technology

tv tribuna

recent posts

tv
tv

Prefeitura de Ibicaraí implanta novos postes na entrada do Bairro Duque de Caxias






A Prefeitura de Ibicaraí, através da secretaria de Infraestrutura, Serviços Públicos e Desenvolvimento Urbano, implantou novos postes na entrada do bairro Duque de Caxias. Ao todo, dois postes de 3 metros foram instalados, após o pedido da comunidade. 

De acordo com o prefeito Lula Brandão, a ação tem o objetivo de melhorar a iluminação pública, trazendo mais segurança para os pedestres e moradores durante a noite. “Essa é um reivindicação antiga da comunidade, que por muitos anos teve que passar pelo acesso ao bairro, que não oferecia qualquer segurança. Já instalamos os postes e ainda nessa semana estaremos fazendo toda instalação elétrica, colocando lâmpadas vapor metálico de 250 watts”, informou Brandão.

A Prefeitura vem realizando a manutenção da rede elétrica de diversos bairros do município. A ação já beneficiou os distritos da Saloméa e Vila Santa Isabel (41), algumas ruas do centro e do bairro Duque de Caxias, o prolongamento da Rua Camacã, ao lado do antigo Polo de Confecções, a região do Andrezão, entre outros. 



Assessoria de Comunicação – Ibicaraí

Itaju do Colônia: Projeto Uma Aliança com Amor

Próximo iPhone pode ser mais barato que o previsto


O próximo smartphone da Apple, conhecido por enquanto como iPhone 8, tem sido especulado por inúmeros motivos, principalmente por quanto será comercializado nas lojas. As últimas informações revelaram um aumento do preço de um componente específico para a tela, que custaria 150% mais que um utilizado normalmente pela empresa. Caso for aprovado, o valor ultrapassaria mil euros (R$3,6 mil).
No entanto, não é dessa maneira que prevê um analista da UBS, Steven Milunovich. Ele afirmou que  o iPhone 8 pode ter um preço de 870 dólares (R$ 2,9 mil) pela versão de 128GB e um preço de 1.070 dólares (R$ 3,5 mil) com 256GB. Sobre as vendas, Milunovich declarou serão 48% do total de vendas de smartphone da Apple.
Segundo o Business Insider, a informação é apenas uma previsão, sendo bastante provável que a Apple mantenha o mistério sobre o assunto até a divulgação oficial do modelo, que, possivelmente, será apresentado em setembro deste ano.

PH Amorim dispara: "JBS encheu a Globo de presunto e de dinheiro"


Paulo Henrique Amorim não poupa esforços para detonar a Globo, emissora que já trabalhou e parece não sentir saudades.
Dessa vez, o jornalista disparou contra o canal, tendo como plano de fundo os recentes escândalos políticos que envolvem o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves, a quem ele acusa de ladrões. Em vídeo, Amorim afirma que não foram Fernando Henrique Cardoso, Lula e Dilma que encheram os bolsos da Globo de dinheiro, mas sim Joesley Batista, presidente da JBS.
"Foi ele, foi o Joesley quem usou as estrelas máximas da Globo para vender o seu presunto e com isso engabelar o público com as estrelas máximas da Globo e encher a Globo de presunto e de dinheiro", detonou o jornalista.
E não parou por aí: "Quem é então o mais corrupto: o Joesley ou os filhos do Roberto Marinho?".
No fim, sobrou para Fátima Bernardes. O apresentador destacou que ex-mulher de William Bonner vendeu para a JBS seus 20 anos de credibilidade por conta da propaganda que ela fez para a marca Seara, pertencente ao grupo de Joesley Batista.

PGR TEM NOVOS GRAMPOS QUE COMPLICAM AINDA MAIS SITUAÇÃO DE MICHEL TEMER. A SUSPEITA É QUE A MALA DE DINHEIRO TINHA COMO DESTINATÁRIO O PRESIDENTE DA REPÚBLICA


Matéria bomba que pipocou agora cedo no site o Antagonista pilotado por Diogo Mainardi:
A PGR tem mais grampos nas mãos.
Diz a Folha de S. Paulo:
“Investigadores avaliam que a relação entre Michel Temer e Rocha Loures está comprovada em outras interceptações telefônicas, feitas na fase em que a Polícia Federal passou a acompanhar o caso - a fase das ações controladas -, e que prová-la não depende da gravação feita por Joesley Batista”.
A PGR promete demonstrar que a mala de propina entregue pela JBS a Rodrigo Rocha Loures tinha Michel Temer como destinatário final.

BAHIA: ÂNGELO CORONEL DECLARA QUE O SENADOR OTTO ALENCAR É SEU PRÉ-CANDIDATO AO GOVERNO EM 2018


O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), falou nesta terça-feira, 23, sobre as eleições de 2018 e negou ter interesse em outros cargos depois do fim de seu mandato na Casa.

Em entrevista à Rádio Metrópole, Coronel afirmou que pretende se afastar da vida pública. O presidente do Legislativo ressaltou também a aliança com o governador Rui Costa (PT) e defendeu “posicionamentos divergentes” no partido.

“Meu pré-candidato ao governo é [o senador] Otto Alencar. Não é porque eu sou da base de Rui que vou escolher ele”, declarou. “Acho que todo partido tem o direito de, dentro do seu seio, da sua corporação, ter voz divergente. Evidente que, se lá na frente, o partido achar que deve marchar com o governador Rui Costa, não serei oposição a isso, seguirei o partido”, finalizou.

