal

Ronaldo em campo é sinal de polêmica sobre qual a verdadeira condição física dele. O próprio Fenômeno, porém, acabou com a discussão. Para enfrentar o Internacional, quarta-feira, às 21h50m, no Beira-Rio, pela decisão da Copa do Brasil, o atacante do Corinthians reconhece que está 80% pronto. - Estou bem preparado, sem nenhum tipo de incômodo, dor, nada. A gente ainda não conseguiu superar aqueles 20% finais para chegar a 100%. Mas estou em ótimas condições. Vai ser uma grande final – afirmou. Nos últimos dias de treinamento em Curitiba, a comissão técnica do Corinthians admitiu que Ronaldo está um pouco abaixo da condição que apresentou na final do Campeonato Paulista. Isso por conta de duas gripes e uma lesão na panturrilha direita.

saiba mais
Ronaldo revela que chegou a duvidar da qualidade do Timão, mas vê grande futuro
'Relax', Ronaldo transforma decisão da Copa do Brasil em mais uma pelada
O Fenômeno, aliás, jura que não guarda energias para os jogos decisivos. Desde que foi contratado, balançou as redes 11 vezes em 20 jogos, boa parte delas em partidas importantes. - Não tenho uma preparação especial e não guardo nenhum tipo de energia. Estou fazendo gols importantes, mas isso é somente estatística. Espero que continue assim. São jogos que realmente entram para a história. Espero ser decisivo mais uma vez para ajudar o Corinthians – completou.

Investigados pela PF têm bens rastreados

por técnicos da Advocacia Geral da União (AGU) e da Controladoria-Geral da União (CGU), que desenvolvem a operação silenciosamente em todo o sul da Bahia. O rastreamento é sequência da Operação Vassoura-de-Bruxa, da Polícia Federal, que investiga os envolvidos em desvios de R$ 50 milhões em prefeituras sulbaianas. Ainda durante a semana, a Justiça Federal acatou pedidos do Ministério Público Federal e da Polícia Federal e determinou o bloqueio das contas do empresário Nelson Rosado Lima, apontado como um dos cabeças do esquema de desvio de dinheiro das prefeituras. Os órgãos envolvidos nas investigações da Vassoura-de-Bruxa ainda aguardavam resposta da Justiça Federal quanto aos pedidos de quebra de sigilo bancário de Rosado e de bloqueio dos seus bens. O jornal A Região tentou contato com o delegado Eduardo Assis, da Polícia Federal, mas este estava em audiência em Salvador. Assis é quem comanda as investigações da operação que agitou o sul da Bahia em 12 de dezembro do ano passado. De acordo com agentes da PF, as investigações avançaram e terá novos desdobramentos. Indiciados Pelo menos 70 pessoas são investigadas. No grupo, estão prefeitos e ex-prefeitos do sul e do sudoeste da Bahia, ex-secretários municipais, empresários e servidores públicos. Até aqui, a informação é de que, além do empresário Nelson Rosado, nove autoridades municipais estão indiciadas. A relação de prefeituras investigadas vai de Itabuna a Ilhéus, Ubatã, Itapé, Coaraci, Floresta Azul, Itajuípe, Uruçuca, Jequié, Brejões e Santa Luzia. As ações são referentes às administrações passadas. Ex-gestores e empresários são acusados de participação em crimes de fraude com licitações e desvios de verbas públicas federais. Durante a ação, realizada em 12 de dezembro do ano passado, a polícia recolheu documentos, arquivos em mídia, dinheiro em espécie e provas de fraudes da organização. O esquema durava sete anos no sul da Bahia. O dinheiro desviado era, principalmente, dos ministérios da Educação, Saúde e das Cidades. Processos eram montados com a participação de empresas que existiam apenas no papel e registradas em nomes de “laranjas”. Muitas vezes, o serviço não era realizado ou havia sobrepreço. A prática permitia o desvio de recursos. A operação, em dezembro, usou 80 viaturas e mais de 300 agentes federais e foi desencadeada, simultaneamente, em 30 prefeituras do sul e sudoeste da Bahia. Em Itabuna, os federais começaram, logo na madrugada, a fazer devassa completa em apartamentos de funcionários comissionados das áreas de licitação e contabilidade. Naquele dia, o então prefeito Fernando Gomes sumiu da cidade. Ele só apareceu quando soube que o Tribunal Regional Federal (TRF1) havia negado os pedidos de prisão preventiva para os prefeitos envolvidos. O centro da operação foi Itabuna, onde diversos escritórios de contabilidade, gráficas e empresas de material hospitalar e de gêneros alimentícios foram vasculhados. Foi onde a PF coletou boa parte do arsenal de provas do elo entre os prefeitos e o esquema de corrupção.

Testamento de Michael Jackson 'não inclui o pai', diz jornal

Uma reportagem publicada nesta terça-feira pelo diário financeiro "The Wall Street Journal" afirma que o pai de Michael Jackson, Joseph, não estaria contemplado no que se acredita ser o mais recente testamento do cantor, escrito em 2002.
De acordo com o jornal, o testamento divide os ativos do cantor entre "sua mãe, os três filhos e uma ou duas instituições de caridade".
"Um ou dois testamentos anteriores surgiram desde a morte de Jackson na quinta-feira passada, de acordo com pessoas familiares com a situação. A (agência de notícias) Associated Press informou que os pais de Jackson, Joseph e Katherine Jackson, disseram em um documento enviado à Justiça crer que o cantor morrera sem um testamento válido", afirmou o jornal.
Veja o Especial Michael Jackson
Relembre os 50 anos da trajetória
Fatos da vida de Michael Jackson
Artistas lamentam morte do astro
Ouça sucessos do cantor na Rádio UOL
Herança do cantor é a música pop de hoje
"Acredita-se que Joseph Jackson não está incluído no testamento mais recente." Em um e-mail citado na reportagem, o advogado dos pais do astro do pop teria dito que nem ele nem seus clientes haviam visto o testamento de 2002. "Vamos examinar qualquer testamento quando o tivermos", afirmou.
Para o "WSJ", "desfazer o nó da herança de Jackson deve ser um desafio complicado dado o tamanho e a complexidade tanto dos ativos quanto das dívidas envolvidas".
"No total, Jackson morreu com cerca de US$ 500 milhões em dívidas", diz a reportagem, "mas o valor de seus ativos provavelmente supera esta quantia, possivelmente em US$ 200 milhões ou mais, de acordo com pessoas envolvidas com o assunto".
Na segunda-feira, a Justiça da cidade concedeu à mãe de Michael Jackson, Katherine, a tutela temporária das três crianças â?" Michael Joseph Jackson Jr., conhecido como Prince Michael, de 12 anos, Paris Michael Katherine Jackson, de 11 anos, e Prince Michael 2º, de sete anos. Ela pede agora a guarda permanente das crianças.
Além de solicitar a guarda dos netos, a mãe do cantor também teria entrado com pedido para assumir o patrimônio das crianças, de valor ainda desconhecido.

PSOL entra com representação contra Sarney e Renan

O PSOL protocolou no início da tarde desta terça-feira (30) dois pedidos de investigação pelo Conselho de Ética do Senado. Um deles é direcionado ao presidente da Casa, senador José Sarney (PMDB-AP), e outro contra o ex-presidente Renan Calheiros (PMDB-AL).
MAIS DO CONGRESSO
Ouvidoria da Câmara recebe 400 mensagens sobre uso de passagens áreas por deputados
Senador tucano apresenta denúncia contra Sarney e pede reativação de Conselho de Ética
Arthur Virgílio pede investigação de todos os senadores que ocuparam presidência durante a era Agaciel Maia
Em carta, Sarney volta a defender o neto e ressalta pedido de investigação
Heráclito decide afastar três diretores que teriam ligação com Agaciel Maia
Senador pede abertura de inquérito na Polícia Legislativa para apurar nomeação por ato secreto
UOL Notícias"Não dá para analisar os fatos de hoje sem fazer uma conexão histórica. Por isso, o conselho deverá analisar todo o período de 95 a 2009", afirmou o senador José Nery (PSOL-PA), referindo-se ao tempo em que Agaciel Maia ocupou a direção-geral do Senado. Para ele, a representação protocolada na secretaria da Mesa Diretora é uma forma de "pressionar" pela reativação do Conselho. Como não teve seus integrantes indicados pelas lideranças partidárias no início deste ano, o órgão não está funcionando atualmente. "Ao se protocolar a representação, obriga-se a Mesa a instalar o Conselho de Ética. E, além da pressão dos partidos, tem também a pressão social", disse Nery.Argumentos No caso do atual presidente José Sarney, a representação lista os parentes do senador que teriam sido nomeados por meio de atos secretos, conforme reportagem da Folha de S.Paulo citada no documento. Entre os nomeados estariam João Fernando Sarney, neto do representado, Vera Portela Macieira Borges e Maria do Carmo Macieira, sobrinhas de Sarney, Isabella Murad Cabral Alves dos Santos, sobrinha de Jorge Murad, genro do representado, e Virgínia Murad de Araújo, também parente de Murad, como lembra a representação. "Diante de tais fatos, o representado nada fez até o momento, se restringindo a discursar sobre o problema afirmando ser uma questão institucional. Não anulou os atos, não tomou medidas saneadoras, deixando de preservar o Senado Federal, bem como a integridade pública", afirma o partido.Outra denúncia citada na representação está relacionada à suposta participação do neto de Sarney, José Adriano Cordeiro Sarney, em um esquema de empréstimos consignados no Senado. A representação contra Renan Calheiros, que foi presidente do Senado entre 2005 e 2007, argumenta que os atos secretos usados para criar cargos e aumentar salários também "beneficiaram o representado, em várias ocasiões, através de contratação de apadrinhados". "Não bastasse a obrigação de zelar pelos atos da Mesa Diretora, o representado se beneficiou da não publicação de determinações - nomeações e contratos - que criaram obrigação pecuniária para o Senado Federal e prestígio ao seu presidente e seus diretores. O representado foi, diretamente ou não, beneficiado com a nomeação irregular de pessoas", afirma o partido, no documento.Outra investigação solicitada pelo PSOL refere-se ao esquema de concessão de empréstimos consignados a funcionários da Casa, "fato de intensa gravidade, possivelmente também praticado no período da gestão do representado".Nos dois casos, a representação solicita instauração de processo disciplinar por suposta quebra de decoro parlamentar, investigação dos contratos e licitações realizados na Casa e, no caso de Sarney, investigação do ato que delegou poderes ao ex-diretor-geral Agaciel Maia. A representação é assinada pela presidente do PSOL, Heloísa Helena, vereadora em Maceió (AL).

