Corpo de mergulhador é achado três dias após desaparecer durante caça submarina na Bahia


Foi localizado na tarde desta terça-feira (2) o corpo do empresário Artur Knoth, que estava desaparecido desde o sábado (30), durante um mergulho para prática de caça submarina, na região da Ilha d'Ajuda, que fica no município de Jaguaripe, no baixo sul da Bahia.


Segundo a polícia, Artur foi localizado durante buscas feitas por um mergulhador amigo dele, na mesma região do desaparecimento.


No início da noite, o corpo do empresário estava sendo necropsiado na sede da 5ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Valença), onde o caso foi registrado. Artur knoth tinha 38 anos, era gaúcho, mas morava em Valença, onde tinha um restaurante.
Ainda não há informações confirmadas sobre o que impediu a volta do mergulhador à superfície. O delegado José Raimundo Nery, titular da Coorpin, detalha que ele usava todos os equipamentos, como a roupa específica para mergulho, mas prática de caça submarina era feita por apneia, sem a utilização de um cilindro de oxigêneo.


Ainda conforme a polícia, o corpo do mergulhador não ficou preso no fundo do mar, mas também não boiou provavelmente devido ao peso dos equipamentos.


Desde o desaparecimento, as buscas foram realizadas também com atuação equipes de resgate que estão na costa por meio de lanchas e barcos.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!