technology

tv tribuna

recent posts

tv
tv

HO visita Paulo Souto






As lideranças políticas do município de Ibicaraí, encabeçadas pelo ex-prefeito e atual presidente do DEM local, Henrique Oliveira (H.O.), acompanharam o Coronel Gilberto Santana, em visita ao presidente do Democratas da Bahia, o ex-governador Paulo Souto. No encontro, os líderes anunciaram a Souto que apoiarão a candidatura do Coronel Gilberto Santana a deputado estadual e relataram o estado de abandono no qual se encontra a cidade.


O grupo aproveitou a visita para agradecer ao ex-governador pelas realizações que fizeram juntos em favor da população de Ibicaraí. '"Enquanto Eu e Paulo Souto reconstruímos o Hospital Regional Arlete Magalhães, fizemos o novo Centro de Abastecimento, construímos dois postos de saúde, os Colégios Luís Eduardo Magalhães, do Cajueiro e Eunice Simões (Vila Santa Isabel), implantamos a nova iluminação pública do município e a urbanização da Avenida Cinquentenário, fizemos o calçamento do Cajueiro Velho e a implantação do projeto Feira Verde, entre outras grandes realizações, o atual governador vai a Ibicaraí para entregar, apenas, uma quadra construída dentro do colégio que Paulo Souto ajudou a construir", disse o ex-prefeito.


Souto agradeceu a visita e destacou a capacidade de H.O. de trabalhar pelo bem da população de Ibicaraí. "Ele, nas quatro vezes que esteve à frente da prefeitura, sempre mostrou sua disposição para o trabalho", afirmou.

A MELHOR RÁDIO ON LINE DO BRASIL


Falha em call center rende multas de R$ 10 milhões a empresas, diz Procon-SP

O descumprimento das novas regras do call center originou R$ 10 milhões em multas a empresas reguladas pelo poder público federal, informou nesta quinta-feira a Fundação Procon. O setor de telefonia lidera o número de reclamações de consumidores e o valor das sanções.
Governo cobra indenizações de R$ 300 mi de telefônicasMesmo com lei do SAC, atendimento ao consumidor pioraUsuários do Speedy relatam oscilação na banda larga em São Paulo
No total, 22 multas foram aplicadas em 20 empresas. As maiores sanções foram contra as empresas de telefonia móvel Vivo e Claro, condenadas a pagar R$ 3,2 milhões cada. Procuradas pela reportagem, as companhias ainda não se posicionaram.
Jorge Araújo/Folha Imagem

Governo cobra indenizações de R$ 300 mi de telefônicas por falhas em call centers
Além dos 20 fornecedores multados, o Procon-SP instaurou outros 54 processos administrativos que continuam em andamento. Conforme a entidade, as multas variam de acordo com a gravidade e o número de infrações cometidas e a condição econômica do infrator, ficando entre R$ 212,82 e R$ 3,2 milhões.
A entidade orienta que o consumidor, ao se sentir lesado pelo SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) de qualquer empresa sujeita às regras do Decreto 6.523/08, faça sua reclamação em um órgão de defesa do consumidor, para a apuração dos fatos.
"Não adianta aumentar a capacidade de venda, se não aperfeiçoar na mesma medida a capacidade de sanar as demandas dos consumidores. O decreto do SAC define parâmetros mínimos de qualidade de atendimento e a Fundação Procon-SP vai continuar fiscalizando para punir aqueles que não se adequarem", afirmou o diretor-executivo da Fundação Procon-SP, Roberto Pfeiffer.
Desde dezembro do ano passado até a última terça-feira (28), o órgão recebeu 5.419 denúncias de consumidores em seu site (www.procon.sp.gov.br). O setor mais reclamado foi telefonia fixa e móvel, com 3570 denúncias, acompanhado de TV por assinatura e cartão de crédito --com 452 e 409 denúncias, respectivamente.
"Os principais descumprimentos relatados foram: a empresa não resolveu o problema no prazo de cinco dias, a espera para ser atendido superou um minuto, consumidor teve que relatar o problema mais de uma vez, a ligação foi interrompida e telefone inacessível", informou o Procon-SP.
Veja as cinco principais multas em telefonia e TV por assinatura :
Vivo: R$ 3,192 milhõesClaro: R$ 3,192 milhõesA Telecom: R$ 167,3 milTVA: R$ 144,3 milTVA: R$ 144,3 mil
Veja as cinco maiores multas (geral):
Vivo (telefonia): R$ 3,192 milhõesClaro (telefonia): R$ 3,192 milhõesCaixa Econômica Federal (banco): R$ 2,128 milhõesCitibank (banco): R$ 510,9 milBanco Gmac (financeira): R$ 302,2 mil

Lan House JM campeão infantil do 1º turno no Clube dos 40



Em uma das inovações da nova Diretoria de Esportes do C40, assim como o Campeonato de Novos, o Infantil também esta sendo disputado em dois turnos, e o Bi- campeão Lan House JM, ganhou o primeiro turno de forma invicta, após empatar no tempo normal da decisão em 0 a 0, nos pênaltis venceu por 4 a 3 o Craques do Futuro.
Com 6 vitorias e apenas 1 empate este da decisão, o Lan House JM sobrou neste primeiro turno, e caminha a passos largos rumo ao Tri campeonato, fato inédito nesta categoria.
No final a alegria de toda a torcida do Lan House JM era muito grande, por mais uma conquista, mas um em especial, não se conteve de tanta emoção, que foi Jessé Matos, patrocinador oficial da equipe, que em quatro anos de existência, foi vice em 2006, Bi campeão em 2007 e 2008, e esta na final já deste ano com a conquista do primeiro turno.
Este exemplo deveria ser seguido por outras pessoas, pois, quando se investe os resultados aparecem. Jessé Deus te abençoe, não só o Lan House JM, mas o campeonato infantil do C40 te agradece.

Casos de Gripe A sobem para 54 na BA

Subiu para 54 o número de casos confirmados da gripe suína na Bahia e 6 pessoas estão internadas em hospitais de Salvador, em estado grave. Geraldo de Freitas Santos, de 50 anos, pode ser a primeira vítima mortal da doença no estado.
Ele estava internado no Hospital São Rafael com sintomas da gripe suína e morreu na terça-feira. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o resultado do exame deve ser divulgado ainda nesta semana.
Dos 276 casos de gripe suína notificados no estado, 142 estão sendo investigados. Já existem casos confirmados de moradores de Ilhéus, Porto Seguro e Salvador. Em Ilhéus há oito casos suspeitos da doença.
O aumento de casos no estado preocupa as autoridades na área de saúde. Nesta quinta-feira a médica Maria Mazarello Vilaça, da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado, estará em Itabuna.
A médica falará sobre a situação epidemiológica da doença, o manejo clínico e o monitoramento dos pacientes com suspeita da gripe. O evento deve reunir médicos, enfermeiros e técnicos em saúde de Itabuna e de outros 21 municípios regionais.

Meningite já matou 72 pessoas na Bahia

O Boletim Epidemiológico de julho, da Secretaria Estadual de Saúde, mostra que a meningite já causou 72 mortes entre o início do ano e o dia 22 deste mês. Há casos confirmados da doença em 32 municípios.
Entre os municípios com casos confirmados de meningite estão Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Iguaí, Teixeira de Freitas, Eunápolis, Porto Seguro e Mucuri.
Mas os municípios com maior índice de incidência são Nazaré, Santo Antônio de Jesus, Ribeira do Amparo, Cícero Dantas, Vitória da Conquista, Feira de Santana e Terra Nova.
O maior número de mortes ocorreu em Salvador, que registrou 56 casos, com 16 pessoas que não resistiram à doença. No mesmo período do ano passado foram registrados 30 casos de meningite, com dez mortes.
No geral, em 2008, na Bahia foram confirmados 1344 casos de tipos diferentes de meningite e 128 mortes. De acordo com especialistas, a meningite ocorre durante todo o ano, com mais intensidade nos períodos frios.

FÁBIO SOUTO DEPUTADO ESTADUAL

Em Salvador o comentário é que o Deputado Federal Fábio Souto (DEM), não será candidato a reeleição em 2010. Segundo informação Fábio será candidato a Deputado Estadual..A reeleição de Fábio é considerada muito complicada, pois ele perdeu muitos prefeitos depois da derrota de Paulo Souto em 2006.

Michael Schumacher confirma volta à Ferrari para lugar de Massa

Schumacher, sete vezes campeão da Fórmula 1 e atualmente com 40 anos, vinha atuando como "conselheiro" da escuderia. Ele deixou as pistas em 2006."Estou pronto para ajudar a Ferrari", disse a nota. Sua primeira corrida será o Grande Prêmio da Europa, na cidade espanhola de Valencia, dia 23 de agosto.Nos últimos dias, o alemão já tinha dito que não descartava substituir Massa, que se acidentou no treino de classificação para o GP da Hungria, no último sábado, e não tem previsão de volta.Ele explicou que a decisão foi tomada após uma conversa hoje com a Ferrari. A preparação para o retorno começa nos próximos dias."Apesar de a Fórmula 1 ser um tema que estava encerrado para mim há algum tempo, não posso ignorar esta infeliz situação pelos meus vínculos com a equipe. Como um esportista que sou, fico feliz com mais este desafio", ressaltou.Durante o treino classificatório para o Grande Prêmio da Hungria, no sábado, Felipe Massa foi atingido na cabeça por uma peça que se soltou do carro de Rubens Barrichello (Brawn GP).Com o impacto, Massa desmaiou, perdeu o controle de sua Ferrari e bateu contra uma barreira de pneus a 190 km/h. Ele está internado no hospital AEK, em Budapeste, e segue melhorando.

