Garotinho é preso pela PF enquanto apresentava programa de rádio



Ex-governador Anthony Garotinho foi preso mais uma vez nesta manhã de quarta (13) enquanto apresentava o programa dele na Rádio Tupi. O político é suspeito de comandar um esquema de troca de votos pela inclusão de famílias no programa social Cheque Cidadão.


A denúncia foi apresentada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) e se refere ao período em que Garotinho ainda era secretário municipal de saúde. A ordem de prisão é do juiz Ralph Manhães, da 100º Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes (RJ), mas deve ser cumprida em regime domiciliar.

Durante o período em que estiver em casa, o ex-governador será monitorado eletronicamente e só pode falar com a esposa, a também ex-governadora Rosinha Matheus, filhos, netros e advogados. Ele também não vai poder usar celular e internet e foi obrigado a entregar o passaporte. 

Garotinho já tinha sido preso em novembro do ano passado pela Operação Chequinho, que apurou o mesmo esquema. Ele passou mal e foi levado a um hospital do Rio de onde foi transferido para uma unidade de saúde do complexo penitenciário de Gericinó, em Bangu. Garotinho, porém, conseguiu autorização para uma cirurgia em hospital particular e cumprir a medida em regime domiciliar. (Sputnik)
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!