Prefeitura apoia campanha para estimular o comércio itabunense




Ao considerar que sempre apoiou o comércio de Itabuna, que tem força e participação decisiva na economia local e regional, o prefeito Fernando Gomes defendeu a ampliação da parceria entre o governo municipal, Câmara de Vereadores, iniciativa privada e sociedade civil organizada em ações visando à geração de emprego e renda, bem como no resgate das tradições culturais grapiúnas.

Além de destacar a importância da Campanha do Arraial do Comércio de Itabuna, que este ano conta com o apoio institucional da Prefeitura, por meio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) e da Secretaria Municipal de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, ele ressaltou que o comércio de Itabuna é pujante e merece respeito, pelo fato de atrair consumidores de toda a região.

O prefeito também fez uma avaliação dos cinco primeiros meses do atual governo, lembrando a retirada dos camelôs da Cinquentenário e o projeto de reordenamento do comércio. Ele também manifestou sua preocupação com a crise econômica brasileira, que resulta no desemprego de 14 milhões de trabalhadores e afeta a milhares de famílias itabunenses, exigindo do governo municipal ações visando atrair empreendimentos.

Como exemplo, ele cita a implantação do novo curso de medicina das Faculdades Santo Agostinho e a atração de empresas de grande ou médio porte. Também falou do projeto encaminhado ao legislativo que transforma Itabuna em uma Cidade Universitária, atraindo investimentos para o ensino superior e ao mesmo tempo estimulando o comércio, a prestação de serviços e até mesmo à construção civil.

Fernando Gomes fez um apelo à CDL visando racionalizar a coleta de lixo e na implementação do projeto Cidade Limpa, que visa disciplinar a limpeza urbana e envolve também o comércio, que pode ajudar na fiscalização dos resíduos das empresas. O projeto prevê multas para o descarte irregular de lixo e entulho.

O governo municipal também vai atuar na fiscalização e multa dos proprietários de imóveis e empresas com focos no mosquito Aedes Aegypti - transmissor da dengue -, Zika e Chikungunya, doenças que afetaram ano passado a cerca de 80 mil itabunenses, com um custo de R$ 4 milhões aos cofres públicos.

Além de prometer rigor na fiscalização e na punição dos infratores, o prefeito falou das prioridades de governo na geração de emprego e renda, bem como nas ações da área de educação, saúde e segurança pública, com investimentos no sistema de videomonitoramento no centro e nos diversos bairros. Também falou da importância da parceria com a CDL, ACI, Sindicom no resgate de tradições como o Carnaval, os festejos juninos, “com a realização de um São Pedro grande, forte e com um custo inferior ao de contratação das bandas para os festejos juninos”.

Também falaram no lançamento do Arraial do Comércio, o presidente da FICC, Daniel Leão e o secretário de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, John Nascimento, destacando a importância da parceria entre governo e a iniciativa privada no fortalecimento da economia local, atraindo consumidores da região e investimentos.

______________________________________

Prefeitura Municipal de Itabuna

Assessoria de Comunicação Social
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!