technology

tv tribuna

recent posts

tv
tv

MENSAGEM DO AMIGO KLAUS FARIAS


MENSAGEM DO VEREADOR FLÁVIO RAMOS


MENSAGEM DO VEREADOR VALTER DA FARMÁCIA


Lira diz que denúncia contra Dilma não pode ser ampliada no Senado

O presidente da Comissão Especial do Impeachment do Senado, Raimundo Lira (PMDB-PB), disse hoje (29) que o alcance do processo contra a presidenta Dilma Rousseff no Senado não pode ser ampliado para inserir fatos novos, como as investigações da Operação Lava Jato.No entanto, a questão será avaliada pelos senadores durante a segunda fase da tramitação do impeachment na Casa, após a primeira votação da admissibilidade no plenário, segundo o parlamentar. Lira reuniu-se no início da noite com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.A polêmica sobre a inclusão de fatos que não foram objeto de análise do processo de impeachment na Câmara surgiu após a jurista Janaína Paschoal defender ontem (28), na comissão do Senado, que os parlamentares se debrucem sobre toda a denúncia, e não apenas sobre a parte que trata das chamadas pedaladas fiscais. A ampliação do escopo da denúncia contra Dilma também foi defendida pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB).No entanto, na avaliação de Lira, a denúncia deverá analisar apenas as antecipações de repasses a bancos públicos e as supostas irregularidades na edição de decretos em desacordo com a Lei Orçamentária, questões que foram objeto da denúncia recebida pela Câmara dos Deputados.
Agência Brasil

“Não votou, a caneta come”, diz Geddel a aliados

Foto: Política Livre
Provável futuro ministro Geddel Vieira Lima
Sempre que lhe perguntam sobre a qualidade do ministério do provável governo do PMDB, Geddel Vieira Lima, articulador político de Michel Temer, responde: “Não vamos nos iludir, será o ministério possível.” Em conversa com um amigo, Geddel esmiuçou seu raciocínio: “Teremos uma equipe econômica que inspira confiança, um time palaciano experiente, um chanceler correto e bons nomes para Saúde e Educação. O resto vem com a negociação política.” No epicentro das articulações, Geddel utiliza nas conversas com os representantes dos partidos uma franqueza desconcertante: “Tenho 30 anos nesse metiê. Sei como funciona. Não haverá renegociação todo dia. Definida a participação de cada um, vocês vão apoiar projetos que o governo enviará ao Congrresso. Não votou, a caneta come! Estamos entendidos?” Leia mais no Blog do Josias.

“PEÇA” FAZ ADVOGADA CONCORDAR COM PEDIDO DE IMPEACHMENT DE TEMER

Janaína caiu em peça de senador do Rede.
Janaína caiu em peça de senador do Rede.
O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) esperou até 1h da manhã para poder pregar uma peça na autora do pedido de impeachment, Janaína Paschoal, na sessão dedicada a ouvir os denunciantes.
Ele fez uma explanação apresentando a edição de decretos de créditos suplementares específicos e pediu, em seguida, a opinião de Janaína sobre essas atitudes.
A jurista defendeu que os créditos suplementares sem a autorização do Congresso Nacional configuram crime de responsabilidade e devem ser punidos com o impeachment.
“Muito bem, fico feliz com sua opinião, porque a senhora acabou de concordar com o pedido de impeachment do vice-presidente Michel Temer. Essas ações que eu li foram tomadas pelo vice”, disse Randolfe.
A professora ficou constrangida e tentou se explicar. Apenas algumas horas antes ela havia dito que não havia indícios suficientes para pedir o impeachment de Temer.
“O Vice-presidente assina documentos por ausência do presidente, por delegação. Neste caso, não há o tripé de crimes continuados e intercalados entre si”, tentou justificar. Informações da Revista Exame e Estadão.

GÁS NATURAL FICARÁ MAIS BARATO NA BAHIA

Redução da tarifa de gás natural beneficiará todos os setores (Foto Roberto Viana).
Redução da tarifa de gás natural beneficiará todos os setores (Foto Roberto Viana).
O gás natural ficará até 6,79% mais barato na Bahia em maio, segundo anúncio do secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, que integra o conselho da Bahiagás. Segundo ele, os custos da matéria prima tiveram uma queda. A redução do preço do gás beneficiará todos os consumidores que usam gás natural, seja indústria, comércio e setor automotivo.
A mudança tarifária é autorizada pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), responsável pela fiscalização e distribuição do gás natural na Bahia. Estudos foram iniciados pela Bahiagás para definir o próximo reajuste, previsto para o mês de agosto, com tarifas incentivadas para o gás natural comprimido (GNC), gás matéria-prima e segmento automotivo.
INVESTIMENTOS
De acordo com a Bahiagás, 21 municípios recebem gás natural no estado. São 39 mil consumidores e consumo de 3,8 milhões de metros cúbicos por dia. A empresa atende a um conjunto de mais de 100 indústrias no estado, que consomem 87% do volume total fornecido pela companhia.

Pressionado por partidos, Michel Temer já admite redução menor de ministérios

Pressionado por partidos, Michel Temer já admite redução menor de ministérios
Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil
Pressionado, o vice-presidente Michel Temer (PMDB) confessou a aliados que, caso assuma a presidência, não conseguirá promover o corte que gostaria no número de ministérios. A vontade de Temer era formular um governo que "coubesse dentro da Esplanada", em referência ao espaço que conta com 19 edifícios. Sua proposta era reduzir os ministérios - atualmente 32 -  para algo entre 20 e 22. A conta agora está em 26 (e ainda pode aumentar). O motivo é a pressão por cargos de partidos que se aliaram ao vice-presidente, como PP, PR, PSD e PRB. Os partidos, que estavam na base da presidente Dilma Rousseff, votaram, em sua maioria, pelo afastamento da petista. Temer ainda tem outros problemas: abrir espaço para PSDB, DEM e PPS, que hoje são oposição, mas fizeram acordos para apoiar um eventual governo Temer. Com isso, por exemplo, as secretarias especiais de Portos e Aviação Civil que seriam fundidas a outra pasta, agora estão sendo negociadas:  Portos está sendo oferecida ao PRB e a Aviação ao PR. Havia também o plano de fundir Educação e Cultura. O projeto está sendo deixado de lado, pois o PPS manifestou interesse em comandar a segunda pasta e a primeira passou a ser cotada como um espaço para o DEM. Turismo e Esportes, que também sofreriam fusão, devem permanecer. O mais provável é que o ex-ministro Henrique Eduardo Alves chefie o Turismo e o PMDB da Câmara indique alguém para assumir os Esportes. 

Lei pode obrigar instalação de placas solares em prédios públicos da Bahia

Lei pode obrigar instalação de placas solares em prédios públicos da BahiaOs soteropolitanos tem enfrentado dias de intenso calor e poucas nuvens, cenário perfeito para a captação de energia solar. Agora já imaginou se todos os prédios públicos tivessem placas solares? O deputado estadual Marcell Moraes (PV) já. 

Um projeto encaminhado pelo parlamentar para a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) nesta semana prevê a instalação de sistemas de captação da energia solar nas novas edificações construídas na Bahia, como hospitais, postos de saúde, delegacias e escolas. 

Já os prédios mais antigos teriam um tempo determinado para fazer um estudo de viabilidade de adaptação à novidade. A fiscalização da qualidade e eficiência dos mecanismos implantados seria responsabilidade das secretarias municipais e estaduais de Educação, Meio Ambiente, Saúde e Segurança Pública. 

