Carceireiros permitiram incineração de 150 pessoas em prisão no México




Oito carcereiros estão sendo acusados de permitir que o grupo criminoso Los Zetas incinerasse ao menos 150 pessoas dentro da prisão de Piedras Negras, no México. O fato está sendo investigado pela Procuradoria de Desaparecidos do estado mexicano de Coahuila.


"Los Zetas contaram com a aquiescência do pessoal de guarda e custódia do Centro de Readaptação Social de Piedras Negras para executar o delito (...) e os responsáveis se encontram plenamente identificados", declarou José Ángel Herrera em entrevista coletiva nesta quinta-feira (28).

A investigação identificou 37 vítimas que foram mortas e incineradas no interior da penitenciária. "Entre as 37 vítimas identificadas está uma família integrada por sete membros, entre elas uma mulher e um menor de idade", afirmou Herrera.


Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!