Oscilante na Ilha do Urubu, Bahia acaba goleado pelo Flamengo



A noite desta quinta-feira (19) foi cruel para o Bahia. Diante do Flamengo, o Esquadrão, que balançou a rede com Mendoza, viu o zagueiro Réver e o meia Diego marcar dois gols cada e acabou derrotado por 4 a 1 na Ilha do Urubu, no duelo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi o fim de uma sequência de quatro jogos sem perder dentro da competição nacional.



O revés manteve os 35 pontos do Bahia, que ocupa a 13ª posição. Agora, o foco tricolor é no clássico. No próximo domingo (22), às 16h (horário de Salvador), o Esquadrão de Aço enfrenta o rival Vitória na Arena Fonte Nova.



O JOGO



A terceira partida de Carpegiani no Bahia começou com o Tricolor assustando. Logo no primeiro minuto, Zé Rafael passou por dois marcadores em velocidade, cruzou, a bola desviou em Réver e o goleiro Diego Alves fez a defesa. O Flamengo, dono da casa, tinha mais posse de bola e tentava atacar nos primeiros minutos, mas a defesa do Esquadrao conseguia neutralizar.



Aos 22, o Bahia quase chegou ao primeiro gol. Zé Rafael trocou passes com Edigar Junio, soltou uma bomba e o goleiro Diego Alves, bem posicionado, rebateu. Quatro minutos depois, o rubro-negro respondeu com Diego, que chutou forte de longe e obrigou Jean a fazer uma grande defesa.



Vinícius perde grande chance



Na sequência da boa chance do Flamengo, o Bahia avançou em contra-ataque e teve uma ótima chance. Mendoza serviu Vinícius livre na grande área. De frente para o gol, o meia pegou mal na bola e facilitou o trabalho de Diego Alves. Na sequência, o jogador tricolor sentiu uma lesão e foi substituído por Régis.



Réver marca para o Flamengo



O segundo tempo começou com o Flamengo pressionando. Aos cinco minutos, Diego recebeu passe em profundidade, e, de frente para Jean, bateu para boa defesa do goleiro tricolor, que mandou para escanteio. Após a cobrança e um desvio em Guerrero, a bola ficou limpa para o zagueiro Réver, que completou para o gol sem ser incomodado.



Sem conseguir encaixar boas jogadas, o Bahia assistia a troca de passes do time da casa, que tentava ampliar o placar. Em busca de uma melhora no Esquadrão de Aço, o técnico Paulo Cézar Carpegiani promoveu a entrada de Hernane, substituindo Edigar Junio.



Mendoza vence Diego Alves e empata



Aos 22 minutos, Allione avançou em velocidade e deu um toque a mais na bola, que sobrou com Hernane. O "Brocador" acabou derrubado por Juan na área e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Mendoza bateu firme, no canto esquerdo, sem dar chances para Diego Alves.



Réver sobe muito e faz para o Flamengo



O Bahia, que vinha dominando a posse de bola, acabou sofrendo com a bola parada. Aos 31 minutos, Everton cobrou escanteio, Réver foi no alto e cabeceou firme, superando o goleiro Jean.



Diego marca mais dois e tranquiliza o rubro-negro.



O meia Diego foi decisivo para a goleada do Flamengo. Aos 39 minutos, após a arbitragem acusar mão de Lucas Fonseca dentro da área, o atleta rubro-negro foi bem na cobrança da penalidade e marcou o terceiro. Abatido com o tento, o Tricolor ainda viu o mesmo Diego girar entre os marcadores e marcar o quarto dois minutos depois.



FICHA TÉCNICA
Flamengo 4 x 1 Bahia
Campeonato Brasileiro – 29ª rodada
Local: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro
Data: 19/10/2017
Horário: 20h (Horário da Bahia)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Assistentes adicionais: José Claudio Rocha Filho (SP) e Adriano de Assis Miranda (SP)

Cartões amarelos: Willian Arão, Guerrero, Diego, Éverton Ribeiro, Juan (Flamengo) / Juninho Capixaba, Renê Júnior, Eduardo (Bahia)

Cartões vermelhos:

Gols: Réver (duas vezes), Diego (duas vezes) (Flamengo) / Mendoza (Bahia)



Flamengo: Diego Alves; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Berrío (Éverton Ribeiro), Everton e Paolo Guerrero (Lucas Paquetá). Técnico: Reinaldo Rueda



Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Edson, Renê Júnior, Zé Rafael (Allione) e Vinícius (Régis); Mendoza e Edigar Junio (Hernane). Técnico: Paulo Cézar Carpegiani.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!