Vitória visita o Avaí na Ressacada para se manter no G-4


Famosa pela suas belas praias e pelo alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) que apresenta – a maior entre as capitais do Brasil –, a cidade de Florianópolis é destino certo nos pacotes das agências de turismo. Pontos turísticos como a praia de Jurerê Internacional, conhecida pela sua sofisticação, é um dos principais atrativos da Ilha da Magia, como é conhecida Floripa.
A hospitalidade e a vocação turística da capital catarinense podem servir de estímulo para o time do Vitória, nesta quinta-feira, 30, às 21 horas, na Ressacada, vencer o Avaí e encerrar de uma vez por todas com a imagem de visitante bem comportado que construiu ao longo deste campeonato.
O Leão tem até feito boas partidas jogando longe dos seus domínios neste Brasileirão, mas, tem somando poucos pontos distante de Salvador – foram somente cinco, ou 20,8% dos 24 que conquistou. Por isso mesmo vem sendo agraciado, na maioria das vezes, com um irônico “volte sempre” dos times anfitriões. Foi desta forma diante de Palmeiras, Flamengo, Náutico e Corinthians.
O retrospecto do Vitória contra os times do sul do País, este ano, pode servir de inspiração para o time afastar de vez a pecha de equipe caseira. Até agora, o rubro-negro baiano tem se mantido invicto quando mediu forças com as equipes da região mais fria do Brasil.
Tranquilidade – Diante do Avaí a inoperância do ataque nos jogos fora é uma das maiores preocupações. “Não temos tido a tranquilidade necessária para fazer os gols fora de casa. Estamos perdendo muitos gols, mas garanto que estaria muito mais preocupado se nem estivéssemos criando as chances. Nossas melhores apresentações fizemos longe da Bahia”, explica o técnico Paulo César Carpegiani, antes de completar: “é importante estar com a cabeça no lugar na hora de finalizar”. O fator psicológico é, aliás, uma das preocupações do comandante para um time com média de idade tão baixa, de apenas 24,8 anos. O treinador teme que o fato de jogar sem o conforto da sua torcida esteja prejudicando a equipe quando atua em outras praças. "Eu já conversei com os jogadores que a maior dificuldade fora de casa são sempre dois fatores: a torcida adversária e a motivação dos jogadores por estarem jogando com a esta torcida a favor. O resto – campo, bola, juiz – é tudo igual", sentencia o treinador do Vitória. Tal ensinamento, segundo o próprio técnico, os jogadores puderam vivenciar na prática nas partidas que acabaram sendo derrotados “por pequenos detalhes”, como lembra o volante Vanderson, que retornará a equipe como titular. “Contra o Palmeiras, por exemplo, estávamos com o jogo completamente dominado. Inclusive, havíamos perdido uma infinidade de gols. Mas quando Vanderlei [Luxemburgo, até então técnico do Verdão] mexeu na equipe a torcida do Palmeiras se inflou. Nosso time não teve a maturidade para voltar a segurar a partida e acabou derrotada”, relembrou Carpegiani. Apoio – A pressão da torcida deve ser um problema que o Vitória voltará a enfrentar no jogo desta quinta. Se a média de 10.390 do Avaí em seu estádio, neste campeonato, não chega a assustar, é bom a equipe do Vitória se preparar para receber uma Ressacada lotada, com seus 19 mil lugares completamente ocupados, ou algo bem próximo disso. O time azul e branco, que teve um começo de campeonato turbulento, engrenou nas últimas rodadas e vem de uma série de quatro vitórias seguidas. Contra Goiás, Sport, Grêmio e Atlético Paranense. O engenheiro do Avaí é o técnico Sílas, que ascendeu com a equipe ano passado da Série B, e parece ter azeitado a máquina catarinense. “É muito difícil uma equipe encontrar um rumo durante o campeonato. E o time do Avaí fez isso. É hoje a equipe a ser batida. Vem de uma impressionante sequência de vitórias dentro e fora de casa. Vai ser um jogo muito difícil para eles e para nós”, analisa o treinador gaúcho do rubro-negro baiano.

No debute de Muricy, Palmeiras bate o Fluminense e dorme na liderança

Com o time jogando ao seu estilo, na base da paciência o técnico Muricy Ramalho estreou no Palmeiras com vitória sobre o Fluminense na noite desta quarta-feira por 1 a 0, num bonito gol de Diego Souza, que vestiu a camisa 100, em alusão ao número de jogos que alcançou pelo clube, nos 3 a 0 sobre o Corinthians. O Alviverde dorme na liderança do Campeonato Brasileiro, do jeito que o novo chefe, e atual tricampeão da competição, gosta. Festa no Palestra Itália, que gritou o nome do comandante e teve o apoio correspondido com braços para o alto e murros no peito. Agora com 31 pontos, o Palmeiras espera o resultado do jogo entre Atlético-MG, seu concorrente, e Flamengo, na noite desta quinta, no Maracanã, para confirmar a liderança ao encerramento desta rodada – basta que o Galo não vença para que o Alviverde assuma a ponta de forma isolada. Já o Fluminense, apesar do empenho na partida, segue com 11 pontos, na 19ª colocação, e mantém o clima tenso na zona de rebaixamento. O time chegou a dez rodadas sem vencer na competição. No próximo sábado, o Palmeiras tem seu primeiro desafio fora de casa com Muricy no comando, visitando o Sport, no Recife. Já o Fluminense encara o Atlético-PR, domingo, na Arena da Baixada. Chuva e nada de golsO primeiro tempo entre Palmeiras e Fluminense foi movimentado. Como dono da casa, o Alviverde se arriscou primeiro, com Souza testando Fernando Henrique, mas sem levar dificuldade ao arqueiro tricolor, logo no primeiro minuto de jogo. Aos 4, os cariocas responderam com uma cabeçada de Kieza para fora. Aos poucos, o Palmeiras foi dominando o jogo, no campo encharcado por causa da chuva, e se impondo. Em um bom lançamento de Danilo, aos 13 minutos, Cleiton Xavier teve a chance de marcar, mas seu chute procurando o ângulo esquerdo de Fernando Henrique acabou indo para fora. Dez minutos depois, Wendel lançou Obina e novamente o goleiro tricolor afastou o perigo. Com os jogadores do Fluminense povoando bem o meio-campo, as jogadas com Diego Souza e Cleiton Xavier ficaram raras na partida. O Tricolor, por sua vez, apostou na fragilidade do lado esquerdo da defesa paulista, aproveitando para usar bastante Mariano e Conca, que se revezava no setor com Marquinho. E aos 30 minutos, uma jogada pelo lado destro dos cariocas quase fez com que o camisa 11 abrisse o marcador. Marquinho chutou forte e Marcos, meio atrapalhado, afastou para a linha de fundo. - Eles são rápidos no contra-ataque. Temos de ter mais atenção e pegar a criatividade porque o Diego Souza e o Cleiton estão bem marcados. Outro jogador tem de aparecer, e o Muricy deve pedir por esse elemento surpresa no intervalo – disse Marcos, enquanto pelo lado tricolor, os atletas pediam cautela. O zagueiro tricolor Edcarlos pregava a cautela. - É um jogo difícil contra o líder. Precisamos ter cautela e tranquilidade. É se preocupar primeiro em não perder para poder pensar em ganhar. Se a gente não tomar, vamos achar um no contra-ataque e ganhar - avisou o zagueiro Edcarlos. Gol de Diego Souza e abraço no chefePara tentar furar o bloqueio do Fluminense, Muricy sacou o volante Souza, mal na partida, e optou por colocar um atacante de fato ao lado de Obina. Assim Ortigoza deu maior movimentação na frente palmeirense, fazendo com que o time da casa tivesse mais posse de bola. Apesar disso, foi o Tricolor que assustou, com uma arrancada em velocidade de Kieza. Aos 11 minutos, o atacante cortou um defensor palmeirense e, de fora da área, chutou colocado, rente à trave esquerda de Marcos. Depois do calafrio com Kieza, o Palmeiras se encontrou e abriu o marcador. Com dois homens para se preocupar em marcar, a zaga do Fluminense não viu Diego Souza receber passe preciso de Cleiton Xavier e avançar para vencer Fernando Henrique e fazer 1 a 0. Na comemoração, o jogador deu um forte abraço no novo chefe. Seis minutos depois, Armero tramou boa jogada pela esquerda e passou para Cleiton Xavier, que ajeitou, mas viu seu chute subir demais e sair por cima do travessão de Fernando Henrique. Apesar do gol, o Fluminense não se intimidou. E em nova jogada de velocidade, outra vez nas costas do lateral-esquerdo palmeirense, Mariano cruzou e Maicon, que tinha acabado de entrar, quase empatou a partida de cabeça. Para azar dele e sorte de Marcos, a bola passou perto, mas um pouco acima do gol. Aos 26 minutos, a jogada tricolor saiu pelo lado esquerdo. Em jogada iniciada por Marquinho, Conca deu lindo passe para Kieza, que chutou cruzado e viu a bola passar sem ser tocada por ninguém até sair pela linha de fundo. Com o passar do tempo, o Palmeiras passou a administrar o resultado e valorizar a posse de bola. Para reforçar o sistema defensivo, e manter o estilo Muricy de ser, Obina deixou a partida, muito aplaudido, para a entrada de Marcão. Era a volta do 3-5-2 ao Alviverde, fórmula com a qual o treinador venceu as últimas três edições do Brasileiro. Aos 41, Cleiton Xavier se livrou da marcação e acertou o pé da trave direita de Fernando Henrique. No rebote, Ortigoza mandou para fora. E o 1 a 0 foi o suficiente para brindar a estreia de Muricy e deixar a exigente torcida palmeirense contente na fria e chuvosa noite em São Paulo.

Estados mais afetados pela gripe suína tentam evitar que surto entre nas prisõesSilvana Salles

Os governos do Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná afirmam que já adotaram medidas para evitar a expansão do vírus da gripe suína (H1N1) para dentro dos presídios. Os três Estados, junto com o Rio de Janeiro, são os mais afetados pela pandemia do vírus no Brasil, concentrando quase todas as mortes provocadas pela doença até hoje - a única exceção é um homem que morreu em João Pessoa nesta semana. As ações previstas incluem isolar em celas separadas presos que apresentarem sintomas da doença, hospitalizar detentos doentes, aumentar a vigilância epidemiológica em dias de visita, barrar a entrada de visitantes gripados e distribuir panfletos e recomendações às famílias dos internos. As determinações são semelhantes para as prisões paulistas, paranaenses e gaúchas. Procurada pela reportagem do UOL Notícias, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro não informou se tem um plano de prevenção ao vírus da gripe suína em seus presídios.
Mais sobre o vírus

Especial Gripe Suína
Infográfico: Sintomas, formas de contágio e focos da gripe
Tire dúvidas sobre a gripe suínaAs secretarias responsáveis pela administração penitenciária de São Paulo e Rio Grande do Sul dizem que não há casos de gripe suína nas prisões estaduais. No Paraná, foi confirmado o caso de contaminação de um agente na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa. Ele foi afastado do trabalho até se recuperar, segundo a Secretaria de Justiça. "A prisão é um lugar muito insalubre", diz Regina Maura C de Melo Abrahão, pesquisadora da Faculdade de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo). "Em geral, as doenças infecciosas se espalham mais dentro das prisões do que fora delas".Biomédica, Regina Abrahão fez um estudo sobre a tuberculose em unidades prisionais e constatou que ela é mais frequente dentro do sistema penitenciário do que na população em geral devido ao espaço limitado, o contato muito próximo entre os presos e as comuns más condições de higiene.O risco de o vírus da gripe suína chegar aos presídios brasileiros preocupa o sindicato dos agentes penitenciários no Rio Grande do Sul. "Todos os cuidados que ajudam no combate à gripe são importantes e favoráveis, mas o sindicato acredita que as medidas anunciadas pelo governo são tímidas para a proporção do problema", afirma Alexandre Bobadra, diretor-executivo do sindicato. O sindicalista conta que a entidade tem divulgado os cuidados recomendados para se proteger da doença, mas avalia que "é muito difícil evitar a gripe nas prisões" devido ao contato com os presos e o "péssimo estado de conservação" das unidades gaúchas. No presídio regional de Passo Fundo (RS), houve um caso de suspeita de gripe suína. Um detento apresentou sintomas da gripe A, foi levado ao hospital e colocado em isolamento em uma cela individual como medida preventiva, informou a Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários). No entanto, o exame descartou a infecção pelo vírus da gripe suína. O município de Passo Fundo já conta sete mortes causadas pelo vírus H1N1 e é a cidade com maior número de vítimas no Brasil. O defensor público Eduardo Foscarin Pedroso entrou na Justiça com um pedido para permitir que os presos de regime aberto e semiaberto do presídio localizado na cidade possam cumprir suas penas em prisão domiciliar enquanto o risco de contaminação é mais grave. A ideia era que o espaço vago por estes presos desse lugar a outros do regime fechado que pudessem precisar ser isolados para se tratar da gripe suína. Porém, o pedido foi indeferido pela juíza Luciana Bertoni Tieppo na terça-feira (28). O CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que desde agosto do ano passado realiza mutirões carcerários em diferentes Estados, concorda que o sistema prisional brasileiro está longe de apresentar condições de saúde coletiva ideais. No entanto, o órgão defende que há doenças muito mais graves do que a gripe A que precisam de atenção nas prisões, como a tuberculose e a Aids . O coordenador dos mutirões, Erivaldo Ribeiro dos Santos, disse por meio da assessoria de imprensa que "o desafio maior é resolver outras doenças infecciosas antes mesmo de se pensar na gripe suína".
VOTE NAS ENQUETES