Fonte: Política Livre

Schahin, Odebrecht e OAS gastaram R$ 1,02 mi em obras no sítio, diz MP


Na nova denúncia criminal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a força-tarefa da Operação Lava Jato sustenta que as empreiteiras Schahin, Odebrecht e OAS pagaram R$ 1,02 milhão em reformas do sítio de Atibaia, no interior de São Paulo. A propriedade do sítio é atribuída ao petista, o que ele nega.
Segundo a Procuradoria, a Odebrecht e a OAS gastaram R$ 870 mil no empreendimento. A Schahin, por sua vez, desembolsou R$ 150,5 mil.
É a primeira vez que a Procuradoria da República aponta envolvimento da Schahin nas obras de Atibaia. Anteriormente, os procuradores já haviam atribuído à Odebrecht e à OAS responsabilidade por melhorias no imóvel.
Segundo a denúncia, a Odebrecht e a OAS pagaram propinas no valor total de R$ 155 milhões a partidos políticos da base de Lula - R$ 128 milhões da primeira e R$ 27 milhões da outra - relativas a 7 contratos firmados com a Petrobras.
"Esses valores (R$ 155 milhões) foram repassados a partidos e políticos que davam sustentação ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva, especialmente o PT, o PP e PMDB, bem como aos agentes públicos da Petrobras envolvidos no esquema e aos responsáveis pela distribuição das vantagens ilícitas, em operações de lavagem de dinheiro que tinham como objetivo dissimular a origem criminosa do dinheiro", afirma a força-tarefa da Lava Jato.
Parte dos R$ 155 milhões, de acordo com a Procuradoria, foi investida no sítio.
Os procuradores destacam que os R$ 870 mil supostamente investidos pela Odebrecht e pela OAS foram lavados "mediante a realização de reformas, construção de anexos e outras benfeitorias no Sítio de Atibaia, para adequá-lo às necessidades da família do denunciado Luiz Inácio Lula da Silva, assim como mediante a realização de melhorias na cozinha do referido sítio e aquisição de mobiliário para tanto".
Além de Lula, também foram denunciados os empreiteiros José Adelmário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro da OAS - crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro -; e Marcelo Bahia Odebrecht, este por corrupção ativa. A acusação inclui o executivo Agenor Franklin Magalhães Medeiros, da OAS, pelo crime de corrupção ativa. E ainda o pecuarista José Carlos da Costa Marques Bumlai, amigo de Lula, além de Rogério Aurélio Pimentel, assessor do ex-presidente, por lavagem de dinheiro.
A nova denúncia contra Lula pega ainda, pela primeira vez, o patriarca da Odebrecht Emílio Alves Odebrecht, pai de Marcelo. A acusação recai também sobre os executivos da Odebrecht Alexandrino de Salles Ramos de Alencar e Carlos Armando Guedes Paschoal, Emyr Diniz Costa Júnior, Fernando Bittar e o executivo da OAS Paulo Roberto Valente Gordilho, além do advogado Roberto Teixeira - compadre de Lula, acusados da prática do crime de lavagem de dinheiro.
Ainda segundo a Procuradoria, "também foi objeto de lavagem de dinheiro uma parte dos valores de propina oriunda dos crimes de gestão fraudulenta, fraude à licitação e corrupção no contexto da contratação para operação da sonda Vitória 10000 da Schahin pela Petrobras, a qual foi utilizada, por intermédio de José Carlos Bumlai, para a realização de reformas estruturais e de acabamento no Sítio de Atibaia, no valor total de R$ 150,5 mil".
Defesa
O advogado Cristiano Zanin Martins, que defende Lula, divulgou a seguinte nota:
"A denúncia apresentada hoje (22/05) pela Força Tarefa da Lava Jato contra Lula mostra uma desesperada tentativa de procuradores da República justificar à sociedade a perseguição imposta ao ex-Presidente nos últimos dois anos, com acusações frívolas e com objetivo de perseguição política. A nota que acompanhou o documento deixa essa situação muito clara ao fazer considerações que são estranhas à área jurídica e às regras que deveriam orientar a atuação de membros do Ministério Público, como a legalidade e a impessoalidade.
A peça buscou dar vida à tese política exposta no PowerPoint de Deltan Dallagnol, para, sem qualquer prova, atribuir a Lula a participação em atos ilícitos, envolvendo a Petrobras, que ele jamais cometeu. Os procuradores reconhecem não ter qualquer prova de que Lula seja o proprietário do sítio, embora tenham repetido esse absurdo por muito tempo em manifestações formais e em entrevistas impropriamente concedidas à imprensa: 'A forma de aquisição da propriedade e seu registro, mediante possíveis atos de ocultação e dissimulação, não são objeto da denúncia'.
Mas recorreram a pedalinhos e outros absurdos para sustentar a tese de que Lula seria o beneficiário de obras realizadas no local e que os valores utilizados seriam provenientes de supostos desvios ocorridos em contratos firmados pela Petrobras. A afirmação colide com todos os depoimentos já colhidos em juízo, até a presente data, com a obrigação de dizer a verdade, que afastam o ex-Presidente da prática de qualquer ato ilícito.
A Lava Jato age de forma desleal em relação a Lula, com acusações manifestamente improcedentes e com a prática de atos que são ocultados de sua defesa. Hoje mesmo, o ex-Senador Delcídio do Amaral reconheceu em depoimento prestado na 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba que participou no Mato Grosso de Sul de interrogatório solicitado por autoridades americanas com a participação do Ministério Público Federal e com representantes da Petrobras. O ato, embora relacionado às acusações feitas contra Lula, não havia sido revelado e os documentos correspondentes ainda são desconhecidos.
A falta de justa causa para o recebimento da ação penal proposta nesta data é flagrante e um juiz imparcial jamais poderia recebê-la."
Roberto Teixeira divulgou a seguinte nota:
"A denúncia apresentada hoje (22/05) contra mim é mais um ato de intimidação da advocacia e de desrespeito às garantias fundamentais praticado pela Força Tarefa da Lava Jato. O anúncio ocorre no dia seguinte ao encontro que reuniu em São Paulo 260 grandes nomes da advocacia brasileira para repudiar a perseguição e a violação aos profissionais que atuam no âmbito da Operação Lava Jato.
O ato colide com os "Princípios Básicos Relativos à Função dos Advogados", aprovados pelo Oitavo Congresso das Nações Unidas em 1990, segundo o qual "Os Governos deverão assegurar que os advogados (a) possam desempenhar todas as suas funções profissionais sem intimidações, obstáculos, coacções ou interferências indevidas".
Fui mais uma vez denunciado por integrar a equipe de defesa do ex-Presidente Lula, por com ele manter relação de amizade - após tê-lo conhecido, como Presidente da OAB/São Bernardo do Campo - por ter, como seu advogado, praticado exclusivamente atos inerentes à profissão, como representá-lo, bem como aos seus familiares, em ações judiciais.
A peça sequer se preocupou em esconder seu caráter intimidatório e de tentativa de criminalização da amizade e da advocacia. Diz a denúncia, para justificar a inclusão do nome: (i) 'Nas operações de compra do sítio de Atibaia/SP também se verifica a participação do advogado ROBERTO TEIXEIRA (…), o qual goza da extrema confiança de LULA, sendo responsável por representá-lo, bem como a seus familiares, em ações judiciais'; (ii) É possível verificar, ainda, que as escrituras de venda e compra dos imóveis que compõem o sítio foram lavradas na mesma data (29/10/2010), pelo mesmo escrevente (JOÃO NICOLA RIZZI), e no mesmo local: Rua Padre João Manoel, nº 755, 19º andar, São Paulo/SP. Esse é o endereço em que está situado o escritório de advocacia TEIXEIRA, MARTINS E ADVOGADOS; (iii) 'JOÃO NICOLA RIZZI, ao seu turno, revelou que todas as escrituras lavradas no interesse de ROBERTO TEIXEIRA tiveram as assinaturas colhidas no escritório de advocacia desse'; (iv) 'A relação bastante próxima entre ROBERTO TEIXEIRA e LULA também é evidenciada a partir das informações prestadas por MATUZALEM CLEMENTONI427, em depoimento colhido pelo MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. Segundo ele, LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA teria sido padrinho de casamento da filha de ROBERTO TEIXEIRA. Ademais, fontes públicas noticiam a amizade de longa data entre os dois'.
A estapafúrdia denúncia coloca como indício da prática de crime o fato de eu haver prestado serviços advocatícios a Fernando Bittar e Jonas Suassuna: 'Em suma, o fato de o advogado ROBERTO TEIXEIRA ter participado da aquisição do sítio, tendo sido, inclusive, lavradas as escrituras das compras em seu escritório, somado à circunstância de ROBERTO TEIXEIRA ser bastante próximo de LULA e de sua família, e não de JONAS LEITE SUASSUNA FILHO e FERNANDO BITTAR, formais adquirentes do sítio, é mais um indício de que esses 'amigos da família' serviram apenas para ocultar o fato de que a propriedade foi adquirida em benefício de LULA'.
Demonstrarei, em todas as instâncias cabíveis, o absurdo das acusações dirigidas contra mim e a responsabilidade daqueles que usaram de suas atribuições legais para promover a perseguição e a criminalização da amizade e da advocacia."

