'Doença da urina preta' foi causada pela ingestão de peixe, diz estudo


Pesquisadores da Bahia descobriram que a "doença da urina preta", que atingiu mais de 50 pessoas no Estado, entre dezembro e janeiro, foi causada pela ingestão de peixes, principalmente os da espécie Seriola spp, conhecido como Olho de boi, e Mycteroperca spp, o Badejo.
A conclusão veio após estudo realizado com 15 pacientes, que passaram por exames de fezes, urina e sangue. De acordo com informações do portal G1, quase 100% deles ingeriram o alimento.
A partir de agora, os médicos passarão a tratar possíveis suspeitas como doença de Haff, caracterizada por um início abrupto de dor muscular intensa associada a níveis elevados da enzima creatina fosfoquinase (CPK).
Os sintomas aparecem menos de 24 horas após a ingestão de peixe - além da dor, urina preta e insuficiência renal. Em casos anteriores, considera-se que uma toxina presente no peixe tenha causado a doença, mas a maioria das investigações não conseguiu identificar o agente da intoxicação.
De acordo com Antonio Carlos Bandeira, um dos autores do artigo, um pedaço de peixe que foi ingerido por uma paciente foi encaminhado ao Ministério da Saúde, que por sua vez enviou o material para um laboratório dos Estados Unidos. O resultado ainda não foi divulgado.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!