PGR pediu prisão de Aécio Neves, mas Fachin deixa decisão para o STF


O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chegou a pedir a prisão do senador Aécio Neves (PSDB-MG), mas o ministro Edson Fachin, responsável pela relatoria da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou apenas o afastamento do Senado. Ele afirmou que a prisão é assunto para ser decidido no plenário do STF. O senador é acusado de pedir R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista para pagar despesas com um advogado (veja aqui). No entanto, o dinheiro teria sido enviado a outro senador, Zezé Perrella (PMDB-MG). Nesta manhã (18), a Polícia Federal (PF) cumpriu mandados de busca e apreensão nos gabinetes e imóveis relacionadas aos parlamentares. Já a irmã de Aécio, Andrea Neves já foi presa pela PF.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!