Já as despesas seriam cobertas por dotações orçamentárias do governo e prefeituras. Na justificativa, Marcell alerta ainda para outra questão trazida pelos dias seguidos de sol: com uma dependência de quase 80% na energia gerada por hidrelétricas, a Bahia tem enfrentado uma grave crise hídrica com a falta de chuvas no estado. "O governo precisa mudar muita coisa relacionado ao meio ambiente, estamos no século XXI. Por exemplo, a própria Secretaria do Meio Ambiente usa copo descartável, isso é um absurdo. A AL-BA usa copo descartável, que pode durar 1000 anos.

 

Ilhéus: Menino de 4 meses morre sufocado em cinto de carrinho de bebê

Um menino de quatro meses morreu após ficar sufocado no cinto de um carrinho de bebê, no município de Ilhéus. 

Conforme a delegada Andréia Oliveira, investigações preliminares apontam que o acidente ocorreu após a mãe deixar a criança em casa com a avó, para ir ao banco. A situação ocorreu na quinta-feira (28). A delegada detalha que a caso foi registrado pela equipe de plantão e chegou às suas mãos na manhã desta sexta-feira (29). 

Andréia Oliveira ressalta que as apurações iniciais apontam que se trata de uma fatalidade. "Conversei com o médico-legista, que disse que não havia sinas de violência no bebê", atestou. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) afirma que o corpo do bebê já foi liberado da unidade nesta sexta-feira. A delegada que apura o caso disse que ainda não ouviu os pais do bebê, que estão abalados. Não há informações sobre o sepultamento do menino. *Informações do G1

Central Única dos Trabalhadores pretende convocar greve geral para dia 10 de maio

Central Única dos Trabalhadores pretende convocar greve geral para dia 10 de maio
Foto: Roberto Parizotti/ CUT
A Central Única dos Trabalhadores (CUT) avalia a possibilidade de uma greve geral em todo Brasil no próximo dia 10, dois dias antes da votação do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. A decisão deve ser tomada neste domingo (1), durante a comemoração pelo Dia Internacional dos Trabalhadores. Em Salvador, a celebração acontece no Farol da Barra, das 10h às 18h, com a participação de integrantes da Frente Brasil Popular e do Povo Sem Medo. "Vamos defender a democracia, em favor do mandato da presidente Dilma e contra os avanços sobre os direitos dos trabalhadores", disse o presidente da CUT-BA, Cedro Silva. Cedro classificou de "ponte para o inferno para os trabalhadores" o documento preparado pelo PMDB para um eventual governo de Michel Temer. "Eles ficaram assanhados com o impeachment e vão querer retirar dos trabalhadores uma série de conquistas feita ao longo dos últimos anos", disse o sindicalista. A CUT classifica o processo contra Dilma de "golpe".

Senador tucano pedirá inclusão da Lava Jato no pedido de impeachment

por Eduardo Rodrigues e Bernardo Caram | Estadão Conteúdo
Senador tucano pedirá inclusão da Lava Jato no pedido de impeachment
Foto: Geraldo Magela / Agência Senado
O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) afirmou nesta sexta-feira (29) que irá solicitar que os fatos referentes à Operação Lava Jato sejam acrescentados ao processo de impeachment, cuja admissibilidade será analisada pelo Senado. Até agora, a acusação é baseada nos atrasos de pagamentos do Tesouro Nacional a bancos públicos referentes a subvenções de crédito agrícola - as chamadas "pedaladas fiscais" - e a edição de decretos de suplementação orçamentária sem autorização do Congresso. "Há uma nítida intenção da defesa da presidente Dilma Rousseff em restringir a acusação. Vamos pedir que a Operação Lava Jato seja incluída no processo. A exclusão da operação do processo na Câmara dos Deputados foi fruto de um acordo parcial entre Dilma e (o presidente da Casa) Eduardo Cunha (PMDB-RJ), porque ambos não tinham interesse que a Operação Lava Jato entrasse no debate", acusou Cunha Lima na Comissão Especial do Impeachment do Senado. O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, respondeu que incluir novos fatos - classificados por ele como genéricos - no processo agora impossibilitaria a atuação da defesa da presidente. "Qual é a acusação da Lava Jato contra Dilma? Qual é o inquérito contra ela?", questionou. "Teríamos então um processo "kafkiano" em que nunca se sabem ao certo quais são as acusações", completou.

Embasa pede reajuste de 10,97% em taxas de água e esgoto

Embasa pede reajuste de 10,97% em taxas de água e esgoto
Foto: Divulgação
A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) solicitou reajuste de 10,97% das tarifas de água e esgoto nos municípios onde atua. O pedido foi feito à Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), que divulgará a decisão no Diário Oficial do Estado. Caso seja aceito, o aumento será aplicado de forma linear nas tarifas cobradas atualmente. O aumento, que é anual, está previsto em lei e é baseado na variação da inflação e em parâmetros como a elevação de custos fixos. Se o pedido da Embasa for acatado pela Agersa, a tarifa residencial social, por exemplo, passará de R$ 10,30 para R$ 11,43.

Conselho de Ética recebe na terça relatório do caso Delcídio

Conselho de Ética recebe na terça relatório do caso Delcídio
Foto: Geraldo Magela / Agência Senado
O relator do processo por quebra de decoro parlamentar contra o senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), Telmário Mota (PDT-RR) vai apresentar nesta terça-feira (3) o relatório final. O parecer será entregue após a defesa de Delcídio ter manifestado as alegações finais, cujo prazo se esgota nesta sexta (29). A reunião do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar está marcada para 14h30. De acordo com a Agência Senado, o senador Telmário Mota poderá, segundo a Resolução 20/1993, que criou o Conselho de Ética, pedir o arquivamento do processo ou propor penas que vão desde advertência a perda de mandato. Se a opção não for pelo arquivamento, o caso seguirá para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A representação contra Delcídio do Amaral foi protocolada em dezembro do ano passado pela Rede Sustentabilidade e o Partido Popular Socialista (PPS) após o senador de Mato Grosso do Sul ter sido preso por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF) por tentativa de obstruir as investigações da Operação Lava Jato. Em março, Telmário Mota apresentou relatório favorável à continuação do processo no conselho e por quatro vezes Delcídio foi convocado a apresentar a defesa, mas ele não compareceu. No dia 22 de abril os advogados de Delcídio entraram com mandado de segurança junto ao STF para suspender o processo no Conselho de Ética, sob a alegação de prejuízo ao direito de defesa. Em decisão liminar, o ministro Celso de Mello indeferiu o pedido.

Pinheiro deve participar de votação do impeachment no Senado, diz jornal

Uma matéria publicada pelo jornal Tribuna da Bahia nesta sexta-feira (29) informa que apesar de já ter pedido licença do Senado para assumir o cargo de secretário da Educação, o senador Walter Pinheiro (Sem partido) deverá participar da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).
O jornal não conseguiu falar com Pinheiro, nem com seu suplente, Roberto Muniz (PP), mas a informação foi confirmada pelo vice-governador João Leão durante a inauguração do Minha Casa, Minha Vida na terça-feira com a presença de Dilma.
“Não discuti absolutamente nada com Roberto [sobre voto no impeachment], mas eu acredito que quem vai votar é o senador Walter Pinheiro ainda”, afirmou Leão.

José Padilha promete contar o lado oculto da Operação Lava Jato

Apesar do exílio voluntário em Los Angeles (EUA), Padilha acompanha atentamente os últimos desdobramentos da vida política brasileira pelo assunto estar diretamente ligado ao seu próximo trabalho: uma série de televisão para a Netflix sobre a Operação Lava Jato, a maior investigação sobre corrupção na história do País. Esta será a segunda produção da Netflix no Brasil, depois de “3%”, hoje gravada em São Paulo por César Charlone.
“Atualmente, a distância me ajuda a pensar melhor sobre o Brasil e sobre a Lava Jato, sem me deixar levar pelo embate ideológico. Vejo muita gente inteligente, incluindo artistas, tomando posições que não condizem com a sua capacidade intelectual, sua sensibilidade e mesmo seu talento”, afirma Padilha.
Caso de polícia – A polarização deixa Padilha cada vez mais convencido de que o brasileiro “passa à margem do debate, sem perceber o que realmente importa”. A questão ideológica e política estaria, na visão do diretor, ofuscando a realidade atual do País, “que nada mais é do que um caso de polícia”. “O foco deveria cair sobre a operação policial que conta com estrutura jurídica que não existia antes, que é a lei da delação premiada [em vigor desde 2013]. De agora em diante, o empreiteiro contratado para fazer obra no Estado vai pensar duas vezes antes de aceitar entrar no esquema de corrupção, pois agora existe risco”, diz Padilha.
A caneta – Para Padilha, poucos se deram conta do que estava realmente em jogo na votação do impeachment. “Era a caneta do presidente. O que querem aqueles que estão implicados em esquemas de corrupção ou à beira de serem implicados? Aí eu incluo [Michel] Temer; o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; o presidente da Câmara, Eduardo Cunha; o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o senador Aécio Neves. Seu intento é um só: parar a Lava Jato. Senão vai todo mundo parar na cadeia, seguindo o destino de José Dirceu”, afirma, referindo-se ao ex-ministro da Casa Civil, preso na 17ª fase da operação, em agosto de 2015.

BAIANÓPOLIS: PREFEITO ANDERSON CLEYTON NA PERFURAÇÃO DE POÇO ARTESIANO NO POVOADO DE COCOS




O Prefeito Anderson Cleyton esteve no Povoado de Cocos, acompanhando a perfuração de poço artesiano que beneficiará inúmeras famílias no povoado. A perfuração foi realizada pela equipe da CERB, acompanhada pela equipe da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (SEINFRA) e também pelo Secretário Corcino Gomes da Silva Neto. A perfuração foi acompanhada por lideranças comunitárias do Povoado, como o Senhor Nivaldo que elogiou a constante preocupação do Prefeito com a comunidade de Cocos. O prefeito disse que cada vez mais busca melhorias par ao povo da zona rural. Este poço artesiano é fruto da parceria do Prefeito Anderson Cleyton com líder político Baltazarino Júnior junto ao Governo do Estado.

DIA 6 DE MAIO TEM BLACK FRIDAY NA BALAIO DE GATHA


Em comissão do impeachment, Katia Abreu questiona: 'quem nunca atrasou conta?'

Em comissão do impeachment, Katia Abreu questiona: 'quem nunca atrasou conta?'
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
A ministra da Agricultura, Katia Abreu, questionou durante a Comissão especial do impeachment do Senado, realizada na manhã desta sexta-feira (29), "quem nunca atrasou o pagamento de suas contas, um percentual ínfimo". Para a ministra, o atraso no pagamento de subsídios do Tesouro Nacional para os bancos públicos, processo  conhecido como "pedaladas fiscais", não representam operação de crédito. Segundo Katia, a lei distingue "claramente" o que é uma subvenção, ou subsídio, de uma operação de crédito. "Crédito é o que o produtor faz com o banco. Nesse caso [pagamento de subsídios atrasados], não existe contrato de mútuo, data de vencimento, isso não pode ser encarado como empréstimo", argumentou. "Eu apoio a presidente Dilma pela reciprocidade que ela deu à agricultura nos últimos cinco anos. Não adiantaria nada a presidente Dilma apoiar a agricultura se ela fosse desonesta. Também apoio a presidente Dilma porque acredito na sua honestidade e no seu espírito público", encerrou. 

Casal de pastores gays é o primeiro do Rio a registrar a união estável em cartório

Casal de pastores gays é o primeiro do Rio a registrar a união estável em cartório
Foto: Cíntia Cruz / Extra
O casal formado pelos pastores evangélicos Marcos Gladstone e Fábio Inácio é o primeiro do Rio de Janeiro a registrar a união estável em cartório. Segundo o jornal Extra, eles são fundadores da Igreja Cristã Contemporânea assinaram os documentos acompanhados por fiéis da igreja. Os dois estão juntos há cinco anos e já iniciaram o processo de adoção de duas crianças. "Hoje eu me sinto orgulhoso de ser brasileiro e de saber que o meu afeto e o meu amor são reconhecidos pelas nossas leis", disse Marcos em entrevista ao Extra.

Dois policiais baleados em Salvador em menos de oito horas

Passa bem o policial civil Ismael Ferreira, baleado enquanto bandidos assaltavam o restaurante Boi na Brasa, em Salvador, por volta das 20h desta quinta-feira (28). Os criminosos conseguiram escapar. O policial foi baleado no braço direito foi atendido em uma unidade médica e logo liberado. Não há informações sobre se os criminosos conseguiram levar algo do restaurante e clientes. Na manhã desta sexta-feira (29), outro policial foi baleado durante uma tentativa de assalto a um ônibus no bairro do Comércio, na capital baiana. O coletivo fazia a linha São Sebastião do Passé-Salvador. De acordo com a polícia, o soldado da PM Márcio Macedo Barbosa, 35 anos, estava dentro do coletivo, no Terminal da França, quando dois homens entraram no coletivo e anunciaram o assalto. Ainda não há informações se policial reagiu à ação dos criminosos. Márcio foi baleado no tórax e no braço direito. Ele foi socorrido por uma viatura da 16ª CIPM e levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), na avenida Vasco da Gama, por volta das 8h. Segundo o HGE, o policial passa por uma cirurgia neste momento, mas o estado de saúde dele é estável. Márcio é lotado na 40ª Companhia Independente da Polícia Militar.(Bahia no Ar)

Vacinação contra a gripe H1N1 será realizada até o dia 20 de maio em Floresta Azul


Texto: Ascom Floresta Azul - Foto: www.arqnit.org.br
A Prefeitura de Floresta Azul, através da Secretaria Municipal de Saúde, avisa a população que devido ao fracionamento de distribuição da vacina contra a Gripe H1N1 (Influenza), pelo Ministério da Saúde e o Estado da Bahia, Floresta Azul não fará o 'Dia D' no próximo sábado, pois está recebendo as vacinas em pequenas cotas semanais, assim como a maioria das cidades e estados do Brasil.
Segundo a secretária municipal de Saúde, Domilene Borges, até o momento o município de Floresta Azul recebeu apenas 32% do total das doses. "Dessa forma, não teremos vacinas suficientes para realizar o 'Dia D' da campanha no próximo sábado, 30 de abril. Sabendo que o período da campanha irá até o dia 20 de maio, e visando garantir a oferta da vacina à população, as unidades de saúde da família do município permanecerão vacinando durante todos os dias da semana. Vale lembrar que a vacina será ofertada exclusivamente aos grupos prioritários, que são: crianças com até 6 meses ou menores de cinco anos; adultos maiores de 60 anos; gestantes; mulheres pós-parto com até 45 dias; profissionais da Saúde; povos indígenas e portadores de doenças crônicas não transmissíveis (com comprovação médica)", disse Domilene.
De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, até o momento o município de Floresta Azul já vacinou 820 pessoas, o que corresponde a 30% da população a ser vacinada.
Gripe H1N1 e sintomas
A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza que provoca febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo e mal estar.
Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes. No entanto, requer cuidados especiais. A pessoa que apresentar febre alta, acima de 39º, de início repentino, dor muscular, de cabeça, de garganta e nas articulações, irritação nos olhos, tosse, coriza, cansaço, deve procurar imediatamente uma unidade básica de saúde.