Justiça autoriza prosseguimento de ação contra Lula na Zelotes


O juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, responsável pelos processos decorrentes da Operação Zelotes, rejeitou hoje (22) o pedido de absolvição sumária do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do filho dele Luís Cláudio Lula da Silva na ação penal que investiga a prática do crime de tráfico de influência na compra, pelo governo federal, de caças da empresa sueca Saab.
Além de Lula e o filho, o magistrado também rejeitou o pedido de absolvição sumária dos lobistas Mauro Marcondes Machado e da esposa dele Cristina Mautoni Marcondes Machado. Em sua decisão, o juiz federal, no entanto, absolveu o casal Machado do crime de evasão de divisa.
A denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) no Distrito Federal foi aceita pela Justiça em dezembro do ano passado. Nela, o MPF diz que houve tráfico de influência na edição de uma medida provisória, editada em 2015, de incentivos fiscais a montadoras de veículos, e nas negociações em torno da compra dos caças suecos pelo governo federal, em 2013.
Testemunhas Em seu despacho, Vallisney de Souza Oliveira ainda rejeitou o pedido feito pela defesa de Lula e do filho dele para que 80 testemunhas sejam ouvidas no processo. O juiz argumentou que o Código de Processo Penal limita a oito o número de testemunhas a serem apresentadas pela defesa.
Dessa forma, o magistrado determinou que a defesa do ex-presidente e do filho dele, no prazo de cinco dias, reduza o número de suas testemunhas para 32, 16 para cada um. O magistrado marcou para o dia 22 de junho o início da inquirição das testemunhas indicadas pelo MPF.
A Operação Zelotes investiga desvios no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), órgão que é vinculado ao Ministério da Fazenda e é a última instância administrativa de recursos referentes a impostos e multas de contribuintes.
De acordo com as investigações, diversas empresas teriam participado de um esquema envolvendo o pagamento de propina a conselheiros para que manipulassem resultados dos julgamentos. Grandes executivos, como o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, são réus em processos relativos à Zelotes. Com informações da Agência Brasil.

Ex-governadores do DF e assessor de Temer são presos pela PF


Os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz, além do ex-vice governador Tadeu Filippeli foram presos, em operação da Polícia Federal, na manhã desta terça-feira (23).

Oitenta policiais, divididos em 16 equipes, cumprem 10 mandados de prisão temporária, três de conduções coercitivas e 15 de busca e apreensão. A ação foi deflagrada após delação premiada da construtora Andrade Gutierrez, sobre um esquema de corrupção nas obras do estádio Mané Garrincha, que custaram R$ 1,575 bilhão. O orçamento previsto inicialmente era de R$ 600 milhões.
De acordo com informações da jornalista Andreia Sadi, no portal G1, Tadeu Filippeli é assessor do presidente Michel Temer e despacha do terceiro andar do Palácio do Planalto.
Ele é um dos peemedebistas que integram o grupo de assessores que atua nos bastidores para o governo, fazendo a interlocução com Congresso e empresários.
As medidas judiciais partiram da 10ª Vara da Justiça do DF e as ações ocorrem em Brasília. Além dos políticos, segundo informações do portal G1, a operação visa agentes públicos, construtoras e operadores das propinas que atuaram na época.

Prefeitura de Ibicaraí realiza capacitação para Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem e ASC




Aconteceu na manhã da última sexta-feira, dia 19, no plenário da Câmara de Vereadores de Ibicaraí, a primeira etapa de capacitação sobre imunização, direcionada para Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem e Agentes Comunitários de (ACS), dentro do Programa Nacional de Imunização. A ação foi promovida pela prefeitura de Ibicaraí, através da secretaria municipal de Saúde, e teve a realização da Vigilância Epidemiológica em parceria com a 7ª Dires.

A capacitação teve início às 8h, indo até às 12h, e teve como palestrante a Coordenadora de Imunização da Base Regional, Dina Lúcia de Oliveira, que durante todo manhã debateu e apresentou e orientou os presentes sobre o assunto. 

Segundo a coordenadora da Atenção Básica do município, Thayanne Moreira, a capacitação foi dividida em duas etapas para não atrapalhar o cronograma de trabalhos das profissionais presentes. "Na próxima sexta-feira dia 26, teremos a segunda etapa dessa capacitação na Câmara. Resolvemos dividir em dois períodos da manhã para não ficar cansativo e atender o maior número de profissionais, pois muitos não podem perder um dia inteiro de serviço. Na próxima semana teremos a presença dos ACS e a culminância da ação", disse Thayanne.


Assessoria de Comunicação – Ibicaraí

Prefeitura realiza 1º Torneio de tênis de mesa de Ibicaraí neste domingo



A prefeitura de Ibicaraí, através da secretaria municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, está promovendo o 1º Torneio de tênis de mesa de Ibicaraí. A organização do evento é de responsabilidade da Diretoria de Esporte da prefeitura, que realizará o torneio no próximo domingo, dia 28 de maio, no Ginásio de Esportes Nicécio Bráulio Dantas, a partir das 9h.

As inscrições foram abertas no início do mês e vai até o dia 26 de maio. Os interessados devem procurar a sede da Diretoria de Esporte na Rodoviária. Para se inscrever basta levar 2 kg de alimento não perecível. O competidor que ficar em 1º lugar será premiado com um troféu e R$ 200 e o 2º lugar com um troféu e R$ 100.

Segundo a vice-prefeita e secretária municipal de Educação, Adriana Assis, a revitalização das quadras municipais e o aproveitamento do ginásio de esportes e o estádio municipal, promovendo o esporte amador, é um pedido do prefeito Lula Brandão, que acredita no esporte caminhando lado a lado com a educação, disse a secretária.



Assessoria de Comunicação – Ibicaraí

Fiat anuncia recall de 70 mil veículos vendidos no Brasil


A Fiat anunciou no domingo, 21, o recall de 70.740 carros vendidos no Brasil nos últimos meses por conta de um problema no alternador. De acordo com um comunicado publicado no site da empresa, o defeito pode causar funcionamento irregular e até o desligamento do motor dos veículos. No total, 13 modelos foram afetados em todas as suas versões: Fiat Bravo, Doblò, Doblò Furgão, Fiorino, Grand Siena, Idea, Linea, Novo Palio, Palio Fire, Palio Weekend, Siena, Strada e Uno, ano/modelo 2016 e 2017. A Fiat Chrysler Automóveis (FCA), o nome da montadora, recomenda que os proprietários desses veículos deverão procurar das concessionárias da marca para análise e substituição gratuitas da peça, caso necessário. O modelos mais afetado foi o Fiat Strada, com 28.935 unidades sob suspeita de falha, seguido do Grand Siena com 12.939 carros. Segundo o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), é dever da fabricante alertar os consumidores sobre os riscos oferecidos por produtos com defeito. Além disso, também é direito do consumidor ser informado sobre todas as medidas a serem tomadas para resolver o problema. O órgão também alerta que no caso específico de automóveis, tanto compradores que adquiriram

Campanha de vacinação contra a gripe termina nesta sexta


A campanha de vacinação contra a gripe termina nesta sexta-feira (26). O público-alvo da campanha no País é de 54,2 milhões de pessoas e, desse total, 58,2% foram vacinadas. A meta, neste ano, é vacinar 90% desse público até a sexta, quando termina a campanha. Para isso, o Ministério da Saúde adquiriu 60 milhões de doses da vacina, garantindo estoque suficiente para a vacinação em todo o País. Balanço do Ministério da Saúde indica que, até esta segunda-feira (22), foram vacinados 30,6 milhões de brasileiros. Com informações do Portal Brasil. Até o momento, nenhum grupo prioritário atingiu a meta de vacinação. Entre os públicos-alvo, os idosos registraram a maior cobertura vacinal, com 14 milhões de doses aplicadas, o que representa 67,1% desse público, seguido pelas puérperas (65,4%) e trabalhadores de saúde (59,4%). Os grupos que menos se vacinaram são indígenas (37,1%), crianças (44,9%), gestantes (49,2%) e professores (52,4%).

Terrorista suicida mata 22 pessoas em Manchester


Um terrorista suicida provocou, na noite dessa segunda-feira (22), a morte de 22 pessoas, entre elas adolescentes, ao explodir um artefato de fabricação caseira perto da Manchester Arena, informou hoje (23) a polícia dessa cidade, no Norte da Inglaterra. No ataque – ocorrido por volta das 21h35 (horário local, 18h30 em Brasília), ao final de um show da cantora americana Ariana Grande -, 59 pessoas ficaram feridas, segundo o chefe de Polícia de Manchester, Ian Hopkins. “Posso confirmar que há adolescentes entre os mortos”, disse Hopkins, em entrevista, divulgada pela Agência EFE. O agente informou ainda que a investigação procura estabelecer se o responsável pelo ataque “agiu sozinho ou como parte de uma rede” terrorista. “Acreditamos que o autor levava um artefato explosivo que ele detonou, causando essa atrocidade”, afirmou Hopkins. “As famílias e muitos jovens estavam em um show na Manchester Arena e morreram. Os nossos pensamentos estão com as 22 pessoas que morreram, as 59 que ficaram feridas e seus entes queridos”, disse. A ministra britânica do Interior, Amber Rudd, qualificou o atentado de barbárie e disse que ele foi destinado a atingir as pessoas “mais vulneráveis da sociedade” e provocar o temor, mas destacou que não o conseguirão. A titular do Interior pediu à população que se mantenha alerta, mas não alarmada, e que se tem alguma coisa para denunciar, que entre em contato com a polícia.
Agência Brasil

Prefeito de Ibicaraí participa da entrega da medalha Dois de Julho ao Coronel Anselmo Brandão





O prefeito de Ibicaraí, Lula Brandão, participou na tarde da última quinta-feira, dia 18, na Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador, da solenidade de entrega da Comenda 2 de Julho ao Comandante Geral da Polícia Militar da Bahia, Coronel Anselmo Brandão, pelos serviços prestados como cidadão e servidor público, ao promover paz e proteger a população da Bahia.

A honraria foi indicada pelo deputado estadual Zó e aprovada por todos integrantes da casa. E, para o prefeito Lula Brandão, essa homenagem é mais que merecida. “O Coronel Anselmo tem feito um trabalho brilhante no nosso estado no comando geral da Polícia Militar. Recentemente tivemos a honra de recebê-lo em Ibicaraí com o projeto “O Comandante vai até você” e tivemos um indício de um novo tempo na segurança pública do nosso município”, disse Lula Brandão.