Suposta vítima de gripe suína não teria viajado ou tido contato com estrangeiros

Familiares de Geraldo de Freitas Santos, que pode ser a primeira vítima da gripe A H1N1 na Bahia, afirmaram que ele não fez nenhuma viagem nos últimos dias, nem teve contato com estrangeiros. A informação foi divulgada durante entrevista coletiva realizada na manhã desta quarta-feira, 29, por representantes da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Geraldo era bancário, mas atualmente trabalhava como corretor de imóveis. A Vigilância Epidemiológica está monitorando a família dele mas, por enquanto, ninguém apresentou sintomas da doença.
O lugar onde Geraldo teria contraído a doença está sendo investigado, de acordo com os representantes da Sesab, que estiveram na coletiva: a superintendente de Vigilância e Proteção à Saúde em exercício, Marlene Tavares, a diretora de Vigilância Epidemiológica, Alcina Andrade, e o coordenador da Cevesp (Coordenação Estadual de Vigilância às Emergências em Saúde Pública), o médico sanitarista Juarez Dias.
O corpo de Geraldo de Freitas Santos será enterrado nesta quarta-feira, 29, às 16h30, no cemitério do Campo Santo, em Salvador. De acordo com a Sesab, material coletado do rapaz foi encaminhado para a Fiocruz no Rio de Janeiro. A previsão é que o resultado seja divulgado ainda nesta semana.
Cuidados - A Sesab observou que as aulas em escolas das redes pública e particular não serão suspensas na Bahia, mas representantes da secretaria orientam que crianças e professores gripados não vão à escola enquanto estiverem doentes. De acordo com a Sesab, a situação no estado está sob controle e não há motivo para pânico. Por enquanto, foram notificados 276 casos de gripe A e 54 foram confirmados.
A Sesab também orienta que quem apresentar sintomas de gripe deve procurar um hospital público ou privado, dando preferência a unidades de grande porte, já que clínicas pequenas não teriam estrutura laboratorial.

Felipe Massa deixa UTI e pergunta sobre chances de correr no próximo GP

Estava certa a avaliação de Dino Altmann, diretor médico do Grande Prêmio, que está em Budapeste a pedido da família de Felipe Massa para acompanhar a recuperação do piloto. Ele dissera na terça que o brasileiro tinha condicões clínicas de deixar a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e é isso que aconteceu nesta quarta.

Massa foi transferido para um quarto na enfermaria neurológica do Hospital Militar da capital húngara. Na manhã desta quarta, um exame de ressonância magnética já apontou uma diminuição do edema no cérebro e o inchaço no olho esquerdo também está menor. O piloto já deu seus primeiros passos ao redor da cama e, segundo Altmann, conversou por mais tempo do que o esperado para alguém que sofreu uma lesão desse tipo.

saiba mais
Ecclestone não acredita em retorno de Felipe Massa à F-1 ainda nesta temporada
Médico brasileiro diz que Massa já tem condições clínicas de deixar a UTI
Médicos húngaros saem de cena do hospital em Budapeste
Popó Bueno chega a Budapeste para lugar de Lucas di Grassi no apoio a Massa
Jean Todt: antes de retornar às pistas, Felipe Massa precisa retomar sua vida
Pai fala sobre evolução de Massa: 'Pela primeira vez, o Felipe manifestou fome'
Numa dessas conversas, com o amigo e piloto da Stock Car Popó Bueno, o brasileiro já perguntou sobre a possibilidade de correr em Valência, na Espanha, daqui a três semanas e meia.

- Os amigos e a família pensam em ver ele bem, em casa, com saúde, mas o piloto sempre quer voltar a correr logo. Só os médicos podem saber se ele vai poder voltar ainda este ano ou no ano que vem. Quando sofri meu acidente em 2001, a próxima corrida era aqui na Hungria e eu também perguntei sobre ela. Foi quando os médicos me deram um tranco, dizendo que eu quase fiquei sem andar, não podia já estar pensando em correr. Foi isso o que falei pra ele, que ele ainda tem muito que se recuperar para poder voltar - relatou Popó.

Sobre uma possível transferência para Paris ou uma alta definitiva, Altmann contou que ainda é preciso esperar mais uns dias para tomar alguma decisão.

Escolas estaduais do RS adiam retorno às aulas por duas semanas

O governo gaúcho decidiu nesta quarta-feira (29) adiar o reinício das aulas da rede estadual de ensino por duas semanas. O calendário escolar, que previa o retorno na próxima segunda-feira (3), foi adiado para o dia 17 de agosto.
Outros Estados também cancelam aulas
RJ adia início das aulas na rede estadual em razão da gripe suína
SP adia aulas de 6,7 mi por gripe suína
USP, Unesp e Unicamp decidem adiar início das aulas por causa da gripeA decisão foi recomendada ao governo pelo comitê estadual que avalia as consequências da epidemia de gripe suína no Rio Grande do Sul. A rede estadual abriga cerca de 2,5 milhões de estudantes - dos quais 1,6 milhão na faixa dos 6 aos 14 anos de idade.O secretário da Saúde do Estado, Osmar Terra, que coordena o comitê, disse que o adiamento não deverá alterar os dados da epidemia, que já matou 19 pessoas no Rio Grande do Sul. Mas, segundo ele, pode diminuir a velocidade de contágio e possibilitar uma ação mais coordenada por parte das autoridades em reação à doença.
Você concorda com o adiamento das aulas?
Comente."Evitar aglomerações em escolas num período de muito frio, como devem ser as próximas duas semanas, pode diminuir velocidade da transmissão do H1N1 e permite uma ação mais articulada de nossa parte", justificou Terra. Outras 25 cidades do Rio Grande do Sul já decidiram prolongar as férias de inverno por até uma semana par evitar que a concentração de estudantes auxilie na proliferação do vírus. O levantamento, realizado pela Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), indica que as aulas devem ser retomadas apenas no dia 10 de agosto.
Mais sobre o vírus

Especial Gripe Suína
Infográfico: Sintomas, formas de contágio e focos da gripe
Tire dúvidas sobre a gripe suínaA maioria das cidades é das regiões norte e nordeste do Estado, onde o inverno é mais rigoroso em função da altitude média das localidades. Por enquanto, apenas dois municípios da região metropolitana de Porto Alegre - Esteio e Estância Velha - decidiram prolongar as férias. As duas cidades já haviam antecipado o recesso escolar em função dos efeitos da gripe suína."A decisão das prefeituras é soberana e tem nosso apoio", disse o presidente da Famurs, Marcus Vinícius de Almeida. Prefeito de Sentinela do Sul, Almeida disse que na sua cidade não haverá necessidade de prolongamento das férias.Em Porto Alegre, a decisão é pela manutenção do calendário original que prevê o retorno às atividades escolares na próxima segunda-feira (3). "Em princípio, seria muito simplista mantermos as escolas da rede pública fechadas", disse a secretária de Educação da capital, Cleci Jurach. A rede municipal de Porto Alegre tem 94 escolas e atende cerca de 55 mil crianças da educação infantil até o ensino médio. Segundo a secretária, o prolongamento das férias poderia ser um agravante para a disseminação do vírus em função da distribuição de merenda escolar. "A merenda serve como complemento alimentar de muitas crianças", disse Jurach. A decisão da prefeitura de Porto Alegre foi apoiada pela secretaria municipal da Saúde e pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

novo cd de EDUARDO NUNES


Itabuna não sabe combater dengue,

diz Setima Dires segundo o coordenador de endemias da 7ª, Hélio Nery Freitas, declarou ao blog Pimenta na Muqueca, rebatendo alegações do diretor de Vigilância Epidemiológica de Itabuna, Florentino Souza Filho. Florentino afirmou que o combate ao mosquito Aedes Aegypt estava falho na cidade porque tinha pedido materiais ao governo do estado em mais e até hoje não recebido. Hélio acredita que tem faltado ao município qualificação técnica para combater a dengue. Ele dá como exemplo um pedido, feito pela prefeitura, de 600 litros do inseticida Alfacipermetrina e 6 mil litros de Deltametrina. O primeiro é aplicado em locais estratégicos (cemitérios, rodoviária etc) e o segundo é o conhecido "fumacê". Hélio explica que Itabuna só precisa de 4 litros por mês do inseticida Alfacipermetrina. Os 600 litros pedidos levariam mais de 12 anos para ser usados. Quanto ao Deltametrina, usado para borrifação por carro fumacê, o coordenador diz que Itabuna tem dois veículos para isso, em caráter permanente, mas quem faz a aplicação é o estado e não o município. O fumacê está restrito aos locais com registro de casos de dengue. No caso de dengue clássica, se borrifa com máquina costal num círculo de 30 metros do local do registro. Se hemorrágica, a aplicação é num raio maior, de 300 metros, com carro fumacê. Não pode aplicar O coordenador da 7ª Dires alerta que não se pode aplicar o fumacê sem registro de casos nem em 100% da área urbana. A Organização Mundial da Saúde (OMS) orienta a só fazer novas aplicações depois de um ano, para evitar que o mosquito se adapte. A última feita em Itabuna foi entre março e abril. Hélio Nery conta que, ao receber os ofícios da prefeitura, a Sesab entrou em contato com a Vigilância Epidemiológica e pediu que ela reformulasse o pedido do inseticida. No novo ofício enviado pela prefeitura, a quantidade continuava muito acima do necessário para o município. Além disso, a prefeitura atrasou o envio do levantamento de pontos estratégicos, exigido para o fornecimento de Alfacipermetrina. Hélio lembra de outro problema gerado pela falta de preparo. A prefeitura comprou máquinas costais de uso agrícola, que têm vazão muito maior e desperdiçam o produto na hora da aplicação. Para ele, o trabalho de campo desenvolvido pelo município é ruim, por “falta de supervisão e acompanhamento”. Ele aponta que existem omissões de focos de mosquito e falsos registros e falta punição paraa quem incide nestas práticas. Itabuna tem 100 agentes além do necessário e bastariam 180 se o trabalho fosse bem feito, mesmo durante epidemias. Os quase 300 agentes também não têm material de campo, como “lapiseira, lanterna, pilha para lanterna e picadeiras (martelinho)”.

