Moro determina que José Dirceu deixe a prisão com tornozeleira eletrônica


O juiz Sérgio Moro, que é responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, determinou que o ex-ministro José Dirceu deixe a prisão com uso de tornozeleira eletrônica, além de estar proibido de deixar a cidade de Vinhedo, em São Paulo, e de deixar o país. O ex-ministro também terá de entregar o passaporte. De acordo Moro, José Dirceu só poderá colocar o equipamento eletrônico após a entrega do documento. O juiz também proibiu que Dirceu tenha contato ou que se encontre com outros réus ou testemunhas de três ações penais da Lava Jato. Dirceu teve a prisão preventiva revogada pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele foi condenado duas vezes na Operação Lava Jato e foi alvo da 17ª fase da operação. A decisão de Sérgio Moro foi protocolada no sistema eletrônico da Justiça Federal do Paraná às 11h48. Moro afirmou que não estipulou fiança porque há ação de sequestro de bens contra Dirceu. “Seria oportuna a exigência de fiança para garantir a presença do condenado nos atos do processo, a futura execução da pena, bem como o ressarcimento dos cofres públicos pela propina comprovadamente recebida nos casos já julgados. No entanto, já há ação de sequestro proposta contra o condenado na qual foram submetidos à constrição alguns bens de seu patrimônio em seu nome e em nome de pessoas”. Conforme o juiz, caso Dirceu queira morar em outra cidade, a defesa deverá informar e solicitar a mudança à Justiça.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!