Para o Coronel Anselmo, “a homenagem pertence a todos os 32 mil policiais militares da Bahia. É um merecido reconhecimento à nossa atuação em todos os rincões deste estado. Espero ainda que todos tenham entendido a mensagem que aproveitei para transmitir. A segurança pública é um dever de todos. Vamos cuidar de nossos filhos, vamos investir na educação, para que nossos jovens não sejam seduzidos pela criminalidade”, finalizou o Coronel.

Assessoria de Comunicação – Ibicaraí

Prefeitura de Itabuna apoia 6ª edição do Forró nos Bairros



A comunidade do bairro Califórnia recebeu, no último final de semana, a 6ª Edição do Projeto Forró nos Bairros, realizado pela TV Santa Cruz com o apoio da Prefeitura Municipal de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Administração e Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania, que investe no resgate das tradições culturais grapiúnas. Atendendo determinação do prefeito Fernando Gomes foi realizada limpeza geral da praça do bairro e implantada toda a infraestrutura para que o arrasta pé ocorresse em um ambiente limpo e organizado.
De acordo com o secretário de Administração, Dinailson Oliveira, para a festa foram realizados serviços de limpeza da praça, pintura de meio-fio e poda de árvores. “O bairro Califórnia foi o primeiro a receber o São João dos bairros, e a Prefeitura de Itabuna tem o maior prazer em atender solicitações que venham contribuir para o bem-estar e alegria do nosso povo”, comentou o secretário, que anuncia para a próxima semana um evento similar na Mangabinha.
A Banda Caxangá foi a responsável por levar muita animação para cerca de quatro mil pessoas ao som do tradicional forró. Vale lembrar que a festa ainda contou com apresentações de quadrilhas (Xodó do Forró, Independente do São Caetano e Tradição, do bairro de Fátima), grupos de dança e desfile da Rainha do Milho. E como não poderia ser diferente, o clima de tranquilidade e paz foi garantido pela Polícia Militar, Guarda Municipal e Corpo de Bombeiros. Uma equipe do Samu também foi deslocada para o local.

Fernando Gomes receberá título de prefeito empreendedor



A AMPESBA – Associação das Micros, Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais do Estado da Bahia irá homenagear o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, com o título de Prefeito Empreendedor. O evento será no próximo dia 26, no auditório da FTC, com abertura oficial prevista para as 14 horas.

A homenagem será durante o VIII Congresso Norte/Nordeste da Pequena Empresa – Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios – Simplificar para Crescer. O congresso apresentará palestras técnicas e motivacionais para o desenvolvimento de empreendimentos de pequeno porte. O público-alvo é formado por empresários, pequenos agricultores, contadores, estudantes, técnicos, secretários, vereadores e prefeitos.

Prefeito Empreendedor

O título de Prefeito Empreendedor que será entregue ao prefeito Fernando Gomes é decorrente de ações empreendedoras ao longo de sua vida pública nas áreas de educação, saúde, geração de emprego e renda, esportes e lazer. Ações de cunho público institucional que geram desenvolvimento sustentável econômico e social para Itabuna e região.

Segundo o presidente da AMPESBA, Valdir Ribeiro, “eventos como este servem para promover a criação de ambientes favoráveis para o desenvolvimento econômico e social, melhorando a autoestima dos gestores públicos e dos pequenos empreendedores”.

O congresso conta com apoio institucional das entidades de representação empresarial de Itabuna e região (ACI, APEMI, CDL, SINDICOM e SIMCOMÈRCIO), do CONAMPE, SEBRAE, Banco do Nordeste, Prefeitura de Itabuna, FTC, UESC, Águia Branca, Jet Print e toda Imprensa regional. A entrada é franca e a presença dará direito a Certificado de Participação que será entregue no encerramento.

Glaucoma Day realiza mais de cinco mil procedimentos em Itabuna




Mais de cinco mil procedimentos foram realizados durante o Glaucoma Day, promovido pelo DayHorc, Fundação Regina Cunha (Furc) e Secretaria Municipal de Saúde numa grande mobilização para a prevenção e controle do glaucoma, doença associada ao aumento da pressão intraocular e que se não for tratada a tempo pode resultar numa cegueira irreversível. No evento realizado no último sábado (20), o prefeito Fernando Gomes foi representado pela secretária de governo Maria Alice Araújo Pereira, que estava acompanhada da titular da pasta de educação Anorina Smith Lima.

Ela destacou a importância da parceria do governo municipal com o DayHorc e a Furc na prevenção de uma doença que pode cegar se não tiver nenhum tratamento ou atenção médica. Contou que faz tratamento de glaucoma e como saúde é uma prioridade para o governo Fernando Gomes, também trouxe o seu apoio ao trabalho realizado pela equipe de Rui Cunha, que mobilizou centenas de voluntários, além dos integrantes da equipe da sua clínica e servidores municipais.

Como coordenador do Glaucoma Day, Ruy Cunha explica que o número de procedimentos vem crescendo de ano a ano e este ano supera a marca de cinco mil, 20% acima do ano anterior. Explica que na edição de 2017 foram mobilizados mais de 300 voluntários, além da equipe médica do DayHorc, “mas o apoio que tivemos da prefeitura foi de fundamental importância, inclusive mobilizando equipes da área da Saúde e da Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito, colaborando na infraestrutura e mudanças no trânsito.”

O DayHorc Hospital de Olhos é uma clínica especializada com quatro unidades na Bahia, duas delas em Salvador, empregando mais de 200 pessoas e que nasceu em Itabuna através, da visão empreendedora de Rui Cunha, ao implantar em 1982, a Clínica de Olhos Santa Lúcia, inteiramente ampliada e rebatizada como Day Horc, sendo hoje uma das mais bem equipadas do estado, usando tecnologia de última geração.

Parceria

Cunha anunciou que vai solicitar uma audiência ao prefeito Fernando Gomes para apresentar ao governo municipal o projeto de um cluster visando a revitalização da área central de Itabuna, no trecho compreendido entre a praça Olinto Leoni, Praça da Juventude e a avenida Henrique Alves, onde a prefeitura anuncia a instalação de uma academia ao ar livre e deve implantar a praça do Cacau, que tem como referência a lavoura cacaueira, que foi o sustentáculo econômico da região.

O cluster vai agregar clínicas, restaurantes, academias, lojas de artigos esportivos e empresas dos diversos segmentos num projeto a ser deflagrado numa parceria com a prefeitura de Itabuna, que vem realizando ações proativas ao implementar o Projeto Cidade Universitária e Cidade Limpa, que se compatibilizam com a proposta de revitalização e requalificação do centro de Itabuna, uma ação que pode unir o governo e a iniciativa privada.

