Primeira morte com suspeita de febre amarela foi registrada em Cândido Sales, no Sul do estado


A primeira morte com suspeita de febre amarela no estado foi registrada, nessa segunda-feira (23), na cidade de Cândido Sales, no Sul da Bahia, a 590 km de Salvador. A vítima, um homem de 35 anos, trabalhava em Minas Gerais e morreu no Hospital Municipal Deputado Luís Eduardo Magalhães. Ontem, o Ministério da Saúde divulgou que a Bahia possuía sete casos notificados em três municípios, mas um destes foi descartado nesta terça. No entanto, segundo a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), outros dois casos “importados” (com origem da infecção em Minas Gerais) estão sendo investigados, entre eles o de Cândido Sales. Anteriormente, o ministério havia confirmado um caso confirmado no estado, mas ontem o órgão voltou atrás e negou. Até o momento, foram registrados quatro casos em Coribe, no Extremo Oeste Baiano, dois em Teixeira de Freitas – sendo que um foi descartado laboratorialmente –, no Sul baiano, e outro em Itiúba, no Centro Norte do Estado. Os quatro pacientes de Coribe encontram-se internados, aguardando resultados de exames, assim como o de Teixeira e o de Itiúba. Segundo a Sesab, todos os casos registrados até agora foram de febre amarela silvestre, mais frequente em região de mata ou zona rural. (Correio)
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!