Maior festa junina da Bahia foi segura

e gerou renda depois que o Governo do Estado decidiu promover o São João da Bahia em oturos estados e no exterior, com investimentos de R$ 2,5 milhões nas festas de 85 prefeituras. Aproximadamente 360 mil baianos deixaram a capital em direção ao interior, enquanto a rede hoteleira de Salvador registrou 70% de ocupação. O São João do Pelourinho bateu recorde de público na terça feira (23), com muito forró e segurança. Baianos e turistas lotaram as ruas do Centro Histórico para curtir a programação do São João da Bahia e a estimativa da Polícia Militar é de que 70 mil pessoas participaram. As comemorações em todo o estado geraram um volume de R$ 500 milhões em negócios, além de 5 mil empregos temporários. Só Cruz das Almas, Amargosa e Senhor do Bonfim foram responsáveis por um volume de R$ 20 milhões em negócios. Para garantir a segurança, a Operação São João em Paz, da Polícia Militar, contou com 25 mil policiais nos 417 municípios, sendo seis mil na capital e 19 mil no interior. Antes da festa, as estratégias de segurança foram apresentadas, no Instituto Anísio Teixeira (IAT) e em 32 municípios, para a imprensa e mais de 300 crianças e adolescentes das redes pública e privada de ensino, que serviram de multiplicadores. Também como resultado das operações de segurança, mais de cinco toneladas de fogos de artifícios foi apreendida em Lauro de Freitas, durante uma operação realizada pela Coordenação de Fiscalização de Produtos Controlados (CPC) da Polícia Civil. O proprietário das barracas, Luís Carlos de Jesus Aragão, foi enquadrado no artigo 253 do Código Penal, que prevê pena de até dois anos de prisão para quem possuir ou transportar material explosivo sem licença. A Companhia de Proteção Ambiental (Coppa) também atuou para coibir os ‘crimes ambientais juninos’, fiscalizando a soltura de balões que pudessem provocar incêndios nas florestas, em áreas petroquímicas e urbanas ou em assentamento urbano. Além disso, fiscalizou o comércio de madeira, carvão e outros produtos de origem vegetal utilizados para a produção das tradicionais fogueiras juninas. As estradas estaduais contaram com 629 policiais militares, distribuídos em 38 postos rodoviários. Hospital Geral Mais de 1.250 atendimentos de urgência e emergência foram registrados no Hospital Geral do Estado (HGE) entre o dia 19 (sexta-feira) e a manhã desta quinta-feira (25). 51 foram casos de queimaduras relacionadas aos festejos juninos. Destes, foram 35 decorrentes de explosão de bombas e 16 de outros tipos de acidentes por fogos de artifício e fogueiras. Os dados foram divulgados pelo diretor geral do HGE, André Luciano Andrade. O diretor do HGE informou que na quarta-feira (24) foi registrado o maior número de atendimentos e que, durante os próximos dias, a unidade ainda deve receber vítimas de queimaduras. “É muito comum, principalmente no interior, as vítimas de queimaduras usarem remédios caseiros e só alguns dias mais tarde procurarem atendimento, em geral com as áreas queimadas já infeccionadas”, explicou. Itacaré Com Targino Gondim na primeira noite do Forró na Praça de Itacaré, no sábado (20), o arraial terminou nessa quarta-feira (24) superando as expectativas. O palco foi a Praça do Fórum, onde foi montada uma praça de alimentação com comidas e bebidas típicas. “Há 10 anos o São João não era comemorado. Neste ano, contamos com o apoio da Petrobrás para realizar a festa que mantém nossa cultura viva e ajuda a movimentar a economia local”, disse o prefeito Antônio de Anízio. Anunciando o clima interiorano do evento, o portal do Forró na Praça foi erguido com a ajuda da população local. A fachada de uma igrejinha de taipa anunciava o clima do evento, idealizada pela secretária de Turismo, Diana Quadros. Um dos carros-chefe do evento foi a Marinete do Forró. Das 18 às 22 horas, um ônibus estacionado no local da festa virou salão para os forrozeiros dançarem agarradinhos. “Foi bonito ver as crianças participando, conhecendo como se divertiam seus pais e avós durante o São João. Queremos aumentar os dias de festa para o ano seguinte e incluir o evento no calendário da cidade, combatendo a sazonalidade turística”, afirmou a secretária. Além disso, houve apresentações de quadrilhas e brincadeiras tradicionais. O Forró na Praça não ficou restrito à Praça do Fórum. Paralelamente ao evento central, nos dias 23 e 24, a festa sacudiu muita poeira no distrito de Taboquinhas, com quatro bandas. Na véspera do São João, duas bandas foram levadas ao bairro Porto de Trás e, na noite do dia do santo católico, o rala bucho foi no Marimbondo.

Rosa escuro

A coisa ficou preta para Nelson Rosado. Atolado até o pescoço como suspeito de operar o esquema de desvio de R$ 50 milhões das prefeituras, ele pode ser preso ainda neste mês.

Carta ao Leitor...

Porque não acredito A suposta candidatura de Geddel, na qual não acredito nem quando ele fala, teria uma serventia para Wagner: dividir os votos da oposição. Hoje, quem não vota em Wagner tende a votar em Souto e nos carlistas, a polarização que sempre existiu na Bahia. Se Geddel saísse para o governo do estado, ficaria num meio termo que já matou nomes como Renato Costa e Davidson Magalhães, fora a pecha de laranja que o acompanharia pelo resto da vida. Outro problema para o ministro é que ele deixaria de ser ministro e perderia o poder nas secretarias estaduais e nos órgãos do ministério. Isso deixaria os prefeitos com a seguinte situação: comer farinha com água durante quase um ano inteiro para ficar com Geddel ou apoiar Wagner, que já vem fazendo muito por eles. O risco de Geddel Lima também é grande. Se ele não aderir a Souto nem a Wagner e perder a eleição (90% de chance disso acontecer), vai ficar 4 anos sem poder, sem cargos para seus aliados e cabos eleitorais. O provável nesta situação seria o PMDB da Bahia voltar a ser o “partido de um deputado federal só”, como antes. Com o agravante que ele, Geddel, não seria este deputado e sim apenas um presidente de partido, que teria que negociar sua aderência novamente, em condições piores. Toda esta badalação dos diretórios, anunciando que vão exigir uma candidatura própria, esbarra na determinação de Geddel em não disputar Ondina e sim uma cadeira no Senado. Wagner parece já saber que tudo não passa de teatro Geddeliano, tanto que afirmou nem ter lido ainda a cartinha que o ministro mandou a ele. Também não está nem aí para conversa de rompimento com o PMDB, como querem os petistas menos esclarecidos. Geddel é esperto, porém transparente, pelo menos para Wagner, um articulador hábil e com uma paciência de monge. O teatro vai continuar, com recuos e avanços, até o meio do ano que vem. O problema de Geddel é Maria Luísa, que deve mandar João Henrique sair candidato ao governo...

Brasil possui 591 casos confirmados da nova gripe, diz Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde informou neste sábado (27) que foram confirmados mais 69 novos casos de infecção pelo vírus Influenza A (H1N1), nos estados de São Paulo (34), Rio de Janeiro (8), Rio Grande do Sul (7), Paraná (7), Minas Gerais (4), Distrito Federal (2), Santa Catarina (2), Espírito Santo (2), Pará (1), Maranhão (1) e Amazonas (1). Com os novos casos, o total de confirmados no país chega a 591.

Confira os casos pelo país

Esse número inclui os casos informados ao Ministério da Saúde pelos três laboratórios de referência para o diagnóstico da influenza (Fundação Oswaldo Cruz/RJ, Instituto Evandro Chagas/PA e Instituto Adolf Lutz/SP) e/ou pelas Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, por meio do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Para todos os casos, estão sendo realizados busca ativa e monitoramento de todas as pessoas que estabeleceram contato próximo com esses pacientes. Do total de casos confirmados, dois pacientes do Rio Grande do Sul estão internados. A Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul, com apoio do Ministério da Saúde, acompanha a evolução do quadro clínico dos pacientes. Os dois casos foram infectados no exterior. Até 25 de junho, o Ministério da Saúde acompanhava 477 casos suspeitos no país. As amostras com secreções respiratórias dos pacientes estão em análise laboratorial. Outros 782 casos foram descartados.
Casos pelo mundo
Pelo mundo, o número de casos da doença não para de crescer. A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou em seu boletim desta sexta-feira (26) um aumento de 3.947 casos da gripe em relação ao último registro, de quarta-feira. Segundo a agência da ONU, na sexta-feira (26) haviam no mundo 59.814 infectados pelo vírus influenza A (H1N1) e 263 pessoas mortas em decorrência da doença, sem contar o caso brasileiro. O maior aumento de casos ocorreu no Chile, que registrou mais 871 casos em apenas dois dias.
Combate à doença
Em nota, o Ministério da Saúde detalhou as novas medidas para enfrentar a doença no Brasil. Veja os principais pontos.
Medida 1: Os estados e municípios passaram a contar com parâmetros básicos, para orientar eventuais suspensões de atividades em locais públicos ou coletivos. É o caso de creches, escolas, empresas, por exemplo. A recomendação é que se evite fechamentos desnecessários desses locais, o que poderia aumentar essa sensação de intranqüilidade entre a população. O que o ministro reiterou é que não sejam tomadas medidas sem a consulta prévia aos órgãos de vigilância sanitária e de saúde pública de cada município. Medida 2: Houve ampliação dos cuidados para se reduzir o potencial de resistência do vírus ao tratamento e para se evitar que uma maior quantidade de pessoas desenvolva reações à medicação aplicada para os casos de Influenza A (H1N1). Isso significa uma mudança de protocolo no atendimento dos pacientes. “A preocupação é dar medicamento nos casos clínicos onde não é necessário dar medicamento, onde o próprio organismo vai dar um andamento natural a essa doença sem nenhum tipo de risco à pessoa. Estou impedindo um contato excessivo do vírus com o medicamento e uma futura possibilidade de desenvolvimento de resistência”, observou Temporão. “A grande maioria das pessoas que estão contraindo esse vírus desenvolvem um quadro brando de doença, com recuperação sem a necessidade de tratamento medicamentoso”. Medida 3: O processo de confirmação dos casos, em parte, também muda. Até agora, eram utilizadas amostras de material biológico individual para confirmar a doença em cada paciente. A confirmação era sempre laboratorial e individual. Agora, quando houver ocorrência de infectação comprovada laboratorialmente em alguém, as pessoas com vínculo epidemiológico com aquele paciente, em uma mesma instituição – como escolas, creches e empresas –, e que apresentem sintomas do Influenza A (H1N1), passam a consideradas infectadas. O vínculo epidemiológico, então, tornar-se suficiente para a confirmação. Até então, as confirmações laboratoriais ocorriam na Fundação Oswaldo Cruz (RJ), no Instituto Evandro Chagas (PA) e no Instituto Adolfo Lutz (SP). O ministro Temporão ainda anunciou que outros três laboratórios do país passarão a fazer a confirmação da doença. Essa medida deve-se ao aumento da demanda aos laboratórios de referência para o Influenza A (H1N1). Apesar desse crescimento, há kits suficientes para os diagnósticos.

FRASE DO DIA...