O que é glaucoma

O Glaucoma é uma doença que atinge o nervo óptico e envolve a perda de células da retina responsáveis por enviar os impulsos nervosos ao cérebro. Se não for tratado, o glaucoma leva ao dano permanente do disco óptico da retina, causando uma atrofia progressiva do campo visual, que pode progredir para cegueira.

Um dos principais sintomas da doença é a perda da visão periférica no seu início. No começo a perda é sutil, e pode não ser percebida pelo paciente. Em geral, o paciente não nota a perda de visão até vivenciar a "visão tubular", ou seja, apenas a visão central é percebida, o paciente começa a tropeçar, esbarrar em objetos, porque a percepção periférica diminui. A perda visual causada pelo glaucoma é irreversível, mas pode ser prevenida, atrasada ou estabilizada por tratamento.

A pressão intra-ocular pode ser diminuída com medicamentos, em geral, colírios. Caso essa pressão não diminua com o uso de medicamentos, um procedimento cirúrgico poderá ser indicado, tanto a cirurgia a laser quanto a tradicional.

Audiência discute revitalização da Ceplac



A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural realiza audiência pública nesta terça-feira (23) sobre o projeto de revitalização da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) e a situação da produção do cacau no País. O debate foi sugerido pelo deputado Davidson Magalhães (PCdoB-BA). A Ceplac, órgão ligado diretamente ao Ministério da Agricultura, atua em seis estados (Bahia, Espírito Santo, Pará, Amazonas, Rondônia e Mato Grosso) desenvolvendo atividades de pesquisa, extensão rural e ensino agrícola. Magalhães reclama, no entanto, que o órgão vem passando por uma grave crise com o desmonte da sua estrutura de pessoal e a perda de autonomia administrativa. Foram convidados para discutir o assunto: o diretor-geral da Ceplac, Juvenal Maynart Cunha; o superintendente de Desenvolvimento da Região Cacaueira do Estado da Bahia, Antonio Cesar Costa Zugaib; um representante da Universidade Federal do Sul da Bahia; um representante da Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia; um representante da Central de Cooperativas da Região Cacaueira do Sul da Bahia; um representante da Associação dos Produtores de Cacau da Bahia; e o representante da Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau Eduardo Brito Bastos. A audiência será realizada no plenário 6 a partir das 10 horas.

Esmeralda gigante de 360 kg é achada no norte da Bahia



Uma esmeralda gigante, que pesa 360 kg e tem 1,3 metros de altura, foi encontrada há 25 dias na Mina da Carnaíba, no município de Pindobaçu, norte da Bahia. A região é conhecida pela exploração do mineral. Esta é a segunda pedra de grande encontrada na região. A primeira, achada em 2001, tinha 20 kg a mais e foi avaliada em cerca de R$ 1 bilhão. A pedra foi localizada a 200 metros de profundidade pela Cooperativa Mineral da Bahia, que tem autorização para explorar a área, e vendida a um minerador da região. Por motivos de segurança, o dono da pedra bruta não quis dar entrevista e nem informou quanto pagou pela esmeralda. O advogado dele, Márcio Jandir, disse que o cliente já providenciou documentação para legalizar a propriedade da pedra adquirida por ele. "Nós já fizemos toda a emissão do certificado de origem, exigencia do DNPM [Departamento Nacional de Produção Mineral]. O documento já foi emitido. Hoje o proprietário da pedra está autorizado a transitar com ela em território nacional e, obviamente, ele almeja fazer exposições com a pedra e apresentar em museus e bibliotecas", disse o advogado. A esmeralda Bahia, encontrada em 2001, foi levada para os Estados Unidos ilegalmente e, durante vários anos, foi motivo de uma disputa judicial entre o governo brasileiro e o americano. Até que, em 2015, foi decidido que a pedra ficaria nos Estados Unidos. (G1)

Explosão deixa 19 mortos e 50 feridos em show na Inglaterra



Uma explosão na arena de Manchester, na Inglaterra, onde ocorria um show da cantora Ariana Grande nesta segunda-feira (22), deixou 19 mortos e 50 feridos, informou a polícia local. O público da cantora é formado principalmente por crianças e adolescentes, e o estádio, com capacidade para 20.000 pessoas, estava cheio. Nas redes sociais, vídeos mostram as pessoas deixando o local em pânico. A cantora, que tem shows marcados no final de junho no Brasil, já havia deixado o palco no momento do incidente e não se feriu, informou sua assessoria. A estação de trem Manchester Victoria, que fica próxima à arena, foi esvaziada pelas equipes de emergência. Em comunicado, a polícia de Manchester pediu que a população evite a área. Em comunicado publicado em sua conta oficial no Twitter, a polícia informou também que o incidente está sendo investigado como uma ação terrorista. (Veja)

