ITABUNA;Polícia nega atropelamento de adolescente

O Verdinho manteve contato via telefone com o Soldado Wesley Aguiar, diretor jurídico da Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares (ASPRA BA), que acompanhou o caso da morte do adolescente Nadson, de 14 anos, durante todo o dia na delegacia da cidade. Segundo Wesley, os policiais da Rondesp realizavam uma blitz, quando Nadsoin furou o bloqueio. A guarnição acompanhou o menor por pelo menos seis ruas. Ainda segundo informações policiais, Nadson estaria usando capacete e corria em alta velocidade, demonstrando habilidade com a moto. 

Em um quebra-mola, o jovem perdeu o controle, tendo o corpo projetado, caindo em colisão com um veículo Vectra, que estava estacionado. Os policiais ainda informam que a viatura em nenhum momento colidiu com a moto ou com o adolescente. Eles acionaram o SAMU, mas Nadson já estava morto. 

A perseguição ocorreu por conta do bloqueio que foi furado e porque a polícia já tem denúncias de que os populares "raxas" de motos acontecem nas imediações do Lomanto, muitas vezes praticados por adolescentes.

Laudo

No laudo do Departamento de Polícia Técnica, realizado após perícia no corpo de Nadson, não há vestígios de atropelamento.

SAIBA MAIS: Adolescente morre em acidente com viatura da PM e população se revolta
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!