Mulher abandona crack com a ajuda do evangelho


A Missões Mundiais divulgou uma história de final feliz. Raquel, 43, já foi uma usuária de drogas e, hoje, vive uma rotina totalmente diferente da situação crítica de seu passado como viciada. De acordo com as informações divulgadas, a mulher teve uma infância difícil e perdeu a mãe durante a adolescência. Por fim, conheceu o crack aos 22 anos e, embora não tivesse experimentado outras drogas psicoativas, acabou por se viciar com a influência dos amigos. Depois do seu contato com o crack, Raquel teve três filhos, no entanto, perdeu a guarda dos dois. A situação piorou em sua vida, quando morou nas ruas com o filho caçula. Na época, chegou a sofrer abuso sexual e psicológico e teve risco de morte. A vida de Raquel começou a mudar no ano de 2013, quando com 29 kg e residindo numa casa abandonada, Raquel pediu ajuda a uma vizinha, que a conduziu à Cristolândia. Depois, a vida da mulher começou a mudar, com o tratamento feito na Casa Rosa, em São Paulo. Anos depois, Raquel mora com o filho caçula e trabalha.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!