technology

tv tribuna

recent posts

tv
tv

Prefeito de Ibicaraí participa da entrega da medalha Dois de Julho ao Coronel Anselmo Brandão





O prefeito de Ibicaraí, Lula Brandão, participou na tarde da última quinta-feira, dia 18, na Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador, da solenidade de entrega da Comenda 2 de Julho ao Comandante Geral da Polícia Militar da Bahia, Coronel Anselmo Brandão, pelos serviços prestados como cidadão e servidor público, ao promover paz e proteger a população da Bahia.

A honraria foi indicada pelo deputado estadual Zó e aprovada por todos integrantes da casa. E, para o prefeito Lula Brandão, essa homenagem é mais que merecida. “O Coronel Anselmo tem feito um trabalho brilhante no nosso estado no comando geral da Polícia Militar. Recentemente tivemos a honra de recebê-lo em Ibicaraí com o projeto “O Comandante vai até você” e tivemos um indício de um novo tempo na segurança pública do nosso município”, disse Lula Brandão.

Para o Coronel Anselmo, “a homenagem pertence a todos os 32 mil policiais militares da Bahia. É um merecido reconhecimento à nossa atuação em todos os rincões deste estado. Espero ainda que todos tenham entendido a mensagem que aproveitei para transmitir. A segurança pública é um dever de todos. Vamos cuidar de nossos filhos, vamos investir na educação, para que nossos jovens não sejam seduzidos pela criminalidade”, finalizou o Coronel.

Assessoria de Comunicação – Ibicaraí

Prefeitura de Itabuna apoia 6ª edição do Forró nos Bairros



A comunidade do bairro Califórnia recebeu, no último final de semana, a 6ª Edição do Projeto Forró nos Bairros, realizado pela TV Santa Cruz com o apoio da Prefeitura Municipal de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Administração e Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania, que investe no resgate das tradições culturais grapiúnas. Atendendo determinação do prefeito Fernando Gomes foi realizada limpeza geral da praça do bairro e implantada toda a infraestrutura para que o arrasta pé ocorresse em um ambiente limpo e organizado.
De acordo com o secretário de Administração, Dinailson Oliveira, para a festa foram realizados serviços de limpeza da praça, pintura de meio-fio e poda de árvores. “O bairro Califórnia foi o primeiro a receber o São João dos bairros, e a Prefeitura de Itabuna tem o maior prazer em atender solicitações que venham contribuir para o bem-estar e alegria do nosso povo”, comentou o secretário, que anuncia para a próxima semana um evento similar na Mangabinha.
A Banda Caxangá foi a responsável por levar muita animação para cerca de quatro mil pessoas ao som do tradicional forró. Vale lembrar que a festa ainda contou com apresentações de quadrilhas (Xodó do Forró, Independente do São Caetano e Tradição, do bairro de Fátima), grupos de dança e desfile da Rainha do Milho. E como não poderia ser diferente, o clima de tranquilidade e paz foi garantido pela Polícia Militar, Guarda Municipal e Corpo de Bombeiros. Uma equipe do Samu também foi deslocada para o local.

Fernando Gomes receberá título de prefeito empreendedor



A AMPESBA – Associação das Micros, Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais do Estado da Bahia irá homenagear o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, com o título de Prefeito Empreendedor. O evento será no próximo dia 26, no auditório da FTC, com abertura oficial prevista para as 14 horas.

A homenagem será durante o VIII Congresso Norte/Nordeste da Pequena Empresa – Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios – Simplificar para Crescer. O congresso apresentará palestras técnicas e motivacionais para o desenvolvimento de empreendimentos de pequeno porte. O público-alvo é formado por empresários, pequenos agricultores, contadores, estudantes, técnicos, secretários, vereadores e prefeitos.

Prefeito Empreendedor

O título de Prefeito Empreendedor que será entregue ao prefeito Fernando Gomes é decorrente de ações empreendedoras ao longo de sua vida pública nas áreas de educação, saúde, geração de emprego e renda, esportes e lazer. Ações de cunho público institucional que geram desenvolvimento sustentável econômico e social para Itabuna e região.

Segundo o presidente da AMPESBA, Valdir Ribeiro, “eventos como este servem para promover a criação de ambientes favoráveis para o desenvolvimento econômico e social, melhorando a autoestima dos gestores públicos e dos pequenos empreendedores”.

O congresso conta com apoio institucional das entidades de representação empresarial de Itabuna e região (ACI, APEMI, CDL, SINDICOM e SIMCOMÈRCIO), do CONAMPE, SEBRAE, Banco do Nordeste, Prefeitura de Itabuna, FTC, UESC, Águia Branca, Jet Print e toda Imprensa regional. A entrada é franca e a presença dará direito a Certificado de Participação que será entregue no encerramento.

Glaucoma Day realiza mais de cinco mil procedimentos em Itabuna




Mais de cinco mil procedimentos foram realizados durante o Glaucoma Day, promovido pelo DayHorc, Fundação Regina Cunha (Furc) e Secretaria Municipal de Saúde numa grande mobilização para a prevenção e controle do glaucoma, doença associada ao aumento da pressão intraocular e que se não for tratada a tempo pode resultar numa cegueira irreversível. No evento realizado no último sábado (20), o prefeito Fernando Gomes foi representado pela secretária de governo Maria Alice Araújo Pereira, que estava acompanhada da titular da pasta de educação Anorina Smith Lima.

Ela destacou a importância da parceria do governo municipal com o DayHorc e a Furc na prevenção de uma doença que pode cegar se não tiver nenhum tratamento ou atenção médica. Contou que faz tratamento de glaucoma e como saúde é uma prioridade para o governo Fernando Gomes, também trouxe o seu apoio ao trabalho realizado pela equipe de Rui Cunha, que mobilizou centenas de voluntários, além dos integrantes da equipe da sua clínica e servidores municipais.

Como coordenador do Glaucoma Day, Ruy Cunha explica que o número de procedimentos vem crescendo de ano a ano e este ano supera a marca de cinco mil, 20% acima do ano anterior. Explica que na edição de 2017 foram mobilizados mais de 300 voluntários, além da equipe médica do DayHorc, “mas o apoio que tivemos da prefeitura foi de fundamental importância, inclusive mobilizando equipes da área da Saúde e da Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito, colaborando na infraestrutura e mudanças no trânsito.”

