Ditador Muamar Kadafi doou US$ 1 milhão para campanha de Lula, diz Palocci


Morto em 2011, o ditador líbio Muamar Kadafi doou US$ 1 milhão para a campanha do eleitoral do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2002. A revelação consta da proposta de delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci, segundo o que traz a revista Veja em sua reportagem de capa da semana. De acordo com a publicação, para reduzir a pena de 12 anos por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Palocci, que negocia acordo de delação premiada há sete meses, está disposto a revelar detalhes dos crimes dos quais participou. Um dos capítulos da colaboração trata das relações financeiras entre Lula e o ditador líbio e, conforme a revista, tem potencial para fulminar o partido e o próprio ex-presi¬dente. Kadafi governou a Líbia por 42 anos, com mãos de ferro, depois de chegar ao poder liderando um golpe em 1969. No comando do país, reprimiu adversários, censurou a imprensa e adotou práticas como tortura e morte a quem contrariasse o regime.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!