Justiça indefere pedido de exumação do corpo de menina encontrada morta em Feira


A Justiça baiana indeferiu o pedido de exumação do corpo de Gabrielly Gomes Santana, que desapareceu em janeiro deste ano em Feira de Santana, a 116 quilômetros de Salvador, e foi encontrada morta em abril. A decisão da juíza Márcia Simões Costa, titular da Vara do Júri de Feira de Santana, foi apresentada no final da tarde desta sexta-feira (7) ao delegado João Rodrigo Uzzum, coordenador da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (1ª Coorpin). O pedido de exumação foi apresentado pela defesa da família da criança, após comparar fotos da menina com imagens do Departamento de Polícia Técnica (DPT). O delegado João Rodrigo Uzzum afirmou que o questionamento da família não procede e que a Polícia Civil anexou todo o trabalho de perícia, laudos, exame de DNA referente à ossada para que não existissem dúvidas. O delegado destacou ainda que a polícia ainda continua a investigação para identificar o autor do crime e lamentou a dor da família. “Felizmente o Ministério Público deu o parecer indeferindo a exumação e hoje saiu a sentença da juíza indeferindo o pedido de exumação da ossada. Nosso objetivo é chegar ao autor do crime e também entendemos a angústia de toda a família. Os pais sempre têm esperanças de encontrar seus filhos com vida. Mas, essa é uma verdade científica que tem que ser encarada”, afirmou Uzzum.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!