O DayHorc Hospital de Olhos é uma clínica especializada com quatro unidades na Bahia, duas delas em Salvador, empregando mais de 200 pessoas e que nasceu em Itabuna através, da visão empreendedora de Rui Cunha, ao implantar em 1982, a Clínica de Olhos Santa Lúcia, inteiramente ampliada e rebatizada como Day Horc, sendo hoje uma das mais bem equipadas do estado, usando tecnologia de última geração.

Parceria

Cunha anunciou que vai solicitar uma audiência ao prefeito Fernando Gomes para apresentar ao governo municipal o projeto de um cluster visando a revitalização da área central de Itabuna, no trecho compreendido entre a praça Olinto Leoni, Praça da Juventude e a avenida Henrique Alves, onde a prefeitura anuncia a instalação de uma academia ao ar livre e deve implantar a praça do Cacau, que tem como referência a lavoura cacaueira, que foi o sustentáculo econômico da região.

O cluster vai agregar clínicas, restaurantes, academias, lojas de artigos esportivos e empresas dos diversos segmentos num projeto a ser deflagrado numa parceria com a prefeitura de Itabuna, que vem realizando ações proativas ao implementar o Projeto Cidade Universitária e Cidade Limpa, que se compatibilizam com a proposta de revitalização e requalificação do centro de Itabuna, uma ação que pode unir o governo e a iniciativa privada.

O que é glaucoma

O Glaucoma é uma doença que atinge o nervo óptico e envolve a perda de células da retina responsáveis por enviar os impulsos nervosos ao cérebro. Se não for tratado, o glaucoma leva ao dano permanente do disco óptico da retina, causando uma atrofia progressiva do campo visual, que pode progredir para cegueira.

Um dos principais sintomas da doença é a perda da visão periférica no seu início. No começo a perda é sutil, e pode não ser percebida pelo paciente. Em geral, o paciente não nota a perda de visão até vivenciar a "visão tubular", ou seja, apenas a visão central é percebida, o paciente começa a tropeçar, esbarrar em objetos, porque a percepção periférica diminui. A perda visual causada pelo glaucoma é irreversível, mas pode ser prevenida, atrasada ou estabilizada por tratamento.

A pressão intra-ocular pode ser diminuída com medicamentos, em geral, colírios. Caso essa pressão não diminua com o uso de medicamentos, um procedimento cirúrgico poderá ser indicado, tanto a cirurgia a laser quanto a tradicional.

Audiência discute revitalização da Ceplac



A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural realiza audiência pública nesta terça-feira (23) sobre o projeto de revitalização da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) e a situação da produção do cacau no País. O debate foi sugerido pelo deputado Davidson Magalhães (PCdoB-BA). A Ceplac, órgão ligado diretamente ao Ministério da Agricultura, atua em seis estados (Bahia, Espírito Santo, Pará, Amazonas, Rondônia e Mato Grosso) desenvolvendo atividades de pesquisa, extensão rural e ensino agrícola. Magalhães reclama, no entanto, que o órgão vem passando por uma grave crise com o desmonte da sua estrutura de pessoal e a perda de autonomia administrativa. Foram convidados para discutir o assunto: o diretor-geral da Ceplac, Juvenal Maynart Cunha; o superintendente de Desenvolvimento da Região Cacaueira do Estado da Bahia, Antonio Cesar Costa Zugaib; um representante da Universidade Federal do Sul da Bahia; um representante da Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia; um representante da Central de Cooperativas da Região Cacaueira do Sul da Bahia; um representante da Associação dos Produtores de Cacau da Bahia; e o representante da Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau Eduardo Brito Bastos. A audiência será realizada no plenário 6 a partir das 10 horas.

Esmeralda gigante de 360 kg é achada no norte da Bahia



Uma esmeralda gigante, que pesa 360 kg e tem 1,3 metros de altura, foi encontrada há 25 dias na Mina da Carnaíba, no município de Pindobaçu, norte da Bahia. A região é conhecida pela exploração do mineral. Esta é a segunda pedra de grande encontrada na região. A primeira, achada em 2001, tinha 20 kg a mais e foi avaliada em cerca de R$ 1 bilhão. A pedra foi localizada a 200 metros de profundidade pela Cooperativa Mineral da Bahia, que tem autorização para explorar a área, e vendida a um minerador da região. Por motivos de segurança, o dono da pedra bruta não quis dar entrevista e nem informou quanto pagou pela esmeralda. O advogado dele, Márcio Jandir, disse que o cliente já providenciou documentação para legalizar a propriedade da pedra adquirida por ele. "Nós já fizemos toda a emissão do certificado de origem, exigencia do DNPM [Departamento Nacional de Produção Mineral]. O documento já foi emitido. Hoje o proprietário da pedra está autorizado a transitar com ela em território nacional e, obviamente, ele almeja fazer exposições com a pedra e apresentar em museus e bibliotecas", disse o advogado. A esmeralda Bahia, encontrada em 2001, foi levada para os Estados Unidos ilegalmente e, durante vários anos, foi motivo de uma disputa judicial entre o governo brasileiro e o americano. Até que, em 2015, foi decidido que a pedra ficaria nos Estados Unidos. (G1)

Explosão deixa 19 mortos e 50 feridos em show na Inglaterra



Uma explosão na arena de Manchester, na Inglaterra, onde ocorria um show da cantora Ariana Grande nesta segunda-feira (22), deixou 19 mortos e 50 feridos, informou a polícia local. O público da cantora é formado principalmente por crianças e adolescentes, e o estádio, com capacidade para 20.000 pessoas, estava cheio. Nas redes sociais, vídeos mostram as pessoas deixando o local em pânico. A cantora, que tem shows marcados no final de junho no Brasil, já havia deixado o palco no momento do incidente e não se feriu, informou sua assessoria. A estação de trem Manchester Victoria, que fica próxima à arena, foi esvaziada pelas equipes de emergência. Em comunicado, a polícia de Manchester pediu que a população evite a área. Em comunicado publicado em sua conta oficial no Twitter, a polícia informou também que o incidente está sendo investigado como uma ação terrorista. (Veja)

