technology

tv tribuna

recent posts

tv
tv

Aécio, Jucá e Renan são campeões de inquéritos na lista de Fachin


O ministro Edson Fachin, responsável pela relatoria dos processos da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou abertura de inquérito para investigar nove ministros do governo Temer, 29 senadores e 42 deputados federais, entre eles os presidentes do Senado e da Câmara, Eunício Oliveira (PMDB-CE) e Rodrigo Maia (DEM-RJ). O grupo integra o total de 108 alvo dos 83 pedidos de abertura de inquérito encaminhados pela Procuradoria-Geral da República ao STF. No grupo da lista de Fachin, foram citados 11 baianos com foro privilegiado. De acordo com as decisões, obtidas pelo Estadão, os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff não aparecem no conjunto porque não possuem mais prerrogativa de foro. Também serão investigados no Supremo um ministro do Tribunal de Contas da União, três governadores e 24 outros políticos e autoridades que, apesar de não terem foro no tribunal, estão relacionadas aos fatos narrados pelos colaboradores. Segundo levantamento, os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Romero Jucá (PMDB-AL) são os campeões de inquéritos: serão alvo de cinco investigações. Na vice, aparece o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), ex-presidente do Senado, com quatro. Entre os investigados também estão os senadores José Serra (PSDB-SP); Lindbergh Farias (PT-RJ); Marta Suplicy (PMDB-SP); Jorge Viana (PT-AC); José Agripino Maia (DEM-RN); Fernando Afonso Collor de Mello (PTC-AL); Kátia Regina de Abreu (PMDB-TO); Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM); e Edison Lobão (PMDB-PA). Irmão de Jorge Viana, o governador do Acre, Tião Viana (PT), também será alvo de investigação, assim como o governador do Estado do Rio Grande do Norte Robinson Faria (PSD) e o governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB).