Orlando Tapajós, um dos criadores do trio elétrico, faz apelo por ajuda: "fiquei sem nada"



Um dois pioneiros na criação de trios elétricos na Bahia, Orlando Campos de Souza, conhecido como Orlando Tapajós, 84 anos, vive atualmente com uma pensão de um salário mínimo. 

Todo o glamour conquistado com a fama, como uma casa na Pituba, com piscina e cinco quartos, e outra na praia de Itacimirim, em Camaçari, com nove suítes, acabou. Em entrevista ao jornal Correio, Orlando lembrou os tempos áureos e relatou dificuldades enfrentadas atualmente. Hoje, ele mora em um apartamento de 30m² no bairro do Imbuí, espaço que foi alugado pelo filho por R$ 500.

“Eu ganhei tanto dinheiro e, no fim, fiquei sem nada. Pensava daquilo tudo não se acabar, mas se acabou”, afirma.

Ele conta que dos "900 e pouco" que recebe, cerca de R$ 500 são gastos com medicamentos. Orlando Tapajós sofreu um derrame e três infartos nos últimos 15 anos. Ele também enfrenta um câncer de próstata, atualmente estável após tratamento no Hospital do Câncer de Barretos.
Compartilhe no Google Plus

Sobre TRIBUNA DE IBICARAÍ

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Tribuna de Ibicaraí. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!