Julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE pode ficar para segundo semestre


Ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) avaliam que o processo que pode cassar a chapa que elegeu Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014 só deve ser analisado no segundo semestre deste ano, caso o ministro Herman Benjamin, relator da ação, incluir os depoimentos da Odebrecht no processo. A  informação é do blog de Andréia Sadi, que também é repórter de política da GloboNews.
O ministro Benjamin, porém, ainda não decidiu se vai incluir as delações na ação.
Segundo o blog, o relator aguarda a transcrição dos depoimentos dos executivos e ex-executivos da empreiteira. Ele calcula que essas transcrições ainda levarão cerca de dez dias para ficarem prontas.
Só depois disso ele avaliará se incluirá as informações na ação. Ele tem dito reservadamente que, a rigor, ainda não há o que anexar – diferentemente das outras delações – porque os depoimentos da Odebrecht ainda estão em vídeo.
O ministro também não tem previsão de entregar o seu voto. O mandato dele no TSE termina em setembro.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!