Planalto minimiza nota do PT e reafirma apoio a Sarney no Senado

Preocupado em perder o apoio do PMDB na CPI da Petrobrás, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desautorizou ontem o líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante (SP). Em reunião do grupo de coordenação do governo, Lula afirmou que mantém o aval ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e disse que a nota assinada por Mercadante na sexta-feira, reiterando o pedido de licença do aliado peemedebista, não reflete a posição do PT.Articulador político do Planalto, o ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, não escondeu a contrariedade de Lula com o líder do PT. "O que nós avaliamos é que isso não é um movimento do PT", insistiu Múcio. "Imaginamos que seja o posicionamento de um ou dois senadores."O movimento do governo tem o objetivo de conter o mal-estar provocado no PMDB com a nota divulgada por Mercadante há quatro dias. No texto de dez linhas, o senador considerou "grave" a revelação de que Sarney - alvejado por uma avalanche de denúncias - atuou para que o então diretor-geral do Senado Agaciel Maia reservasse uma vaga para Henrique Bernardes. O contratado era namorado de Maria Beatriz, neta de Sarney, conforme revelou o Estado.A nota foi interpretada pelo Planalto como mais um gesto para dar satisfação aos eleitores. Dos 12 senadores da bancada petista, dez serão candidatos nas eleições do ano que vem e têm recebido fortes cobranças de suas bases pelo apoio a Sarney.De qualquer forma, Lula também precisava jogar água no caldeirão do PMDB e escalou Múcio para a tarefa. "O presidente conversou com a bancada do PT 15 dias antes de tudo isso acontecer e não sentiu que o pedido de licença era uma posição de todos os senadores de seu partido", comentou Múcio.Na prática, o vaivém do PT em relação à crise no Senado dura mais de um mês. Oito dos 12 senadores petistas são a favor do afastamento de Sarney - posição já manifestada em outras notas -, mas, como foram enquadrados pelo Planalto, protagonizam uma espécie de contorcionismo verbal, pois não podem se juntar à oposição para tirar o senador do posto.Apesar de manter o aval a Sarney por avaliar que o apoio é necessário para a governabilidade e para eleger a chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, à Presidência, em 2010, Lula foi orientado a amenizar os elogios feitos ao aliado em seus discursos. Avaliações reservadas do Planalto indicam que o presidente "já fez tudo o que podia fazer" por Sarney e deve, agora, dizer que toda a investigação cabe ao Senado. Ao contrário da expectativa do governo, o recesso parlamentar não serviu para esfriar a crise.O presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP), disse que conversará com os senadores do partido, na próxima semana. Será mais uma tentativa de acertar um discurso único em relação a Sarney. "Tudo o que foi denunciado tem de ser apurado, mas pedir o afastamento de Sarney é o mesmo que propor um golpe", afirmou Berzoini. O deputado já havia demonstrado irritação com Mercadante no último dia 8, quando a bancada do PT no Senado pedira o afastamento de Sarney. "Produziram uma nota com vocação arqueológica, defasada no tempo", alfinetou Berzoini, na ocasião. Procurado pelo Estado, Mercadante não foi localizado ontem para comentar o assunto.

Número de vítimas pela nova gripe sobe para 45 no País


São Paulo - O número de mortes em consequência da nova gripe no Brasil subiu na segunda-feira, 27, para 45, depois que três novas vítimas foram confirmadas em Curitiba e outras quatro em São Paulo.
O secretário de Saúde do Estado do Paraná, Gilberto Martin, confirmou a morte de três homens de entre 20 e 34 anos que tinham sido contagiados pelo vírus da gripe e que "não apresentavam doenças anteriormente". As mortes em Curitiba ocorreram entre os dias 19 e 22 de julho.
Além disso, autoridades municipais de São Carlos, Mogi Guaçu e Osasco, no interior do estado de São Paulo, confirmaram outras quatro mortes pelo vírus registradas na segunda.São Paulo, com 20 mortes, é o estado brasileiro que registrou mais mortes, acima do Rio Grande do Sul, com 16, e das quatro do Rio de Janeiro e do Paraná.A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou na segunda que já foram registradas 816 mortes entre os mais de 134.500 casos de infectados pelo vírus da gripe no mundo.Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados

Pandemia da gripe é moderada, e maioria de pacientes tem sintomas leves, diz OMS

pandemia de nova gripe continua sendo moderada e, na grande maioria de casos, as pessoas infectadas apresentam sintomas leves e que são semelhantes aos de qualquer outro tipo de gripe, afirmou nesta terça-feira (28) a Organização Mundial da Saúde (OMS).
Aphaluck Bhatiasevi, porta-voz da organização, reiterou que o vírus continua se propagando, principalmente, entre as crianças e adolescentes (predominantemente entre 12 e 17 anos).

Tire suas dúvidas sobre a doença



Com medo da contaminação da nova gripe, funcionários indonésios desinfetam militar australiano que chegou nesta terça-feira (28) à base de Malang. (Foto: AFP)
No entanto, a média de idade aumenta consideravelmente quando se trata de doentes que desenvolvem sintomas graves e que requerem hospitalização.
Sobre o tratamento, a porta-voz disse que continua a recomendação de utilizar o antiviral Tamiflu nas pessoas com o vírus, independentemente do grupo de idade.
Nas últimas semanas, foram notificados casos de pessoas que desenvolveram resistência a esse remédio, mas se considera que são situações isoladas.
Bhatiasevi revelou também que a OMS está em conversas com o governo da África do Sul sobre as medidas preventivas que devem ser consideradas diante da Copa do Mundo de 2010.
O novo vírus já se espalhou aos lugares mais remotos, segundo a OMS. A agência da ONU confirmou na segunda-feira 134,503 mil casos de gripe no mundo, com 816 mortes.
O número de doentes, no entanto, não reflete o número real de casos, pois - por recomendação da organização - os países deixaram de contabilizá-los no início de julho para se concentrar na contenção da pandemia e no tratamento adequado dos mais graves.
No entanto, os países continuam informando sobre cada caso de morte causada pela doença.

Massa pode deixar hospital em dez dias, andando, diz médico

recuperação de Felipe Massa tem animado os médicos, que já falam em previsões de alta para o piloto brasileiro, após o grave acidente no treino de classificação para o GP da Hungria de Fórmula 1, no sábado. Novas análises dão conta de que em cerca de dez dias o ferrarista pode deixar o hospital e, quando o fizer, será andando.
REVEJA O ACIDENTE DE MASSA
LEIA MAIS SOBRE O ACIDENTE
VEJA FOTOS DO TREINO DE SÁBADO
MANDE MENSAGEM DE APOIO
PILOTOS ABREM TWITTER DE APOIO
TOP 7: VEJA OS PIORES ACIDENTES "Minha expectativa é de que ele possa sair andando sozinho do hospital", afirmou Peter Bazso, diretor médico do hospital de Budapeste em que Massa está internado, à televisão local M1, segundo o Autosport. "Eu não deixaria de lado a hipótese de ele poder sair em dez dias."Felipe Massa sofreu um grave acidente nos treinos classificatórios para a décima etapa do Mundial de F-1, quando foi atingido por uma peça. Ele participava do treino, quando uma mola que se soltou da Brawn de Rubens Barrichello atingiu seu capacete. Desacordado, o piloto só parou no muro.Com o impacto da peça, Massa sofreu uma fratura no crânio, foi operado e chegou a ser colocado em coma induzido até que fosse avaliada uma evolução de seu estado. Agora, no entanto, sua sedação diminui gradualmente, além de já se ter notícias de que ele reconheceu e se comunicou com os familiares na segunda-feira."Ele tem passado mais e mais tempo acordado, conversando com familiares e amigos", informou Bazso. Os pais e a esposa de Massa, Rafaella, grávida de cinco meses, voaram para a Hungria para acompanhar a recuperação. Seu empresário, Nicolas Todt, também está no hospital.Nesta terça-feira, o ex-chefão da Ferrari, Jean Todt, e o atual responsável pela escuderia, Stefano Domenicali, visitaram Felipe Massa no Hospital Militar de Budapeste. Leia mais.Enquanto o médico brasileiro Dino Altman, que está em Budapeste, não fala em problemas com o olho de Massa (Leia mais) - muito próximo da região afetada pela batida da peça -, a diretoria do hospital adota mais cautela e não mostra certeza de que não exista alguma lesão.

Record anuncia estreia de Gugu para 30 de agosto

A Record informou por meio de comunicado nesta segunda-feira que o apresentador Gugu Liberato estreia na programação dominical da emissora no próximo dia 30 de agosto.
Final de "Jogo Duro" perde de "A Fazenda" no ibopeRecord pirateou imagens da Fórmula 1, diz Globo; Record negaPúblico escolhe próximo fazendeiro em reality da RecordAtriz Camila Rodrigues tem carro apreendido em blitz
SBT
Gugu Liberato
Gugu já começou a preparar as atrações do seu programa.
No último final de semana, o apresentador viajou por todo o país, para produzir um dos quadros da atração.
Havia um boato de que a estreia do apresentador no canal ocorreria no dia 16 de agosto.

Governo minimiza posicionamento do PT contra Sarney e mantém apoio ao peemedebista

O governo minimizou a nota do PT, divulgada na sexta-feira pelo líder do partido no Senado, Aloizio Mercadante (SP), pedindo o afastamento temporário do presidente do Casa, José Sarney (PMDB-AP), e deve manter o apoio ao senador.
Por CPI da Petrobras, Lula mantém apoio a José Sarney no SenadoGravações ligam Sarney a empreiteiro indiciado pela PF; ouçaEmpresas da família Sarney são alvo de devassa da Receita
"O que nós avaliamos é que isso não é um movimento do PT. Nós imaginamos que seja o posicionamento de um ou dois senadores", afirmou José Múcio (Relações Institucionais), ao sair de reunião de coordenação do governo.
Quando perguntado se o governo manteria sua posição a favor da permanência de Sarney na presidência do Senado, Múcio respondeu: "Não tenha dúvida nenhuma".
O ministro afirmou ainda que esse assunto vai ser tratado com mais cuidado na semana que vem, quando os parlamentares já tiverem voltado do recesso e Gilberto Carvalho, chefe de gabinete da Presidência, e o ministro Franklin Martins (Comunicação Social), voltado de férias. "Como muitos estão fora, estamos esperando que a poeira baixe, para se conversar na semana que vem", disse Múcio.
Para Múcio, o posicionamento não é de toda a bancada do PT, pois o presidente teve uma reunião com os senadores há duas semanas em que discutiram a crise envolvendo Sarney. "Precisamos ver se é um movimento da bancada inteira, visto que o presidente conversou com a bancada quinze dias antes disso tudo acontecer."
Em reportagem publicada nesta segunda-feira pela Folha, um assessor presidencial disse que Lula não quer dar motivos para o PMDB adotar uma posição hostil aos interesses do governo. O presidente, então, reduziria as manifestações públicas em defesa de Sarney e passaria a atuar nos bastidores.
Na nota de sexta-feira, Mercadante afirmou que a divulgação das gravações da Polícia Federal que indicariam envolvimento de Sarney na negociação da contratação do namorado da neta é "grave, porque há indícios concretos da associação do peemedebista com atos secretos".
Segundo o senador, o Conselho de Ética deve apurar com rigor todas as acusações e a bancada do PT não se oporia à antecipação da primeira reunião do colegiado.
O colegiado vai investigar quatro denúncias do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) e uma representação do PSOL contra Sarney. Duque, como presidente do colegiado, tem autonomia para arquivar sumariamente as acusações.
O presidente da Casa foi denunciado por causa de seu envolvimento com os atos secretos, pela suspeita de que teria interferido a favor de um neto que intermediava operações de crédito consignado para servidores do Senado, pela suspeita de ter usado o cargo para interferir a favor da fundação que leva seu nome, e pela a contratação do namorado de sua neta para trabalhar na Diretoria Geral do Senado.

