Rússia avalia deixar de importar carne brasileira por presença de substância proibida


O órgão responsável pela vigilância agrícola da Rússia estuda a possibilidade de proibir a importação de carne suína e bovina brasileira após um aditivo alimentar chamado ractopamina ser detectado em alguns dos produtos. A substância ractopamina é proibida na Rússia, embora alguns países considerem que é segura para consumo humano. A Rússia já usou preocupações sobre a ractopomina no passado para alavancar sua posição em negociações com países sobre diversos produtos. Atualmente o país está em negociação com o Brasil sobre o início das exportações de trigo. De acordo com o G1, a Rússia aumentou as restrições para a carne brasileira nos últimos dias de outubro. A autoridade sanitária do país proibiu temporariamente a importação de um frigorífico brasileiro e impôs controles sanitários mais rígidos a outros cinco.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!