"Lula mente quando diz que o Brasil emprestou dinheiro ao FMI. Quem pagou o FMI foi o agricultor brasileiro, que deu superávit comercial."Deputado Ronaldo Caiado (GO), líder dos Democratas

HORA DE FAZER A FAXINA

O Senado Federal tem em seus quadros motoristas, ascensoristas e seguranças com salários superiores ao do presidente da República. Apesar da crise que abalou o mundo, lá não existem vestígios de desemprego. Mesmo com mais de 8 000 funcionários, há sempre uma vaga disponível para um parente, amigo ou correligionário dos parlamentares. O Senado também é invejado pelo tratamento que dá a seus servidores. Sua direção tem carta branca para aumentar os próprios vencimentos e se conceder privilégios, como promoções, plano de saúde vitalício e pagamento de horas extras, inclusive para quem não trabalha. E o mais impressionante: tudo pode ser feito na surdina, completamente às escondidas, de modo a manter as irregularidades longe dos olhos dos eleitores. Há cinco meses, o Senado Federal está se submetendo a um processo de implosão com revelações de casos de nepotismo, tráfico de influência, mordomias e corrupção envolvendo parlamentares e funcionários. Restou evidente que, há anos, o templo da democracia abriga um gigantesco mausoléu de más práticas políticas que não condizem mais com a realidade de um país que mira um ponto mais alto na escala de civilidade. Além dos copeiros e ascensoristas, o Senado precisa urgentemente contratar um faxineiro para limpar as sujeiras da instituição.
Fabio Motta/AE
Fernando SarneyFilho do meio de Sarney, o empresário utilizou o Senado para resolver um problema de família. Ele empregou um filho que teve fora do casamento no gabinete de Epitácio Cafeteira, velho aliado de seu pai. Quando a Justiça proibiu o nepotismo, o filho foi substituído pela mãe. Na prática, o Senado paga a pensão alimentícia que Fernando deveria pagar ao filho
O presidente do Congresso não parece ter saúde nem disposição para a missão, da qual declinou explicitamente em um discurso ao plenário. Desde que assumiu o cargo, em fevereiro, José Sarney tem sido diariamente confrontado com as mais variadas evidências de irregularidades, a maioria delas desencavada pelos repórteres da sucursal de Brasília do jornal O Estado de S. Paulo. Aos 79 anos, o ex-presidente da República está refém de suas próprias criações. A mais assustadora delas, o ex-diretor-geral Agaciel Maia, enriqueceu no posto chefiando uma administração paralela, clandestina, que usava para favorecer parentes, amigos seus e de parlamentares. Os atos clandestinos beneficiaram um mordomo, que recebia 12 000 reais de salário mensal do Senado, mas, por motivos óbvios, não trabalha lá, e sim na casa de Roseana Sarney, filha do senador Sarney. Por meios clandestinos também foi beneficiado outro membro do clã Sarney, João Fernando Gonçalves, neto do ex-presidente da República. Por fim, O Estado de S. Paulo revelou que José Adriano Sarney, também neto do senador, conseguiu uma autorização para negociar empréstimos consignados dentro do Senado. Segundo o rapaz, um economista de 29 anos de idade, sua empresa fatura perto de 5 milhões de reais ao ano.
Político há mais tempo em atividade no país, Sarney entronizou-se agora como símbolo do patrimonialismo, coronelismo e clientelismo que dominam a vida pública brasileira desde tempos imemoriais. Isso é justo com o velho patriarca, ex-presidente da República, o primeiro da era pós-ditadura militar, um homem afável e de vasta cultura, contrastante com a planície ágrafa que o cerca? Em política não existe justiça, mas perdedores e ganhadores. Os demais senadores, entre eles muitos que fazem a mesma coisa que Sarney, estão conseguindo que ele carregue sozinho nos ombros toda a culpa pelas escabrosas revelações das últimas semanas. Não por injustiça, mas por ver nele um perdedor do jogo político pré-eleição presidencial de 2010. Na semana passada, diante da pressão provocada pelas novas denúncias, Sarney criou o Portal da Transparência, com todos os dados de compras, nomeações e gastos do Senado. Os dados mostram, entre outras coisas, que o presidente tem uma legião de 120 funcionários à sua disposição. São ocupantes de cargos que estão subordinados diretamente a ele, que escolhe quem nomear e quando demitir. Entre eles há familiares, assessores que cuidam dos escritórios políticos de Sarney no Maranhão e no Amapá, administradores do Memorial José Sarney, em São Luís, parentes de lobistas, de magistrados e de correligionários, como a mulher e a filha do ex-senador Francisco Escórcio, um quebra-galho do grupo político do presidente do Senado, que já foi acusado de espionar senadores adversários durante o processo de cassação de Renan Calheiros.
Ag. Titular
Roseana Sarney Filha mais velha de Sarney, Roseana renunciou há dois meses ao mandato de senadora para assumir pela terceira vez o governo do Maranhão. Mesmo fora do Senado, ela manteve o mordomo de sua mansão em Brasília na folha de pagamento oficial, contratado pelo gabinete de seu suplente com um salário de 12 000 reais mensais.
Sarney tem biografia e nome para, a esta altura da vida, estar distante das refregas mais rasteiras do mundo político. Mas ele nunca quis, ou pôde, se afastar dos cargos que conferem poder de nomear e influir. Sem isso, Sarney torna-se presa fácil para seus não poucos adversários. Além dessa circunstância, vale a pena investigar, munidos apenas dos mecanismos da psicologia mais comezinha e da história, o que leva um político a essa situação. A resposta mais lógica, amparada na história, é a fronteira indefinida e fluida entre o público e o privado na vida nacional. Quando d. João VI se mudou com a corte de Lisboa para o Rio de Janeiro, em 1808, os nobres foram alojados nas melhores casas da cidade, das quais os donos foram sumariamente expulsos. Mas não eram eles os proprietários? Eram. Até que uma necessidade específica do estado os privou do que parecia um direito adquirido. Na mão oposta, são incontáveis os casos de altos funcionários do império e da república que se valeram de suas funções públicas para satisfazer suas necessidades particulares. Sarney é um herdeiro dessa mentalidade, com raríssimas exceções, prevalente no Brasil.
Senadores foram à tribuna pedir que ele se licenciasse ou até mesmo renunciasse. "Há um mês eu dizia: é melhor o presidente Sarney sair antes que seja obrigado a sair. Hoje eu repito: é bom que o presidente Sarney largue a presidência antes que sua presença fique insustentável. Ele tem de sair. Se ele renunciar, isso termina hoje", afirmou Pedro Simon, do PMDB gaúcho. O PSOL apresentará na quarta-feira um pedido de abertura de processo de cassação contra Sarney. No mesmo dia, PSDB e DEM se reúnem para decidir se também pedem sua saída. Até os funcionários de carreira começam a revelar descontentamento. Em entrevista a VEJA, o consultor-geral adjunto do Senado, Alexandre Guimarães, desabafou: "Tenho vergonha de trabalhar no Senado" (leia a entrevista abaixo).
Janinie Moraes/ABR
Sarney FilhoUm filho do deputado conseguiu uma autorização para negociar empréstimo consignado com desconto em folha de pagamento dentro do Senado. Segundo o neto do senador Sarney, a empresa fatura perto de 5 milhões de reais ao ano. A Polícia Federal investiga o esquema de intermediação com a participação de funcionários do Senado.
Acuado pelas denúncias que envolvem a família, cobrado por aliados e emparedado por oposicionistas, o presidente subiu à tribuna para um pronunciamento que chamou atenção pela tibieza: "Eu julguei que, quando fui eleito presidente, era para presidir politicamente a Casa, e não para ficar submetido a procurar a despensa ou limpar o lixo das cozinhas da Casa". Depois disso, desapareceu. Em nota, disse apenas que é alvo de uma campanha "midiática" por apoiar o presidente Lula. Sarney se apoia em dois pilares para se manter no cargo. O primeiro é a conivência dos senadores. A auditoria feita nos atos secretos mostrou que 37 senadores se beneficiaram das decisões secretas. O outro pilar é o apoio de Lula. Há duas semanas, o presidente disse que Sarney merecia um tratamento diferenciado pela biografia que construiu. Na semana passada, Lula voltou a defendê-lo publicamente. Nesta semana reunirá a coordenação política do governo para discutir uma saída para a crise do aliado. O presidente considera que seu enfraquecimento dificultará o apoio do PMDB à candidatura de Dilma Rousseff. E não suporta a ideia de o Senado ser presidido por Marconi Perillo (PSDB-GO), primeiro vice-presidente, adversário ferrenho e um dos denunciantes do mensalão.
Qual será o desfecho da crise do Senado? O metabolismo mais comum dessas situações em Brasília é deixar naufragar seu rosto mais em evidência, no caso o de José Sarney, e declarar de pronto que todos os problemas estão resolvidos. Na sexta-feira passada, era enorme a tentação de repetir essa manobra tantas vezes feita com sucesso no Planalto. Mas desta vez pode não dar certo. Se Sarney não tem como escapar da condenação de ser o símbolo do atual estado de coisas, ele tem todas as condições de mostrar que seu sacrifício é suficiente apenas para dar um ar de volta à normalidade ao que, com certeza, não é normal. Basta contar o que ele sabe. Com um Brasil que dá certo em todas as outras frentes, o bastante provável é que, quando se debruçarem sobre este ano do Senhor de 2009, os analistas no futuro vão descrevê-lo como aquele em que a política em Brasília deixou de ser nossa vanguarda do atraso.

"O Senado me envergonha"
Foto Anderson Schneider
Clique na imagem para ampliá-la

PROTESTO E DESABAFO O servidor Alexandre Guimarães e os quatro contracheques que recebeu em junho com o salário e os penduricalhos: os funcionários do Senado se tornaram motivo de piada em mesa de bar graças à sucessão de escândalos de corrupção provocada por uma minoria
Alexandre Guimarães, 38 anos, é funcionário concursado do Senado desde 2004. Chefe da consultoria legislativa, recebe mais de 20 000 reais por mês, entre salário e vários benefícios. Mesmo bem remunerado, pensa em deixar o emprego. Ele conta que não convive direito com os truques armados pelos parlamentares e funcionários da Casa.
Como você chegou ao Senado? Prestei concurso em 2002 e entrei dois anos depois de uma maneira estranha, no que ficou conhecido como "o concurso dos 40 do Pedro Costa" (Pedro Pereira da Silva Costa é filho de um jornalista maranhense e trabalha com Sarney desde a Presidência da República). Eu fui o 19º colocado num concurso para preencher apenas três vagas. De repente, chamaram quarenta. Tudo isso, soube depois, apenas para que um amigo do presidente Sarney conseguisse um emprego no Senado.
Havia necessidade de contratar tanta gente nesse concurso? No começo, não tinha nem mesa para trabalhar. Era constrangedor. Eu ia lá todo dia, assinava o ponto, ficava enrolando um pouco e voltava para casa sem fazer nada.
O senhor já foi beneficiado por algum desses esquemas que vêm sendo denunciados? Eu consegui autorização do Senado para ultrapassar o limite legal de endividamento pelo crédito consignado. Antes de passar no concurso, também trabalhei com o senador Gilvam Borges (PMDB), no Amapá, até descobrir que meu salário era pago pelo Senado, embora trabalhasse em uma rádio do senador. Quando soube, saí de lá.
Os concursos do Senado são disputados por milhares de pessoas... Não vou negar que ganho bem, mas isso também acaba sendo constrangedor. Para começo de conversa, são três ou quatro contracheques por mês. O meu vencimento básico é 6.411 reais. Mas há as horas extras, gratificações, comissões e outros penduricalhos. Somando tudo, dá um total de mais de 23.000 reais. Em alguns meses, o salário bruto ultrapassa o teto do funcionalismo público. (Alexandre recebeu neste mês 32.364,62 reais, incluindo a primeira parcela do 13º salário.) É um jeito que encontraram de pagar mais aos servidores, mas de maneira torta. Vim da iniciativa privada e nunca me acostumei com isso.
Você tem orgulho de ser funcionário do Senado? Atualmente tenho vergonha. Tirei férias no início do mês e fui visitar uns parentes. Foi duro chegar para a família e tentar explicar a todo mundo que eu sou diferente dessa imagem do Senado. Em Brasília, não posso mais sair com os amigos, porque virei piada em mesa de bar. Hoje em dia, qualquer proposta me tira do Senado, porque o desgaste não compensa.
Qual é o clima de trabalho no Senado atualmente? É péssimo. Os funcionários sérios estão constrangidos por ter sido jogados nessa vala comum. E os desonestos estão desesperados de medo de ser pegos. Conheço uma pessoa que passou em um concurso de nível médio e hoje tem três mansões em Brasília. Agora está em pânico para vender o patrimônio antes que descubram as irregularidades das quais participou. Como ele, há muitos que participam de esquemas de corrupção.