Wagner: horário de verão prejudica trabalhador

que sai para trabalhar cedo e teria que deixar sua casa ainda no escuro. A exclusão da Bahia do horário de verão, que começa em outubro, foi defendida pelo governador Jaques Wagner, que afirma ter levado em conta o interesse da população. “Alguns empresários estiveram comigo e argumentaram que isso prejudica a Bahia, como prejudicaria todo o Nordeste, por conta da diferença dos horários de vôos e dos horários de televisão”. “Por outro lado, quem trabalha muito cedo, quem vai para o pólo petroquímico, quem é trabalhador em vários setores, tem que sair de casa cinco horas da manha e no horário de verão isso significa a luminosidade de quatro horas da manhã, ou seja, ainda no escuro”. Wagner reafirmou a decisão de manter o que já vinha sendo feito, com a Bahia fora do horário de verão. “De qualquer forma, defendo o debate em torno do assunto, como vem sendo feito pela Associação Comercial da Bahia”. “Temos um Fórum Tripartite no Governo, composto pelas centrais sindicais, associações empresariais e representantes do Estado, em que esse tema está em discussão”. Para ele, é melhor que a Bahia acompanhe os estados do NE e fique fora do horário de verão. “Estamos há três meses do início dessa medida nas regiões Sul e Sudeste do país e o debate deve ser feito. Tomamos essa decisão por entender que a maioria da população, a classe trabalhadora, se prejudica com a inclusão da Bahia no horário de verão”.

Tá fácil

ACM Neto exigiu de Geddel que o PMDB saia do governo Wagner e apoie José Serra para presidente em 2010. Não é tão difícil, já que Geddel sempre foi oposição a Lula até... ele ganhar a eleição.

Itabuna é das mais violentas para adolescência

diz Unicef e a Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República. O estudo compara os índices de homicídio entre adolescentes de 12 a 18 anos nas 267 cidades brasileiras acima de 100 mil habitantes. A partir de números de 2006, o Índice de Homicídios na Adolescência define qual a possibilidade de um adolescente de 12 anos chegar aos 19. O resultado não é bom para Itabuna, Ilhéus, Juazeiro e Teixeira de Freitas, todas bem acima da média nacional. Teixeira apresenta índice de 3,34, seguido de Juazeiro (3,30). Itabuna e Ilhéus vêm logo atrás, com índice 3,29. O IHA médio nacional é de 2,03. Isto significa a possibilidade que um adolescente de 12 anos tem de morrer antes de alcançar os 19 anos, para cada mil. Os quatro municípios baianos são os que representam mais riscos para a adolescência. Jequié seria o mais tranquilo, segundo o estudo. O IHA do município do sudoeste é de apenas 0,55. Barreiras também está bem abaixo da média nacional. Apresenta IHA de 0,86. O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) considera os índices de “violência letal” em Itabuna, Ilhéus, Juazeiro e Teixeira de Freitas bastante elevados. Para chegar à média, o Fundo e a Secretaria Especial de Direitos Humanos cruzaram dados de população e mortalidade fornecidos pelo IBGE e Ministério da Saúde. Os dados de 2006, fornecidos pelo IBGE, revelam que Itabuna tinha 33.906 adolescentes de 12 a 18 anos. A soma de mortes esperadas ano a ano e até 2012, conforme o estudo, indica que 111 jovens perderão suas vidas se for mantido o ritmo e o índice de 2006 (3,29). Em Ilhéus, com 38.032 adolescentes nessa faixa etária, o número de homicídios chegará a 125, perfazendo a mesma média registrada em Itabuna, 3,29 mortes violentas a cada grupo de mil adolescentes.

Ibicaraí realiza segundo curso


Ibicaraí tornou-se o primeiro município baiano a implantar uma Escola de Governo, que tem como objetivo a capacitação de servidores público. A Escola de Governo professora Hilda Evangelista de Oliveira teve as suas atividades iniciadas no final do mês de junho e foi inspirada em um modelo adotado pelo Governo do Paraná, um dos pioneiros no país a implantar escolas de gestão. “Queremos preparar os nossos colabores para o futuro, é uma forma de fortalecer a cidadania”, diz o educador e prefeito Lenildo Santana (PT). A Escola de Governo de Ibicaraí homenageia uma das mais antigas servidoras do município, a professora Hilda Evangelista de Oliveira, de 84 anos e 25 de serviços prestados à educação e à gestão municipal de Ibicaraí. A escola, uma espécie de universidade aberta, oferecerá cursos, mini cursos, palestra e workshops durante todo o ano com especialistas regionais e nacionais. “Nosso objetivo é capacitar todos os nossos colaboradores para a gestão pública”, afirma o coordenador do projeto José Carlos Andrade Nunes, também assessor especial da Prefeitura. Uma das palestras já realizadas foi com a psicopedagoga Fabiane Lira, abordando relações interpessoais. Foi oferecido ainda um mini curso de redação de documentos oficiais. O advogado Osias Ernesto Lopes, com 31 anos de experiência, ministrou os mini cursos de Noções Básicas de Direito Administrativo e outro sobre Noções de Direito Administrativo Municipal. O último foi realizado, no cinema local, com a participação de uma centena de servidores.O advogado Osias Lopes é ex-secretário de Administração de Itajuipe e Itabuna, procurador de vários municípios sul baianos e ex-diretor financeiro da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab). Atualmente, ele integra o Instituto Anísio Teixeira (IAT).Iniciativa aprovadaServidores antigos e novos aprovaram a iniciativa do prefeito Lenildo Santana em criar a Escola de Governo. Um dos exemplos é Dionei Alves Dias, com 30 anos de serviço público. “Existe uma necessidade de preparação dos servidores, a maioria das pessoas entra no serviço público sem preparação”, destacou o servidor.A servidora da educação há 24 anos, Meire Jane Gonçalves, acredita no êxito da iniciativa. ”Tenho mais de duas décadas de trabalho na prefeitura de Ibicaraí e ainda não vi uma ação como essa”. A secretária Poliana Menezes com 6 meses de serviço públçico, diz que os cursos estão servindo para a sua qualificação profissional Já para Silvana Vieira, na educação há 24 anos, “nesse meu período de serviço público já passei por vários governos e nunca foi encarado como deveria ser, com atenção a todo o funcionalismo como faz Lenildo”.

CHARGE DO DIA>>>


Gripe suína mata mais cinco pessoas no Rio Grande do Sul

SÃO PAULO - A Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul confirmou neste domingo, 26, mais cinco mortes causadas pela gripe suína no Estado. Com isto, sobe para 16 o número de total de mortes. O balanço oficial do Ministério da saúde indica 33 mortes causadas pelo vírus A H1N1 no País.


Veja também:
Gripe suína altera ritual em missas da Igreja
Na fronteira , cidade vive medo da gripe As mortes ocorreram entre os dias 16 e 25 de julho. As vítimas são três mulheres e dois homens. Duas delas eram gestantes e viviam em Passo. Outra era diabética morava em Uruguaiana. Um marceneiro com complicações cardíacas morreu em Caxias do Sul e um operário de 20 anos faleceu em Montenegro.De acordo com a secretaria, existem cerca de 10 mil casos da nova gripe no Rio Grande do Sul. "A epidemia está vindo da fronteira em direção ao litoral, atingindo também o norte do Estado. Atualmente, 392 pacientes estão internados em hospitais sendo que, destes, 101 estão em UTIs", explicou o secretário Osmar Terra, em entrevista publicada pela assessoria de imprensa da secretaria. Ainda segundo Terra, em 99% dos casos não é necessária a internação, mas quando ela é necessária, a doença apresenta evolução rápida para um nível mais grave.

Programa Bolsa Família recadastra até o dia 31 de agosto


Termina no próximo dia 31 de agosto o prazo de recadastramento no programa Bolsa Família para os beneficiários que recebem o auxílio há mais de dois anos.
Em Salvador, a atualização pode ser feita em qualquer um dos 29 postos de atendimento montados em diversos bairros da cidade, sob a coordenação do Centro de Informação e Atendimento Social (Cias), órgão vinculado à Secretaria Municipal do Trabalho, Assistência Social e Direitos do Cidadão (Setad).
Nos demais municípios da Bahia, os interessados devem buscar informações com a prefeitura local.
“O recadastramento irá possibilitar que o governo federal consiga informações qualificadas sobre os beneficiários do Bolsa Família. Também irá permitir o controle do cadastro, evitando fraudes”, assinala o secretário Antônio Brito, titular da Setad.
Para efetuar a atualização, o representante legal do benefício tem de apresentar o cartão do Bolsa Família; documento de identidade; cadastro de pessoa física (CPF) ou o título de eleitor, carteira de trabalho (caso assinada, levar contracheque) e o comprovante de residência. Deverá levar também documentos dos demais membros da família.
No caso dos maiores de 18 anos, é necessário carteira de identidade e carteira de trabalho, além do contracheque, se estiver assinada. Em relação aos menores de idade, é exigido atestado de frequência escolar ou de matrícula e a carteira de identidade ou a certidão de nascimento. Para crianças menores de 7 anos, é necessário apresentar cartão de vacinação atualizado. Em Salvador, 67.453 famílias terão de fazer recadastramento, no total de quase 168 mil que recebem auxílio do programa federal. Os últimos dados, divulgados no última sexta-feira, apontavam que cerca de 28 mil beneficiários atualizaram os dados.

Advogada paga despesas de Clodovil enquanto aguarda indenização

Responsável por cumprir o testamento deixado pelo deputado Clodovil Hernandes, a advogada Maria Hebe Pereira de Queiroz aguarda a liberação de uma indenização de R$ 1 milhão de uma emissora de televisão para tentar realizar o desejo manifestado pelo estilista de criar uma entidade assistencial. Em entrevista ao G1, Maria Hebe diz ter obstáculos: segundo ela, Clodovil deixou dívidas e não tinha bens valiosos. A casa da qual o deputado detinha permissão de uso em Ubatuba, litoral de São Paulo, custa à advogada R$ 7 mil mensais em manutenção. Outro imóvel, na Granja Viana, em Cotia (Grande São Paulo), vale cerca de R$ 350 mil e tem dívida de R$ 200 mil em impostos e penhoras. Clique no vídeo acima para conhecer a casa de Clodovil em Ubatuba, apresentada ao G1 por um funcionário do local Clodovil morreu em 17 de março após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Em testamento, o deputado manifestou o desejo da criação da Fundação Isabel, nome da mãe adotiva de Clodovil, entidade para cuidar de meninas carentes. Maria Hebe afirmou que a indenização da emissora deve sair em breve. Segundo ela, o dinheiro já está depositado em juízo e há uma decisão transitada em julgada - sem possibilidade de recurso - favorável a Clodovil. A advogada contou que o valor não havia sido liberado poque sua nomeação como inventariante (responsável pela herança) saiu somente na semana passada. A previsão é de que o dinheiro possa ser utilizado a partir das próximas semanas.

Foto: Tiago Marconi / G1
Varanda da casa de Clodovil em Ubatuba (Foto: Tiago Marconi / G1)
Casa de Ubatuba
Como o imóvel de Clodovil em Ubatuba está situado em área de Mata Atlântica, não pode ser comercializado - o estilista adquiriu apenas a permissão de uso do local.

O direito de uso e os objetos da casa poderão ser vendidos ou leiloados para levantar dinheiro para a fundação, apontou a advogada Maria Hebe.

Alguns objetos pessoais de Clodovil que estão em Ubatuba devem ser enviados para o acervo da entidade, que pode ser instalada no imóvel dele em Cotia.

O G1 foi a Ubatuba e visitou a casa de Clodovil. No local, ainda estão as roupas do deputado, fotos, quadros e eletroeletrônicos, por exemplo.

saiba mais
Veja imagens do velório de Clodovil Hernandes
Polêmico, Clodovil tinha medo de não encontrar a mãe após a morte
'Tenho horror aos EUA', diz Clodovil na TV
Gabinete de Clodovil tem decoração de Naja
Clodovil é investigado por crime ambiental
Clodovil pede silêncio e prega 'bondade'
Cachorros de Clodovil serão doados a amigos próximos, diz chefe de gabinete
Responsável por cuidar da casa, Paulo Dágula, diz que tenta manter o local como quando Clodovil ainda estava vivo.