Os Batista não vão se dar tão bem quanto imaginam



Geraldo Samor
A continuidade das investigações sobre a JBS — agora no foco do terremoto político que ameaça o Governo Temer — vai revelar esqueletos e passivos que ameaçam a continuidade da empresa, dizem fontes que conhecem de perto a contabilidade dos Batista.
As fontes afirmam que a JBS tem passivos escondidos maiores que seu valor de mercado e maiores do que a multa de R$ 11 bilhões que o Ministério Público Federal está cobrando para celebrar o acordo de leniência.
Ao puxar o fio da meada, as autoridades vão trazer a público três tipos de problemas na JBS.
O primeiro é de natureza fiscal. A empresa é alvo de uma investigação do TCU, que questionou prejuízos causados pela empresa ao BNDES, dono de 21,3% da JBS e credor da companhia.
Além dos irmãos Batista, a JBS sempre teve um acionista misterioso: a Blessed Holding, uma sociedade incorporada no Estado de Delaware, nos EUA, onde as regras para abertura de empresas são menos rígidas.
Até meados de 2014, a Blessed era dona de 13% da JBS — até que o jornal O Estado de São Paulo começou a fazer perguntas à CVM.
Na ocasião, a JBS alterou seu formulário de referência (um documento que as empresas têm que arquivar com a CVM), reduzindo a participação da Blessed na companhia para 6,6%. Na época, os irmãos Batista diziam não saber quem estava por trás da Blessed.
Por sua vez, a Blessed tem como acionistas duas seguradoras sediadas em paraísos fiscais diferentes, mas com telefones e emails para contato iguais. Seus nomes: US Commonwealth Life (com sede em Puerto Rico) e Lighthouse Capital Insurance (sediada em Cayman).
Até hoje, as pessoas físicas por trás dessas seguradoras nunca foram identificadas, mas sabe-se que a Blessed nasceu logo após a fusão da JBS com outro frigorífico, o Bertin — uma operação patrocinada pelo BNDES.
Em 2009, com o Bertin vergando sob uma dívida de R$ 6 bilhões, o BNDES decidiu que fazia sentido enterrar a dívida da Bertin na JBS, que ia bem. Formava-se assim um ‘campeão nacional’ cada vez mais ‘too big to fail’, e de quebra se escondia que o banco havia errado ao financiar o Bertin.
Logo depois da fusão, a Blessed apareceu no formulário de referência da JBS como parte da cadeia societária que controla a empresa dos Batista. E, em meados de 2013, a Blessed virou pivô de uma briga entre os Bertin e os Batista, com os primeiros acusando os últimos de falsificar assinaturas e roubar-lhes R$ 1 bilhão. No ano seguinte, as famílias chegaram a um acordo pelo qual os Bertin saíram da sociedade, mas a Blessed até hoje continua sendo um ponto de interrogação.
E é justamente a compra da Bertin que é o problema para os Batista.
A JBS deu à familia Bertin 28% de seu capital na fusão, mas logo em seguida a Blessed comprou de volta dois terços das ações do Bertin por R$ 17 milhões. Documentos do processo entre Bertin e JBS sugerem que a Blessed pertence na verdade aos Batista, e que o contrato original de fusão continha um adendo de gaveta detalhando esta recompra a desconto. Isso significa que a JBS de fato nunca avaliou a Bertin por R$ 12 bilhões, conforme noticiado, mas sim por R$ 1,5 bilhão. Esta fraude diluiu os acionistas minoritários da JBS, incluindo o BNDES. Ao mesmo tempo, na opinião de fontes que conhecem as filigranas da transação, a sobreavaliação da Bertin criou outra fraude: um ágio indevido de R$ 9 bilhões.
Se as autoridades concluírem que houve fraude no ágio, isso significará que os balanços da JBS desde 2009 (ano da fusão) estão todos errados, e terão que ser refeitos. Como toda a dívida bancária da JBS foi dada sob a premissa de que seus balanços eram reais, isso pode levar os credores a acelerar a dívida da empresa, que hoje chega a R$ 56 bilhões (dívida bruta no final de 2016).
A investigação fatalmente terá que chegar ao auditor da empresa naqueles anos. Entre 2008 e 2010, o auditor da JBS era a BDO Trevisan, seguida pela KPMG entre 2010 e 2013. Em 2011, a KPMG comprou a BDO e a renomeou BDO RCS Auditores Independentes.
Por fim, a JBS tem um passivo que diz menos respeito às autoridades e mais aos investidores, que sempre deram à empresa o benefício da dúvida. Trata-se dos créditos fiscais gerados pela Lei Kandir, que, em dezembro de 2016, chegavam a R$ 2,5 bilhões.
Quando o crédito fiscal aparece como ativo no balanço, isso significa que a empresa reconheceu esse “a receber” do governo como parte do seu lucro no passado. Esse recebível depende de premissas sobre viabilidade e prazo de recolhimento. Se a JBS corrompeu governadores para receber mais beneficios, o saldo no ativo do balanço está exagerado e precisa ser reavaliado. Lucros de periodos passados foram exagerados. A rentabilidade futura também será afetada já que a operação nao contará mais com essa molezinha.
A delação dos Batista indica que haverá desdobramentos em Estados como Ceará e Mato Grosso do Sul, em que o tema ICMS/corrupção vai muito além da Lei Kandir.
Há dúvida também sobre o crescimento do ativo biológico da empresa. O ativo biológico é a linha no balanço onde a companhia lança o valor investido na engorda de animais: vacas, porcos e aves. A lógica é que o custo da compra do bezerro e de ração de engorda pode ser capitalizado até o dia do abate.
No abate, se reconhece a receita da venda da arroba e o custo capitalizado, dando baixa no estoque formado pelo ativo biológico. Em uma operação estável, o ativo biológico não deveria crescer. Para cada vaca engordada há uma outra sendo abatida, e esta linha no balanço deveria ficar estavel. No caso da JBS, essa linha não para de crescer. Aliás, ela cresce mais rápido que as toneladas produzidas. Isso tudo faz parte de uma outra caixa de Pandora da contabilidade da empresa.
Os Batista também devem enfrentar problemas nos EUA pela violação do Foreign Corrupt Practices Act (FCPA), a duríssima lei americana que se aplica a qualquer empresa que tenha negócios nos EUA e cometa crimes de corrupção em qualquer parte do mundo.
Apesar de relatos de que os Batista estariam em negociações com o Departamento de Justiça (DOJ) americano, advogados que trabalham em Washington defendendo clientes em casos de FCPA dizem que é altamente improvável que o DOJ entre num acordo imediatamente. O mais provável em casos assim é que o DOJ intime documentos e investigue o caso a fundo, o que pode durar dois anos.
Os advogados apontam para o caso da empresa de telecom sueca Telia Sonera. “Em tese, a Telia não tinha nada a ver com os EUA, mas ela se meteu em mercados emergentes e pagou propina a polítcos para obter licenças,” diz um advogado. “Agora, o DOJ e os holandeses estão cobrando US$1,4 bilhão em multa, e olha que o que fizeram foi uma fração dos crimes confessados pela JBS.” Outro empresário brasileiro, J. Hawilla, foi pego nos EUA ‘apenas’ por usar contas em dólar para pagar propina, sem nunca ter tido negócios lá, ao contrário dos Batista.
Resumindo, o valor da JBS como um ‘going concern’ pode ser igual a zero pelos seguintes motivos:
1. O BNDESPar e TCU devem buscar ressarcimento da JBS por conta da diluição artificial causada por fraude no preço de compra da Bertin, via Blessed.
2. A Receita Federal deverá cobrar ressarcimento, multa e mora por conta da sonegação fiscal gerada pelo falso ágio amortizado na compra da Bertin.
3. Os estados irão investigar e cobrar ressarcimento, multa, e mora por sonegação de ICMS, conforme documentado na delação.
4. O auditor independente deverá abrir uma investigação sobre a veracidade das contas da empresa. Se der baixa no ágio e nos créditos tributários, vai comprometer o patrimônio líquido da empresa. Além disso, é possível que a JBS descumpra alguns compromissos assumidos junto a seus credores, como um teto na relação entre dívida líquida e geração de caixa, ou mesmo a manutenção de livros auditados.
5. O Governo americano iniciará uma investigação por violação do FCPA. O valor da multa pode correr na casa dos bilhões de dólares, já que costuma ser função da quantidade de propinas pagas.

SILVIO DIZ QUE PODE SER PRESIDENTE: 'SE VOTAM NO HUCK, VOTAM EM MIM'


Até onde a fala é brincadeira, ninguém sabe, mas o fato é que Silvio Santos resolveu 'anunciar' neste domingo (21) que irá se candidatar à presidência da República. Parte do seu discurso foi baseada nos boatos de que Luciano Huck irá concorrer ao cargo.

"Eu não estava mais pensando em política, mas depois que o Luciano Huck se candidatou eu fiquei muito chateado e eu acho que vou me candidatar. Pois eu estou com 86 anos, estou muito mais maduro, tenho agora decisões mais adultas e estou convencido que o governo na minha mão seria um governo de total felicidade para as pessoas menos favorecidas", disse o apresentador e dono do SBT.
"Eu estou pensando seriamente, pois o Luciano Huck está fazendo cócegas na minha consciência. Se o povo poderá votar em Luciano, poderá votar em mim porque eu sou aquele presidente que dirá que os ricos sejam menos ricos e os pobres menos pobres", comentou Silvio, com um toque de ironia.
No meio do programa, o homem do Baú ainda comentou com sarcasmo a situação do ex-presidente Lula, réu em processos de corrupção, que serão julgados por Sérgio Moro. "Se ele não ver o sol quadrado..., ele pode se candidatar também", afirmou.
Vale lembrar que Silvio Santos já foi candidato a presidente em 1989 e chegou a liderar as pesquisas, mas teve sua candidatura impugnada pelo TSE por problemas de registro.

Nota de Esclarecimento

Em virtude das notícias veiculadas nos últimos dias sobre as doações da JBS S/A para campanhas eleitorais, o mandato do deputado federal Davidson Magalhães vem a público esclarecer que:

1) Davidson Magalhães não consta, nem constará, na relação da delação premiada da JBS, nem da Odebrecht, nem de qualquer outra;
2) Para além do que Joesley Batista denunciou em sua delação, a JBS realizou doações legais para campanhas eleitorais, seguindo a legislação vigente. As doações estão declaradas no site do TSE desde 2014, à disposição de qualquer cidadão que queira consultá-las. Elas não são, portanto, "caixa 2";
3) Davidson Magalhães não conhece, nem tem contato, com a JBS, seus proprietários ou outros agentes da empresa. As doações foram feitas legalmente ao diretório nacional do PCdoB, que repassou aos candidatos;
4) Como qualquer doação para campanha, não há exigência de contrapartida, nem de troca de favores. Chamar de "propina", portanto, é incorreto. Algumas das notícias veiculadas tentam dizer que doações, propinas e caixa 2 são a mesma coisa, confundindo a opinião pública e desviando o foco dos corruptos;
5) Por fim, o deputado Davidson Magalhães repudia de forma veemente corruptos e corruptores, sejam estes agentes públicos ou privados, e espera que sejam todos investigados e punidos.


Assessoria de Comunicação
Deputado federal Davidson Magalhães

Em entrevista, Temer volta a negar renúncia: 'se quiserem, me derrubem'


Diante de uma forte crise política após a divulgação do áudio em conversa com Joesley Batista, dono da JBS, o presidente Michel Temer (PMDB) afirmou, em entrevista à Folha de S.Paulo, que renunciar seria uma confissão de culpa: "Se quiserem, me derrubem".

À Folha, Temer disse que não sabia que Joesley era investigado quando o recebeu no Palácio Alvorada, em março deste ano. Naquele momento, o dono da JBS já era alvo de três operações da Polícia Federal.
Questionado sobre o ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, flagrado com uma mala contendo R$ 500 mil, Temer disse que mantinha com ele apenas "relação institucional".
Apesar de não defender a conduta de Loures, Temer defendeu o caráter do ex-assessor. "Coitado, ele é de boa índole, de muito boa índole."
"Agora, mantenho a serenidade, especialmente na medida em que eu disse: eu não vou renunciar. Se quiserem, me derrubem, porque, se eu renuncio, é uma declaração de culpa", concluiu o presidente.

