Duplicação da Ilhéus-Itabuna suspensa pelo Tribunal de Contas


O Tribunal de Contas da União (TCU), decidiu suspender duplicação da Ilhéus-Itabuna apesar das declarações do governador Rui Costa de que está tudo bem encaminhado. Não está. A vistoria técnica do Tribunal de Contas da União encontrou diversos problemas, que podem resultar em sério aumento de custos depois de iniciada a obra, segundo o relator Luciano Brandão. A duplicação, que na verdade é uma nova estrada, do outro lado do Rio Cachoeira, teve vários de seus detalhes discutidos com o Governo do Estado mas, segundo o relator do tribunal, “não foi obtido qualquer esclarecimento consistente por parte da Seinfra/Ba e do Dnit/Ba”. O contrato, de R$ 105 milhões, feito com a OAS prevê o uso de tecnologias ultrapassadas, mais caras e não adequadas a uma obra deste porte. A preocupação do TCU é que, depois de iniciada a obra, a OAS poderia adotar as tecnologias certas e mais baratas, embolsando a diferença de custo.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!