Medidas de prevenção
- Higienizar as mãos com frequência;
- Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
- Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
- Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
- Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
- Não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal;
- Evitar aperto de mãos, abraços e beijo social;
- Reduzir contatos sociais desnecessários e evitar, dentro do possível, ambientes com aglomeração;
- Evitar visitas a hospitais;
- Ventilar os ambientes.

Novas doses de vacina contra H1N1 chegam à Bahia

A vacina contra o vírus da influenza A (H1N1), que até esta quinta-feira (28), estava em falta em parte dos postos do interior do estado e em todas as unidades de saúde de Salvador, voltará a ser disponibilizada nos próximos dias.
Um novo lote, que corresponde à imunização de 13% do público-alvo da campanha contra a doença, chegou à Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) na tarde desta quinta e será distribuído nesta sexta-feira (29), para as unidades da capital e, na próxima semana, para os demais municípios da Bahia.
De acordo com a subcoordenadora do Programa de Imunização da Sesab, Vânia Rebouças, a grande procura levou ao esgotamento do estoque de vacinas, sobretudo na capital baiana e municípios da região metropolitana de Salvador, como Lauro de Freitas, Simões Filho e Vera Cruz.
Segundo ela, a campanha, que começou no estado no último dia 18 (uma semana antes do início oficial da ação nacional do Ministério da Saúde), tem sido considerada pela secretaria como “atípica”.
Em menos de uma semana, cerca de 1,6 milhão de doses foram aplicadas em todo o estado. O número corresponde a 50% dos cerca de 3,2 milhões de pessoas que deverão ser imunizadas até o final da campanha, programado para 20 de maio.

Michel Temer diz que não será candidato à reeleição em 2018

Em entrevista ao Jornal do SBT nesta quinta-feira (28), o vice-presidente Michel Temer disse que se vier a assumir a Presidência não será candidato à reeleição em 2018. Temer afirmou que se posicionará favoravelmente ao fim da reeleição. Na entrevista, o vice também tratou de Lava Jato, crise econômica e programas sociais.
Durante toda a entrevista, Temer pontuou que estaria falando apenas em hipóteses e que é preciso respeitar o Senado e todo o processo. Apesar disso, o peemedebista confessou que já está sentindo o peso do processo que pode culminar com sua própria posse como presidente. “Tem um peso, um peso muito grande, principalmente porque não tive tempo de preparar esse governo, tanto fisicamente como nas ideias”, afirmou. Ainda assim, o vice disse ter planos voltados ao “crescimento econômico” do País.
Temer espera contar com o apoio do Congresso para medidas que devem focar, principalmente, a geração de emprego. “O plano econômico deve buscar a abertura de vagas”, disse. O ainda vice-presidente ressaltou que não vai mexer em programas sociais como o Bolsa Família. “Não tenho a menor dúvida em relação a isso”, disse.
Questionado sobre a possibilidade de interferir no andamento da Lava Jato, Temer foi enfático ao dizer que não haverá influência na sequência das investigações. Ele garantiu que, num provável governo, sua prioridade seria colocar “o Brasil em rota de crescimento e pacificar o País”. Temer falou em uma Nação que recuperasse a capacidade de ser “alegre e descontraída”.

Ministro do Esporte diz que tocha olímpica em Brasília não será ato político

A presidente Dilma Rousseff vai receber na próxima terça-feira (2) a tocha olímpica em nome do Brasil. Mas não tem “nenhuma intenção” de transformar o evento em um ato político. Quem garante isso é o ministro do Esporte, Ricardo Leyser, que em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo indicou ainda que uma mudança de governo até os Jogos, em agosto, no Rio não deve afetar de forma profunda a organização do evento.
“Não há interesse nem do governo nem de ninguém em transformar isso em um ato político. Será uma grande vitória a entrega dos Jogos”, afirmou.

Senadores acusam Anastasia de cometer ‘pedaladas’ iguais às que podem afastar Dilma

Senadores acusam Anastasia de cometer ‘pedaladas’ iguais às que podem afastar Dilma
Foto: Daniel Messias/ Coligação Todos Por Minas
Levantamento produzido por deputados estaduais do PT de Minas Gerais com o que teriam sido pedaladas fiscais cometidas pelo relator da comissão do impeachment, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), na época em que foi governador de Minas Gerais, foi entregue e discutido nesta quinta-feira (28) entre senadores do bloco de apoio ao governo. Com base nas informações apresentadas, senadores governistas que integram a comissão especial pretendem continuar insistindo na substituição de Anastasia na relatoria. Como já tentaram a troca na segunda-feira (25), dia em que Anastasia foi eleito, parlamentares contrários ao impeachment não descartam a possibilidade de questionar no Supremo Tribunal Federal (STF) a permanência do tucano no cargo. “Vamos continuar insistindo para ver se há possibilidade no Senado Federal de substituirmos o relator. Se não for possível, estamos estudando sim a possibilidade de ingressar com uma ação na Justiça”, admitiu a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB–AM), de acordo com a Agência Brasil. De acordo com o deputado estadual Rogério Correia, Anastasia cometeu verdadeiros malabarismos fiscais à frente do governo de Minas. “O governador Anastasia pedalou para frente, pedalou para trás , para os lados , pedalou para cima. O que ele fez foi um malabarismo fiscal”, criticou Correia, acrescentado que o tucano “se meteu em uma encrenca” ao aceitar a função. A avaliação e a estratégia de apoiadores da presidenta Dilma é desqualificar o tucano. Eles disseram acreditar que, se fizer um parecer favorável ao impedimento, Anastasia assinará uma confissão de culpa em relação à conduta como governador. O deputado afirmou que o senador tucano não cumpria a Lei de Diretrizes Orçamentárias. Informou ainda que Anastasia retirou dinheiro do Fundo de Previdência, que estava no Banco do Brasil. “ Ele pedalou com o dinheiro dos servidores públicos, gastou esse dinheiro e nunca repôs. A União agora está cobrando o estado em torno de R$ 7 bilhões de reposição desse fundo”. Segundo os deputados mineiros, outra irregularidade cometida pelo relator da comissão do impeachment durante o mandato de governador foram pedaladas nas áreas de saúde e educação. Rogério Correia lembrou que Anastasia fez um termo de ajustamento de gestão entre o governo estadual e o Tribunal de Contas do estado, afirmando que não cumpriria o mínimo constitucional na educação e na saúde, como não havia cumprido em anos anteriores, por falta de recursos.

Cunha prepara retaliação a ofensas recebidas em plenário

Cunha prepara retaliação a ofensas recebidas em plenário
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
Alvo de inúmeros ataques durante os últimos discursos no plenário da Câmara, o presidente da Casa, Eduardo Cunha, que tem sido chamado de corrupto, bandido e gangster, durante pronunciamentos de parlamentares da base governista, confirmou que entrará com medidas de retratação. “Vou entrar com queixa-crime no Supremo Tribunal Federal e representar na Corregedoria da Câmara contra todos que estão saindo da crítica política e partindo para a agressão e ofensa pessoal”, afirmou, de acordo com a Agência Brasil. Cunha comparou o Partido dos Trabalhadores (PT), legenda que tem cravado as falas mais fortes contra ele, a uma organização criminosa, e afirmou que não vai cair na tentativa “de golpe”, reagindo “ao destempero deles”. “É o desespero de quem vai perder suas boquinhas, de quem está saindo do governo, que não se conforma com o resultado da votação”, afirmou. Desde o final da manhã de hoje (28) Eduardo Cunha conduzia a sessão da Câmara na qual pretendia votar regimes de urgência para três projetos em tramitação. Apesar de haver acordo para a votação, apenas um deles foi apreciado. Os deputados, por 277 votos a 4, garantiram ritmo acelerado para o projeto de lei (2.648/15), que aumenta em 41% os salários dos servidores do Poder Judiciário. Com o esvaziamento do plenário, não foi possível concluir a votação do pedido de urgência para o projeto (6.697/09) que reajusta os salários dos servidores do Ministério Público da União. O quórum mínimo necessário era de 257 deputados, mas apenas 232 registraram presença. Desde que o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff foi encaminhado para o Senado, Cunha tem afirmado que não há vontade política para votações na Casa.

Relações sexuais duram em média menos de 6 minutos, aponta pesquisa

Relações sexuais duram em média menos de 6 minutos, aponta pesquisa
Foto: Getty Images
A duração “normal” de uma relação sexual, entre a penetração e a ejaculação masculina, é de 5,4 minutos. A conclusão é do psicólogo Brendan Zietsch, da Universidade de Queensland, na Austrália, que analisou diversos estudos recentes sobre o tema. De acordo com um artigo publicado por Zietsch no site científico The Conversation, a pesquisa mais confiável sobre o assunto considerou a relação de 500 casais de cinco países. Os pesquisadores pediram que as relações sexuais fossem cronometradas durante um mês. O resultado foi que não há um tempo ideal para o sexo: entre os participantes do estudo, o sexo dos casais durou de 33 segundos até 44 minutos. Com a grande variação, os cientistas decidiram utilizar a mediana – índice que considera a maior concentração de respostas –, que foi de 5,4 minutos. O estudo também concluiu que o uso de preservativos não interfere no tempo. O único fator capaz de alterar o tempo foi a idade do homem: os parceiros de 18 a 30 anos tiveram penetrações médias de 6,5 minutos. Já os com mais de 51 anos só “duravam” cerca de 4,3 minutos. Apesar de parecer um tempo curto, Zietsch avalia que, do ponto biológico, as relações sexuais humanas não são longas por estarem ligadas à questão da reprodução. Do ponto de vista evolutivo, uma penetração rápida com ejaculação já seria suficiente.

Tesouro admite que decisão do STF a favor dos Estados traz risco à meta

por Rachel Gamarski e Eduardo Rodrigues | Estadão Conteúdo
Tesouro admite que decisão do STF a favor dos Estados traz risco à meta
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
O secretário do Tesouro Nacional, Otávio Ladeira, reconheceu nesta quinta-feira, 28, que a postergação da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre os juros das dívidas dos Estados com manutenção das liminares a favor dos entes durante esse período traz riscos para o não cumprimento da meta fiscal do governo. Ontem, o STF adiou por 60 dias a decisão sobre a contabilização de juros simples ou compostos nos débitos estaduais. "A contabilização de juros simples nas dívidas dos Estados que obtiveram liminares terá um efeito de R$ 2,5 bilhões nas contas da União em abril. Estamos ainda calculando qual será o impacto de maio e junho da decisão do STF. Não temos esse número ainda", acrescentou. Ladeira explicou que, no momento que Estados têm mais recursos disponíveis, eles podem usá-los para pagar salários. "Isso afetaria o resultado primário dos entes, e consequentemente o do setor público", explicou. O secretário lembrou que a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) vigente em 2016 considera que o governo federal deverá compensar caso os Estados não alcancem o resultado fiscal. "Neste sentido, a postergação da decisão pelo STF traz riscos para o não cumprimento da meta fiscal do governo", concluiu. Ladeira disse que o Orçamento do governo federal deste ano prevê a possibilidade de reajuste do Bolsa Família, mas afirmou que essa decisão só deve ser tomada após a aprovação pelo Congresso Nacional da nova meta fiscal solicitada pela equipe econômica. "Existe espaço no Orçamento para um reajuste de até R$ 1 bilhão para o Bolsa Família. No entanto, o Ministério da Fazenda entende que o espaço fiscal atual não permite essa ampliação. Esse assunto deverá ficar para quando a nova meta for aprovada", completou. Segundo Ladeira, o efeito da mudança do calendário de arrecadação do PIS/Pasep colaborou para a redução de 5% nas receitas totais do governo no primeiro trimestre do ano em comparação com igual período de 2015. "Até então esses pagamentos eram feitos pelos contribuintes no primeiro semestre do ano, mas agora serão pagos apenas no segundo semestre", explicou. Para o secretário, não houve nenhum grande destaque na evolução das receitas do Governo Central, que vêm apresentando quedas mês a mês devido à fraca atividade econômica. Já do lado das despesas, ele destacou que os pagamentos do abono salarial e do seguro- desemprego tiveram aumento em relação ao ano anterior. As despesas totais do Governo Central cresceram 5,2% no primeiro trimestre deste ano.

Proibição da Uber é ‘um filme já visto’, avalia motorista de Salvador

por Alexandre Galvão
Proibição da Uber é ‘um filme já visto’, avalia motorista de Salvador
Foto: Reprodução / Circuito MT
A aprovação da lei que proíbe a circulação de motoristas da Uber em Salvador não assustou motoristas do sistema. Nesta quinta-feira (28), em contato com o Bahia Notícias, um Uber que preferiu não se identificar afirmou que a lei “não aterrorizou” os outros motoristas. “Não causou espanto. A gente está acompanhando em outros estados, cidades, e os acontecimentos são idênticos. O que está acontecendo em Salvador é o mesmo que ocorreu em outras capitais. É um filme que já foi visto”, avaliou C.S, de 48 anos. Ele é administrador de um grupo de Whatsapp com mais de 60 participantes. Rodando desde quando o Uber começou na cidade, o motorista diz que optou pelo serviço após perder contratos. “Eu perdi os contratos que eu tinha e a Uber foi uma mão na roda. Veio num momento oportuno, me proporciona um rendimento superior ao que eu tinha”, afirmou. Ainda segundo ele, motoristas chegam a faturar R$ 9 mil por mês. “Hoje eu posso dizer que sei que tem gente tirando de R$ 3 mil a R$ 9 mil por mês”, afirmou. Segundo o ex-representante comercial, a Uber irá arcar com todas as despesas da apreensão dos veículos. “Esse foi um ponto crucial com a confiança da Uber. Quando prenderam um carro, ela mobilizou todo seu suporte jurídico e liberou o veículo”, descreveu.

Nobel da Paz chama impeachment de “golpe” e oposição protesta no Senado

Um grande constrangimento para os governistas foi criado nesta quinta-feira (28) no Senado, durante a visita do ganhador do Prêmio Nobel da Paz de 1980, Adolfo Pérez Esquivel, à Casa.
Após um breve encontro com senadores petistas, o arquiteto e ativista de direitos humanos argentino foi levado ao plenário da Casa, onde ocorria uma sessão deliberativa extraordinária. Ao avistá-lo, o senador Paulo Paim (PT-RS), que presidia a sessão, pediu liçença para conceder a palavra ao argentino. Segundo o parlamentar gaúcho, Esquivel queria fazer “uma saudação de paz aos senadores”.
O problema veio quando Esquivel disse que o Brasil está prestes a sofrer o que chamou de “golpe de Estado”. Parlamentares da oposição reagiram na hora à manifestação de Esquivel, lembrando que, em uma sessão extraordinária da Casa, só senadores têm direito a falar. Os oposicionistas disseram que Paulo Paim não poderia ter aberto uma exceção para isso.
Paim se desculpou e “jurou” que não sabia o que o argentino iria falar. O senador Ataides Oliveira (PSDB-TO) chegou a propor uma moção de repúdio, mas foi convencido a recuar e se contentou em pedir apenas que a declaração fosse retirada dos anais da sessão.

