ITABUNA: Maria Alice anuncia saída do Democratas


Por Celina Santos

Depois de três mandatos consecutivos como presidente do Democratas, Maria Alice Pereira decidiu deixar a sigla. Segundo a “dama de ferro”, ela irá para o mesmo partido que o prefeito Fernando Gomes escolher. A decisão foi motivada por uma postura do líder do DEM na Bahia, ACM Neto.

Todos falam da sua coerência política. Como fica sua situação de presidente do Democratas, quando seu principal aliado, o prefeito Fernando Gomes, anunciou que vai deixar o partido?
Observe o seguinte: o nosso prefeito Fernando Gomes está no Democratas – porque ele ainda não se desfiliou –, só que tem que ser uma perfeita harmonia. Você está em um partido, tem que ser respeitado nesse partido, pra que você se mantenha. O que ocorre? Nosso prefeito Fernando Gomes, no período de campanha, foi muito maltratado pelo maior líder do Democratas, ACM Neto. E ficou num mal-estar constante, durante todo o período de campanha, pelo posicionamento. Então, já sabíamos o que iria acontecer. Partido é uma identificação; você tem que estar bem com seus dirigentes, com seu grupo político e houve esse mal-estar que provocaram para Fernando. A preferência de Neto era por outro candidato, de outro partido, para a coligação dele para futuro governador. Depois de Fernando eleito, ele promoveu um encontro em Salvador para os prefeitos eleitos pelo DEM e Fernando não foi convidado. Então, o partido de Fernando hoje é Itabuna.
 Como Maria Alice fica dentro do Democratas diante desse cenário?
Diante desse cenário, num futuro bem próximo, também estarei deixando o Democratas. (…) Levantei bandeira, levantei o Democratas em toda a região, sou muito amiga do deputado José Carlos Aleluia, presidente do partido; do deputado Cláudio Cajado… é meu grande sentimento ter que sair, porque esse partido a que eu me dediquei, levantei a bandeira, não nos acolheu.
 E vai para qual partido?
Não sei para qual partido vamos estar indo. Vou para o mesmo que Fernando. No momento oportuno, vou estar deixando o Democratas com o grupo que nos acompanha. Fomos obrigados a fazer isso; não é de espontânea vontade. O comportamento que ACM Neto teve com o grupo de Fernando, comigo nos leva a tomar essa decisão.
 Parece que houve um mal-estar entre a senhora e o grupo que ganhou a mesa-diretora da Câmara. Como está a relação de vocês hoje?
Tranquila. Não houve nenhuma discussão, nenhum bate-boca, absolutamente nada.
 Apenas um mal-estar…
Apenas um mal-estar, não criado por mim. Eu, como secretária de Governo, sou o pára-choque de Fernando Gomes.
 A senhora se sente em condições hoje de ser o elo entre a Câmara e o prefeito? Ou os vereadores abrem mão desse elo?
Quando me encontram, eles me têm o maior respeito, o maior carinho. Eu ouço que o presidente disse isso ou aquilo… agora, a mim, Maria Alice, ao encontrá-los, jamais algum me faltou com o respeito; nenhum deles. Não posso falar; você sabe que em política é muita especulação, muita conversa, mas ainda não há nada que possa dizer: estão desafetos à minha pessoa.
 Então, a senhora continua sendo o braço direito do prefeito perante a Câmara…
O braço direito do prefeito em todos os pontos falando.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!