Agora ilegais no País, 40% das ONGs estrangeiras serão fechadas

Pelo menos 67 organizações não-governamentais estrangeiras das 166 cadastradas na Secretaria Nacional de Justiça (SNJ) serão fechadas pelo governo nas próximas semanas. Essas ONGs não atenderam à exigência legal e deixaram de se recadastrar no Ministério da Justiça. Se insistirem em atuar no Brasil, a despeito de não terem se recadastrado, serão fechadas pela Polícia Federal.No governo, a avaliação é de que essas ONGs estariam exercendo atividades ilegais ou incompatíveis com as previstas no estatuto. Foi justamente esse o argumento usado para que o governo decidisse mapear as entidades estrangeiras com atuação no Brasil.Uma força-tarefa integrada pela Secretaria Nacional de Justiça, Polícia Federal, Fundação Nacional do Índio (Funai) e pelo Ministério da Defesa concluiu que não havia controle adequado sobre essas organizações. Havia a desconfiança de que essas entidades podiam ser fachada para a biopirataria, pesquisas ilegais em áreas indígenas ou mesmo para a compra de terras na Amazônia.EXCLUSÃO"A partir de agora temos uma regra. Para o governo, só há 99 ONGs estrangeiras no Brasil. O resto não existe", afirmou o secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior. A atualização do cadastro facilitará, de acordo com ele, o controle feito pelo governo das atividades e contas dessas organizações e o trânsito pelo país de estrangeiros que trabalham para essas ONGs. "O Brasil já tinha uma porteira. Agora estamos colocando um porteiro", acrescentou o secretário.Somente 99 organizações - 59% do total das ONGs estrangeiras cadastradas na SNJ - pediram o recadastramento e poderão funcionar no Brasil. Mesmo assim, parte dessas organizações ainda pode ser vetada. A Polícia Federal está analisando os cadastros e, diante de alguma distorção entre as atividades declaradas no estatuto e as de fato exercidas, pode fechar outras organizações.A maior parte das entidades aptas a atuar no Brasil tem como sede os Estados Unidos - 23 delas. Outras 19 são italianas. Do total das ONGs recadastradas, 27 têm como atividade intermediar a adoção de crianças brasileiras por estrangeiros. Outras 15 estão ligadas a pesquisas científicas e ao meio ambiente. Apenas 2 dessas 15 organizações, no entanto, atuam em Estados que integram a Amazônia Legal - Mato Grosso e Pará.NACIONALIZADASDesse grupo cadastrado na Secretaria Nacional de Justiça não constam ONGs internacionalmente conhecidas que atuam no Brasil, como a WWF e o Greenpeace. Essas organizações foram criadas no exterior, mas, como já estão nacionalizadas, não precisaram se recadastrar e podem continuar atuando normalmente no País.Apesar do trabalho de controle já efetuado pelas autoridades, o número de organizações estrangeiras com presença no Brasil pode ser maior. Isso porque, no passado, a lista de ONGs autorizadas a funcionar no Brasil ficava a cargo da Presidência da República. Essa atribuição passou depois para a Secretaria Nacional de Justiça. Nessa migração, o banco de dados da Presidência não foi repassado para o acervo do Ministério da Justiça.De qualquer forma, apesar do descompasso entre os cadastros, somente as organizações não-governamentais nacionais e essas 99 estrangeiras recadastradas terão direito a financiamento público. As demais, caso atuem no Brasil e sejam desconhecidas pelo Ministério da Justiça, também serão consideradas ilegais e, se descobertas, poderão ser fechadas.PRAZOO processo de recadastramento das ONGs começou em julho do ano passado. O prazo terminou em fevereiro passado.As entidades estrangeiras tiveram de encaminhar uma série de documentos, como a íntegra do estatuto, a ata da deliberação que autorizou o funcionamento da organização estrangeira no Brasil, o relatório detalhado da finalidade, o local em que atua e a descrição das atividades que vêm desenvolvendo.As entidades que não procuraram o Ministério da Justiça, mas que querem continuar trabalhando no Brasil, terão de começar do zero o processo burocrático.De posse dessa listagem, na quarta-feira passada, o ministro da Justiça, Tarso Genro, encaminhou ofícios para os ministérios da Defesa, do Meio Ambiente, de Relações Exteriores, do Trabalho, para a Polícia Federal e Funai. No documento, pede que a Secretaria Nacional de Justiça seja imediatamente comunicada se identificada a existência de uma ONG em situação irregular.

Prêmio da Mega-Sena sai para quatro bilhetes

Quatro apostas acertaram as seis dezenas do concurso 1086 da Mega-Sena e receberão R$ 13.904.065,20 milhões cada.

O sorteio foi realizado pela Caixa Econômia Federal (CEF) neste sábado (27), em Patos (PB). O prêmio total sorteado, de R$ 55 milhões, é o maior deste ano e o terceiro maior da história da loteria.

Confira as dezenas sorteadas:
02 - 04 - 06 - 10- 23 - 45

As apostas vencedoras, de acordo com a Caixa, são de Ibirité (MG), Londrina (PR), Leme (SP) e São Bernardo do Campo (SP).

A Quina teve 954 bilhetes ganhadores. Cada um terá prêmio de R$ 5.470,55. A Quadra teve 52.159 apostas vencedoras, com prêmio de R$ 142,93 para cada. O próximo concurso, a ser realizado na próxima quarta-feira (1º) deve pagar R$ 2 milhões.

Previdência mira informais a partir de julho


Com a ambiciosa meta de formalizar 11 milhões de trabalhadores, dos quais 1 milhão já no primeiro ano, o Ministério da Previdência Social concentra esforços a partir de quarta-feira (01) para conquistar a contribuição de quem tem faturamento anual de até R$ 36 mil.
Camelôs, manicures, barbeiros e costureiras são alguns dos profissionais que poderão conseguir cobertura previdenciária pagando R$ 57,15 por mês, além de ter acesso a linhas de crédito com juros menores e cursos de qualificação.
Os autônomos que hoje pagam R$ 93 e se enquadrarem nas novas regras poderão migrar para o programa, mas não poderão se aposentar por tempo de contribuição. A formalização será possível com a criação da figura jurídica do empreendedor individual e a inclusão no Simples Nacional. Os chamados contribuintes individuais, que incluem os autônomos, somavam 5,4 milhões em 2007, último dado disponível, representando apenas 15% do total.
No acumulado do ano até maio, a Previdência registrou déficit de R$ 18,1 bilhões, sendo R$ 15,5 bilhões devido à área rural. Segundo o ministro José Pimentel (Previdência), o objetivo não é aumentar a arrecadação, e sim assegurar a cobertura previdenciária para mais trabalhadores.
"O que eles vão contribuir não será suficiente para garantir a cobertura integral do benefício", diz. Se a economia crescer 3% em 2010, calcula, a previdência urbana voltará a ser superavitária, o que ocorreu pela última vez em 1985.
Como destaca Luís Eduardo Afonso, professor da FEA-USP, uma política de inclusão como essa pode apresentar "efeitos distintos" sobre as contas da Previdência ao longo do tempo. "Em um primeiro momento, as contribuições devem registrar aumento, ainda que não tão expressivo. À medida que os anos passem, os novos contribuintes vão começar a se aposentar, o que implicará mais despesas, ainda que não sejam tão altas."

Airbus faz pouso de emergência nos EUA

Um Airbus A330 da companhia Scandinavian Airlines fez um pouso de emergência ontem em Maine, nos Estados Unidos. O voo, que partiu com mais de duas horas de atraso, seguia de Nova Jersey, nos EUA, para Copenhagen, na Dinamarca. Dez minutos após a decolagem, uma forte fumaça invadiu a cabine de passageiros. Os comissários, então, retiraram as pessoas que estavam dentro dos banheiros, suspeitando que um incêndio tivesse sido provocado por fumo. Também abriram os bagageiros, mas nada foi encontrado. Logo depois, o comandante anunciou o pouso de emergência, que ocorreu sem problemas. Um bombeiro entrou no avião, mas não achou indícios de incêndio. Após três horas, o comandante anunciou que tinha recebido o novo plano de voo e iniciou a decolagem, mas o cheiro de queimado voltou. Muito nervosos, os comissários se negaram a seguir viagem.

Indiciados pela PF tem bens rastreados

Os ex-prefeitos, empresários e ex-secretários indiciados na Operação Vassoura de Bruxa estão tendo os bens rastreados por técnicos da Advocacia Geral da União (AGU) e da Controladoria-Geral da União (CGU).
Eles desenvolvem a operação, silenciosamente, em todo o sul da Bahia. O rastreamento é sequência da Operação que investiga os envolvidos em desvios de R$ 50 milhões em prefeituras sulbaianas.
A Justiça Federal acatou pedidos do Ministério Público Federal e da Polícia Federal e determinou o bloqueio das contas do empresário Nelson Rosado Lima, apontado como um dos cabeças do esquema de desvio de dinheiro das prefeituras.
Os órgãos envolvidos nas investigações da Vassoura-de-Bruxa ainda aguardavam resposta da Justiça Federal quanto aos pedidos de quebra de sigilo bancário de Rosado e de bloqueio dos seus bens.
Tentamos contato com o delegado Eduardo Assis, da Polícia Federal, mas ele estava em Salvador. Assis é quem comanda a operação que agitou o sul da Bahia em 12 de dezembro do ano passado.
De acordo com agentes da PF, as investigações avançaram e terá novos desdobramentos. Leia o resto da reportagem na edição impressa deste final de semana de A Região.
Previsão do Tempo
A previsão do tempo para este final de semana no sul da Bahia é de céu parcialmente nublado. Em Itabuna, a temperatura mínima será de 20 e a máxima de 27 graus. Em Ilhéus, a temperatura varia entre 21 e 27 graus.

