Operação Citrus: FRN tem acesso à processo que levou 06 para a prisão


O site Fábio Roberto Notícias teve acesso com exclusividade à cópia da ação do Ministério Público da Bahia, denominada operação Citrus, que levou para prisão na última terça-feira, 21, os ex-secretários de assistência social de Ilhéus, Jamil Ocké e Kácio Brandão, os proprietários da loja Andrade Multicompras, Enoch Andrade e Thayane Santos, além de Wellington Andrade e Lucival Bomfim, apontados pela prática de fraudes e superfaturamento em procedimentos licitatórios e contratos realizados pela prefeitura municipal de Ilhéus.
No documento, o MP apresenta com riquezas de detalhes como a quadrilha operava em várias secretarias da prefeitura de Ilhéus. As investigações começaram em 2009, na gestão do ex-prefeito Newton Lima, e prosseguiu até 2016, no governo do ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP). O esquema contava com a participação de agentes públicos do primeiro escalão do governo municipal e, conforme comprovado no período da investigação, as empresas envolvidas receberam mais de R$ 20 milhões decorrentes de contratações com a Prefeitura de Ilhéus. Nas interceptações telefônicas feitas pela justiça revela a associação criminosa formada entre Jamil, Kácio e o empresário Enoch, para surrupiar os cofres públicos. 
Confira o processo na íntegra clicando no link: Processo criminal inicial e decisao (1)
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!