Casos de chikungunya caem no Brasil, mas 8 estados têm alta


Contrariando de queda vista no Brasil no início deste ano, os estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Ceará, Goiás, Amazonas, Roraima, Pará e Tocantins apresentaram uma alta no número de casos de chikungunya. O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (31) dados da doença por estado, contabilizados até a 10ª semana epidemiológica - de 1º de janeiro de 2017 até o último dia 11 de março. No somatório de casos no Brasil, a tendência é contrária a esses estados. Nesse período até a 10ª semana epidemiológica em 2016, o país registrou 80.686 casos de chikungunya. Já neste ano, o total passou para 17.525, o que representa menos de um quarto. Os estados da Bahia e Pernambuco, entre os mais antigidos no ano passado, apresentaram queda bruscas nas notificações: os números passaram de 28.737 e 27.926 casos para 2.725 e 490, respectivamente.
Zika e dengue:  No mesmo boletim, o ministério divulgou os dados de zika e dengue referentes a esse mesmo período analisado da chikungunya. Em 2017, foram registrados 3.961 casos prováveis do vírus da zika no país, com uma taxa de incidência de 1,9 caso/100 mil habitantes. Destes, 942 (23,8%) foram confirmados.

Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!