UMA REPÚBLICA DE BANANAS.


O povo brasileiro recebe estarrecido a decisão do TSE que absolveu a chapa Dilma-Temer pela prática de abuso econômico e político nas eleições presidenciais de 2014.
Apesar das robustas provas apresentadas pelo relator Herman Benjamim no seu voto, a maioria dos senhores Ministros resolveram ignorá-las e absolver os acusados.
A opinião pública de todo o país, assistiu o julgamento, na esperança de ver cumprida a lei e a vontade soberana do povo. No entanto prevaleceu os interesses dos detentores do Poder e não o anseio por justiça e honestidade que o povo tanto almeja encontrar dentro  das instituições desta Nação.
E dizem que as instituições estão funcionando e a democracia no Brasil está a pleno vapor.
Não basta que as instituições funcionem,, não basta apenas a liberdade de expressão, o que o brasileiro quer é honestidade, honradez, correção, e bom caráter dos seus representantes, sejam eles de qualquer dos três poderes da República.
E o que vemos? Um sistema politico totalmente corrompido, um legislativo movido a interesses pessoais, um executivo mergulhado num mar de lama, e parte do Poder Judiciário que se diz instância superior, quedar-se aos interesses escusos dos chefetes de plantão.
O que esperar da política no Brasil se quase todo o sistema está corrompido?
Qual a liderança política existente que não esteja maculada com a lama da corrupção?
Quantos Juízes imparciais e isentos temos para confiar a aplicação inexorável da lei, para todos os praticantes de ilícitos, independente do cargo que ocupa?
Como combater a fogueira das vaidades que assolam o Executivo, o Legislativo, o Judiciário e o Ministério Público?
Em quem devemos confiar?
Ano que vem, decidiremos os destinos políticos e conômicos desta República de Bananas e HOJE não encontramos UM NOME  confiável em que possamos depositar a direção dos destinos do nosso país.
Pobre povo brasileiro!
A mais de um século dizia-se que no Brasil; "De tanto ver triunfar as NULIDADES, De tanto ver prosperar a DESONRA, De tanto ver crescer a INJUSTIÇA, De tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos MAUS, O homem chega a desanimar-se da HONRA, Rir-se da VIRTUDE e TER VERGONHA DE SER HONESTO."
Nada mudou!
Estamos num "mato sem cachorro", e com os horizontes nublados não temos a quem recorrer.
Da nobre ciência  Política no sentido" lato", não se encontra praticante nesta imensa nação.
O ladravaz é honrado e isento dos seus crimes pelo famigerado instituto da delação premiada.
Os honestos são levados ao desespero pela falta de credibilidade dos seus dirigentes e pela desesperança quanto ao porvir de dias melhores.
O que será de nós povo brasileiro?
Que exemplo poderemos deixar aos nossos filhos e netos?
Ou a Nação reage através do voto consciente NÃO REELEGENDO OS CORRUPTOS, ou afundaremos num abismo sem fim e sem fundo, e seremos condenados a morrermos sufocados pelo MAR DE LAMA DA CORRUPÇÃO! 
CESÁR ASSIS
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!