Bahia tem seis suspeitas de Gripe A

Duas argentinas estão internadas no Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, com suspeita da gripe suína. As mulheres, que não tiveram os nomes revelados, têm entre 25 e 30 anos.
As duas chegaram ao município no dia 21, em vôos diferentes. Elas apresentaram dores de cabeça, no corpo e garganta e estão isoladas desde o dia do internamento.
Uma das doentes trabalha como recepcionista em um hotel em Arraial D´Ajuda e estava passando férias na Argentina. A outra mora na Argentina e veio passar férias em Porto Seguro com o marido.
O material colhido nas duas mulheres foi enviado para análise na Fiocruz, no Rio de Janeiro. Com os dois casos de Porto Seguro, chega a seis o número de pessoas monitoradas com suspeita de gripe suína na Bahia.

CBF quer ajustes para Brasil x Chile

A fim de apontar as últimas mudanças necessárias para a partida entre Brasil x Chile, no dia 9 de setembro, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) fez uma visita técnica ao estádio de Pituaçu.
Nesta sexta-feira (26), os técnicos estiveram com o diretor-geral da Superintendência dos Desportos da Bahia (Sudesb), Raimundo Nonato (Bobô), que conta que as alterações serão mínimas.
Elas referem-se, sobretudo, à organização dos locais onde ficarão instalados os setores de imprensa, camarotes e área vip. "Estamos em contagem regressiva para o jogo da seleção brasileira e, ao mesmo tempo, tranqüilos".
"O estádio está pronto. As modificações para o aperfeiçoamento do local serão pequenas, apenas para a definição da localização de setores específicos", explica Bobô.
Nonato afirma que uma nova reunião será realizada, em julho, com o diretor técnico da CBF, Virgílio Elísio, e o presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, para os procedimentos finais.
"Os ajustes são balizamentos favoráveis à imprensa, aos torcedores, atletas e demais envolvidos. Temos tempo hábil suficiente para atender às recomendações e entre os dias 8 e 9 de julho faremos as reuniões finais com a CBF".

Palmeiras cita Abel, despista sobre Muricy e fala em treinador vencedor

Palmeiras teve uma manhã de sábado agitada na Academia de Futebol. O presidente do clube alviverde, Luiz Gonzaga Belluzzo e o vice de futebol Gilberto Cipullo conversaram com a imprensa para explicar a saída do técnico Vanderlei Luxemburgo e falar sobre a chegada do futuro treinador.
LUXEMBURGO NEM SE DESPEDE

Após ter demissão confirmada no início do sábado, o técnico não foi ao Palmeiras
LEIA A MATÉRIA COMPLETA
JORGINHO JÁ COMANDA O TREINO
A DEMISSÃO DE LUXA FOI JUSTA?Belluzzo evitou falar em um nome certo, e preferiu citar o perfil que ele quer para o próximo treinador do Palmeiras. "Queremos um perfil de técnico vencedor, muito vencedor".Sobre as fortes especulações de que Muricy Ramalho estar próximo de acertar com o clube e se ele seria esse 'técnico vencedor' alardeado pela diretoria, Belluzzo tentou despistar ao responder. "Não é o único vitorioso. O Abel Braga também é vitorioso".Mas após a coletiva, o presidente do Palmeiras admitiu em entrevista à Jovem Pan que Muricy Ramalho é um nome que agrada, apesar de não falar que ele seja a prioridade."Muricy Ramalho é um dos nomes que estamos cogitando. Eu tenho muita simpatia por ele, mas a escolha será feita por critérios profissionais, independentemente do meu gosto".
ANÁLISE DOS ESPECIALISTAS
Juca Kfouri: "Muricy Ramalho é o objetivo, ele que tem a simpatia do presidente Belluzzo".
Neto: "O Luxa fará uma sombra monstra em quem perder a final da Copa do Brasil".
BLOG DO JUCA KFOURI
LEIA O BLOG DO NETOBelluzzo também evitou falar em prazos e no tempo que o técnico Jorginho ficará como interino no comando do Palmeiras, mas disse que a diretoria está trabalhando para que o acerto com o novo treinador seja concretizado 'o mais rápido possível'"Não quero dar uma resposta diplomática sobre o assunto, mas por enquanto ele [Jorginho] é o técnico do Palmeiras. Não posso garantir prazos, mas o esforço será feito para que o acerto seja concretizado o mais rápido possível".Já o vice de futebol Gilberto Cipullo fez questão de dizer que a diretoria em nenhum momento pensou em outro técnico antes da demissão de Luxemburgo."A diretoria não trabalha dessa forma. A demissão dele se precipitou ontem [sexta] à noite. Quero frisar que sempre declaramos apoiar o trabalho do Luxemburgo. Nós não manteríamos contatos com outro treinador enquanto ele estivesse aqui", disse Cipullo. "Hoje [sábado] vamos conversar para ter alguns nomes com condição e ter os contatos necessários para fazer algum tipo de ligação".

Depoimento de médico não traz grandes conclusões

O depoimento de três horas dado pelo médico de Michael Jackson à polícia de Los Angeles não resultou em nenhuma conclusão sobre o que pode ter causado a morte do cantor, informou o site do jornal "Los Angeles Times".
A cobertura completa da morte de Michael Jackson
Houston Chronicle -7.jul.06/AP
Conrad Murray posa para foto; para polícia, médico não é considerado responsável pela morte de Michael Jackson
Murray teria sido prestativo e respondido a todas as perguntas, segundo uma fonte não identificada. Os policiais se concentraram no uso de medicamentos prescritos por parte de Jackson.
Murray foi interrogado nesta noite pela polícia de Los Angeles, procurada voluntariamente pelo médico.
Em comunicado, os advogados de Murray disseram que o médico esteve em Los Angeles desde a morte de Michael e que cooperou integralmente com os investigadores. Também informam que a polícia de Los Angeles considera Murray uma testemunha, e não um suspeito, o que foi confirmado pelo próprio Departamento de Polícia.
Conrad Murray era médico particular de Michael Jackson há três anos e testemunhou os últimos momentos da vida do cantor. Sua imagem passou a ser questionada após a repentina morte do artista e diante das suspeitas de que alguém teria fornecido a Michael um coquetel de fortes medicamentos contra dores.
O médico já havia sido interrogado pela polícia na quinta-feira (25), dia da morte de Michael.
Leia mais
Polícia de Los Angeles interroga médico de Michael Jackson
"Devastada", família quer 2ª autópsia e tem dúvidas sobre causa da morte de Jackson
Sem detalhes sobre a morte, família de Michael Jackson decide funeral
Presos filipinos voltam a dançar "Thriller" em homenagem a Michael
Polícia de Los Angeles tenta ouvir médico pessoal de Michael Jackson

Irritado, Luxemburgo 'encerra' passagem de Keirrison pelo Palmeiras

Acabou a passagem do atacante Keirrison pelo Palmeiras, pelo menos enquanto o técnico Vanderlei Luxemburgo comandar a equipe. Nesta sexta-feira, irritado com a iminente saída do jogador para o Barcelona, o treinador afirmou que não vai mais trabalhar com o atacante no clube alviverde.
PASSAGEM COM GOLS E TURBULÊNCIA

Contratado no início de 2009, Keirrison já lidava com críticas da torcida palmeirense
Jogos pelo Palmeiras: 35
Total de gols: 24
Média: 0,68 por jogo
KEIRRISON É AFASTADO DO CLÁSSICO
PIERRE VAI ENFRENTAR O SANTOS
PERFIL DE KEIRRISON NO PELÉ.NETLuxemburgo admitiu que Keirrison está praticamente acertado com o Barcelona e apenas detalhes o afastam do clube catalão. O comandante revelou que um amigo lhe avisou sobre a transferência na última quinta-feira à noite, o que o deixou decepcionado. "O Keirrison não veio falar comigo hoje [sexta-feira] e não me ligou. Eu segurei a onda dele, e faltou respeito dele comigo e com seus companheiros. Quero deixar bem claro, caso essa negociação não se concretize, que ele não joga comigo até o fim do ano", disparou o técnico.O gerente de futebol, Toninho Cecílio, fez questão de salientar que o negócio não está concretizado. O dirigente afirmou que o Barcelona ainda não chegou à quantia da multa no contrato do jogador, mas admitiu que o Palmeiras será obrigado a liberá-lo se o clube catalão atingir esse valor. Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte a multa é de 15 milhões de euros."Na verdade, ele não está negociado ainda. O Barcelona acompanha o Keirrison faz tempo e nesta manhã fez uma proposta significativa, mas não está fechado. Por isso, resolvemos afastá-lo por bem. Porém, temos como linha de trabalho sempre respeitar o treinador. Se ele não for vendido, vai se reapresentar e vamos ver o que faremos", completou Cecílio, explicando a ausência do centroavante no treino e no clássico deste domingo contra o Santos.
QUEM SERIA BOM SUBSTITUTO PARA KEIRRISON NO ATAQUE?
Acho a venda do Keirrison equivocada, pois ele atuou muito bem contra o Cruzeiro e o Atlético Paranaense. Cleber, São Paulo
Até que enfim o pipoca foi embora, pelos menos podemos contratar um jogador neste fim de semana. Waltinho, São Paulo
COMENTE VOCÊ TAMBÉM!Vanderlei Luxemburgo sempre falou em entrevistas que tinha a promessa da Traffic que Keirrison ficaria no Palmeiras, pelo menos, até o fim do ano. Nesta sexta, porém, ele comentou sobre uma cláusula que obriga a diretoria alviverde a ceder o atacante no caso de uma proposta do Barcelona."Existe uma cláusula no contrato que permite apenas o Barcelona tirá-lo do Palmeiras. Tenho certeza que falei isso, pois não sou louco e nem idiota", esbravejou Luxemburgo, antes de receber a negativa da imprensa. "Essa cláusula existe a pedido do jogador. Qualquer outro clube que não fosse o Barcelona não poderia fazer isso. Se o clube chegar ao valor, somos obrigados a liberá-lo", concordou Toninho Cecílio.
Da Espanha, o presidente da Traffic, Julio Maris, mandou um recado exclusivo ao blog do Cosme Rímoli. Disse que a venda de Keirrison ao Barcelona está acontecendo por dois motivos. O primeiro: a vontade do próprio jogador. "Sempre foi um desejo do atleta atuar no Barcelona. Desde sempre ele manifestou essa sua vontade. O Palmeiras não queria vendê-lo. A Traffic também não. Mas não tivemos saída."
A TRAFFIC SE PRONUNCIA
VEJA O POST NA ÍNTEGRALuxemburgo ainda deu sua opinião sobre a ida do centroavante e afirmou que ela é precoce. O treinador elogiou o atacante, mas disse que ele ainda não está "maduro" para ir à Europa e que precisaria aprender muito antes disso. "Está saindo prematuramente. O Keirrison pegou seis meses de Palmeiras, é muito pouco", declarou.Artilheiro do Campeonato Brasileiro do ano passado pelo Coritiba, Keirrison foi negociado com a Traffic no início da temporada. O jogador teve um início arrasador no Palmeiras, com média de 1,33 gols por partida - a melhor de um atacante na história do clube.Depois disso, no entanto, Keirrison não manteve o rendimento e passou a ser duramente criticado pelos torcedores. Vaiado em algumas partidas, ouvia reclamações, principalmente, por não mostrar

Após 26 dias, Forças Armadas anunciam fim das buscas por corpos e destroços do voo AF 447

Após 26 dias de buscas no oceano Atlântico, as Forças Armadas anunciaram o fim das operações de recuperação de corpos e destroços do Airbus A 330-200 da Air France. O comunicado foi feito no fim da tarde desta sexta-feira (26) em entrevista coletiva no Recife (PE). Ao todo, foram resgatados os corpos de 51 passageiros do voo AF 447, além de centenas de peças do avião.
É cedo para encerrar as buscas pelo voo AF 447?
Dê sua opinião!
Saiba mais sobre a tecnologia empregada nas buscasO tenente-coronel Henry Munhoz, assessor de comunicação da FAB, afirmou que há nove dias corpos não são avistados no mar, e descartou a possibilidade de encontrar mais vítimas do acidente.