STF suspende inquérito contra Temer a espera de perícia dos áudios


O julgamento sobre o pedido de suspensão do inquérito contra o presidente da República, Michel Temer (PMDB), foi suspenso por decisão da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia.
No sábado passado, o relator da Operação Lava Jato no Supremo, ministro Edson Fachin, determinou que o pedido feito pela defesa de Temer fosse analisado pelo plenário da Corte. A expectativa é que a discussão fosse pautada para esta quarta-feira.
Entretanto, a ministra Cármen Lúcia decidiu suspender a análise do caso tomando por base a própria solicitação de Fachin, que condicionava o julgamento após “concluída e juntada aos autos a perícia, sobre ela imediatamente (intimem-se) o procurador-geral da República e os defensores para que, com urgência, no prazo de 24 horas, se manifestem”.
A perícia em questão envolve a gravação da conversa entre Temer e o empresário Joesley Batista, dono da JBS. Gravada em março deste ano, a conversa indicaria que o presidente da República deu aval para Batista fazer pagamentos ao ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e ao operador Lúcio Funaro, em troca do silêncio de ambos, que seguem presos.
A divulgação do teor do áudio, na quinta-feira, caiu como uma bomba sobre o Palácio do Planalto, aprofundando a crise política e paralisando o andamento das reformas da Previdência e Trabalhista, vistas como fundamentais para a retomada da economia no país.
Responsáveis pela perícia da gravação, os peritos da Polícia Federal solicitaram a entrega do gravador usado por Batista para captar o áudio da conversa com Temer, o que deve acontecer nesta terça-feira, de acordo com a defesa do dono da JBS. Não há prazo para a conclusão da perícia.
Em dois pronunciamentos desde o início da crise, e posteriormente em uma entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Temer negou ter cometido qualquer ilícito e garantiu que não irá renunciar. Com informações do Sputnik Brasil.

Colégio Ressurgir festeja dia das mães em Ibicaraí



No final da tarde do último sábado, dia 20, na área de convivência do Colégio Estadual Ana Nery, foi realizada uma festa para homenagear as mães daquela unidade de ensino. O evento, que foi denominado de Chá Inglês, contou com a presença da supervisora de escrituração, Iaciara Dias, a diretora administrativa, Sandra Nascimento, a coordenadora do EJA, Luciene Rezende, e a coordenadora de Educação Física, Patrícia Lima.

Durante o evento, a professora Ivoneide Macêdo declamou poesia que fala sobre aprendizagem, além de pregar sobre a mulher samaritana e realizar uma oração agradecendo pela vida dos presentes. Na ação, aconteceram também apresentações com a participação do alunado, além de um vídeo clipe em homenagem às mães presentes e sorteios de vários brindes e música ao vivo com Jackson Leal.

A diretora administrativa da secretaria de Educação, Sandra Nascimento, falou em nome da secretaria. “É muito gratificante ver as mães recebendo esse tipo de ação, pois percebemos a satisfação de cada uma. Vejo que a diretora Monalisa Pimentel e todo o corpo docente já assimilaram a filosofia de trabalho do prefeito Brandão e da secretária Adriana Assis, principalmente no que se diz respeito à questão de administrar com total responsabilidade”, afirmou Sandra.

A diretora da unidade escolar, Monalisa Pimentel, falou do seu contentamento em realizar a ação. “Fico grata pelas mães sempre atenderem o nosso chamado, pois toda a nossa realizou tudo com muito carinho. Como diz o prefeito Brandão, somos funcionários públicos e temos que oferecer o melhor para nossa gente”, finalizou a diretora.



Assessoria de Comunicação – Ibicaraí

Prefeitura de Ibicaraí apresenta novo sistema de emissão de NFS-e







Aconteceu na tarde da última quinta-feira, dia 18, na Câmara de Vereadores, a apresentação do novo sistema de Nota Fiscal Eletrônica que irá substituir o antigo sistema. A apresentação foi feita pelo técnico em informática, Amintas Rocha, da empresa ADM Sistemas de Tributos, que explicou como funciona o novo sistema de emissão para a equipe do departamento de Tributos da Prefeitura, contadores, representantes do comércio local e profissionais liberais que estavam presentes.

Segundo Amintas, a plataforma é muito simples de ser usada e ela oferece novos serviços, além da emissão da nota fiscal eletrônica, como a emissão de Certidão de Débitos, a emissão de DAM do IPTU e Alvará. As pessoas que já eram cadastradas no antigo sistema só precisam entrar no endereço ibicarai.saatri.com.br e criar uma nova senha.

O diretor de tributos, Paulo Fontes, ressaltou a importância da mudança do sistema. Segundo Paulo, além de ser mais simples e trazer novas funções, o sistema agrega novos serviços, que o cidadão só conseguia resolver presencialmente, na prefeitura e, hoje pode fazer online. "É importante dizer também que esse novo sistema foi um grande passo rumo a modernização do setor", disse o diretor de tributos.

De acordo com o secretário municipal de Administração, Finanças e Planejamento, Flávio Campos, a migração e modernização para o novo sistema SAATRI, com a oferta de novos serviços que serão oferecidos online ao contribuinte, foi um pedido direto do prefeito Lula Brandão que solicitou todo o empenho da equipe para implantar um serviço que facilite a vida do cidadão.

Novo cadastro - Para usuários novos será necessário se cadastrar pelo site e levar cópia dos documentos RG, CPF e comprovante de residência no setor de Tributos da Prefeitura, situado na Rua Tiradentes, nº 23, Centro.



Assessoria de Comunicação – Ibicaraí

REDUÇÃO DO PREÇO DO MILHO E INSTALAÇÃO DE ARMAZÉNS ITINERANTES SÃO SOLICITADOS EM AUDIÊNCIA NA CONAB


O deputado estadual e presidente da Comissão de Agricultura da ALBA (Assembleia Legislativa da Bahia),  Eduardo Salles, esteve, nesta sexta-feira (19), na Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), em audiência com o superintendente regional, Franklin Andrade, para discutir a redução do preço do milho comercializado no programa Vendas em Balcão. Além disso, o parlamentar solicitou a instalação de armazéns itinerantes nos municípios polos de Bom Jesus da Lapa, Baixa Grande, Amargosa, Jacobina, Jequié, Juzeiro, Maracás, Vitória da Conquista, Seabra, Feira de Santana, Ponto Novo,Chorrochó e Paramirim.

O preço do milho subsidiado, atualmente, está sendo vendido a R$ 33, por saca de 60 kg, publicado na portaria interministerial, em abril deste ano, quando o governo autorizou a venda de 260 mil toneladas de milho subsidiado para as regiões Nordeste e Norte, por meio do Programa Venda em Balcão da Conab. O produto está sendo comercializado com limite de compra de 10 toneladas/mês por beneficiário.