"A gente está se esforçando para manter as coisas mais ou menos como estavam, mas igual mesmo nunca mais vai ficar. Ninguém consegue fazer um arranjo de flor como ele fazia. (...) Aqui em Ubatuba espalharam boatos de que tinham entrado aqui e saqueado a casa, é tudo mentira. Está tudo aqui", disse o caseiro.

Clodovil tinha ainda cinco cachorros da raça pug. Quatro foram doados e um faleceu após a morte do deputado. "Ela estava com a saúde fragilizada. Foi cuidada pelo mesmo veterinário de quando o Clodovil estava vivo, mas não resistiu", narrou Dágula. Os três pastores alemães ainda estão em Ubatuba e ajudam a cuidar do local.

Paulo disse que atualmente apenas dois dos cerca de 12 funcionários que trabalhavam no local quando Clodovil estava vivo cuidam da casa: ele e um jardineiro. A advogada Maria Hebe conta que manteve os dois funcionários e três seguranças para preservar o patrimônio de Clodovil.

"O gasto é elevado: luz, cloro da piscina, para evitar a dengue, ração dos cachorros. Não tem condições de continuar como está. A casa de Ubatuba é uma torneira aberta. A prioridade é encontrar uma solução para isso." Maria Hebe disse que marcará encontro com a Prefeitura de Ubatuba para discutir uma solução para o local, se pode virar um local para visitação ou se a autorização de uso será comercializada. "O que não podemos é ficar tirando dinheiro da fundação para o imóvel." Quando o dinheiro da indenização for liberado, Maria Hebe deve ser ressarcida dos gastos na casa de Ubatuba.

Foto: Tiago Marconi / G1
Foto de Clodovil com a mãe, Izabel, que deve ser homenageada com criação de fundação (Foto: Tiago Marconi / G1)
Ações na Justiça
Do R$ 1 milhão que se tem para receber como indenização, a advogada estima que metade seja consumida por penhoras, frutos de dívidas deixadas por Clodovil. Do valor, cerca de R$ 200 mil já estão reservados para o pagamento de dívidas.

"A cada hora que vou analisar o processo tem uma penhora nova. Existem ações indenizatórias que ele perdeu por dizer sempre tudo que pensava." O objetivo é ainda transferir uma penhora da casa de Cotia para a indenização já conquistada na Justiça. Trata-se de uma ação no valor de cerca de R$ 100 mil. "O objetivo é facilitar que a fundação seja na casa da Granja Viana. A prefeitura está bem disposta a discutir para viabilizar isso." A advogada informou que há possibilidade de a administração local "perdoar" as dívidas com impostos para possibilitar a implantação da entidade. Além do processo já ganho, há previsão do recebimento de mais R$ 1 milhão de outra ação. "Nessa eu espero que sobre um valor considerável para a fundação."

Apartamento funcional
Maria Hebe afirmou que a Câmara dos Deputados pressiona para que os objetos de Clodovil sejam retirados do apartamento funcional em que ele morava em Brasília. "Estou conversando com o juiz, ele indicou para fazer uma listagem de todos os bens. E foi isso que pedi para Câmara. Não vou entrar lá e tirar os bens antes disso", afirmou

Massa já se comunica, mas Ferrari tem pressa para decidir substituto

O presidente da Ferrari, Luca di Montezemelo, afirmou nesta segunda-feira que tem pressa para decidir sobre um eventual substituto de Felipe Massa na temporada 2009 da Fórmula 1. O piloto, que sofreu um grave acidente no treino de classificação para o GP da Hungria, neste sábado, está internado no Hospital Militar de Budapeste e não tem previsão de alta, tampouco de liberação para voltar a correr.O brasileiro foi atingido na cabeça por uma mola da Brawn de Rubens Barrichello. A peça destruiu parte do capacete do piloto e por centímetros não perfurou a viseira. Montezemelo visitou Massa na manhã desta segunda-feira (madrugada, pelo horário de Brasília) e ouviu dos médicos que o piloto pode demorar meses para se recuperar da fratura no crânio e da concussão cerebral. Outra preocupação é quanto ao olho esquerdo do piloto, que está preto e inchado. Ainda não há certeza sobre a gravidade das sequelas no local.
ACIDENTE DE MASSA NA HUNGRIA

Massa é retirado do carro após o acidente no treino de classificação

No domingo, Rubinho e Ross Brawn visitam o brasileiro no hospital
RUBINHO: MOLA SOLTOU DE MANHÃ
BRASILEIRO TEM QUADRO ESTÁVEL
PILOTOS HOMENAGEAM MASSAAs opções da Ferrari para substituir Massa são os pilotos de testes Luca Badoer e Marc Gené. O ex-campeão mundial Niki Lauda sugeriu que o heptacampeão mundial Michael Schumacher, aposentado desde 2007 e hoje consultor da equipe italiana, voltasse às pistas. O empresário do piloto, Willi Weber, no entanto, recusou a hipótese. "A possibilidade de Michael voltar está descartada", disse ao jornal Bild.Massa já está vetado da próxima etapa da temporada, o GP da Europa, em Valência, na Espanha, marcado para o dia 23 de agosto.MelhoraSegundo os médicos, o quadro do brasileiro manteve-se estável durante a madrugada desta segunda-feira. Massa realizou exames clínicos e uma tomografia pela manhã, que apontaram ligeira melhora. Um teste com ultra-som realizado para saber de o piloto acumulou água em seus intestinos deu negativo."Massa agora fica mais tempo acordado e é capaz de comunicar-se de forma ativa, movendo pernas e mãos. É um bom sinal", disse Istvan Bocskai, porta-voz do Ministério da Defesa da Hungria. A melhor na capacidade de comunicação pode significar que o cérebro do piloto não deve ter sofrido nenhum dano específico, mas os médicos dizem que é cedo para assegurar tal condição.Massa deve ser transferido até o próximo fim de semana para a clínica Pitié-Salpêtrière, do médico Gerard Saillant, em Paris. O pedido foi feito por Jean Todt, ex-chefe da Ferrari e pai de Nicolas, empresário do piloto. Saillant já cuidou de Michael Schumacher em 1999, quando o alemão quebrou a perna em um acidente em Silverstone, e do atacante Ronaldo, que sofreu três lesões ligamentares nos joelhos.

Palmeiras aproveita 'desmanche' rival e empata histórico de dérbis no século

Há três anos sem perder um clássico para o Corinthians, o Palmeiras estendeu neste domingo a invencibilidade sobre o arquirrival para seis jogos, com uma vitória por 3 a 0 em Presidente Prudente - todos os gols marcados pelo atacante Obina. O triunfo, que empatou o histórico entre os clubes no século 21, foi obtido mais facilmente pelo time alviverde, sobretudo, por conta da fase de transição que os adversários do Parque São Jorge atravessam. Palavra do goleiro Marcos.
ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA
CONFIRA O RELATO COMPLETO DO CLÁSSICO
VEJA MAIS IMAGENS DA RODADA
MARCOS COMPARA OBINA A EVAIR
OBINA PREGA HUMILDADE EM CAMPO
MANO PEDE MATURIDADE NA TRANSIÇÃODepois de conquistar o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil, o Corinthians perdeu na semana passada o lateral esquerdo André Santos e o volante Cristian, negociados com o Fenerbahce, da Turquia. Além disso, o meia Douglas e o goleiro Felipe tiveram seus nomes envolvidos em boatos sobre transferências para clubes estrangeiros ao longo dos últimos dias. Para Marcos, tudo isso atrapalhou os rivais. "O Corinthians foi campeão duas vezes e é muito difícil manter a concentração em uma terceira competição. Além disso, o time deles vendeu Cristian e André Santos... a gente sabia que poderia se utilizar disso aí", contou Marcos. "Quando um clube perde jogadores importantes, demora até encaixar alguém no mesmo setor", analisou o arqueiro, que pela primeira vez na carreira enfrentou o atacante Ronaldo - o camisa 12 palmeirense não esteve em campo no empate por 1 a 1, em 8 de março, pelo Campeonato Paulista. Marcos também aproveitou para enaltecer os méritos que seus companheiros de clube tiveram no gramado do Estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente. "O Palmeiras fez um bom primeiro tempo, abriu 1 a 0 e na segunda etapa matou o jogo com mais dois gols. Ganhar como ganhamos hoje (domingo) é sempre muito difícil", emendou. Os três gols marcados por Obina neste domingo fizeram o Palmeiras igualar o retrospecto dos duelos com o Corinthians no século 21. De 2001 até o apito final do confronto deste domingo, foram disputados 20 jogos entre os arquirrivais. Cada um venceu sete vezes e seis empates aconteceram. Os alviverdes levam uma ligeira vantagem no número de gols marcados: 27, contra 24 dos adversários. Apesar de o equilíbrio ser a tônica o confronto neste século, o histórico geral das partidas entre alviverdes e alvinegros aponta vantagem para o Palmeiras: são 120 vitórias, 98 empates e 113 confrontos corintianos em 331 jogos já realizados, conforme dados do clube alviverde.

56 mil eleitores de sete cidades voltam às urnas neste domingo

Mais de 56 mil eleitores de sete cidades do país voltam às urnas neste domingo (26) para escolher prefeito e vice, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

São cinco cidades de Minas Gerais (Cachoeira Dourada, Carmo do Paranaíba, Ipiaçu, Mata Verde e Salto da Divisa), uma do Rio Grande do Sul (Vale do Sol) e outra do Rio Grande do Norte (São José do Campestre). Nesses locais, os resultados das eleições de outubro do ano passado foram anulados pela Justiça Eleitoral. Isso porque os candidatos vitoriosos, que tiveram candidatura ou diploma cassados, tiveram mais de 50% dos votos válidos. Nesses casos, a lei prevê uma eleição suplementar.

Apostador do Rio leva R$ 56 milhões da Mega-Sena

Um apostador do Rio de Janeiro acertou as seis dezenas do concurso 1.094 da Mega-Sena, sorteado neste sábado, e levou o prêmio de R$ 56 milhões. Segundo a Caixa Econômica Federal, o prêmio é o maior pago pelo concurso neste ano e o segundo maior da história.
Os números sorteados foram 09 - 10 - 21 - 36 - 41 - 48. O sorteio foi realizado na cidade de Currais Novos (RN).
Frente fria se afasta, mas temperaturas ainda ficam baixasPrefeitura de SP abre AMAs aos domingos devido à gripe suína
O próximo sorteio, que vai ocorrer em Rio Branco, na quarta-feira (29), deve pagar R$ 25 milhões de prêmio, conforme estimativa da Caixa.
No sorteio deste sábado (25), 211 bilhetes acertaram a quina e vão levar, cada um, R$ 25.579,45. Já a quadra saiu para 18.534 bilhetes e vai pagar R$ 416,01 para cada apostador.As apostas para concorrer ao prêmio devem ser feitas até as 19h (horário de Brasília). A aposta mínima --seis números-- custa R$ 1,75.