Airbus A330-200 saiu do Rio de Janeiro com destino a Paris
Acidente em imagens
Mais imagens
Homenagem aos passageiros
Mande sua mensagem
Vídeos sobre o caso
Voo AF 447: saiba maisO Airbus caiu no oceano Atlântico no fim da noite do dia 31 de maio com 228 pessoas a bordo enquanto fazia a rota Rio-Paris. Desde então Aeronáutica e Marinha do Brasil estão na região, em operação que também contou com o auxílio da França.Segundo Munhoz, mais de 600 destroços - entre componentes estruturais da aeronave e bagagens diversas - foram recolhidos durante o período das buscas, realizadas em uma área que corresponde a oito vezes o território do Estado de São Paulo.Nos últimos 15 dias, no entanto, apenas dois corpos foram resgatados, segundo a FAB. "Desde o início nosso objetivo era encontrar as 228 pessoas. Até hoje, nossas aeronaves seguiam com botes e suprimentos de alimentação caso alguém fosse localizado. Mas nós temos a plena consciência de que o melhor foi feito pela Aeronáutica e Marinha", afirmou o tenente-coronel.De acordo com a FAB, as embarcações que procuram captar emissões da caixa-preta da aeronave permanecem na área de buscas. Os destroços da aeronave e as bagagens recolhidas foram entregues ao Bureau D´Enquêtes et D´Analises Pour la Securité de I´Aviation Civile (BEA), da Marinha francesa.
Mais sobre as buscas

No dia 22, o navio Almirante Gastão Motta chegou ao Recife trazendo destroços (foto) e o corpo da 50ª vítima do acidente
Mais imagens
Destroços do voo recolhidos
Buscas continuam
Peças e objetos achados
Lista de passageirosSegundo a FAB, a investigação sobre os fatores que contribuíram para o acidente é de responsabilidade do BEA, que tem o apoio do setor correspondente no Brasil, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).Números das buscasDurante a operação, a FAB utilizou 12 aeronaves e teve apoio de aviões da França, Estados Unidos e Espanha, que realizaram 1.500 horas de voo, sobre uma área de buscas visuais de 350 mil km², aproximadamente três vezes a dimensão de Pernambuco. O avião R-99, da FAB, realizou busca eletrônica numa área correspondente a 2 milhões de km², área equivalente a oito vezes o território de São Paulo. Segundo o capitão Giucemar Tabosa, a Marinha do Brasil atuou com 11 navios que navegaram cerca de 35 mil milhas. Foram diretamente envolvidos na operação 1.344 militares da Marinha do Brasil e 268 da FAB.Últimos corpos identificadosO IML (Instituto Médico Legal) de Recife confirmou nesta quinta-feira (25) a chegada do 51º corpo, que foi entregue pela Marinha aos peritos de Pernambuco e da Polícia Federal na terça-feira (23).Ontem, a PF informou em nota que foram identificados mais três corpos de vítimas do acidente com o Airbus. Os três são de estrangeiros, dois do sexo masculino e um do feminino. A identificação foi feita a partir de exames odontológicos. A pedido dos familiares, as nacionalidades das vítimas não serão divulgadas.Até o momento, os peritos federais e da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco já identificaram 14 dos 51 corpos resgatados.

MP tem até 3 de julho para se pronunciar sobre Operação Nêmesis

Ministério Público Estadual tem até o próximo dia 3 de julho para se pronunciar sobre a Operação Nêmesis, que investiga um esquema de fraude em licitações na Polícia Militar da Bahia. Os promotores têm esse prazo para oferecer denúncia na justiça ou pedir que a polícia faça novas diligências, que poderia requisitar mais documentos como provas ou apurar a participação de outras pessoas no crime. Esse prazo é estabelecido pelo Código de Processos Penais, que dá 15 dias para o MP se pronunciar após receber o inquérito policial, que foi entregue no dia 18 de junho, mas como foi a noite conta a partir do dia 19.
De acordo com os promotores de Justiça, Marco Antônio Chaves e Luiz Augusto de Santana, que analisam o inquérito de quase 1.500 páginas, já existem provas suficientes de irregularidades praticadas por servidores públicos civis e militares.
O grupo é acusado de superfaturar e beneficiar a empresa Júlio Simões no processo licitatório com a participação de servidores da Secretaria de Administração do Estado (Saeb). Doze pessoas foram presas em decorrência da Operação Nêmesis, entre eles o coronel Jorge Ribeiro Santana, ex-comandante-geral da PM, que já foi liberado.
Também há suspeita de fraudes na Guarda Municipal de Salvador na aquisição de fardamento e acessórios. O caso é apurado na Delegacia de Crimes Contra a Ordem Econômica e Administração Pública (Dececap). As denúncias foram divulgados por A TARDE.

Gugu Liberato assina contrato com a Record


Com um salário de R$ 3 milhões por mês, o apresentador Gugu Liberato, 50, passa a integrar a programação da Record. Um contrato de oito anos com a nova emissora foi assinado nesta quinta-feira (25), na sede da Record. De acordo com o site da Folha de S. Paulo, mesmo com a documentação assinada, Gugu só deixará o SBT em março de 2010, quando vence seu compromisso com a emissora de Silvio Santos.
De acordo com a proposta que a Record fez a Gugu, ele irá comandar um programa aos domingos na emissora e ainda pode ganhar um programa diário.
Segundo a coluna "Ooops!", do UOL, somente em salários o valor a ser pago a Gugu ao longo de oito anos chega a cerca de R$ 300 milhões, mas essa quantia poderá crescer, caso o apresentador e a Record façam novos acordos com licenciamento de marcas e produtos.
Gugu esteve na sede da Record acompanhado de seu advogado, Salvador Regina e o diretor do "Domingo Legal", Homero Salles.

PRIMEIRO CASO DE GRIPE SUINA É REGISTRADO EM PORTO SEGURO

O site Radar64 traz notícia que o primeiro caso de suspeita de gripe suína foi registrado esta semana em Porto Seguro. A paciente é argentina e mora no distrito de Arraial D’Ajuda, onde trabalha como recepcionista de pousada e esteve de férias na Argentina. Ela chegou ao Brasil dia 18 e começou a sentir os sintomas dia 24, sendo atendida no Hospital Luís Eduardo Magalhães. A coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Porto Seguro, Osneire Cristina Pereira, disse que a paciente está acompanhada com os procedimentos de segurança e se encontra na área de isolamento do hospital até que o resultado seja divulgado. A Vigilância Epidemiológica vai investigar se ela chegou de ônibus, carro ou avião.

Notícia da morte de Michael Jackson derruba Google e Twitter

Horas depois de a morte do cantor Michael Jackson ser anunciada, nesta quinta-feira (25), a sobrecarga de usuários buscando e criando conteúdo na internet chegou a derrubar serviços como as buscas do Google e a rede de microblogs Twitter.

Cobertura completa: Jackson morre

As buscas no Google cresceram tanto, e em espaço de tempo tão curto, que a empresa achou que estava sendo vítima de um ataque, disse Gabriel Stricker, porta-voz da empresa, em entrevista à BBC.


saiba mais
Engenheiro britânico conecta a própria casa ao Twitter
Hackers usam vídeo pornô de atriz famosa para espalhar vírus no Twitter
Empresas aderem ao Twitter para divulgar vagas de emprego
Pesquisador promete criar 'mês de falhas' de segurança do Twitter
Famosos lamentam morte de Michael Jackson no Twitter
Por aproximadamente 30 minutos, usuários que buscavam por "Michael Jackson" recebiam uma mensagem de erro alertando que o termo era "muito semelhante a requisições automatizadas" realizadas por vírus e softwares espiões.

No Twitter, serviço em que o internauta compartilha mensagens de até 140 caracteres com uma lista de seguidores, o número de publicações duplicou no momento em que a notícia da morte de Jackson foi divulgada.

Biz Stone, cofundador do Twitter, disse ao "Los Angeles Times" que esse pico de atividade foi o maior da história do serviço desde as eleições norte-americanas, em 2008. Foi registrada uma média de 5 mil mensagens (ou "tweets") por minuto. A sobrecarga resultou em alguns erros no sistema de busca e causou lentidão no serviço.

Ainda segundo o "Los Angeles Times", a frequência de atualizações no Facebook triplicou, mas a rede social não teve problemas técnicos.

Golpistas em ação
Os primeiros golpes virtuais baseados na notícia da morte de Michael Jackson começaram a circular cerca de 8 horas depois da divulgação das informações, segundo reportagem do "The Register".

A empresa de segurança Sophos identificou um spam que prometia mais detalhes sobre a morte do astro, mas, na verdade, era projetado para atacar os endereços de e-mail da vítima.

Segundo a Sophos, o e-mail não tem anexos, nem links. Se o usuário responder à mensagem, porém, o golpista consegue ter acesso ao catálogo de endereços da vítima. A recomendação dos especialistas é que e-mails suspeitos sejam deletados.

Dívidas já comprometem quase 35% da renda do brasileiro, diz BC

O nível de endividamento das famílias brasileiras já compromete 34,8% da sua renda anual, de acordo com cálculos divulgados nesta sexta-feira pelo Banco Central no Relatório Trimestral de Inflação.
Há dois anos, segundo o BC, o valor dos empréstimos contraídos correspondia a 26,7% da renda das famílias.
10 questões para entender o tremor na economiaEntenda como a crise financeira global afeta o Brasil
Para o BC, "o aumento representativo do nível do endividamento ao longo dos últimos anos" está associado ao próprio desenvolvimento do mercado de crédito, que antes era "incipiente".
Outro efeito desse crescimento foi o aumento da inadimplência, principalmente depois da piora na crise econômica. Ontem, o BC havia divulgado outro dado sobre o crédito das famílias, que mostra um aumento da inadimplência para patamares recordes.
Os números apresentados hoje pelo BC se referem ao mês março, quando a inadimplência estava em alta, mas ainda não havia alcançado o patamar recorde de 8,6% atingido em maio. Antes da piora na crise de crédito, estava em cerca de 4%.
De acordo com o BC, os últimos meses mostram uma "elevação generalizada nos atrasos em todas as modalidades", em especial, no crédito pessoal, veículos e cartão de crédito.
São considerados inadimplentes os consumidores com dívidas vencidas há mais de 90 dias. As dívidas vencidas a até esse prazo são classificadas como "atrasos" e não entram na estatística de inadimplência.
Para o BC, a inadimplência se deve à escassez de crédito provocada pela crise a partir do final do terceiro trimestre de 2008. Com isso, houve uma estabilização, desde então, no nível de endividamento dos brasileiros.

