STJ vai gastar R$ 3,9 milhões com carros de luxo


Em 2018, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) deve gastar R$ 3,9 milhões com a troca dos veículos oficiais de ministros e desembargadores. Os carros de luxo têm custo unitário estimado em R$ 162 mil pelo próprio órgão. A substituição da frota foi deliberada na sessão do Conselho de Administração realizada no dia 22 de novembro último, e aprovada por unanimidade, nos termos do voto da relatora, ministra Laurita Vaz. Serão 23 veículos, sendo 12 incluídos no orçamento de 2017 e os demais, condicionados à disponibilidade orçamentária, previstos para o ano de 2018. A licitação prevê que, além de contar um veículo para cada ministro, a presidência do tribunal é atendida com um veículo de representação, o total de veículos a serem adquiridos neste novo processo seria de 24. “A atual demanda justifica-se em razão do desgaste natural decorrente da quilometragem, como pela descontinuidade da importação dos veículos GM/Ômega em uso, fatores que acarretam longa espera por peças de reposição fazendo com que os veículos deixados nas oficinas autorizadas para manutenção permaneçam fora de serviço por demasiado tempo”, explica a corte. As informações são da ONG Contas Abertas
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!