Greve geral deixa 2 mortos e 9 feridos na Venezuela


O Ministério Público venezuelano confirmou que dois manifestantes morreram e outras nove pessoas ficaram feridas nesta quinta-feira (20) após a oposição organizar uma greve geral contra o processo constituinte planejado pelo presidente Nicolás Maduro.


Agora, o número de mortos na onda de protestos que atinge o país há três meses subiu para 95.


A greve esvaziou ruas e deixou muitos moradores da capital Caracas sem transporte público. 

O ministro da Defesa, General Vladimir Padrino López, afirmou que fez uma inspeção e que as 700 maiores empresas de produção de alimentos estavam trabalhando normalmente. Entretanto, a agência de notícias Associated Press entrou em contato com algumas companhias do setor e o relato ouvido foi de que a operação foi afetada e que alguns locais operavam com apenas metade da capacidade.

"É urgente uma mudança de governo porque o que vivemos é patético. Não se consegue comida e o pouco que há está muito caro", disse Frangeli Fernández, trabalhadora de uma agência bancária.

A oposição realizou um plebiscito simbólico no final de semana sobre o processo constituinte e afirmou que mais de 7 milhões de venezuelanos votaram contra a tentativa de Maduro de alterar a Constituição.

Maduro tem afirmado que não irá desistir do plano, mesmo com a ameaça do presidente dos EUA, Donald Trump, de aplicar sanções contra Caracas. 
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!