Autópsia no corpo de Michael Jackson deve ser feita nesta sexta

Mesmo com o procedimento marcado para hoje, a conclusão final sobre o que levou o cantor à morte só poderá ser determinada após testes toxicológicos, que costumam demorar dias e, algumas vezes, semanas para serem concluídos.
Michael morreu às 14h26 (18h26 de Brasília) desta quinta-feira (25) vítima de uma parada cardíaca. Socorrido por paramédicos de Los Angeles, ele passou por procedimentos de reanimação, mas os médicos não conseguiram salvá-lo. Ele tinha 50 anos, em uma vida marcada por sucessos, extravagâncias e casos de polícia.
A polícia de Los Angeles abriu uma investigação para esclarecer as circunstâncias que levaram à repentina morte do cantor, poucos minutos após seu internamento.
"Acredita-se que ele sofreu uma parada cardíaca em casa. Mas a causa da morte é desconhecida até que sejam divulgados os resultados da autópsia", disse o irmão de Michael, Jermaine.
Parada cardíaca é um ritmo cardíaco anormal que faz com que o coração pare de bombear sangue para o corpo. Ela pode ocorrer após um ataque cardíaco ou ser causada por outros problemas no coração.

Max Mosley menciona nome de Jean Todt como possível novo presidente da FIA

O anúncio feito pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) na quarta-feira de que o atual presidente da entidade, Max Mosley, não se candidatará, nas eleições de outubro, a mais um mandato, parece ter sido fundamental para que a paz voltasse à Fórmula 1. A dúvida do momento, porém, é quem será o próximo a assumir o cargo. O atual vice-presidente da FIA, Hermann Tomczyk, informou que não pretende disputar o posto. O próprio Mosley já começou a citar alguns nomes de possíveis sucessores, como o do ex-diretor esportivo da Ferrari Jean Todt, considerado o mais popular entre as equipes. - Eu não o excluiria. Se a pessoa que me suceder vai ser mais do gosto deles (das escuderias da Fórmula 1) ainda precisaremos ver – declarou à revista alemã “Auto Motor und Sport”. Outro nome que aparece com boa possibilidade é o do atual presidente do Automóvel Clube de Mônaco, Michel Boeri, que ocupa também a presidência do Senado da FIA. Mosley, porém, não acredita em uma candidatura do dirigente monegasco. - Eu não consigo imaginar que Boeri esteja interessado no posto. Ele também está muito velho – afirmou o inglês de 69 anos. Apesar de não citar ninguém especificamente, o atual presidente da FIA garante que, se houver mais de um candidato na eleição de outubro, vai escolher um concorrente para apoiar. - Se tiver mais de um candidato, aí eu vou dar a minha recomendação– disse. Na última quarta-feira, Rubens Barrichello declarou em seu Twitter que o chefe de equipe da Renault, Flavio Briatore, também pode ser um aspirante ao posto. - Quanto ao presidente da FIA, estão falando em Briatore, mas não tenho certeza se ele quer – escreveu.

Corpo do comandante do voo 447 está entre os identificados, diz Air France

Um comissário de bordo também teria sido identificado, diz a companhia.Procura por corpos e destroços no Oceano Atlântico prossegue.
Do G1, em São Paulo
Tamanho da letra
A-
A+
O corpo do piloto do voo 447 foi um dos identificados entre os já recuperados do Oceano Atlântico, informou a Air France nesta quinta-feira (25) em comunicado em seu site.

Cobertura completa: voo 447
"Entre as vítimas que foram recuperadas do oceano, dois membros da tripulação do voo AF447 foram identificadas até agora: o comandante e um comissário de bordo", diz o comunicado. O diretor-geral da Air France, Pierri-Henri Gourgeon, apresentou as condolências às famílias em nome da empresa. Navios brasileiros e franceses ainda estão buscando a área da queda para tentar encontrar corpos e destroços. As caixas-pretas ainda não foram encontradas.

Inadimplência da pessoa física bate recorde em maio, informa BC

A inadimplência dos consumidores brasileiros subiu em maio e chegou a 8,6% dos empréstimos do sistema bancário, segundo dados do Banco Central. É a taxa mais alta da série histórica do BC, iniciada em junho de 2000.
Houve alta em praticamente todas as modalidades, entre elas, o cheque especial (de 10% para 10,8%) e o crédito para aquisição de bens (de 14,6% para 15,8%).
"O que puxou nesse mês de maio a inadimplência foi o cheque especial, que foi a maior da série", disse o chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes.
São considerados inadimplentes os empréstimos com atraso superior a 90 dias. Isso significa que o indicador ainda reflete os efeitos da crise internacional de crédito, que provocou alta dos juros e redução dos empréstimos.
"Agora é que os números estão refletindo aquele momento da crise. O que se espera é que, com a regularização dessas linhas de crédito, as famílias votem a honrar os seus compromissos. É o crescimento do crédito que vai levar à redução das taxas de juros e da inadimplência", afirmou.
Altamir afirmou que o indicador deve voltar ao patamar pré-crise, de cerca de 4%, até o final do ano. Em 2000, quando o indicador chegou ao patamar máximo, demorou nove meses para voltar a esse nível.
No caso das empresas, a inadimplência passou de 2,9% para 3,2%, maior desde 2001.
A inadimplência geral --que inclui pessoas físicas e jurídicas-- subiu pelo sexto mês consecutivo e chegou a 5,5% dos empréstimos. É a taxa mais alta desde junho de 2000 (5,6%), ou seja, a segunda mais alta da série histórica do BC.
Retomada do crédito
A alta da inadimplência acontece em um cenário de queda dos juros e retomada do crédito.
Os juros bancários recuaram em maio pelo sexto mês consecutivo. A taxa média geral, incluindo pessoa física e jurídica em todas as modalidades pesquisadas pelo BC, caiu de 38,6% para 37,9% ao ano. É menor taxa desde maio de 2008, quando estava em 38,6 ao ano.
Também houve uma pequena queda no "spread" bancário, a diferença entre a taxa de captação dos bancos e os juros cobrados nos empréstimos para os clientes. Segundo o BC, o "spread" caiu de 28,2 pontos percentuais para 28,1 pontos no mês passado. A taxa, porém, ainda está acima da registrada em setembro (26,4 p.p.), época do agravamento da crise.
Cheque especial
Para o consumidor, os juros recuaram mais, de 48,8% para 47,3% ao ano, melhor resultado desde dezembro de 2007 (43,9%). Para as empresas, os juros caíram de 28,8% para 28,5% ao ano (menor desde setembro).
Houve queda nos juros ao consumidor em praticamente todas as modalidades verificadas pelo BC, com exceção do cheque especial, que subiu de 166,3% para 167,8% ao ano.
O crédito pessoal caiu de 48,8% para 46,6% ao ano. Na aquisição de veículos, a taxa passou de 29,9% para 29,2% ao ano.

Empresas voltam a contratar após período de crise, diz pesquisa


Após um fraco desempenho no início do ano, as empresas brasileiras reagiram à crise financeira internacional e investir e a acreditar na retomada da economia nacional. O novo horizonte econômico foi indicado nesta terça-feira (23) pela Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade).
De acordo com a pesquisa, diferentemente dos últimos meses, a taxa de desemprego se manteve estável em 15,3% da População Economicamente Ativa (PEA) das seis regiões metropolitanas o levantamento foi feito (São Paulo, Salvador, Recife, Belo Horizonte, Porto Alegre e Distrito Federal ).
A estabilidade reflete o saldo de 80 mil vagas entre as contratações e demissões no conjunto das regiões. No período, 97 mil pessoas entraram para o mercado de trabalho.
O nível de ocupação subiu 0,5%, mas, basicamente, duas regiões puxaram essas ofertas: São Paulo, com aumento de 1,3%, e o Distrito Federal, com 1%, enquanto houve queda de 1,5%, em Salvador, de 1%, em Porto Alegre e de 0,4%, em Recife. Em Belo Horizonte, não houve alteração. No entanto, segundo o diretor-técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, a recuperação ainda é lenta. Clemente Ganz afirmou que a taxa de desemprego, muito provavelmente, ainda será maior do que a de 2008.
O diretor-técnico do Dieese lembrou ainda que o Brasil passou a sofrer os efeitos da crise financeira internacional mais tarde do que o resto do mundo e pode ser que venha ”a sair mais cedo dela”, caso de fato se confirme a tendência de retomada do crescimento econômico de forma mais dinâmica em 2010.

Campanha pretende reduzir uso de sacolas plásticas no Brasil


O Brasil consome 12 bilhões de sacolas plásticas por ano e cada brasileiro usa cerca de 66 sacos por mês, segundo dados da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). No mundo, são 500 bilhões de saquinhos utilizados por ano. Cada sacola plástica demora cerca de 400 anos para se desintegrar no meio ambiente. Com o objetivo de conscientizar o consumidor para a redução do uso dos sacos plásticos e sua substituição por sacolas retornáveis, foi lançada hoje (23), em São Paulo, a campanha nacional Saco é um Saco. A campanha é uma parceria do Ministério do Meio Ambiente com apoio da rede de supermercados Wal-Mart.
Segundo o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, a expectativa é que outras redes de supermercados sigam o exemplo do Wal-Mart e que o consumidor perceba que acaba sendo vítima de sua própria irresponsabilidade. “São bilhões de sacos plásticos por ano e isso entope os canais, entope os rios, alaga áreas onde as pessoas moram, porque as pessoas jogam tudo nos rios, inclusive os sacos plásticos.”
A campanha inclui a distribuição de folhetos, anúncios em revistas e a exibição de filmes curtos na televisão que mostram uma pessoa jogando um saquinho na rua e ao final sendo vítima de uma enchente causada pelo entupimento de bueiros por esses sacos.
Para o ministro, o saco plástico deveria ser visto como as latas de alumínio que têm valor para reciclagem. “Temos que fazer uma mudança no conceito de lixo, que é matéria-prima fora do lugar, porque quase tudo pode e deve ser reaproveitado.”
Segundo Minc, o saco plástico pode ser usado para geração de energia, para fazer plástico e pode ainda ser prensado para fazer dormentes e vigas, entre outras coisas. “Queremos dar uma destinação correta para esse saco plástico. Primeiro reduzir a quantidade produzida, porque de 3% a 4% do petróleo é para fazer saco plástico”.
A dica é sempre levar uma sacola retornável para o supermercado, padaria, farmácia, papelaria ou açougue para evitar a necessidade de pegar os sacos plásticos para guardar as compras. Uma outra dica é deixar essa sacola em um local de fácil acesso para não esquecer.

