Palestina deseja negociar “acordo de paz” com Israel, com mediação de Trump


O presidente da Autoridade Palestina (AP), Mahmoud Abbas, manifestou em Madri sua disposição para chegar a um “acordo de paz histórico” com Israel com a mediação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Abbas, que faz viagem oficial à Espanha, visitou o Congresso dos Deputados, onde falou aos representantes políticos espanhóis. Ele insistiu na necessidade de um acordo de paz e reclamou das “circunstâncias difíceis” nas quais vive o povo palestino. Disse ainda que seu povo quer viver “em liberdade, com dignidade e de forma soberana no seio de seu Estado palestino independente”, fazendo a ressalva que não abre mão de ter Jerusalém Oriental como capital. Em seu discurso, o líder palestino lembrou a importância da Conferência de Paz de Madri em 1991, que teve a mediação dos Estados Unidos e é considerada o início do processo de paz no Oriente Médio. Embora nos últimos anos não tenha havido nenhuma mudança significativa, existe uma grande expectativa que as coisas mudem na administração Trump, que em setembro prometeu apresentar um “acordo final”. “Eu acredito que Israel gostaria de ver isso. Acredito que os palestinos gostariam de ver. Posso dizer-lhe que o governo Trump gostaria de ver. Então estamos trabalhando muito nisso; veremos o que acontece. Historicamente, as pessoas dizem que isso não pode acontecer. Eu digo que pode acontecer”, declarou o presidente americano na ocasião.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!