A TV Globo envereda pelo sensacionalismo


Hoje, a Globo divulgou sem ressalvas e com grande estardalhaço um relatório da Oxfam, uma ONG de esquerda, dando conta de que as oito “pessoas” mais ricas do mundo têm um patrimônio igual à metade da população do planeta, ou seja, 3,6 bilhões de almas.
Tanto o relatório quanto a reportagem tiveram por objetivo estigmatizar o Capitalismo como um sistema econômico perverso e que, como disse a diretora da instituição, a Sra. Katia Maia, essa concentração de riqueza “aumenta a pobreza e piora o desempenho geral da economia”. Pura falácia!
O confuso relatório toma por base a riqueza formal das pessoas e corporações, e é de conhecimento geral que a maior parte do patrimônio das pessoas físicas é informal, sem registro contábil nem valores atualizados, diferente do patrimônio líquido das corporações – denominadas no relatório como “pessoas” –, que, como se sabe, a tudo registram e apuram, sempre na busca de maiores dividendos. Portanto, os cálculos da Sra. Maia não se sustentam.
Mas ainda que fosse verdade o painel numérico apresentado, a falácia de que a grande riqueza de alguns aumenta a pobreza de outros decorre de um equívoco ou de uma desonestidade intelectual da Sra. Kátia. Digo isso porque, como é sabido por todos, um empreendedor, quando enriquece, não está tirando algo de alguém nem o está levando à pobreza. (A exceção fica por conta de alguns fornecedores do Poder Público.)
No geral, pelo contrário, o empreendedor corajoso, que corre o risco de seus negócios, gera riquezas, cria empregos, faz a economia girar e paga os impostos com os quais o Estado financia a educação, a saúde, a segurança e os demais programas sociais.
Vejamos, por exemplo, o empreendedor mais rico do mundo: o célebre Sr. Bill Gates. Ele é um bilionário e não tirou nada de mim e, acredito, também de nenhum amigo meu aqui no Facebook. Aliás, o dito cujo só me fez bem com o seu produto, o Windows da Microsoft, de cujo uso me deleito e me aparelho profissionalmente. O fato de ele ser muito dedicado à filantropia vai aqui como uma mera observação.
Concluindo, eu diria que entre esses bilionários estão os criadores do Facebook, do Google, do smartphone, do automóvel, bem como os produtores de antibióticos, vacinas e demais medicamentos, além de uma infinidade de produtos indispensáveis à nossa existência civilizada.
Como eu parto do princípio de que a vida, no natural, é de escassez e que é o empreendimento produtivo que gera riquezas e distribui benefícios, não tenho dúvidas de que, para mim, esses “malvados” bilionários são mais úteis que a Sra. Kátia Maia.
O Capitalismo não é perfeito, mas é o sistema que nos permitiu ter a vida nos níveis que temos hoje.
POR: LAURO ASSUNÇÃO
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!