Brasil registra 94 novos casos de gripe suína


Brasília - Foram confirmados nesta terça-feira, 23, pelo Ministério da Saúde 94 novos casos de influenza A (H1N1) – gripe suína. São Paulo é o estado com a maior concentração de casos (50).
Na sequência, vem Minas Gerais (17), Rio de Janeiro (13), Santa Catarina (quatro), Bahia (dois), Espírito Santo (dois), Paraná (dois), Alagoas (um), Goiás (um), Rio Grande do Sul (um) e Sergipe (um).
Agora, o total acumulado de casos registrados no Brasil chega a 334. De acordo com o ministério, está sendo realizado o monitoramento de todas as pessoas que estabeleceram contato próximo com os infectados.Estão em acompanhamento e aguardando resultados de análises laboratoriais 218 casos considerados suspeitos.Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), até o momento, 100 países têm casos confirmados e divulgados da doença. O ministério recomenda que as viagens para os países com transmissão sustentada (Estados Unidos, México, Canadá, Chile, Argentina e Austrália) sejam adiadas.A transmissão sustentada é aquela em que o vírus passa de pessoa a pessoa no mesmo território

Flamengo e Zico negociam acordo para o CFZ ser incorporado ao clube da Gávea

O CFZ do Rio, clube fundado por Zico, será incorporado ao Flamengo. As duas partes vêm conversando há cerca de quatro meses, e na próxima sexta-feira a compra pelo Rubro-Negro será anunciada de forma oficial, como informa Ana Claudia Guimarães, do site Ancelmo.com, do jornal "O Globo". De acordo com a publicação do colunista, a Fundação Getúlio Vargas será a responsável pelo modelo econômico de gestão do negócio. Zico, presidente de honra do CFZ, confirmou a negociação ao GLOBOESPORTE.COM após mais uma conversa com o presidente do Flamengo.- Me reuni com o Márcio Braga, e na próxima sexta-feira será assinado o protocolo de intenção de compra e venda. Mas, antes de dar mais detalhes, prefiro esperar por um pronunciamento oficial do Flamengo.

saiba mais
Zico sugere que Petkovic use a camisa 10
No lançamento de DVD, Zico dá moral ao atacante Adriano
Caberá ao clube da Gávea pagar as prestações, em número de parcelas ainda não divulgado, e manter ou não a marca do CFZ. O Rubro-Negro também poderá usar as instalações do clube adquirido: o Estádio Antunes, no Recreio dos Bandeirantes, e o CT em Vargem Grande, curiosamente no mesmo bairro do Ninho do Urubu.

A assinatura do pré-contrato, na Gávea, será com pompa e circunstância: além de uma coletiva para explicar os detalhes da transação, haverá um coquetel para os convidados. Atualmente, Zico é treinador do CSKA de Moscou. Por várias vezes seu nome foi cogitado para a presidência do clube, o que ele sempre negou.

Manchester United deve oferecer R$65 milhões por Nilmar, diz jornal

Depois de perder os seus dois principais atacantes, Cristiano Ronaldo e Tevez, o Manchester United agora está de olho em um brasileiro, Nilmar. Segundo o jornal Daily Mirror, os Diabos vermelhos estariam dispostos a investir 20 milhões de libras (R$ 65 milhões) no atacante do internacional.
De acordo com o periódico, o agente Jorge Mendes estaria envolvido na transação. O empresário foi quem intermediou a negociação entre Cristiano Ronaldo e Real Madrid. Nilmar já teve uma passagem pela Europa, quando defendeu o Lyon em 2004, mas teve seu grande momento quando foi campeão brasileiro ao lado de Carlos Tevez, no Corinthians.
Nilmar está a serviço da seleção brasileira mas só atuou em um jogo até agora desde que foi chamado por Dunga. O atacante também já foi especulado no Napoli e no Palermo, ambos da Itália.

Justiça de SP derruba parte da lei que proíbe fumo em locais fechados

Liminar da 3ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo derrubou nesta terça-feira (23) parte da lei sancionada no começo de maio pelo governador José Serra, que proibiu o fumo em locais fechados no Estado, como escolas, museus, restaurantes, bares e empresas. O governo disse que vai recorrer.
O que você achou da decisão?
Dê sua opinião!A decisão foi tomada pelo juiz Valter Alexandre Mena, em mandado de segurança da Abresi (Associação Brasileira de Gastronomia, Hospedagem e Turismo), e suspende a proibição da existência de fumódromos nos estabelecimentos, nos termos previstos na lei federal 9.294/96.
MAIS SOBRE A LEI ANTIFUMO
Serra sanciona lei antifumo para o Estado de SP
Assembleia de SP aprova lei que proíbe fumo em ambientes coletivos no Estado
Audiência sobre lei antifumo gera bate-boca na Assembleia de SP; assistaAlém disso, a Justiça decidiu suspender a obrigação de o empresário fiscalizar o fumante, assim como confeccionar e distribuir gratuitamente formulários de denúncia. Ele também não poderá sofrer sanções caso descumpra a lei.Segundo o juiz, "a lei estadual, ao proibir radicalmente e abruptamente, a existência de fumódromos, extrapola a limitação da competência legislativa concorrente prevista na Constituição Federal" e "viola o direito adquirido dos empresários que despenderam recursos na construção de tais recintos atendendo à lei federal".Ainda conforme o juiz, a lei "viola o princípio da proporcionalidade e da razoabilidade, incidindo na proibição do excesso, ao fixar prazo reduzido para cessação de atividade lícita e de comportamento lícito, sem o necessário e razoável período de adaptação e sem aguardar os resultados de campanha educativa e de atendimento aos que desejam parar de fumar".Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Justiça e da Defesa da Cidadania, o governo do Estado não foi notificado da decisão, mas, assim que a notificação for apresentada, irá recorrer da decisão por ter "plena convicção da constitucionalidade" da lei antifumo.Ainda tramitam na Justiça outras quatro ações contra a lei antifumo. Todas deram entrada nos tribunais por iniciativa do setor de gastronomia e hotelaria. No mês passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou um pedido de liminar, que alegava inconstitucionalidade da lei antifumo. A ministra Ellen Gracie, do STF, rejeitou uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin), movida pela Associação Brasileira de Restaurantes e Empresas de Entretenimento (Abrasel).

Cidade gaúcha que decretou situação de emergência confirma mais 4 casos da gripe

A prefeitura da cidade gaúcha de São Gabriel (a 312 km de Porto Alegre), que fica na região de fronteira com a Argentina e está em situação de emergência devido aos casos suspeitos da influenza A H1N1, confirmou mais quatro casos da gripe na cidade.
Gripe suína faz RS decretar situação de emergência
A Prefeitura da cidade de São Gabriel (329 km de Porto Alegre, RS) decretou situação de emergência devido à suspeita de casos de contaminação de gripe suína. A secretaria Municipal de Saúde informou que a decisão foi tomada devido à suspeita de outros casos no município
Leia a nota completa
Outras notícias de hojeNa tarde desta terça-feira, o laboratório da Fiocruz, com sede no Rio de Janeiro, já havia confirmado que uma adolescente de 14 anos internada na UTI do Hospital Universitário de Santa Maria (a 290 km de Porto Alegre) está infectada com o vírus. A garota contraiu a doença na Argentina, para onde viajou na semana passada. Com isso, chega a cinco o número de casos confirmados na cidade de 62 mil habitantes. Todos os novos casos são de pessoas que tiveram contato com a menina. Outras 19 pessoas são suspeitas de estarem com a doença. Segundo o secretário municipal de Saúde, Paulo Fernando Forgiarini, todos os casos suspeitos passarão a ser tratados como positivos a partir de agora. "Isso nos ajuda a melhorar as medidas preventivas", afirmou.Aulas e eventos públicos com grande aglomeração, como festas e missas, estão proibidas no município. O prefeito Rossano Gonçalves (PDT) alertou que vai pedir o auxílio dos médicos do Exército para combater a proliferação do vírus."É uma situação bastante delicada, mas não podemos provocar pânico", disse o prefeito. Ele recomendou que a população evite sair de casa nos próximos dias e que só utilizem serviços públicos, como bancos e supermercados, em casos excepcionais. Gonçalves não descartou a possibilidade de controlar os acessos rodoviários ao município.Desde ontem, o estoque de máscaras descartáveis na cidade foi zerado pela população. Apenas uma farmácia vendeu 200 máscaras na manhã desta terça, esgotando o estoque do estabelecimento. A prefeitura encomendou 10 mil máscaras extras para atender a população.No Rio Grande do Sul, 18 casos de gripe A foram confirmados até agora. Há outros 33 suspeitos, segundo balanço oficial da Secretaria Estadual da Saúde. Já o último boletim do Ministério da Saúde afirma que há apenas oito casos confirmados no Estado, mas ressalta que os números referem-se a informações repassadas pelas secretarias estaduais até as 17h desta terça-feira. No Brasil são 334 casos da doença.

Cemitério de veículos na Paralela segue sem fiscalização da polícia


Seis meses após a descoberta do "cemitério dos horrores", como foi apelidado um ponto de desova de cadáveres e ossadas, a equipe de reportagem da Tribuna da Bahia denuncia a existência de um cemitério de carcaças de veículos na região da Avenida Paralela. Desta vez, ao invés de ossadas humanas, o cenário no entorno da Lagoa do Parque Encantado, nos fundos do Shopping Paralela, é formado por carcaças de automóveis, chassis, para-choques e chaparias incendiadas. Um crime a céu aberto para ser investigado e finalizado pelas autoridades.
O local é de difícil acesso, rodeado por um matagal, sem movimentação e ronda policial, e propício para qualquer natureza de crime. Basta uma rápida circulação pela área e o que se encontra são carcaças e mais carcaças de veículos. Alguns carros ainda podem ter a marca e a numeração identificada pela polícia, outros estão enferrujados ou incendiados não possibilitando sequer a identificação da cor.
Segundo informações dos trabalhadores do local, o aparecimento das carcaças é recente, mas já está virando rotina da região. "Eu trabalho por aqui há dois anos, mas faz três ou quatro meses que esses carros estão aparecendo por aqui. Além disso, assassinatos já é coisa constante. A polícia passa fazendo ronda, mas acho que nem percebe, ou não quer ver a quantidade de peças de carros jogadas pelo chão", afirmou um operário da Construtora Realeza.
Já um morador das redondezas, afirmou que muitas vezes são os proprietários que abandonam os próprios veículos. "Isso acontece há muito tempo. Já presenciei muitos donos abandonarem os próprios carros em busca de receber um novo do seguro, outras vezes são ladrões que roubam e tiram as peças e abandonam a carcaça", relatou o servente, Valmir Neves da Silva, 42 anos. Valmir ainda afirma que o aparecimento das carcaças e constante. "Aqui só não está pior porque os catadores de ferro velhos recolhem todas as peças, mas quando tira uma hoje amanhã tem outra no lugar", relatou.
De acordo com uma seguradora de veículos, em muitos casos há envolvimento do dono em uma simulação de assalto ou roubo do veículo com o objetivo de conseguir um novo. Para coibir esse tipo de prática, antes do pagamento, existe uma perícia para identificar o que realmente ocorreu com o carro e se o proprietário do veículo está envolvido ilicitamente no sumiço do carro.
A equipe de reportagem da Tribuna da Bahia tentou entrar em contato com a delegacia de Furtos e Roubos de Veículos para maiores esclarecimentos sobre o cemitério clandestino, mas por conta do feriado, ninguém foi encontrado na unidade, autorizado a informar sobre o assunto.