Ex-muçulmano se torna evangelista após conhecer o “Jesus verdadeiro”


O Alcorão fala sobre Jesus, reconhece que ele é um homem sem pecados e que fazia milagres. Chamado de “Issa”, seu nome em árabe, ele é apresentado como um profeta menor que Maomé. Contudo, muitos muçulmanos estão mudando de vida após conhecer o “Jesus verdadeiro”, revelado nas páginas do Novo Testamento. Lydia Munene, diretora executiva da área da Missão Bíblica na África, conta sobre o importante trabalho de evangelismo realizado em Kilifi, região costeira no Quênia hoje dominada pelos muçulmanos. “Uma das Bíblias que distribuímos ficou nas mãos de um muçulmano, que vamos chamar de Michael por questões de segurança. Esse homem se converteu participando de uma reunião cristã em Kilifi, e após sua decisão por Cristo demonstrou grande paixão pela distribuição de Bíblias para os Muçulmanos. Seu desejo é que eles possam conhecer a Palavra de Deus, que revela o verdadeiro Jesus”, conta Munene. Michael já fazia o trabalho de evangelismo, mas não tinha acesso às Bíblias. “Ele vinha conduzindo pequenos grupos de estudo bíblico, onde ele geralmente chama seus amigos, compartilha a Palavra de Deus, diz as passagens que eles devem ler. Quando eles entendem a mensagem, então faz o apelo para que aceitam ao Senhor”, acrescentou a diretora. A missão soube disso e começou a repassar exemplares das Escrituras para que Michael pudesse distribuir para todos os interessados. Isso é um feito e tanto, uma vez que todos os que se convertem naquela região enfrentam grandes perigos, incluindo ficar isolados pela família ou até mesmo ser morto por seus próprios familiares. Munene pede que todos os cristãos orem pelos novos convertidos quenianos, para que eles permaneçam firmes em sua decisão. “No Quênia, sabemos que há cristãos sendo agredidos e até mortos por causa da fé, mas mesmo assim nossa maior alegria é ver que muitos estão realmente procurando a verdade.” 
Ela volta a citar o testemunho de Michael. “Ele estava procurando conhecer a verdade e conheceu cristãos, quando recebeu a Palavra de Deus, sua vida se transformou. Nesse processo, tornou-se um instrumento para transformar a vida de outros muçulmanos “. Os cristãos no Quênia vêm enfrentando ataques terroristas islâmicos nos últimos anos, em especial os realizados pelos radicais islâmicos pertencentes ao grupo extremista al-Shabaab, sediado na vizinha Somália. Com informações Christian Post
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!