Moro retoma Lava Jato e ouve acusação contra Palocci


O juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal, em Curitiba, retomou nesta quarta-feira, 1, a condução dos processos da Operação Lava Jato. Depois das férias, o magistrado ouve testemunhas de acusação na ação penal em que o ex-ministro Antonio Palocci é réu, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro no escândalo Petrobrás. No ano em que a Lava Jato vai tomar novas proporções, com a homologação da mega delação premiada da Odebrecht – que reúne 77 executivos e ex-executivos -, Moro abre os trabalhos com os depoimentos de cinco delatores. Duas das testemunhas ouvidas hoje são da empreiteira UTC: o dono Ricardo Pessoa e o executivo Walmir Pinheiro. Serão ouvidos ainda os operadores financeiros do banco da propina da Odebrecht, Vinicius Veiga Borin, Marco Pereira de Souza Bilinski e Luiz Augusto França. As testemunhas foram chamadas pelo Ministério Público Federal para a acusação contra Palocci, identificado nas planilhas da propina da Odebrecht como “Italiano”. Documentos encontrados pela Lava Jato nas buscas feitas no Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht – chamado de “departamento da propina” por investigadores – indicam que uma conta associada à “Italiano” chegou a ter R$ 128 milhões. Os valores, seriam repasses ao PT e seus candidatos.
Estadão
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!