Os Batista não vão se dar tão bem quanto imaginam



Geraldo Samor
A continuidade das investigações sobre a JBS — agora no foco do terremoto político que ameaça o Governo Temer — vai revelar esqueletos e passivos que ameaçam a continuidade da empresa, dizem fontes que conhecem de perto a contabilidade dos Batista.
As fontes afirmam que a JBS tem passivos escondidos maiores que seu valor de mercado e maiores do que a multa de R$ 11 bilhões que o Ministério Público Federal está cobrando para celebrar o acordo de leniência.
Ao puxar o fio da meada, as autoridades vão trazer a público três tipos de problemas na JBS.
O primeiro é de natureza fiscal. A empresa é alvo de uma investigação do TCU, que questionou prejuízos causados pela empresa ao BNDES, dono de 21,3% da JBS e credor da companhia.
Além dos irmãos Batista, a JBS sempre teve um acionista misterioso: a Blessed Holding, uma sociedade incorporada no Estado de Delaware, nos EUA, onde as regras para abertura de empresas são menos rígidas.
Até meados de 2014, a Blessed era dona de 13% da JBS — até que o jornal O Estado de São Paulo começou a fazer perguntas à CVM.
Na ocasião, a JBS alterou seu formulário de referência (um documento que as empresas têm que arquivar com a CVM), reduzindo a participação da Blessed na companhia para 6,6%. Na época, os irmãos Batista diziam não saber quem estava por trás da Blessed.
Por sua vez, a Blessed tem como acionistas duas seguradoras sediadas em paraísos fiscais diferentes, mas com telefones e emails para contato iguais. Seus nomes: US Commonwealth Life (com sede em Puerto Rico) e Lighthouse Capital Insurance (sediada em Cayman).
Até hoje, as pessoas físicas por trás dessas seguradoras nunca foram identificadas, mas sabe-se que a Blessed nasceu logo após a fusão da JBS com outro frigorífico, o Bertin — uma operação patrocinada pelo BNDES.
Em 2009, com o Bertin vergando sob uma dívida de R$ 6 bilhões, o BNDES decidiu que fazia sentido enterrar a dívida da Bertin na JBS, que ia bem. Formava-se assim um ‘campeão nacional’ cada vez mais ‘too big to fail’, e de quebra se escondia que o banco havia errado ao financiar o Bertin.
Logo depois da fusão, a Blessed apareceu no formulário de referência da JBS como parte da cadeia societária que controla a empresa dos Batista. E, em meados de 2013, a Blessed virou pivô de uma briga entre os Bertin e os Batista, com os primeiros acusando os últimos de falsificar assinaturas e roubar-lhes R$ 1 bilhão. No ano seguinte, as famílias chegaram a um acordo pelo qual os Bertin saíram da sociedade, mas a Blessed até hoje continua sendo um ponto de interrogação.
E é justamente a compra da Bertin que é o problema para os Batista.
A JBS deu à familia Bertin 28% de seu capital na fusão, mas logo em seguida a Blessed comprou de volta dois terços das ações do Bertin por R$ 17 milhões. Documentos do processo entre Bertin e JBS sugerem que a Blessed pertence na verdade aos Batista, e que o contrato original de fusão continha um adendo de gaveta detalhando esta recompra a desconto. Isso significa que a JBS de fato nunca avaliou a Bertin por R$ 12 bilhões, conforme noticiado, mas sim por R$ 1,5 bilhão. Esta fraude diluiu os acionistas minoritários da JBS, incluindo o BNDES. Ao mesmo tempo, na opinião de fontes que conhecem as filigranas da transação, a sobreavaliação da Bertin criou outra fraude: um ágio indevido de R$ 9 bilhões.
Se as autoridades concluírem que houve fraude no ágio, isso significará que os balanços da JBS desde 2009 (ano da fusão) estão todos errados, e terão que ser refeitos. Como toda a dívida bancária da JBS foi dada sob a premissa de que seus balanços eram reais, isso pode levar os credores a acelerar a dívida da empresa, que hoje chega a R$ 56 bilhões (dívida bruta no final de 2016).
A investigação fatalmente terá que chegar ao auditor da empresa naqueles anos. Entre 2008 e 2010, o auditor da JBS era a BDO Trevisan, seguida pela KPMG entre 2010 e 2013. Em 2011, a KPMG comprou a BDO e a renomeou BDO RCS Auditores Independentes.
Por fim, a JBS tem um passivo que diz menos respeito às autoridades e mais aos investidores, que sempre deram à empresa o benefício da dúvida. Trata-se dos créditos fiscais gerados pela Lei Kandir, que, em dezembro de 2016, chegavam a R$ 2,5 bilhões.
Quando o crédito fiscal aparece como ativo no balanço, isso significa que a empresa reconheceu esse “a receber” do governo como parte do seu lucro no passado. Esse recebível depende de premissas sobre viabilidade e prazo de recolhimento. Se a JBS corrompeu governadores para receber mais beneficios, o saldo no ativo do balanço está exagerado e precisa ser reavaliado. Lucros de periodos passados foram exagerados. A rentabilidade futura também será afetada já que a operação nao contará mais com essa molezinha.
A delação dos Batista indica que haverá desdobramentos em Estados como Ceará e Mato Grosso do Sul, em que o tema ICMS/corrupção vai muito além da Lei Kandir.
Há dúvida também sobre o crescimento do ativo biológico da empresa. O ativo biológico é a linha no balanço onde a companhia lança o valor investido na engorda de animais: vacas, porcos e aves. A lógica é que o custo da compra do bezerro e de ração de engorda pode ser capitalizado até o dia do abate.
No abate, se reconhece a receita da venda da arroba e o custo capitalizado, dando baixa no estoque formado pelo ativo biológico. Em uma operação estável, o ativo biológico não deveria crescer. Para cada vaca engordada há uma outra sendo abatida, e esta linha no balanço deveria ficar estavel. No caso da JBS, essa linha não para de crescer. Aliás, ela cresce mais rápido que as toneladas produzidas. Isso tudo faz parte de uma outra caixa de Pandora da contabilidade da empresa.
Os Batista também devem enfrentar problemas nos EUA pela violação do Foreign Corrupt Practices Act (FCPA), a duríssima lei americana que se aplica a qualquer empresa que tenha negócios nos EUA e cometa crimes de corrupção em qualquer parte do mundo.
Apesar de relatos de que os Batista estariam em negociações com o Departamento de Justiça (DOJ) americano, advogados que trabalham em Washington defendendo clientes em casos de FCPA dizem que é altamente improvável que o DOJ entre num acordo imediatamente. O mais provável em casos assim é que o DOJ intime documentos e investigue o caso a fundo, o que pode durar dois anos.
Os advogados apontam para o caso da empresa de telecom sueca Telia Sonera. “Em tese, a Telia não tinha nada a ver com os EUA, mas ela se meteu em mercados emergentes e pagou propina a polítcos para obter licenças,” diz um advogado. “Agora, o DOJ e os holandeses estão cobrando US$1,4 bilhão em multa, e olha que o que fizeram foi uma fração dos crimes confessados pela JBS.” Outro empresário brasileiro, J. Hawilla, foi pego nos EUA ‘apenas’ por usar contas em dólar para pagar propina, sem nunca ter tido negócios lá, ao contrário dos Batista.
Resumindo, o valor da JBS como um ‘going concern’ pode ser igual a zero pelos seguintes motivos:
1. O BNDESPar e TCU devem buscar ressarcimento da JBS por conta da diluição artificial causada por fraude no preço de compra da Bertin, via Blessed.
2. A Receita Federal deverá cobrar ressarcimento, multa e mora por conta da sonegação fiscal gerada pelo falso ágio amortizado na compra da Bertin.
3. Os estados irão investigar e cobrar ressarcimento, multa, e mora por sonegação de ICMS, conforme documentado na delação.
4. O auditor independente deverá abrir uma investigação sobre a veracidade das contas da empresa. Se der baixa no ágio e nos créditos tributários, vai comprometer o patrimônio líquido da empresa. Além disso, é possível que a JBS descumpra alguns compromissos assumidos junto a seus credores, como um teto na relação entre dívida líquida e geração de caixa, ou mesmo a manutenção de livros auditados.
5. O Governo americano iniciará uma investigação por violação do FCPA. O valor da multa pode correr na casa dos bilhões de dólares, já que costuma ser função da quantidade de propinas pagas.

