Barreiras: Perito que vitimou esposa e se matou enviou WhatsApp contando o que iria fazer


O perito da Polícia Civil que matou a esposa e depois se matou em Barreiras, no extremo oeste baiano, tinha enviado uma mensagem para um grupo de WhatsApp antes do crime. No áudio, Orlando Ladeia, de 41 anos, avisava que iria cometer o que fez, dando informações à Polícia de como chegar até a casa onde morava com a mulher, Dirce Ladeia, de 35 anos. Segundo a Polícia, via G1, ele informou ainda onde ficava a chave e o controle do portão. O crime ocorreu na manhã deste sábado (23), no bairro Bandeirantes. Vizinhos disseram que ouviram tiros. Ainda segundo informações, quando os policiais chegaram à residência, os dois já estavam mortos. Amigos das vítimas disseram que eles estavam em processo de separação, mas ainda moravam na mesma casa. Os policiais ainda informaram que os objetos estavam revirados dentro da residência, e que o homem atirou várias vezes dentro do imóvel. Os corpos foram encaminhados para o IML de Barreiras.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!