Dilma planeja reforma ministerial “restrita” para abrigar aliados

A presidente Dilma Rousseff deve fazer uma mudança de “pequena extensão” em seu primeiro escalão até o início do próximo ano e “restrita” a ajustes para reacomodar sua base aliada, segundo fontes do Palácio do Planalto. Além de abrir espaço para acomodar o PSD, partido criado pelo atual prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, Dilma deve ampliar em um ministério a cota do PMDB na Esplanada. 
Hoje com cinco pastas -Minas e Energia, Agricultura, Previdência, Turismo e Assuntos Estratégicos – o PMDB se queixa de ter sua força subdimensionada no primeiro escalão, com poucos ministérios importantes, e pede a ampliação de seu espaço há pelo menos um ano. 
O partido, que tem o vice-presidente Michel Temer, deve comandar as duas Casas do Congresso a partir de fevereiro e poderia ser contemplado ainda pela fidelidade a Dilma, tanto em votações na Câmara e no Senado como em alianças eleitorais do pleito municipal recém-encerrado. (informações:Reuters-PolíticaLivre/Foto:Divulgação).
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!