Em jogo eletrizante, Fla arranca empate e elimina Flu da Sul-Americana



Em jogo eletrizante, o Flamengo arrancou empate por 3 a 3 com o Fluminense e se classificou para a semifinal da Sul-Americana -encara Junior Barranquilla-COL ou Sport. O tricolor abriu 3 a 1 quando o relógio marcava 10 min do segundo tempo. Mesmo assim, o rubro-negro não desistiu e buscou a igualdade já no fim do duelo. Os gols da partida foram marcados por Lucas e Renato Chaves (2) e Diego, Felipe Vizeu e Willian Arão.


A eliminação é péssima para o Fluminense que seguirá longe do sonhado título internacional. Além disso, o tricolor agora só terá a luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro como meta.

O Flamengo, por sua vez, ainda pode encerrar a temporada com um título de expressão, após ser eliminado da Libertadores e Copa do Brasil e estar distante dos líderes no Brasileiro.


O JOGO

O Flamengo precisava desesperadamente de um gol para ficar em igualdade com o Flamengo, que venceu a primeira partida por 1 a 0. E não poderia ter inicio mais animador para o tricolor. Logo aos 3 min, Marcos Júnior deu passe primoroso para Lucas entrar livre pela direita e fuzilar a meta de Diego Alves, que ainda tocou na bola, mas viu a rede estufar: 1 a 0.

O bom momento do Fluminense durou pouco. Seis minutos para ser mais exato. Isso porque aos 9 min, Diego dominou na entrada da área e tentou girar buscando a finalização, mas foi derrubado. Na cobrança, bateu com perfeição no ângulo direito de Diego Cavalieri, que demorou a saltar na bola.

Após o gol de empate o que se viu foi um clássico bastante disputado e com os jogadores com ânimos exaltados. Diego e Douglas iniciaram os trabalhos após entrada do volante do Fluminense. Depois foi a vez de Rhodolfo chutar Marcos Jr caído e Lucas e Willian Arão se desentendessem durante reclamação com a arbitragem.

No primeiro jogo entre as equipes, Marcos Jr deu dura entrada em Réver, que deixou gramado chorando -após exames confirmou lesão no ligamento e pode até nem mesmo mais jogar em 2017. Os companheiros do zagueiro não digeriram bem a situação e perseguiram o atacante do Fluminense no segundo jogo. Pará "jurou" o tricolor, quer ainda foi chutado por Rhodolfo no chão após dividida de bola.

Com muitas confusões, o que menos se viu foi futebol -apesar do início animador. A arbitragem passou a marcar mais faltas para acalmar os ânimos. E foi quando isso aconteceu que o Fluminense conseguiu o segundo gol. Gustavo Scarpa bateu escanteio na cabeça de Renato Chaves que finalizou com categoria. Willian Arão era um dos marcadores, mas não subiu para disputar e foi cobrado pelos companheiros.

O Fluminense deu importante passo rumo à semifinal da Sul-Americana ao fazer o terceiro gol. Renato Chaves vivia noite inspirada e usou a cabeça pela segunda vez para fazer o segundo gol dele no clássico. O defensor viveu dia de redenção, já que havia cometido falha grotesca contra o Fla, no Carioca. Com 3 a 1 no placar, aos 10 min do segundo tempo. O Flamengo tinha pouco mais de 30 minutos para arrancar o empate, o que garantira a vaga.

O jogo parecia decidido, mas um toque de classe de Everton Ribeiro mudou o panorama. Ele deixou Felipe Vizeu na cara de Cavalieri, que nada pôde fazer. Bola no fundo das redes e um rubro-negro vivo no duelo.

Após falhar no segundo gol do Fluminense, marcado por Renato Chaves, Willian Arão teve sua redenção. Pará cobrou falta pela direita na cabela do volante que se antecipou a Lucas e viu a bola entrar após bater na trave. Era o gol da classificação.

Estádio: Maracanã, no Rio

Árbitro: Patricio Loustau (ARG)

Público e renda: 41.087 presentes (34.695 pagantes) / R$ 1.956.575,00

Cartões amarelo: Lucas, Reginaldo, Douglas, Richard e Henrique Dourado (FLU) Willian Arão, Lucas Paquetá, Everton, Diego Alves e Felipe Vizeu (FLA)

Gols: Marcos Jr, aos 3min, Diego, aos 9min, Renato Chaves, aos 41min do primeiro tempo; Renato Chaves, aos 10min, Felipe Vizeu, aos 22min, e Willian Arão, aos 38min do segundo tempo

FLAMENGO

Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Juan (Rafael Vaz) e Trauco (Vinicius Jr); Cuéllar (Lucas Paquetá), Willian Arão e Diego; Everton, Everton Ribeiro e Felipe Vizeu

T.: Reinaldo Rueda

FLUMINENSE

Diego Cavalieri; Lucas, Renato Chaves, Reginaldo e Marlon; Richard, Douglas (Pedro), Sornoza (Wendel) e Gustavo Scarpa; Marcos Jr (Romarinho) e Henrique Dourado

T.: Abel Braga

Com informações da Folhapress
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!