Após crise com a Lava Jato, OAS negocia com Brookfield

A canadense Brookfield está em negociações adiantadas para comprar os 25% que a OAS tem na Invepar. A informação que partiu da coluna Radar Online, da Revista Veja, vem a calhar diante da situação da OAS e da realiadade da Brookfield Incorporações.
 
O dono da OAS perde status de bilionário após operação Lava-Jato.César Mata Pires acumulou uma das maiores fortunas do Brasil construindo estádios para a Copa do Mundo, plataformas de petróleo e rodovias, do Haiti a Angola.Em seu auge, em 2014, o patrimônio líquido de Mata Pires chegou a US$ 7 bilhões, segundo o Bloomberg Billionaires Index. Hoje, é de menos de US$ 1 bilhão. O declínio de Pires segue o de Eike Batista, que chegou a ser o homem mais rico do país. 
 
O empreiteiro de 65 anos é o mais recente magnata brasileiro a ver sua fortuna cair em um momento em que a maior investigação de lavagem de dinheiro da história do Brasil coincide com o crescimento econômico lento e com as medidas anticrise adotadas pela presidente Dilma Rousseff. A fortuna de Mata Pires despencou em novembro, quando a Polícia Federal realizou buscas na sede paulistana de sua empresa, a OAS. A polícia prendeu vários executivos, incluindo o chefe de sua principal divisão de construção, por uma suposta participação em um cartel que pagava funcionários da Petrobras para fraudar o processo licitatório e obter contratos. Pires não foi ligado, nem acusado de qualquer irregularidade.
 
Embora seja apenas uma entre pelo menos seis construtoras cujos executivos foram acusados na investigação de corrupção, a OAS sofreu o maior baque no mercado de bonds (títulos de dívida externa). As notas emitidas pela OAS Investments GmbH para 2019 caíram 88%, para 12 centavos de dólar, desde as prisões, e a empresa descumpriu pagamentos, citando dificuldade de acesso a financiamentos.
 
Para garantir os pagamentos devidos aos detentores de bonds, no dia 19 de fevereiro um juiz julgou procedente a expropriação de uma fatia da participação da OAS na Invepar, um consórcio de infraestrutura.
 
Entretanto, há 35 anos no mercado imobiliário, a Brookfield Incorporações tem hoje mais de 3 mil colaboradores e uma experiência de 73 mil imóveis entregues, totalizando mais de 26 milhões de m2 de área construída e em desenvolvimento. A companhia está presente nos principais mercados do País – São Paulo, Rio de Janeiro, Centro Oeste e Sul. Uma empresa comprometida, que investe para o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua por meio do Instituto Brookfield, que reúne ações voltadas para a conservação ambiental e inclusão social. Sua controladora é a canadense Brookfield Asset Management, gestora global de US$ 185 bilhões em ativos, com investimentos nos segmentos de energia renovável, nfraestrutura, além do imobiliário. 
 
A Invepar reúne os investimentos da OAS em concessões de infraestrutura de transportes, com foco em rodovias, metrôs, vias urbanas e aeroportos, no Brasil e no exterior, e é uma das empresas brasileiras que mais cresce nesse segmento de negócio. Além da OAS , são acionistas da Invepar a Previ (Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil), a Petros (Fundação Petrobras de Seguridade Social) e a Funcef (Fundação dos Economiários Federais). 
 
Com informações do site Uol
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!