Correios tiveram prejuízo de R$ 2,1 bilhões em 2015

Os Correios fecharam 2015 com um prejuízo de R$ 2,1 bilhões no orçamento. A receita líquida de vendas da estatal cresceu 6,75% em comparação com o ano anterior, enquanto as despesas aumentaram 18,5%.
Entre os motivos para o resultado, segundo a empresa, está a defasagem no valor das tarifas postais. O reajuste de 8,89% nas tarifas foi autorizado apenas em dezembro pelo Ministério da Fazenda. Outra justificativa dos Correios para o resultado do ano passado é que foi alocado um total de R$ 1,3 bilhão em benefícios pós-emprego, para garantir saúde e previdência aos trabalhadores aposentados.
As contas de 2015 dos Correios foram aprovadas na quarta-feira (27) pelo Conselho de Administração da empresa e ainda passarão pela análise da Assembleia Geral Ordinária antes da sua publicação.

Temer cogita dar Itamaraty “turbinado” para Serra

O senador José Serra (PSDB-SP) recebeu oferta para ocupar o Ministério das Relações Exteriores “turbinado” em um eventual governo Michel Temer, de acordo com publicação do Blog do Camarotti.
Conforme o desenho imaginado pelo vice-presidente Temer, a parte de comércio exterior do Ministério do Desenvolvimento seria incorporada ao Itamaraty. O senador já conversou sobre o assunto com o ex-ministro Moreira Franco, atual braço direito de Temer na montagem do ministério. Para tucanos, Serra demonstrou simpatia pela proposta.
O senador estava cotado para a Fazenda – o que perdeu força depois de Temer ter concentrado as preferências no ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles – e para ministérios da área social, especialmente a Educação. Mas, em conversas reservadas, Serra resistia a voltar a ocupar umas das pastas sociais – ele foi ministro da Saúde no governo Fernando Henrique Cardoso – por julgar que o orçamento desses ministérios será muito limitado a ponto de permitir um trabalho com visibilidade em pouco mais de dois anos.
Pelo novo organograma pensado por Temer, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior seria extinto, e as atribuições da parte de indústria e comércio da pasta seriam agregadas ao Ministério do Planejamento, que deve ser comandado pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR) em um eventual governo Temer.

PF tenta decodificar chip que pode dar pista sobre acidente de Eduardo Campos

Um chip de celular danificado é a mais nova pista a ser analisada pela Polícia Federal no caso do acidente aéreo que matou sete pessoas, entre elas o então candidato a presidente Eduardo Campos (PSB-PE), em agosto de 2014.
Segundo informações do blog do Matheus Leitão, a perícia da PF está tentando usar uma máquina para decodificar o chip – encontrado no local do acidente, em Santos – para tentar extrair quaisquer dados registrados, como imagens, que tragam alguma informação.
A investigação da Polícia Federal está aberta. O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou em janeiro deste ano o relatório final da investigação. Na época, o órgão apontou quatro fatores que contribuíram para a queda do avião: a atitude dos pilotos, as condições meteorológicas adversas, a desorientação espacial e a indisciplina de voo.

Protestos contra o impeachment de Dilma Rousseff são registrados em sete estados

Protestos contra o impeachment de Dilma Rousseff são registrados em sete estados
Foto: Reprodução Facebook/MTST
Mais de 30 rodovias e avenidas do Brasil foram bloqueadas na manhã desta quinta-feira (28) pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). O grupo protestou contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e também contra um eventual governo Michel Temer. Em São Paulo foram 14 pontos de interdição, sendo o maior deles nos dois sentidos da Rodovia Regis Bitencourt (Rodoanel), na altura de Taboão da Serra. Às 8h, a cidade somava 156km de congestionamento, o quarto pior índice da capital paulista em 2016. No Rio de Janeiro, foi registrado manifestação em um dos acessos da ponte Rio-Niterói e também houve um ato na Avenida Brasil, próximo a São Cristóvão. O MTST realiza protestos ainda em Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás, Ceará, Pernambuco e no Distrito Federal. “O objetivo da mobilização é denunciar o golpe em curso no país e defender os direitos sociais, que entendemos estarem ameaçados pela agenda de retrocessos apresentada por Michel Temer caso assuma a presidência” , afirmou nota enviada pelo MTST.

Pesquisa indica redução no número de celulares pré-pagos na Bahia

Pesquisa indica redução no número de celulares pré-pagos na Bahia
Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
Os celulares pré-pagos seguem predominantes, mas a presença deles caiu nos últimos três anos na Bahia e em Sergipe. Segundo pesquisa divulgada pelo jornal Correio, os chips pré-pagos representavam 90,3% da telefonia móvel em 2013. No ano seguinte a porcentagem baixou para 87,6% e no ano passado caiu para 86,7%. Os números são do levantamento ComTech, realizada anualmente pela Kantar WorldPainel. Os chips pós-pagos seguem o caminho contrário. Eles representavam 6,7% do mercado de telefonia móvel em 2013. O índice passou para 7,2% no ano seguinte e chegou a 7,7% em 2015. O estudo que avalia Bahia e Sergipe aponta que a retração nos pré-pagos é maior entre as classes C, D e E. Segundo a Kantar, o motivo é a redução no número de celulares com dois chips e a maior procura pelo uso de dados de internet.

"Atrapalhando coleta de provas", prefeito de Itapebi é afastado de cargo

Foto: Reprodução/ Itapebi Acontece
O prefeito de Itapebi, Francisco Antônio de Brito Filho, foi afastado de seu cargo. A Justiça atendeu o pedido de liminar do Ministério Público estadual e determinou, nesta quarta-feira (27), o seu afastamento imediato.
De acordo com o promotor de Justiça, Bruno Gontijo Teixeira, o gestor municipal tentou atrapalhar a instrução processual da ação civil pública que o MP ajuizou contra o prefeito, acusando-o de cometer atos de improbidade administrativa. Francisco ficará afastado enquanto durar a fase de coleta de provas.
A decisão liminar foi proferida pelo juiz Roberto Costa de Freitas Júnior, que considerou haver “evidências concretas de que a permanência do requerido no cargo de prefeito comprometerá a coleta de provas” no processo movido contra ele. No pedido de afastamento, o promotor de Justiça Bruno Gontijo traz testemunhos de vereadores de oposição que foram ameaçados, retaliados politicamente – por meio de perseguições a parentes, com demissões, exonerações, transferências e atraso de pagamento - ou alvos de oferecimento de vantagens, como dinheiro ou cargos políticos, para que se calassem sobre as irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) quando o órgão rejeitou as prestações de contas do prefeito dos anos de 2013 e 2014.

