Paraná Pesquisas: 71,5% não repetiria voto em 2018; Moro lidera entre 'outsiders'


A maioria dos eleitores brasileiros não votaria, nas eleições do próximo ano, nos mesmos candidatos que escolheu em 2014, segundo levantamento do instituto Paraná Pesquisas: 71,5% disseram que não elegeriam as mesmas pessoas, enquanto 25% poderiam escolher os mesmos candidatos e 3,5% não lembram em quem votou. No caso dos deputados federais, especificamente, o índice é semelhante: 71,6% não votariam nos mesmos postulantes; 24,3% o reelegeriam; e 4,1% não se lembram de seus candidatos. Questionados sobre eventual renovação política em 2018, 71,9% dos entrevistados dizem acreditar em uma mudança; 23,4% não apostam em alterações; e 4,5% não souberam ou não opinaram. Os participantes demonstraram disposição em novos nomes: 27,2% disseram ser “muito alta” a chance de votar em um estreante; 27,5% declararam ser alta a possibilidade; e 23,7% afirmaram ser “média”. No outro lado, 9,8% disseram ser “baixa” a chance de votar em alguém novo na política; 6,6% responderam ser “muito baixa” e “5,2%” não souberam ou não opinaram. Um elevado grupo de pessoas (84,8%) não se sente representado pelos partidos políticos – 8% informaram ser representados “em partes” e apenas 4,4% se dizem contemplados pelos partidos. Sobre a representação dos interesses da população brasileira, 81,9% não avaliam os partidos positivamente; 10,8% veem uma representação parcial; e 4% avaliam que as siglas representam os interesses do povo. Considerando os nomes de fora da política que estão sendo cogitados para a eleição presidencial, Sérgio Moro é o mais cotado, com 35,5% da preferência, seguido de Joaquim Barbosa (11,1%) e Luciano Huck (10,8%). No entanto, 29,7% não votariam em nenhum dos estreantes na política. Ainda do Judiciário, o procurador de Justiça Deltan Dallagnol obteve 6% das intenções, seguido do advogado Modesto Carvalhosa (2,1%) e a jornalista Valéria Monteiro (0,3%). Foram entrevistados 2.120 em 145 municípios de 26 estados e Distrito Federal, entre os dias 15 e 19 de novembro. A margem de erro média é de 2%, com grau de confiança de 95%.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!