Juízes federais querem ter direito a filiação partidária e candidatura


Os juízes federais querem ter direito a se filiar a partidos políticos e a se candidatar a cargos eletivos. Atualmente, a possibilidade é proibida pela Lei Orgânica da Magistratura (Loman). Os juízes só podem exercer atividade extra como professores. A União Nacional dos Juízes Federais (Unajuf) quer derrubar essa imposição. A entidade entrou com ação coletiva na Zona Eleitoral de Formosa, em Goiás, pedindo o reconhecimento do direito de os juízes se filiarem e se candidatarem nas eleições. A instituição diz que nomes como o do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro aposentado Joaquim Barbosa, a atual presidente da Corte, Cármen Lúcia e o juiz Sérgio Moro, tem intenção de voto da população para conduzir o país. A ação pede a “integral aplicação da Convenção Americana dos Direitos Humanos (Pacto de São José da Costa Rica), de forma a que seja garantindo ao povo brasileiro, nos termos do seu artigo 23, item 1.b, segundo o qual todos os cidadãos devem gozar dos direitos e oportunidades de votar e ser eleitos em eleições periódicas autênticas”. A entidade diz que o pacto permite ao cidadão o direito de votar em quem quiser, em especial, “candidatos oriundos da magistratura nacional que, atualmente, estão proibidos de concorrem aos cargos eletivos no Brasil’.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!