Protesto contra impeachment bloqueia vias em SP e rodovias

Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST)fecham, na manhã desta quinta-feira (28), várias vias da cidade de São Paulo em protesto contra o impeachment da presidente Dima Rousseff. Em sua página, em um site de relacionamento social, a entidade informa que serão bloqueadas nesta manhã 30 rodovias em nove estados. Na cidade de São Paulo, os manifestantes atearam fogo a objetos colocados nos dois sentidos da Avenida Giovani Gronchi, no bairro do Morumbi. Segundo a Companhaia de Engenharia de Tráfego (CET), também há bloqueios à circulação de veículos na Avenida Presidente Castelo Branco, na zona leste, impedindo o acesso à Rodovia Ayrton Senna e ainda na Avenida Nações Unidas, altura da Ponte do Socorro. (Agência Brasil)

Tribunal manda prefeito de Santa Luzia devolver R$ 151 mil

O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) decidiu que o prefeito de Santa Luzia, Antônio Guilherme dos Santos (PSD), tem que devolver R$151.100,95. Segundo o TCM, esse foi o valor que o município deixou de arrecadar com o cancelamento de uma dívida tributária em 2013. O relator do processo, conselheiro Fernando Vita, também aplicou multa de R$ 7 mil no gestor. O prefeito alegou que a dívida não foi cancelada, no entanto, segundo o TCM, o cancelamento ocorreu “sem apresentação de processo administrativo que justificasse tal procedimento”. O tribunal determinou também a formulação de denúncia ao Ministério Público Federal. Antônio Guilherme pode recorrer. (Blog do Gusmão)

Mendes Júnior proibida de fazer contratos com o poder público

Em portaria publicada no Diário Oficial nesta quinta-feira (28), a Controladoria-Geral da União declarou a construtora Mendes Júnior como "inidônea". A decisão faz com que ela fique proibida de fazer novos contratos com o poder público por, pelo menos, dois anos. A Mendes Júnior é a primeira empreiteira envolvida nas investigações da Operação Lava Jato a ser declarada inidônea. Ela se recusou a fazer acordo de leniência. Executivos da empreiteira foram denunciados após a 7ª fase da operação, deflagrada em novembro de 2014. O alvo do processo foram contratos e aditivos da Mendes Júnior com a Petrobras na Refinaria de Paulínia (Replan), na Refinaria Getúlio Vargas (Repar), no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), no Terminal Aquaviário Barra do Riacho, na Refinaria Gabriel Passos, e nos Terminais Aquaviários de Ilha Comprida e Ilha Redonda. A CGU destacou que a decisão de declarar a Mendes Júnior inidônea foi baseada em informações obtidas com a Justiça Federal, o Ministério Público Federal (MPF), o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e a Petrobras. (JB)

TJ dá prazo para Azeredo recorrer de condenação no mensalão tucano

Foto: Divulgação
Ex-presidente do PSDB Eduardo Azeredo
O desembargador Alexandre Victor de Carvalho, da 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, deu até a segunda-feira, 9 de maio, para a defesa do ex-governador do Estado e ex-presidente do PSDB Eduardo Azeredo apelar da sentença que o condenou a 20 anos e 10 meses de prisão por peculato e lavagem de dinheiro no escândalo do mensalão tucano. O prazo de 8 dias úteis para a defesa se manifestar começa a ser contado a partir do dia 2 de maio. Com isso, será o primeiro recurso de Azeredo em segunda instância desde que foi condenado na primeira instância em dezembro do ano passado, 17 anos após ocorrerem os crimes a ele atribuídos. Azeredo é o único filiado ao PSDB condenado por envolvimento no esquema que desviou ao menos R$ 3,5 milhões de estatais mineiras por meio das empresas de publicidade de Marcos Valério – operador do Mensalão no governo Lula – para o caixa 2 da campanha a reeleição do então governador tucano de Minas, em 1998. “Temos plena convicção, pela prova produzida na instrução, que o Tribunal de Justiça reformará a sentença em sua integralidade”, afirma o criminalista Castellar Modesto Guimarães Neto, que defende Azeredo. Com o novo entendimento do Supremo sobre prisões após condenação em segunda instância, antes de transitado em julgado os processos, caso o Tribunal de Justiça de Minas decida manter a condenação o ex-governador poderá ser preso. Leia mais no Estadão.
Estadão

Porque Neto é candidato à reeleição, por Raul Monteiro

Foto: Reprodução/Facebook
Prefeito ACM Neto (DEM)
A admitir, reservadamente, que pode desistir de concorrer à reeleição, o prefeito ACM Neto (DEM) provocou uma onda na sucessão municipal. Mas ela refluiu logo, na medida em que a hipótese não foi seguida por qualquer ação concreta que a confirmasse. Pelo contrário, quem se mantém em contato com Neto tem a convicção de que ele é simplesmente candidatíssimo. Com o favoritismo que lhe indicam as pesquisas, dificilmente o prefeito abriria mão de concorrer ao segundo mandato que a lei lhe faculta, a menos que tivesse um motivo extremamente forte para tanto, o que não parece ter surgido até agora.
Com efeito, a eventual desistência de Neto causaria uma reviravolta na até aqui tranquila sucessão municipal. Não é por acaso que o PT, partido que detém a máquina estadual, mas deve perder até maio o controle do governo federal, com a provável aprovação do impeachment da presidente Dilma Rousseff pelo Senado, animou-se ante a perspectiva de Neto retirar-se de cena. O que provocou a euforia em parte do petismo foi o fato de que, sem o prefeito na disputa, como disse um quadro do partido, todo mundo viraria “japonês”, ou seja, não haveria mais favoritos.
Sob o desgaste de 13 anos de um governo nacional acossado por graves denúncias de corrupção e enormes equívocos econômicos e administrativos, os petistas baianos não conseguiram produzir um candidato natural à Prefeitura, motivo porque que a mudança de planos de Neto só lhes favoreceria. Como o prefeito não fez acompanhar a idéia de que poderia abrir mão da reeleição de uma explicação clara, boatos prosperaram. O mais corriqueiro deles é o de que poderia estar querendo dar um freio de arrumação na tropa e fugir das pressões que os inúmeros candidatos a vice que o circundam acabam naturalmente provocando.
Há relatos de que, nos últimos dias, Neto teria, inclusive, se divertido com o fato de alguns auxiliares interessados em sua vice terem passado a se apresentar, em determinadas rodas, como virtuais candidatos a prefeito em seu lugar. Sem maiores repercussões, as iniciativas isoladas, na prática, antecipam o primeiro efeito da eventual desistência de Neto sobre seu próprio grupo político. Sem sua liderança não haveria como sustentar tanta gente desejosa de poder em harmonia. Por que motivo os partidos que hoje integram a sólida base de Neto topariam apoiar com o mesmo afinco um nome que ele tirasse da cartola para sucedê-lo?
Por que, eventualmente, o DEM teria a primazia de fazer a indicação no lugar do PSDB ou do PMDB, que hoje se fortalece com a ascensão de Michel Temer ao Planalto? São sinais de que a coesão do grupo netista está cimentada na figura do prefeito, embalada por sua popularidade, bem como pelo nível de aprovação ao seu governo. Além disso, nada assegura que o prefeito seria capaz de transferir votos para seu escolhido num momento em que a “Era do poste”, protagonizada entre outros pela presidente da República, deverá, pelo bem do Brasil, entrar irremediavelmente em xeque. Portanto, não há dúvida de que é melhor para Neto ser candidato.
* Artigo publicado originalmente no jornal Tribuna da Bahia
Raul Monteiro*

Criança de 6 anos morre por H1N1 em Teixeira de Freitas, diz secretaria

Uma criança de seis anos morreu vítima de H1N1 na cidade de Teixeira de Freitas, localizada na região sul da Bahia, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira (27) pela Secretaria Municipal de Saúde. De acordo com o órgão, a morte ocorreu na semana passada e é a segunda por H1N1 registrada na cidade - a primeira foi de um bebê de oito meses, no dia 13 de abril.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a criança de seis anos, que não teve o sexo divulgado, morreu na última sexta-feira (22), 24 horas depois de dar entrada na Unidade Municipal Materno Infantil (UMMI) com sintomas da gripe.