Eduardo Salles ponderou que o valor está alto e informou que um ofício já foi encaminhado para o ministro da Agricultura solicitando a redução. “O valor de R$ 33 está impraticável. Há dois anos, comercializávamos por R$ 18,12. Fiz um ofício para o ministro Blairo Maggi e para o presidente da Conab solicitando, como presidente da Comissão de Agricultura da ALBA, a redução do preço de R$ 33, porque achamos demasiadamente alto, em comparação ao valor anterior”, informou o parlamentar.

O superintendente explicou que o aumento do preço não é estabelecido pela Conab. “Esse preço de R$ 33 não foi estabelecido pela superintendência, e sim pela portaria interministerial, em todos os estados atendidos pelo Programa de Venda de Milho em Balcão”, esclareceu Franklin Andrade.

ARMAZÉM ITINERANTE

A solicitação de instalação dos armazéns itinerantes tem por objetivo facilitar o acesso de produtor ao milho e reduzir o seu custo com transporte, além de garantir a segurança alimentar do rebanho neste período de longa estiagem. Entre os municípios que serão beneficiados com a instalação dos armazéns, estão: Curaçá, Casa Nova, Sento Sé, Sobradinho, Serra do Ramalho, Paratinga, Sitio do Mato, Piritiba, Tapiramutá, Macajuba, Ourolândia, Morro do Chapéu, Bonito, Ipiaú, Ibirataia, Nova Ibiá, Itagibá, Lagedo do Tabocal, Itiruçu, Barra do Choça e Rio do Pires.

Para que a instalação seja realizada, o superintendente da Conab informa que os prefeitos e lideranças dos municípios polo precisam atender a alguns requisitos. “Os prefeitos precisam encaminhar um ofício, mais rápido possível, com todas as informações objetivas do que se propõe a dar, se possível,  com foto do armazém, a localização, onde fica, endereço, tudo especificado.

Após esta etapa, o superintendente garantiu que irá encaminhar estes ofícios com um parecer técnico. “Isso já vai ser submetido à superintendência de armazenagem, para que eles mandem os técnicos fazerem a vistoria para ver se atendem os requisitos ou não, e tendo informações específicas do imóvel. Depois que for feita a vistoria, vai ser submetida a aprovação da diretoria colegiada”, detalhou superintendente.

Franklin Andrade ainda explicou que o objetivo da abertura não está sendo exclusivo para a execução dos programas da Conab. A iniciativa também atende a distribuição de cesta básica e PAA (Programa de Aquisição de Alimentos).

PARA COMPRAR O MILHO

Para comprar o milho pelo programa,  é necessário fazer um registro no SICAN (Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais), no site da Conab. Depois, comparecer a uma unidade da Conab com cópia do RG e do CPF, comprovantes de endereço e da qualificação da atividade, além de escala de produção/consumo. Clique aqui  e faça seu registro.

No caso dos criadores de bovinos, também é necessária a apresentação de comprovante de vacinação do rebanho contra a febre aftosa. A Conab aceita documentos de outros órgãos de extensão rural ou das entidades de classe. O pagamento do produto é realizado à vista, por meio de GRU (Guia de Recolhimento da União).


ASCOM – Deputado Estadual Eduardo Salles

Prefeitura de Ibicaraí convoca donos de propriedades rurais para audiência pública



A Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente de Ibicaraí, em parceria com o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território Litoral Sul-CDS/LS, convênio 032/2015, assinado entre o CDS/LS e a Coordenação de Desenvolvimento Agrário - CDA da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Governo da Bahia (SDR), estará realizando nesta terça-feira, dia 23, às 8 horas, na Câmara de Vereadores, uma audiência Pública sobre a Regularização Fundiária.

Durante a audiência, os técnicos estarão presentes para realizar o cadastro das propriedades rurais para Regularização Fundiária. Os proprietários que ainda não realizaram o cadastro devem comparecer no local com os documentos pessoais e da propriedade em mãos.

Segundo a secretária de Agricultura, Telma Elizia, a finalidade do programa é definir e consolidar a ocupação de terras públicas devolutas e de terras particulares familiares que não tem título de propriedade ou estão em situação dominial e possessória irregular. “Temos feito bastante esforço para consolidar o cadastro das 365 propriedades rurais no município. O prefeito Lula Brandão tem nos dado total apoio e suporte para realizarmos as atividades”, informou Telma.



Assessoria de Comunicação – Ibicaraí

FLORESTA AZUL: SECRETARIA DE SAÚDE REALIZA REUNIÃO PARA DISCUTIR SÁUDE DA MULHER




Na sexta-feira, 19/05, a Secretaria Municipal de Saúde de Floresta Azul realizou a 1ª Reunião Ampliada da Saúde da Mulher com tema: Saúde das mulheres, desafios para integralidade com equidade. Com o objetivo de propor diretrizes para a política Nacional de atenção à saúde da mulher.
Estiveram presentes: Neide Santana (secretária de saúde), Jackeline Pimentel (Coordenadora da Atenção Básica), Magali Chaves (enfermeira), Fernanda (representado o Conselho Municipal de saúde), Eulária (representando a comunidade feminina), Adriana França (NASF), Daniela (vereadora).
A reunião teve como palestrante Soraia Santiago - Dra. em saúde pública, Mestre em saúde coletiva, Sanitarista, enfermeira e docente da UESC.
ASCOM / FLORESTA AZUL

FLORESTA AZUL: FESTA DAS MÃES NA ESCOLA EDGARD SANTOS





Nesta sexta-feira,19/05, aconteceu a Festa das Mães na Escola Municipal Edgard Santos. O evento foi organizado pela direção da escola, com apoio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto. 
A prefeita Gicélia Santana participou da festa. “A festa das mães é também a oportunidade para que elas (as mães), possam ver que a escola está toda organizada para atender aos 155 alunos que estudam aqui. É muito bom esse momento”, disse a prefeita.

ASCOM/ FLORESTA AZUL

CONVITE: SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES DE IBICARAÍ


A CÂMARA DE VEREADORES DE IBICARAÍ CONVIDA O POVO EM GERAL PARA SESSÃO ORDINÁRIA, A OCORRER NESTA SEGUNDA FEIRA DIA 22 DE MAIO , AS 18:OO HORAS SUA PRESENÇA É MUITO IMPORTANTE! COMPAREÇA!!!

