Ex-médico Roger Abdelmassih, condenado por 48 estupros, voltará à prisão domiciliar


O ex-médico Roger Abdelmassih – condenado a 181 anos de prisão por 48 estupros de 37 de pacientes – voltará a cumprir pena domiciliar. A decisão de habeas corpus de retorno à prisão em casa foi concedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski. Roger Abdelmassih deixará a Penitenciária de Tremembé, no interior paulista, onde estava preso desde 24 de agosto. Na época, uma liminar cassou a permissão de o médico cumprir a pena em casa por falta de tornozeleira eletrônica no estado paulista. Segundo a Agência Brasil, a expectativa do advogado de Abdelmassih, Antônio Celso Fraga, é que, devido ao plantão judiciário no final de semana, seu cliente deixe a penitenciária na segunda-feira (2). Ainda conforme o defensor, a prisão domiciliar não havia sido cassada, mas apenas suspensa. Abdelmassih estava, desde julho, em regime domiciliar. No início de agosto, após autorização judicial, o ex-médico esteve internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, por conta de uma infecção urinária. A Justiça determinou que, após a internação, ele voltasse ao sistema prisional, mas os advogados de defesa do ex-médico entraram com um habeas corpus para garantir que ele voltasse ao regime domiciliar.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!