Espécie rara de morcego passa a se alimentar de sangue humano



Uma espécie de rara de morcego que passou a se alimentar de sangue humano foi descoberta em pesquisa da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) no Parque Nacional do Catimbau, na caatinga pernambucana. A informação é do NE10. A espécie, Diphylla ecaudata, popularmente conhecida como morcego-vampiro-das-pernas-peludas, era até então catalogado como um mamífero que se alimentava apenas do sangue de animais, em sua maioria aves de grande porte. Das três espécies de morcegos vampiros da América Latina, só uma tinha sido registrada como consumidora de sangue humano. Segundo o estudo, a falta de alimento contribuiu para a mudança nos animais. "Isso mostra uma série de implicações ambientais e de saúde pública. A questão ecológica é porque temos um morcego que se alimentava de aves de grande porte que foram extintas pela caça e o que agora se alimenta de sangue de galinha e humanos. Esse bicho está se adaptando a uma nova realidade. É a confirmação da defaunação da caatinga", diz o professor Enrico Bernard, do departamento de Zoologia.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!