Arábia Saudita: Investigação anticorrupção culmina em prisão de príncipes e ex-ministros


Em meio a uma investigação anticorrupção, liderada pelo príncipe herdeiro e ministro da Defesa Mohammed bin Salman, o rei Salman, da Arábia Saudita, destituiu o príncipe Miteb bin Abdullah, que comandava a Guarda Nacional, substituiu o ministro da Economia, Adel Fakeih, por seu vice, Mohammad al-Tuwijri, e anunciou a criação de uma comissão anticorrupção. Além disso, outros 11 príncipes e dezenas de ex-ministros foram detidos. Segundo informações do canal de notícias estatal, Al-Arabiya, a comissão investiga inundações que devastaram partes da cidade de Jiddagh, em 2009, e a resposta do governo saudita à síndrome respiratória por coronavírus do Oriente Médio, que matou centenas de pessoas nos últimos anos. De acordo com comunicado emitido pelo principal conselho de clérigos da Arábia Saudita, a comissão tem o direito de determinar mandados de prisão, impor restrições a viagens e congelar contas bancárias. Ela pode também rastrear recursos, impedir a transferência deles ou a liquidação de ativos e adotar medidas preventivas até que os casos sejam encaminhados ao judiciário. Segundo a publicação, aos 32 anos, o príncipe herdeiro tenta atrair mais investimentos internacionais e melhorar a reputação do país como um lugar para negócios.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!