Estrutura e credibilidade atraíram estudantes ao vestibular da Faculdade de Ilhéus




Centenas de estudantes participaram do processo seletivo do vestibular 2018.1 da Faculdade de Ilhéus, realizado no último domingo, dia 19, no campus localizado na zona sul da cidade, com vagas disponíveis para cursos de graduação em Engenharia Civil, Odontologia, Psicologia,Direito, Administração, Ciências Contábeis, Enfermagem e Nutrição. A maioria dos candidatos entrevistados, após as provas, declarou que a opção pela Faculdade ocorre baseada na estrutura oferecida na sede própria e pela credibilidade da instituição. 

A estudante Brenda Lima, 18 anos, tenta uma vaga no curso de Psicologia. Ela afirma que a opção pela Faculdade de Ilhéus foi influenciada por amigos que estudam na instituição e pela avaliação (conceito quatro) obtida pelo curso por parte do Ministério da Educação. Já a estudante Juliana Mendonça, de 17 anos, quer estudar Direito, e fez opção pela instituição em virtude da estrutura disponibilizada e por estar localizada perto de sua residência. 

Bianca Santos, 17 anos, também quer cursar Direito. Ela elogiou a estrutura da Faculdade, onde seu pai se graduou em Direito, fato que a incentivou bastante. Por sua vez, a estudante Beatriz Reis, 17, prestou vestibular para Odontologia e disse ter optado pela Faculdade em virtude dos laboratórios ofertados e também por ser o primeiro curso de Odontologia na região Sul da Bahia. 

Prova – As estudantes que fizeram o Vestibular 2018.1 consideraram a prova com nível de dificuldade mediana, nem fácil, nem difícil. Em relação aos enunciados disponibilizados para a prova de redação, a maioria optou tema do novo conceito de família, cujo espaço hoje se divide entre casais heterossexuais, casais homoafetivos, crianças criadas por avós, entre outros. 

A estudante Áurea Santos Ribeiro, de 17 anos, que tenta vaga para Direito, disse que optou pelo tema em virtude da grande visibilidade que ocupa na mídia e por achar que o amor de família tem ligação afetiva e de solidariedade. A mesma escolha para redação foi feita por Brenda Lima, que considera uma realidade a existência de novos núcleos de família. 

Os demais enunciados oferecidos para a prova de redação foram sobre os temas da “intolerância racial” e sobre a decisão da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmén Lúcia, que decidiu pela não validade da regra que determina a aplicação de nota zero ao candidato que desrespeitar os direitos humanos na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). 





Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!