Depoimento de Lula deve deve ser divulgado ainda na quarta-feira


O depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sergio Moro, nesta quarta-feira (10), em Curitiba, não terá nenhum tipo de transmissão ao vivo. O juiz proibiu até a entrada de celulares na sala da audiência para evitar a divulgação do conteúdo do depoimento. A gravação em vídeo da audiência deve ser tornada pública apenas horas depois do fim da sessão, como é o padrão nas ações penais da Operação Lava Jato no Paraná. A transmissão ao vivo era um pleito da defesa de Lula, que considerou que isso ampliaria a transparência. Quando o petista prestou depoimento como réu para outro juiz em outra ação penal, em Brasília, em março, sua assessoria divulgou em tempo real o teor do depoimento por meio do Twitter. Moro autorizou a filmagem com duas câmeras -na Lava Jato o registro costuma ser feito apenas com uma, focada no réu ou testemunha ouvida. Uma câmera lateral vai mostrar toda a sala onde ocorre o depoimento. Ninguém poderá entrar no prédio, além dos participantes da audiência e da Polícia Federal.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!