Conforme o órgão, a morte por H1N1 foi confirmada após exame realizado em laboratório de Salvador e já foi informada à Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

A assessoria de comunicação da Sesab informou, no entanto, que ainda não tem conhecimento da segunda morte por H1N1 em Teixeira de Freitas e que um novo boletim só será divulgado no dia 3 de maio. No último balanço, divulgado na terça-feira (26), o órgão informava nove mortes no estado - uma apenas em Teixeira de Freitas.

A Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas disse que, após a confirmação de dois casos de infecção por H1N1 no município, a prefeitura decidiu intensificar a vacinação já que o fluxo nos postos de saúde aumentou.

Segundo a secretaria, o município conseguiu antecipar a liberação do 2º lote de vacinas (mais de 20 mil doses), referente a 40% da remessa, que chegou na terça-feira (26). A prioridade, segundo o órgão, é para crianças abaixo de cinco anos e idosos acima de 60 anos.

Cunha quer votar projeto que pode interferir em votações no Conselho de Ética

por Daiene Cardoso | Estadão Conteúdo
Cunha quer votar projeto que pode interferir em votações no Conselho de Ética
Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), quer colocar em votação nesta quarta-feira, 27, um projeto de resolução que muda a condição de voto dos suplentes nas comissões permanentes na Casa, incluindo o Conselho de Ética. Adversários do peemedebista apontam na proposta mais uma tentativa de livrá-lo do processo em curso que pode levar à sua cassação. Atualmente, em caso de ausência do membro titular, vota no colegiado o suplente do bloco partidário que registrar presença primeiro. Considera-se bloco partidário o que foi formado no início da legislatura. Pelo projeto defendido por Cunha, passa a valer o voto do suplente que for do mesmo partido. O projeto de resolução, que inicialmente visava redefinir a distribuição do comando das comissões a partir do número atualizado de partidos com representação na Câmara, propõe mudanças no Regimento Interno da Casa. É nesse ponto que as lideranças partidárias contrárias a Cunha apontam uma tentativa de manobra para interferir na votação do Conselho de Ética. Uma emenda da Rede pedia que a nova regra não valesse para colegiados já em funcionamento, como o conselho, mas a proposta foi ignorada. "Essa questão é tão grave que levou à renúncia de titulares do Conselho de Ética por ausência em votações decisivas no caso de Eduardo Cunha. O que vai se votar tem relação direta com a denúncia contra o presidente da Casa e é por isso que isso está sendo votado", denunciou nessa terça em plenário o líder da Rede, Alessandro Molon (RJ). O voto do suplente do bloco partidário já foi motivo de controvérsia na Casa. Recentemente, na comissão especial do impeachment, um parlamentar do PMDB faltou à votação e quem votou em seu lugar foi o primeiro que registrou presença na abertura da sessão, para protesto dos peemedebistas. No Conselho de Ética, o então titular Vinícius Gurgel (PR-AP) faltou à votação do parecer preliminar contra Cunha e, para impedir que um suplente do PT votasse em seu lugar, renunciou de última hora à titularidade e pediu que seu líder assumisse a vaga, de forma a garantir voto favorável ao peemedebista. Na noite de terça, o presidente da Câmara argumentou que hoje os partidos não exercem sua representação nas comissões e que, aprovada a resolução, a regra valerá para todas as comissões, incluindo o Conselho de Ética. "Vale para a Casa inteira. Por que você vai discriminar? É para acabar justamente com essa gincana de marcar presença primeiro", disse.

Michel Temer abre espaço na agenda para receber bênção de Silas Malafaia

Michel Temer abre espaço na agenda para receber bênção de Silas Malafaia
Foto: ASCOM/VPR
O vice-presidente Michel Temer abriu um espaço em sua agenda nesta quarta-feira (27) para receber a bênção do pastor Silas Malafaia, ferrenho crítico de Dilma Rousseff e líder do Ministério Vitória em Cristo, ligado à Assembleia de Deus. "Na oração, ele desejou que Deus dê sabedoria ao vice-presidente para que ele dirija a nação para tirá-la do fundo do poço", contou o ex-candidato presidencial Pastor Everaldo, responsável pelo encontro. Para Everaldo, Dilma deveria renunciar antes da votação do processo de impeachment no Senado, marcada para maio. "E eu discordo de proposta de antecipação de eleição presidencial. Isso seria um golpe e não é previsto na Constituição Federal", declarou.

Mais de 90 municípios baianos não aplicaram vacinas do H1N1, segundo Ministério da Saúde

Mais de 90 municípios baianos não aplicaram vacinas do H1N1, segundo Ministério da Saúde
Foto: Meneguini/GCom-MT
Até o final da tarde desta quarta-feira (27), 91 municípios baianos não aplicaram uma dose sequer da vacina contra o vírus da Influenza, o H1N1. De acordo com o Ministério da Saúde, cidades como Lauro de Freitas, Caetité, Amargosa, Simões Filho, Castro Alves e Conde estão entre as cidades que não utilizaram doses da vacina. A notificação é necessária para que o MS identifique a necessidade de enviar ou não novos lotes da vacina. O procedimento é realizado todos os anos, mas tornou-se mais importante devido à intensa procura nos postos de saúde. A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) distribuiu 1,6 milhão de doses da substância, suficiente para atender a cerca de 50% do público-alvo da campanha. Até então foram aplicadas 624.047 doses.

Aumento da maré: Tamar atrapalha vida de turistas e moradores em Praia do Forte

Aumento da maré: Tamar atrapalha vida de turistas e moradores em Praia do Forte
Fotos: Arquivo Pessoal
O aumento do nível do mar continua a assustar moradores de regiões costeiras em todo o mundo. Nesta quarta-feira (27), uma forte ressaca com ventos de 90 km/h e ondas de mais de 3 metros de altura fizeram com que o oceano invadisse uma avenida de Santos (SP), destruindo até mesmo as tradicionais muretas de contenção na orla. Um homem chegou a encontrar peixes dentro de um prédio e canoas foram parar em áreas de estacionamento.
Água invadiu avenida em Santos

Situações como esta deixam evidente a necessidade da construção de barreiras capazes de minorar eventuais danos causados a pontos turísticos por eventos da natureza. Estudos mostram que, até o fim do século, os oceanos devem aumenta em até 106 centímetros (leia mais aqui). Os órgãos de defesa precisam entender a necessidade da proteção das encostas e tomar medidas mais enérgicas em relação a construções que desrespeitem o meio ambiente sem motivo aparente.
Em Praia do Forte, Projeto Tamar invadiu trecho da praia

É o que acontece, por exemplo, em um trecho de Praia do Forte, no município de Mata de São João. Na região, o Projeto Tamar invadiu e aterrou uma parte da praia, área pertencente à Marinha, para construir uma contenção. Porém, no terreno, foram instalados o bar Souza e uma boutique. A obra invadiu o trecho de areia do balneário, forçando turistas e moradores a entrarem em um condomínio fechado para chegar ao outro lado da praia. Contenções são necessárias, principalmente com a natureza mostrando cada vez mais a sua força. Mas este pode não ser o caso de Praia do Forte.