Ceplac e BNB discutem financiamento do cacau cabruca

Uma reunião realizada na Ceplac, no último dia 22 discutiu a questão da valoração econômica da madeira em áreas de cacau- cabruca no sul da Bahia, com o objetivo de servir como garantia ao crédito rural para fins de financiamentos aos produtores de cacau pelo Banco do Nordeste. O superintendente da Ceplac, Carlos Alexandre Silva Brandão, coordenou o encontro, que contou com representantes de produtores, gerentes do Banco do Nordeste e técnicos da Ceplac. O fiscal federal agropecuário Antonio Fernando apresentou o Projeto Técnico de Manejo da Cabruca (PTMC), enquanto que o técnico em planejamento Antonio Zugaib apresentou o projeto de valorização econômica e ambiental do cacau cabruca no município de Barro Preto, onde a Ceplac desenvolve um projeto-piloto nesse sentido. De acordo com os participantes da reunião ficou consensuado que esse projeto tem grande potencial para se transformar em política pública a ser financiada por instituições financeiras, a exemplo do próprio BN e do Banco do Brasil. De acordo com o superintendente da Ceplac, Carlos Alexandre, o órgão, através do Centro de Pesquisa do Cacau (Cepec), dispõe de tecnologia para elevar a produtividade da cacauicultura baiana, porém a grande maioria dos produtores está impossibilitada de obter o financiamento de crédito rural para implantar essa tecnologia, por estarem com hipoteca de 1º e 2º graus.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!