Marcos Mendes culpa PT por crise política: ‘Há 13 anos, apostaram nessa política’


Ex-candidato a governador da Bahia, Marcos Mendes (PSOL) avalia que os casos de corrupção desnudados pela Operação Lava Jato levam a população a refletir sobre a necessidade de mudanças no sistema político brasileiro. Presente no protesto que pede a saída do presidente Michel Temer da Presidência da República, realizado na tarde deste domingo (21), no Campo Grande, Mendes critica o peemedebista, mas também culpa o PT pela crise política vivida atualmente. “É um dos momentos mais importantes depois do golpe [os protestos contra Temer após a delação da JBS]. Há muito tempo, nós do PSOL estamos falando nisso. Não é só Temer e a quadrilha de Temer. É esse governo do PT, que há 13 anos vem apostando nisso, nessa política de aliança de classes, conciliação com grandes empreiteiras. Isso, pra nós, não é uma grande surpresa”, criticou. “Agora, não tem jeito, com a Lava Jato, com todas as críticas que a gente tem a Moro e sua parcialidade, mas a importância da Lava Jato acabou desnudando a sujeira dessa forma de fazer política. A gente não quer a política como tava. A importância desse momento é a conscientização crítica e política das pessoas”, avaliou. 

Tony Ramos desiste de ser garoto-propangada da JBS: ‘triste’


O ator Tony Ramos desistiu de ser garoto-propaganda do grupo JBS, que está em um escândalo que envolve o presidente Michel Temer (PMDB). A informação é da coluna Radar On-line, da revista Veja. De acordo com a publicação, Tony Ramos se diz “surpreso”, “triste” e “melancólico” com as revelações do envolvimento da JBS com a compra de políticos. Para ele, “não há mais clima para continuar a fazer filmes para a empresa”. Na outra situação de crise, quando a JBS foi envolvida na Operação Carne Fraca, o ator foi solidário à empresa. Desta vez, com as revelações de que a companhia corrompia políticos, ele achou que foi demais.

Joesley Batista afirma que Lula pediu ajuda para o MST


Segundo delação do empresário da JBS Joesley Batista, ele disse ao deputado Rocha Loures (PMDB/PR) que a última vez que conversou pessoalmente com Lula foi no fim de 2016, mas contou que recentemente recebeu uma ligação do ex-presidente com um pedido de ajuda ao Movimento dos Sem-Terra (MST). "Ele me ligou esses dias, pediu pra mim sic atender os sem-terra. Eu digo: ô presidente (risos)… Joesley, eu tô aqui com o (João Pedro) Stédile, não sei o que ele precisa falar com você… Tá bom presidente, manda ele vir aqui. Eu atendo ele, tá bom?'", relatou o empresário ao deputado. A conversa com Loures foi gravada pelo próprio Joesley, já no curso da delação premiada que ele fechou com a Procuradoria-Geral da República. O áudio tem uma hora e 14 minutos de duração e foi anexado aos autos da Operação Patmos, que mira o presidente Michel Temer, o senador Aécio Neves (PSDB) e o próprio Loures. O encontro do delator Joesley com o parlamentar - afastado do mandato por ordem do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal -, ocorreu no dia 13 de março, apenas uma semana depois que o executivo da JBS gravou a conversa com Temer. Na ocasião, Joesley recebeu Loures em sua própria residência, no Jardim Europa, em São Paulo. Aos procuradores da Lava Jato, Joesley contou que abriu uma conta corrente de US$ 80 milhões no exterior para atender ao ex-presidente. Ele disse que não tem amizade com o petista como as pessoas imaginam. "Sobre o Lula, eu acho assim, primeiro, que eu não tenho amizade com ele igual o povo acha que eu tenho. Eu conheci o Lula tem dois anos atrás, fim de 2013", contou Joesley ao deputado Loures. Segundo ele, o parlamentar foi indicado por Temer como uma pessoa de sua estrita confiança para ajudar o empresário em seus negócios. O deputado foi filmado pela Polícia Federal pegando uma mochila com R$ 500 mil em dinheiro vivo, em São Paulo. Loures comenta com Joesley que tem boa relação com Lula. "Sempre me dei bem com ele, sempre fui não-ideológico, mas prático. Agora, me parece que muito desse movimento (investigações da Lava Jato) é para alcançá-lo, né Joesley, a ele e ao entorno", disse o deputado. "Com certeza", respondeu o empresário. No diálogo, ambos concordaram que a única coisa que resta a Lula é enfrentar a Lava Jato. Curiosamente, foi nesse período em que Joesley disse ter conhecido Lula pessoalmente que ganhou força o boato nas redes sociais de que um dos filhos do ex-presidente, Fabio Luis Lula da Silva, era sócio-oculto da Friboi, marca de frigorífico do grupo JBS. Ele e os irmãos que são sócios da empresa sempre trataram os rumores com ironia. Ao Ministério Público Federal, Joesley disse que abriu duas contas correntes de propina no exterior que seriam vinculadas a Lula e à ex-presidente Dilma Rousseff, para pagamento de campanhas eleitorais. O saldo em ambas chegou a US$ 150 milhões, segundo o delator. Esses recursos, afirmou o empresário, eram operados pelo ex-ministro Guido Mantega (Fazenda) nos governos Lula e Dilma. A defesa de Lula divulgou nota sobre o assunto. "Verifica-se nos próprios trechos vazados à imprensa que as afirmações de Joesley Batista em relação a Lula não decorrem de qualquer contato com o ex-Presidente, mas sim de supostos diálogos com terceiros, que sequer foram comprovados. A verdade é que a vida de Lula e de seus familiares foi - ilegalmente - devassada pela Operação Lava Jato. Todos os sigilos - bancário, fiscal e contábil - foram levantados e nenhum valor ilícito foi encontrado, evidenciando que Lula é inocente. Sua inocência também foi confirmada pelo depoimento de mais de uma centena de testemunhas já ouvidas - com o compromisso de dizer a verdade - que jamais confirmaram qualquer acusação contra o ex-Presidente". Segundo a assessoria de Dilma Rousseff, "são improcedentes e inverídicas as afirmações do empresário". "1. Dilma Rousseff jamais tratou ou solicitou de qualquer empresário, nem de terceiros doações, pagamentos ou financiamentos ilegais para as campanhas eleitorais, tanto em 2010 quanto em 2014, fosse para si ou quaisquer outros candidatos. 2. Dilma Rousseff jamais teve contas no exterior. Nunca autorizou, em seu nome ou de terceiros, a abertura de empresas em paraísos fiscais. Reitera que jamais autorizou quaisquer outras pessoas a fazê-lo. 3. Mais uma vez, Dilma Rousseff rejeita delações sem provas ou indícios. A verdade virá à tona.", conclui.