SILVIO DIZ QUE PODE SER PRESIDENTE: 'SE VOTAM NO HUCK, VOTAM EM MIM'


Até onde a fala é brincadeira, ninguém sabe, mas o fato é que Silvio Santos resolveu 'anunciar' neste domingo (21) que irá se candidatar à presidência da República. Parte do seu discurso foi baseada nos boatos de que Luciano Huck irá concorrer ao cargo.

"Eu não estava mais pensando em política, mas depois que o Luciano Huck se candidatou eu fiquei muito chateado e eu acho que vou me candidatar. Pois eu estou com 86 anos, estou muito mais maduro, tenho agora decisões mais adultas e estou convencido que o governo na minha mão seria um governo de total felicidade para as pessoas menos favorecidas", disse o apresentador e dono do SBT.
"Eu estou pensando seriamente, pois o Luciano Huck está fazendo cócegas na minha consciência. Se o povo poderá votar em Luciano, poderá votar em mim porque eu sou aquele presidente que dirá que os ricos sejam menos ricos e os pobres menos pobres", comentou Silvio, com um toque de ironia.
No meio do programa, o homem do Baú ainda comentou com sarcasmo a situação do ex-presidente Lula, réu em processos de corrupção, que serão julgados por Sérgio Moro. "Se ele não ver o sol quadrado..., ele pode se candidatar também", afirmou.
Vale lembrar que Silvio Santos já foi candidato a presidente em 1989 e chegou a liderar as pesquisas, mas teve sua candidatura impugnada pelo TSE por problemas de registro.

Nota de Esclarecimento

Em virtude das notícias veiculadas nos últimos dias sobre as doações da JBS S/A para campanhas eleitorais, o mandato do deputado federal Davidson Magalhães vem a público esclarecer que:

1) Davidson Magalhães não consta, nem constará, na relação da delação premiada da JBS, nem da Odebrecht, nem de qualquer outra;
2) Para além do que Joesley Batista denunciou em sua delação, a JBS realizou doações legais para campanhas eleitorais, seguindo a legislação vigente. As doações estão declaradas no site do TSE desde 2014, à disposição de qualquer cidadão que queira consultá-las. Elas não são, portanto, "caixa 2";
3) Davidson Magalhães não conhece, nem tem contato, com a JBS, seus proprietários ou outros agentes da empresa. As doações foram feitas legalmente ao diretório nacional do PCdoB, que repassou aos candidatos;
4) Como qualquer doação para campanha, não há exigência de contrapartida, nem de troca de favores. Chamar de "propina", portanto, é incorreto. Algumas das notícias veiculadas tentam dizer que doações, propinas e caixa 2 são a mesma coisa, confundindo a opinião pública e desviando o foco dos corruptos;
5) Por fim, o deputado Davidson Magalhães repudia de forma veemente corruptos e corruptores, sejam estes agentes públicos ou privados, e espera que sejam todos investigados e punidos.


Assessoria de Comunicação
Deputado federal Davidson Magalhães

Em entrevista, Temer volta a negar renúncia: 'se quiserem, me derrubem'


Diante de uma forte crise política após a divulgação do áudio em conversa com Joesley Batista, dono da JBS, o presidente Michel Temer (PMDB) afirmou, em entrevista à Folha de S.Paulo, que renunciar seria uma confissão de culpa: "Se quiserem, me derrubem".

À Folha, Temer disse que não sabia que Joesley era investigado quando o recebeu no Palácio Alvorada, em março deste ano. Naquele momento, o dono da JBS já era alvo de três operações da Polícia Federal.
Questionado sobre o ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, flagrado com uma mala contendo R$ 500 mil, Temer disse que mantinha com ele apenas "relação institucional".
Apesar de não defender a conduta de Loures, Temer defendeu o caráter do ex-assessor. "Coitado, ele é de boa índole, de muito boa índole."
"Agora, mantenho a serenidade, especialmente na medida em que eu disse: eu não vou renunciar. Se quiserem, me derrubem, porque, se eu renuncio, é uma declaração de culpa", concluiu o presidente.

STF suspende inquérito contra Temer a espera de perícia dos áudios


O julgamento sobre o pedido de suspensão do inquérito contra o presidente da República, Michel Temer (PMDB), foi suspenso por decisão da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia.
No sábado passado, o relator da Operação Lava Jato no Supremo, ministro Edson Fachin, determinou que o pedido feito pela defesa de Temer fosse analisado pelo plenário da Corte. A expectativa é que a discussão fosse pautada para esta quarta-feira.
Entretanto, a ministra Cármen Lúcia decidiu suspender a análise do caso tomando por base a própria solicitação de Fachin, que condicionava o julgamento após “concluída e juntada aos autos a perícia, sobre ela imediatamente (intimem-se) o procurador-geral da República e os defensores para que, com urgência, no prazo de 24 horas, se manifestem”.
A perícia em questão envolve a gravação da conversa entre Temer e o empresário Joesley Batista, dono da JBS. Gravada em março deste ano, a conversa indicaria que o presidente da República deu aval para Batista fazer pagamentos ao ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e ao operador Lúcio Funaro, em troca do silêncio de ambos, que seguem presos.
A divulgação do teor do áudio, na quinta-feira, caiu como uma bomba sobre o Palácio do Planalto, aprofundando a crise política e paralisando o andamento das reformas da Previdência e Trabalhista, vistas como fundamentais para a retomada da economia no país.
Responsáveis pela perícia da gravação, os peritos da Polícia Federal solicitaram a entrega do gravador usado por Batista para captar o áudio da conversa com Temer, o que deve acontecer nesta terça-feira, de acordo com a defesa do dono da JBS. Não há prazo para a conclusão da perícia.
Em dois pronunciamentos desde o início da crise, e posteriormente em uma entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Temer negou ter cometido qualquer ilícito e garantiu que não irá renunciar. Com informações do Sputnik Brasil.