Itabuna fará 99 anos com duas realidades

Vivendo um contraste entre desenvolvimento e pobreza, Itabuna se prepara para a chegada dos 99 anos de emancipação política e administrativa. O município foi emancipado no dia 28 de julho de 1910, depois de anos de luta do líder José Firmino Alves.
O município está entre os oito mais importantes da Bahia. O comércio e a prestação de servidores são setores de destaque em Itabuna, que nos últimos anos ganhou duas faculdades particulares e um shopping center.
O município também ganhou novos prédios de luxo no Jardim Vitória e novos empreendimentos no setor de saúde. Mas nem tudo é positivo. Nos últimos anos ele enfrentou uma forte crise na saúde, com denúncias de desvio de dinheiro público.
O Hospital de Base foi sucateado e Itabuna perdeu a municipalização.plena da Saúde. Além disso, os moradores dos bairros periféricos ainda precisam dormir nas filas para conseguir uma ficha de atendimento médico.
A infra-estrutura é outro problema grave, com trânsito caótico e bairros de ruas intransitáveis. Neste final de semana o jornal A Região traz matérias com especialistas criticando e mostrando soluções para os problemas da cidade.

OMS diz que gripe suína já matou cerca de 800 pessoas

A organização recomendou que os países parem de fazer exames de laboratório em todos os suspeitos de ter contraído o vírus, em vista das proporções da propagação da doença, e que concentrem seus recursos na contenção da pandemia e no tratamento dos doentes com sintomas graves.

Além disso, os países devem continuar informando sobre cada morte devido ao vírus A (H1N1) confirmada em laboratório. Hartl disse que, "infelizmente, é normal que quanto mais casos, mais mortes ocorram", mas descartou os temores de que o vírus tenha sofrido mutação.

Ele afirmou também que a veloz propagação registrada no hemisfério sul ocorre pois o vírus circula melhor em baixas temperaturas. Sobre o fato de que no hemisfério norte haja uma transmissão sustentada do vírus, apesar de estar no verão, o porta-voz disse que pode ser devido a que "ninguém tem imunidade frente a este vírus, porque é novo".

O maior número de casos continua sendo de adolescentes e jovens, mas não se sabe a razão. Uma das suposições indica que os primeiros focos ocorreram em estabelecimentos de ensino, ambientes onde o contágio seria mais fácil.

De acordo com ele, as primeiras vacinas devem levar vários meses para ficar prontas. "Esperamos que as primeiras doses fiquem disponíveis para uso humano no começo do outono do Hemisfério Norte", disse.

Ainda não se sabe se será necessária uma ou duas doses por pessoa, pois os testes clínicos mal começaram, acrescentou.

A OMS por enquanto tem promessas de dois fabricantes no sentido de produzirem 150 milhões de doses para os países em desenvolvimento.

A entidade negocia com outros produtores estoques que seriam destinados aos países menos desenvolvidos.

Hartl não citou as empresas, mas grandes produtores incluem os laboratórios Sanofi-Aventis, Novartis, Baxter, GlaxoSmithKline e Solvay.

A OMS, agência da ONU, declarou em 11 de junho que o mundo vive uma pandemia de gripe. No Brasil, foram registradas 29 mortes pela nova gripe, segundo último balanço do Ministério da Saúde.

Na semana passada, a agência anunciou que se trata da pandemia com a mais rápida expansão já vista, e que se tornou inútil contabilizar cada caso.

Bahia de Feira conquista título estadual da Segunda Divisão


Em um jogo muito disputado e corrido, digno de uma decisão, o Bahia de Feira conseguiu a vaga para integrar a elite do futebol baiano em 2010, ao empatar em 2 a 2 com o Juazeirense no estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana, nesta sexta-feira, 24. O empate favoreceu o time da casa, que fez melhor campanha e não perdeu nenhum dos dez jogos disputados na Segunda Divisão.
Tudo começou a parecer ainda mais fácil para o Bahia de Feira quando, logo aos 3 minutos, André Cabeça abriu o placar, chutando rasteiro no canto direito do goleiro Vinicius.
Mas ao invés de se acalmar, o Bahia entrou no corre-corre do Juazeirense, que começou a procurar desesperadamente o empate e conseguiu marcar aos 28 minutos, num gol de cabeça de Alan, que apenas raspou de leve a bola levantada no meio da pequena área na cobrança de uma falta na intermediária.
No final do primeiro tempo, quando os dois lados aparentemente já poupavam energia para decidir tudo na etapa final, Baiano desempatou numa jogada de raça, quando brigou pela bola e foi trombando com os adversários até a entrada da área, tocando no canto na saída do goleiro. O gol marcado nos descontos parecia colocar o Bahia com uma mão na taça. Isso se um bate-rebate dentro da área no primeiro ataque do segundo tempo não resultasse em novo empate, desta vez marcado por Alan, que encheu o pé, na cara do gol. Com isso, o segundo tempo inteiro foi de correria. Apesar de jogar pelo empate, o Bahia de Feira continuou a buscar o gol. O Juazeiro, a quem só a vitória interessava, também foi para cima, especialmente nos últimos minutos. O juiz, que tinha dado somente um minuto de desconto no primeiro tempo, resolveu esticar a etapa final até os 51. Mas o empate permaneceu e o Bahia sagrou-se campeão. BAHIA DE FEIRA 2 X 2 JUAZEIRENSE

Dez anos de BOLA na REDE


No ano de 1999 nascia o informativo BOLA na REDE , com o intuito de acompanhar e divulgar o esporte, em especial o campeonato do Clube dos Quarenta.
Em 2002 lançou edições especiais acompanhando o campeonato municipal de futebol, promovido pela Liga Ibicaraiense de Futebol.
Por nove anos seguidos deu ênfase ao campeonato do Clube dos Quarenta, trazendo um raio x completo dos jogos, com ficha técnica, os destaques das partidas, e com o quadro de sucesso nacional, já que é utilizado em vários programas e órgãos de imprensa em todo pais que é; o Bola Cheia e o Bola Murcha, além de um que os desportistas gostam muito, DOIS TOQUES.
Neste ano de 2009 ao completar 10 anos, o seu idealizador Ionaldo Nunes Borges (Du), pessoa que tem muito serviço prestado ao esporte de Ibicaraí, resolveu alçar vôos mais altos e lançou o informativo a nível municipal e intermunicipal, cobrindo eventos de todos as modalidades esportivas, de todas as categorias, cobertura dos campeonatos dos C40, CCI, LIF, LIFS além de campeonatos de bairros.
Fica a torcida de quem gosta do esporte de nossa cidade, para que o BOLA na REDE permaneça no mínimo mais dez anos, construindo a história do nosso esporte, Ionaldo (Du) os nossos parabéns.

Definido grupo e a estréia de Ibicaraí no Intermunicipal 2009

A partir do próximo domingo, 26/07, acontecerá na cidade de Cachoeira o jogo oficial de abertura do XXXV Campeonato Intermunicipal de Futebol. Em toda competição serão 55 seleções brigando pelo título de 2009.
O jogo que abrirá o campeonato acontecerá entre a Seleção de Cachoeira (Vice-Campeã – 2008) e a Seleção de Governador Mangabeira, às 15h no Estádio Municipal de Cachoeira.
A disputa será longa, serão quase 300 jogos, os outros jogos de complemento da rodada acontecerão no dia 02/08. O fim do campeonato será na primeira quinzena de dezembro.
As 55 seleções estarão divididas entre 14 grupos, sendo 13 grupos com 4 seleções e 1 grupo com 3 seleções. As duas primeiras equipes de cada grupo se classificam para a etapa seguinte.
A seleção de Ibicaraí ficou no grupo 09 junto com as Seleções de Coaraci, Itororó e Itabuna. E a estréia será em casa no dia 02 de agosto no estádio Euclides Rosalino dos Santos (Euclidão). Veja os jogos de Ibicaraí na primeira fase:
Data
Hora
Jogo
Local
02/08
15:00
Ibicaraí
X
Coaraci
Ibicaraí
09/08
15:00
Itabuna
X
Ibicaraí
Itabuna
16/08
15:00
Ibicaraí
X
Itororó
Ibicaraí
23/08
15:00
Itororó
X
Ibicaraí
Itororó
30/08
15:00
Ibicaraí
X
Itabuna
Ibicaraí
06/09
15:00
Coaraci
X
Ibicaraí
Coaraci
A federação baiana estará fazendo uma justa homenagem aquele que foi e será o maior desportista de Ibicaraí José Neri de Santana, com o troféu de Vice Campeão da competição, que levará o seu nome.

Seleção de Ibicaraí se apresenta para inicio da preparação visando o Intermunicipal 2009


Jogadores da Seleção de Ibicaraí se apresentou nesta quinta feira a comissão técnica para iniciar a preparação visando a competição do Intermunicipal 2009.
Há nove dias da estréia, na disputa do XXXV Campeonato Intermunicipal de Futebol do estado da Bahia, teremos mais um grande adversário, que é a falta de tempo para treinamentos, já que a confirmação da participação da equipe, se deu apenas na tarde de segunda-feira. dia 20 de julho.
O treino desta quinta-feira aconteceu no Estádio Euclidão, com o Preparador Físico Profº Guéu, auxiliado por Fábio Valentin, com uma corrida em volta do gramado, para amanhã esta previsto um treinamento as 15:00 horas, onde haverá atividades físicas e táticas, e também será divulgada a relação dos 30 atletas que irá compor o elenco.

Empresário vira biliardário por um dia ao achar R$ 700 bilhões na sua conta

Um empresário carioca entrou na Justiça contra o banco onde tem uma conta corrente depois de ter descoberto, em setembro de 2008, que tinha um saldo disponível de R$ 734 bilhões. Em nota, o banco informou que, por uma falha técnica na transmissão de informações para a rede 24 horas, houve "distorção exclusivamente na formatação e impressão do extrato nesta rede".

Luiz Carlos Pimenta se tornou, no papel, um dos homens mais ricos do mundo no dia 2 de setembro de 2008, mas a alegria durou pouco. No extrato bancário, ele encontrou registros de saques e compensação de cheques na casa dos bilhões. Um dos saques chegou a R$ 7 bilhões e um cheque eletrônico de R$ 9 bilhões também foi compensado na sua conta.

Luis Carlos constatou o saldo ao imprimir um extrato durante uma viagem a Belo Horizonte.

"Eu precisei ficar mais um dia em Belo Horizonte e precisava comprar roupas. Resolvi checar meu saldo antes de gastar o dinheiro", contou ele, que foi a três caixas eletrônicos de onde tirou três extratos: todos mostravam os R$ 734.000.000.000,24 como o total em dinheiro disponível.
Diretor pagou passagem de volta
O empresário, que trabalha no ramo de toalhas, disse que, depois de tirar os extratos, não conseguiu mais fazer nenhuma movimentação. Ele disse que sua conta havia sido bloqueada. E explicou que um colega, que é diretor da sua empresa e que trabalha com ele, teve que pagar uma passagem até São Paulo, de onde ele voltou para o Rio.

Luiz Carlos ainda tentou tirar outros extratos em Belo Horizonte e São Paulo, mas não conseguiu resolver a situação.

"No dia seguinte fui a uma agência do Citibank no Rio e consegui tirar o extrato. Não tinha mais nada de errado na conta", contou ele. Antes da confusão, o empresário tinha cerca de mil reais no banco, e ele só teve a conta desbloqueada dois dias depois. O cliente também reclamou de que funcionários da agência não conseguiram ajudá-lo.