Após afastamento, defesa de Aécio vai ao STF tentar retomar mandato do senador


A defesa do senador afastado Aécio Neves (PSDB) irá apresentar um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar retomar o mandato do tucano, nesta segunda-feira (22). Desde que a Operação Patmos foi deflagrada, Aécio Neves foi afastado do Senado e de "qualquer outra função pública" pelo ministro Edson Fachin. Isso ocorreu na última quinta-feira (18). O senador afastado também está impedido de se encontrar com outros investigados pelo inquérito e de sair do país. Ao jornal Folha de S. Paulo, o advogado de Neves classificou o afastamento como ilegal.

ITABUNA: GOVERNO FEDERAL LIBERA 2 MILHÕES PARA HOSPITAL DE BASE DE EMENDA DO DEPUTADO JUTAHY JR A PEDIDO DO DEPUTADO AUGUSTO CASTRO


O Hospital de Base de Itabuna Luiz Eduardo Magalhães foi contemplado esta semana com recursos de cerca de 2 milhões de reais provenientes de emenda ao Orçamento da União, indicada pelo deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB), a pedido do deputado estadual Augusto Castro (PSDB). O valor, substancial, já foi liberado pelo Ministério da Saúde e já está na conta bancária da entidade à disposição da unidade hospitalar.

De acordo com Augusto Castro, o dinheiro será aplicado na aquisição de equipamentos para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, e na ampliação e estruturação da enfermaria, de modo a oferecer um acolhimento mais digno aos pacientes.

 Vale ressaltar que o Hospital de Base tem 100% do seu atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A Unidade médica atende a população de Itabuna e região, perfazendo mais de 130 municípios que integram o sul do estado. 

“Temos dispensado atenção especial para área de saúde em na nossa região. Somente nos últimos dois anos obtivemos a aprovação e liberação de cerca de R$ 7 milhões que foram integralmente encaminhados para o custeio do setor”, diz o deputado, acrescentando que tem priorizado, em suas indicações, áreas consideradas fundamentais para a população baiana.

“O estrangulamento do setor público de saúde, hoje, é uma realidade em todo país, para o qual não podemos fechar os olhos. Como parlamentares temos nas emendas uma forma eficaz de suprir algumas carências das unidades médicas, contribuindo de forma direta na melhoria e resolutividade dos serviços oferecidos aos pacientes. Tenho me empenhado nesse sentido”, acrescenta Augusto Castro.

Assessoria de Comunicação 
Deputado Augusto Castro

CONSUMO DE ÁLCOOL AUMENTA 43,5% NO BRASIL EM 10 ANOS, AFIRMA OMS


O consumo de álcool per capita no Brasil aumentou 43,5% em dez anos e agora supera a média internacional. Em 2006, cada brasileiro a partir de 15 anos bebia o equivalente a 6,2 litros de álcool puro por ano. No ano passado, a taxa chegou a 8,9. Com isso, o País figura na 49.ª posição do ranking entre os 193 avaliados. Os dados foram divulgados ontem pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Segundo a pesquisa, o país com o maior índice per capita de consumo de álcool é a Lituânia, onde os habitantes bebem o equivalente a 18,2 litros de álcool puro (medida que leva em conta o porcentual de álcool na bebida) por ano. A Bielorrússia aparece na sequência, com 16,4 litros por ano, seguida pela Moldávia (15,9) e Rússia (13,9). Dos dez países que ocupam as primeiras colocações, nove estão no Leste Europeu.
A média mundial é de 6,4 litros por ano. Na África, o consumo é, em média, de 6 litros por ano. Nas Américas, a taxa é de 8,2 e na Europa, de 10,3, puxada pelos países do leste.
A OMS não vê o consumo do álcool em si como um problema, mas considera que o uso excessivo e a falta de controle em certas situações podem se transformar em ameaça. Um total de 3,3 milhões de pessoas morrem todos os anos pelas consequências da bebida - 5,9% de todas as mortes no mundo. No grupo das pessoas entre 20 e 39 anos, 25% das mortes têm uma relação direta com o álcool.
Levantamento da OMS também constatou que o álcool pode causar mais de 200 doenças, incluindo mentais.
Responsabilidade
Para a OMS, "governos têm a responsabilidade de formular, implementar, monitorar e avaliar políticas públicas para reduzir o uso excessivo do álcool". Entre as medidas, a entidade sugere regular o marketing de bebidas, o acesso à compra e elevar impostos.
Clarice Madruga, psicóloga da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e coordenadora do Levantamento Nacional de Álcool e Drogas (Lenad), concorda. Segundo ela, o principal motivo para o aumento do consumo de álcool no País é a falta de uma política de prevenção universal. "O Brasil não adota as políticas eficazes que fizeram outros países reduzirem o consumo."
A psicóloga ressalta que, no Brasil, diferentemente da maioria dos países, não há uma licença específica para a venda de álcool. "Todo lugar com alvará - padaria, loja de conveniência, posto de gasolina - pode vender bebida. Isso sem falar na venda informal e para menores."
Segundo Clarice, entre as mulheres houve o maior aumento de consumo nos últimos anos. Com a inserção no mercado de trabalho, o acúmulo de papéis sociais e a elevação do estresse, elas estão mais expostas ao álcool e, pior, têm mais propensão à dependência. "Por causa dos hormônios, o efeito do álcool e de outras drogas é muito mais prazeroso para a mulher." Clarice ressalta que o alto consumo de álcool traz mais prejuízos para a sociedade do que para o indivíduo.
O publicitário Décio Perez, de 58 anos, viu a vida ser destruída por causa do álcool, mas reagiu. "É uma coisa lenta e progressiva. Você acha que está no controle, mas é engano. Você perde a família, amigos, o emprego."
O Ministério da Saúde diz já adotar uma política que enfoca no "fortalecimento de fatores de proteção e redução de fatores de risco e vulnerabilidades que possam levar ao uso prejudicial de álcool e outras drogas". "Entre 2013 e 2016, as ações dos programas alcançaram mais de 10 mil crianças, 47 mil adolescentes e mil famílias."