Procuradoria desiste de negociar delação de Eduardo Cunha


A Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu encerrar as negociações para propor uma delação premiada do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Segundo a coluna Expresso, da revista Época, o peemedebista é incapaz de reconhecer sua participação em falcatruas na Petrobras, conforme informaram os procuradores envolvidos na negociação. Ainda de acordo com a publicação, Cunha decidiu poupar políticos próximos a ele e não consegue provar as acusações que faz contra o presidente da República, Michel Temer.O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já havia classificado a proposta de delação de Cunha como “biscoito de polvilho”, porque só fazia barulho. O ex-parlamentar foi preso em outubro do ano passado e condenado a 15 anos de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas no âmbito da Operação Lava Jato.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!