Cármen Lúcia autoriza assessores de Teori a retomar trabalhos da Operação Lava Jato


Os juízes auxiliares do gabinete do ministro Teori Zavascki, morto na semana passada em um acidente aéreo, retomarão os trabalhos nas delações premiadas de executivos e ex-executivos da Odebrecht na Operação Lava Jato, por determinação da ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). A ministra, na noite desta segunda-feira (23), autorizou a retomada dos trabalhos. Desde a morte de Teori, ocorrida na quinta-feira (19), os auxiliares haviam paralisado os trabalhos. Uma série de depoimentos de delatores já estava marcada para ocorrer nesta semana. Com a decisão de Cármen Lúcia, a agenda será retomada e ficam mantidos depoimentos que estavam previstos. A ministra tomou a decisão em razão de ela ser a plantonista do Supremo durante o recesso do Judiciário e diante da urgência do tema, uma vez que há delator preso. Entretanto, Cármen Lúcia ainda não decidiu o destino da relatoria da Lava Jato no STF.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!