Por causa do prejuízo, Luis Carlos procurou ajuda de advogados, que entraram com uma ação indenizatória pedindo cerca de 60 salários mínimos por causa do bloqueio da conta. Os advogados desconfiaram também das movimentações feitas na conta, todas no mesmo dia, com centavos "quebrados", para uma possível identificação. E também estão preocupados de a Receita Federal questionar movimentação financeira tão grande na conta corrente do empresário.
Nota enviada pelo Citibank
A explicação do banco, em nota enviada ao G1, é a seguinte:

"Com relação ao suposto crédito indevido na conta do Sr. Luiz Carlos Pimenta, afirmamos que não há registros de crédito no valor relatado, nem bloqueio da Conta Corrente por esta razão. Por meio de uma análise junto à área técnica, constatamos que no dia dois de setembro de 2008 ocorreram defeitos na transmissão de informações para a rede 24Horas, causando distorção exclusivamente na formatação e impressão do extrato nesta rede. Este defeito não afetou os outros canais, Internet e telefone, para consulta e impressão de informações da conta corrente".

O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da rede de caixas 24 horas, que ficou de avaliar o problema relatado pelo Citibank.

Massa é atingido na cabeça por peça de carro de Rubinho, bate, mas passa bem

Uma peça cai de um carro, voa e atinge em cheio o capacete de Felipe Massa. O piloto, a 280km/h, perde o controle de sua Ferrari, bate forte em um dos pontos mais rápidos de Hungaroring e quase desaparece sob a barreira de pneus. A cena, uma semana depois da morte de Henry Surtees em uma corrida na Fórmula 2, causa tensão na Hungria. E em todo o mundo. O brasileiro é atendido na pista, levado para o centro médico do circuito e, depois, para um hospital de Budapeste. Rubens Barrichello, dono do carro de onde se soltou a tal peça, avisa que Massa estava consciente logo após o choque. Um primeiro alívio. A escuderia italiana, então, informa: ele passa bem. Veja ao lado como foi.

As atenções já estavam bem longe de Hungaroring quando o espanhol Fernando Alonso cravou a pole position para o GP deste domingo. Massa não poderá disputar a prova.



Brasileiro Felipe Massa é retirado do carro
Massa perdeu o controle de seu carro e saiu da pista na quarta curva. Segundo as imagens gravadas pela câmera instalada em seu carro, o capacete do brasileiro foi atingido logo antes da curva por um pequeno pedaço de metal, possivelmente da Brawn de Rubens Barrichello.
Em entrevista à repórter Mariana Becker, da Rede Globo, Rubinho disse que Massa estava consciente.

- Ele tinha um corte na cabeça, talvez causado pela peça solta que pegou na cabeça, que talvez tenha caído do meu carro. Ele estava agitado, falando, consciente. Eles vão levá-lo para o hospital para fazer uma análise melhor. Tiveram de fazer ele adormecer por precaução, mas está tudo bem - diz Barrichello.

Grêmio enfrenta teste para retomar momento positivo

Dentro de casa, o Grêmio espera fazer valer a força de seus torcedores para conquistar a vitória e retomar o bom momento no Brasileirão. Na 8ª colocação, os donos da casa tentam a vitória para subir na tabela. A queda de produção do Santo André já começa preocupar o técnico Sérgio Guedes. Isso porque, depois de perder para Palmeiras e Cruzeiro, o time do ABC tem mais uma prova de fogo na competição.

Número de brasileiros que vão à Argentina cai pela metade após gripe suína

O primeiro cálculo oficial sobre o impacto da gripe A (H1N1), popularmente conhecida como gripe suína, na ida de brasileiros à Argentina supera as previsões mais pessimistas: 50% a menos em média em todo o país. A cidade de São Carlos de Bariloche na Patagônia andina é a mais castigada com uma queda próxima a 60%. Os dados foram divulgados ao UOL Notícias pelo Secretário Executivo do Instituto Nacional de Promoção Turística (Inprotur), Leonardo Boto (equivalente à Presidência da Embratur), que anuncia uma campanha agressiva de ofertas argentinas no mercado brasileiro a partir de agosto com o objetivo de normalizar o fluxo de brasileiros em outubro."Ainda não temos os números consolidados de julho, mas podemos dizer que nesse último mês, da última semana de junho até agora, houve uma redução de aproximadamente 50% na entrada de brasileiros. As agências de turismo brasileiras nos informam uma queda de turistas para a Argentina de 30%, mas devemos somar os turistas paulistas e cariocas de fim de semana e o de viagens curtas de três dias a Buenos Aires. A queda chega a 50%", explicou Boto ao UOL Notícias.

Passageiros desembarcam no aeroporto internacional de Buenos Aires

Shopping center em Buenos Aires fica quasevazio após início do surto de gripe suína

Mulher atravessa avenida com pouco movimentona região central de Buenos AiresOs cálculos consideram apenas os turistas que entram pelo aeroporto internacional de Ezeiza em Buenos Aires e os de voos charters que chegam pelas agências. Os que atravessam a fronteira de forma terrestre ou os que atracam no porto de Buenos Aires com permanência inferior a 24 horas não são contabilizados.Os destinos mais afetados são a cidade de Buenos Aires e a de São Carlos de Bariloche, a mais procurada pelos turistas durante o inverno. Entre julho e setembro de 2008, 300 mil brasileiros vieram à Argentina. No período, 50 mil foram à Bariloche."Esses destinos foram os mais castigados. A queda em Buenos Aires pode superar um pouco os 50% enquanto a queda em Bariloche fica próxima de 60%. Foi a mais afetada pelo cancelamento dos voos charters. A gripe chegou justamente quando começariam os voos", diz Boto.Outros destinos como o centro de esqui de Las Leñas, em Mendoza, não perderam reservas enquanto outros, como a cidade de Ushuaia, na Terra do Fogo, até receberam mais brasileiros do que no ano passado. Graças aos voos charters, Ushuaia, a cidade mais ao Sul do planeta com o centro de esqui Castor receberam 24% de brasileiros a mais do que os 5 mil da temporada passada."Esses destinos não eram o foco da gripe. Não são grandes cidades nem destinos populares e importantes como Buenos Aires ou Bariloche", compara.As cifras oficiais argentinas abarcam o período entre a última semana de junho e a terceira de julho. Coincide com a recomendação do governo brasileiro para que turistas considerados em grupos de risco evitem viajar à Argentina e com o começo das férias de inverno no Brasil, quando milhares de brasileiros lotam os destinos turísticos argentinos. É justamente o período mais ansiado pelos agentes de turismo locais.Os brasileiros são o principal mercado de turistas estrangeiros da Argentina. Dos 4,7 milhões de estrangeiros que visitaram o país no ano passado, 650 mil eram brasileiros. De nenhum outro mercado emissor, a queda foi tão pronunciada."Qualquer variação na fatia de brasileiros afeta muito nos nossos números globais de turismo", diz Boto.Antes da gripe suína, devido aos efeitos da crise financeira internacional, a queda do turismo brasileiro à Argentina foi de 10%.Argentina promete "ofertas tentadoras" para atrair brasileirosPara reverter o impacto da queda do seu principal cliente, as autoridades argentinas preparam um campanha que promete inundar o Brasil com ofertas tentadoras."Será uma campanha muito agressiva, como instrumento de tração para que volte o fluxo normal de brasileiros a partir de outubro. Muitas ofertas. Verdadeiras oportunidades. Pacotes turísticos com imaginação que sejam muito atraentes. Por exemplo, para o jogo entre as seleções argentina e brasileira em setembro, queremos fazer uma publicidade com um jogador argentino e um brasileiro", antecipa o secretário executivo da Inprotur. A campanha começa em 15 de agosto e durará todo o mês de setembro.À frente do Instituto que coordena toda a ação direta com o Brasil, Leonardo Boto explica que o setor público argentino e as nove agências brasileiras mais importantes na emissão de turistas à Argentina desenvolveram uma campanha cooperada. Cada parte investiu US$ 500 mil, um fundo de total de um US$ 1 milhão para divulgar a Argentina nos meios de comunicação brasileiros.A recuperação do fluxo de brasileiros conta ainda com a previsão de que o brasileiro perderá paulatinamente o medo à medida que se acostumar com os casos de gripe suína no Brasil."Não é que nos alegre, mas é um processo de adaptação. As pessoas começam a perceber que a gripe suína não tem o nível de perigo que se imaginava. Nós também passamos por isso. No começo, quando o argentino lia sobre o México, horrorizava-se", diz Boto.O país está voltando paulatinamente ao normal nos últimos dias. A perda do medo está em sintonia com a diminuição do número de consultas e de contagiados. Os argentinos começam a voltar a frequentar espaços públicos como cinemas, teatros, shoppings e restaurantes. As autoridades, no entanto, alertam para uma possível segunda onda de contágios, sobretudo se houver uma baixa nos cuidados de prevenção e de higiene."Há diversas variáveis que não podemos controlar. Se não houver uma segunda onda de contágio e se continuar o processo de naturalização do brasileiro com a gripe, aspiramos a que a partir de outubro, estaremos numa situação completamente normalizada. Em outubro, voltamos ao normal", prevê.Governo implementa plano de criseA queda no número de turistas levou as autoridades argentinas a um plano de crise que consistiu em buscar medidas para amenizar ou para compensar o impacto negativo na imprensa sobre a epidemia de gripe A na Argentina. No dia 26 de junho, logo após a recomendação do governo brasileiro para turistas em grupos de risco evitarem a Argentina, Boto e a sua equipe reuniram-se em São Paulo com os 36 operadores de turismo mais importantes do Brasil para esclarecer a situação na Argentina.Paralelamente, contrataram a assessoria da mesma agência que assessorou a Air France após a queda do Airbus no oceano Atlântico, em maio, ou a Embratur durante o surto de febre amarela e de dengue no Brasil. A estratégia consiste em abastecer diariamente o mercado brasileiro com notícias positivas sobre os destinos turísticos argentinos. Ao mesmo tempo, as autoridades argentinas procuraram explicar através de publicidade na imprensa e diretamente aos agentes de turismo as medidas de prevenção à gripe suína que se tomam na Argentina."Como lutar contra o impacto de uma notícia que aponta mais de 160 mortos por gripe suína na Argentina? É isso o que estamos transitando. Quando as pessoas lêem uma manchete catastrófica, fica muito difícil. Não podemos fazer mágica. Precisamos de tempo para baixar o nível de ansiedade e de medo por parte do público brasileiro. O nosso principal ponto a favor é o processo de assimilação do próprio brasileiro com a gripe no Brasil e também com o brasileiro que veio à Argentina e voltou sem problemas", descreve.Sobre a recomendação do governo brasileiro do dia 23 de junho para que os brasileiros evitassem viajar à Argentina, as autoridades locais procuram interpretar a recomendação com naturalidade dentro de um contexto de crise."O título para que evitassem a Argentina não ajudava, mas o conteúdo da nota do Ministério da Saúde do Brasil referia-se a idosos, recém-nascidos e pessoas com problemas crônicos. A nossa reação perante isso é a de calma. Como a própria Argentina já tinha recomendado a mesma coisa a outros 11 destinos, compreendemos esse processo de medo gerado a partir desses alertas dos serviços sanitários", diz Boto, para quem a queda no número de turistas brasileiros não é por culpa da recomendação do governo brasileiro e sim as notícias na imprensa."A recomendação oficial é mais um componente desta trama, mas o que afeta realmente é a repercussão do assunto na imprensa argentina e o seu reflexo na brasileira. As autoridades sanitárias têm uma responsabilidade e, às vezes, não medem o impacto das suas palavras", lamenta.E põe como exemplo das consequências negativas para o próprio Brasil, o fato de o turismo em Foz do Iguaçu ter caído drasticamente a partir da recomendação de não viajar à Argentina."Só pelo medo de aproximarem-se da fronteira, caiu em quase 40% o número de turismo interno brasileiro a Foz do Iguaçu", diz.